hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 bom petiscos livros do thame

Posts Tagged ‘TIM’

Clientes da TIM são os que mais usam pau de selfie: “É para achar o sinal”

pselfie

(do Blog Sensacionalista)- Uma pesquisa encomendada pelo Sensacionalista ao instituto Nupal (Núcleo de Pesquisas da América Latina) feita entre usuários de celular chegou à conclusão que os clientes da TIM são os que mais usam o famigerado “pau de selfie”.

Mas o motivo não é o que a maioria imaginava: em vez de tirar fotos, as pessoas usam o acessório para achar o sinal da operadora. Augusto da Silva é vendedor nas ruas do Rio de Janeiro e já se acostumou a esta prática. “A gente chama os pau de selfie de ‘Caça pauzinho da TIM’”, disse. “O de um metro a gente diz que é um pauzinho, o de um e meio é o dois pauzinho etc.”

Operadoras de telefonia celular fazem mutirão na Bahia

celular

As operadoras OI, Tim, Vivo e Claro realizam, a partir desta segunda-feira (1), um grande mutirão em 28 municípios baianos para resolver pendências dos consumidores. A medida é resultado do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da CPI da Telefonia, assinado no final de 2014 pelas operadoras com o Ministério Público Federal (MPF), PROCON e Assembleia Legislativa. Durante 30 dias, o consumidor poderá procurar a loja própria, ou autorizada, de sua operadora, além da agência dos correios dos municípios que não possuem loja física. Os consumidores vão ter a oportunidade de resolver pendências com cobranças indevidas, além de retirar o nome dos serviços de proteção ao crédito.

Segundo o deputado estadual Joseildo Ramos (PT), que foi relator da CPI, o mutirão vai alcançar os 27 territórios de identidade do estado. “O atendimento precário é uma das principais queixas dos consumidores. O mutirão foi pensado para que o usuário do serviço tenha um contato direto com os responsáveis pelas operadoras”, relatou. Os seguintes municípios terão pontos específicos das operadoras para o mutirão: Riachão do Jacuípe, Macaúbas, Santa Maria da Vitória, Barreiras, Valença, Seabra, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Irecê, Paulo Afonso, Alagoinhas, Itabuna, Jequié, Itapetinga, Jacobina, Itaberaba, Senhor do Bonfim, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Ribeira do Pombal, Juazeiro, Guanambi, Serrinha, Amargosa, Bom Jesus da Lapa, Vitória da Conquista, Salvador e Camaçari.

 

CPI da Telefonia ouve usuários em Itabuna

 

CPI teleA Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a qualidade do serviço das operadoras de telefonia móvel, fixa, TV por Assinatura e internet continua sua etapa itinerante nesta quinta-feira (24), em Itabuna. A comitiva formada por deputados estaduais, técnicos e órgãos parceiros como o PROCON e o Ministério Público, vão investigar, in loco, a qualidade dos serviços em localidades do município. A equipe técnica vai verificar a cobertura, potência e níveis de radiação dos sinais de telefonia móvel. A partir das 9h, uma equipe estará com um veículo plotado da CPI recebendo denúncias contra as operadoras na Praça Adami. Uma audiência pública também será realizada na Câmara de Vereadores, às 15h, para discutir os problemas do setor no município. Itabuna é a terceira cidade a receber a CPI da Telefonia Itinerante, que já passou por Porto Seguro e Feira de Santana. As denúncias serão investigadas e farão parte do relatório final que será finalizado até junho deste ano. Ligações incompletas, linhas fora de área, cobranças indevidas, sinal ruim e créditos descontados indevidamente estão entre as principais reclamações dos usuários.

Relator da Comissão, o deputado Joseildo Ramos (PT) vai acompanhar de perto o registro das denúncias. Joseildo é autor de requerimento que está sendo analisado pela comissão e que pede o bloqueio das vendas de novos pacotes de internet móvel de três operadoras. No documento, o parlamentar solicita ao Ministério Público do Estado e ao Ministério Público Federal para que defendam a suspensão das vendas de internet da Vivo, Oi e Tim, que não estão cumprindo o que determina a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os dados foram revelados pela própria Anatel, em oitiva realizada na Assembleia Legislativa.

Alô, quem fala? Aqui é dona Bunda…

seria o celular de três chips...

seria o celular de três chips…

A funkeira, seja lá o que é isso, Maysa Abusada  abusou durante um show  no Rio de Janeiro e cantou (sic)  com um celular “acoplado” (este é um blog, quase sempre, familiar e “enfiado” é muito grosseiro), nas nádegas (universalmente conhecida como bunda mesmo), enquanto fazia aquelas dancinhas que não se deve fazer na frente na das crianças.

Maysa canta, mas não toca...

Maysa canta, mas não toca…

A performance rendeu o que Maysa queria: 15 minutos de fama.

E cá pra nós, celular é menos desconfortável que melancia (produto que em tempos de antanho se usava para aparecer) e, conhecendo-se a eficiência da TIM, da Vivo, da Oi e da Claro, é mais fácil uma letra funk completar duas frases sem um erro de português do que o fone tocar na bunda (no sentido de completar uma ligação, gente maldosa) da funkeira.

CPI da Telefonia propõe suspensão de vendas de internet móvel de três operadoras na Bahia

telefoniaA Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a qualidade dos serviços de telefonia vai propor a suspensão de vendas de pacotes de internet móvel de três empresas na Bahia. As operadoras Oi, Tim e Vivo não estão cumprindo o que determina a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), segundo apresentação do próprio órgão, durante oitiva da CPI ontem (19), na Assembleia Legislativa. Somente a Claro atinge a meta de qualidade do serviço de dados. A medida será solicitada pelo deputado Joseildo Ramos (PT), relator da comissão, e colocada em votação na próxima semana pelo deputado Paulo Azi (DEM), presidente do colegiado.“ Queremos uma medida cautelar que garanta ao consumidor a qualidade do serviço. Se hoje as operadoras não estão cumprindo o que determina a Anatel, porque continuar vendendo um serviço que estão sem condições de atender com a qualidade requerida?”, questionou Joseildo. A representação será feita ao Ministério Público do Estado e ao Ministério Público Federal para que os órgãos adotem providências. Em último caso, a não entrega dos serviços pode gerar uma ação civil pública de cancelamento do contrato de concessão das operadoras.

Segundo o gerente regional da Anatel, Fernando Ornelas, as operadoras foram cobradas pela agência para que resolvam os problemas na transmissão de dados. O presidente da CPI, deputado Paulo Azi (DEM), também questionou a venda de linhas de telefonia móvel sem qualquer limite estabelecido pela Anatel. “As vendas deliberadas, sem qualquer controle, não são acompanhadas pelos investimentos das empresas em melhorias e ampliação do sinal”, criticou. A manutenção da rede de telefonia fixa também foi alvo de críticas dos parlamentares que questionaram a vida útil de equipamentos, informação confirmada pelos representantes da Anatel. “ Essa é mais uma preocupação nossa. De fato, não há manutenção e a rede primária está comprometida”, revelou Ornelas. O gerente nacional de Relações Institucionais da Anatel, Geovani Menezes, também participou da sessão.

 

Ministério Público da Bahia aciona Claro, Oi, Tim e Vivo por abusos

oi ti,O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ingressou com ações civis públicas contra as operadoras de telefonia móvel Claro, Oi, Tim e Vivo por prática abusiva cometida contra seus clientes. As ações pedem que a Justiça obrigue as operadores a indenizar os consumidores por danos materiais e morais, e a restituir em dobro os valores pagos em cobranças abusivas, além de pagar indenização de R$ 100 mil por danos morais causados à coletividade, que será destinado ao Fundo Estadual dos Direitos do Consumidor.

Um inquérito civil realizado em maio de 2013 constatou que atos infracionais cometidos pelas operadoras como habilitar estações móveis sem verificar se elas foram homologadas na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); não fornecer informações adequadas sobre a prestação do serviço; criar obstáculos ou empecilhos para a rescisão contratual; não disponibilizar setores de vendas para comercializar planos Básico e de Referência; prestar serviços não solicitados pelo consumidor, sem adesão a um plano específico e com cobranças abusivas em desacordo com as informações anteriormente prestadas para os consumidores; interrupções na prestação do serviço não programadas e nem divulgadas para o público consumidor; e desrespeito ao Sistema de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Genial, mas faltou incluir a Oi, a Sky, a Ok Bahia…

cai cai

Enfim, um TIM com sinal

Gracias, Kibeloco

Qualidade da telefonia móvel será tema de audiência no Senado

A situação da telefonia móvel no País será tema de uma audiência pública amanhã (08), no Senado. A suspensão da venda de chips da telefonia móvel, revogada na última sexta-feira (03/08), pela Anatel, ainda repercute dentro do Congresso. Os parlamentares não admitem que as milhares de reclamações dos usuários de telefonia móvel passem incólumes e decidiram chamar o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e os presidentes da Anatel, João Rezende, e da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), Antonio Carlos Valente da Silva (também presidente do Grupo Telefônica), para debaterem melhoria para no serviço ofertado pelas operadoras.

A audiência, marcada para as 9h, ocorrerá conjuntamente nas comissões de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). O líder do PT, Walter Pinheiro (BA), um dos autores do requerimento da audiência, esclareceu que o objetivo da reunião é trabalhar ações para resolver o problema de preço e qualidade dos serviços. “A audiência não é para retomar a punição. É para cobrar, do Governo e das operadoras, o cumprimento do que está no contrato assinado pelas empresas: investimento, compartilhamento de infraestrutura e qualidade dos serviços”, afirmou.

Especialista em telecomunicações, Pinheiro acredita que o cerne do problema está na incompatibilidade entre o aumento da oferta do serviço e as condicionantes de qualidade. “Atualmente, a estrada é a mesma e o número de carros só aumentou. É claro que vai engarrafar”, avaliou o senador.

GOLPE: TIM “DERRUBA” LIGAÇÕES DO PLANO INFINITY DE PROPÓSITO

cuidado que cai, Gabriela…

O que muitos desconfiavam acabou comprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel): a TIM derruba as ligações dos usuários de planos Infinity no qual o cliente é cobrado apenas pelo primeiro minutos de chamada.

Para chegar à tese, a Anatel diz ter monitorado ligações de clientes de planos Infinity e comparado com usuários de outros planos. O relatório da agência que fiscaliza o setor apontou que o número de queda de ligações no Infinity é até quatro vezes superior aos de outros planos.

O relatório diz que “sob os pontos de vista técnico e lógico, não existe explicação para a assimetria da taxa de crescimento de desligamentos [quedas de ligações] entre duas modalidades de planos”.

Com esta jogada, somente em um dia (8 de março deste ano), a operadora conseguiu faturamento extra de R$ 4,3 milhões. De acordo com a  Folha de São Paulo, a Tim informou ao Ministério Público do Paraná que a instabilidade era “pontual” e “momentânea”.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031