hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Gleisi Hoffmann’

Gleisi Hoffmann é convidada do ‘Entre Vistas’ na TVE

gleisi hNo programa ‘Entre Vistas’ desta terça-feira (13), o jornalista e apresentador Juca Kfouri conversa com a advogada e política brasileira, Gleisi Helena Hoffmann. A exibição será às 21h15, na TVE.

A atual senadora da República pelo estado do Paraná e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores reflete, entre outros assuntos, sobre as críticas aos governos petistas, bem como o cenário contemporâneo político brasileiro.

O programa conta ainda com a participação da advogada Dina Alves, do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM), e do secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Aroaldo Oliveira da Silva.

Acompanhe também pelo Portal (www.tve.ba.gov.br/tveonline).

Luiz Fux, fake news e imprensa independente

Gleisi Hoffmann

gleisiA grande mídia noticiou com certo espanto que após um mês e meio depois de o ministro Luiz Fux, atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), elaborar um acordo com os partidos contra a disseminação de notícias falsas na internet – as chamadas fake news -, o PT é a única grande sigla que ainda não subscreveu o documento. Não subscreveu, nem subscreverá, por razões muito objetivas.

O PT é o partido que mais se empenha no combate às notícias falsas, porque é alvo de mentiras na imprensa desde a sua fundação em 1980 e, depois, de forma sistemática, no submundo das redes.

Diante de notícias falsas, qualquer que seja sua origem, a Constituição e a lei preveem o direito de resposta, que deve ser garantido pelo Judiciário. Mas esse direito tem sido negado ao PT, também de forma sistemática, principalmente quando a mentira e a ofensa partem das Organizações Globo.

Setores do Judiciário brasileiro, no entanto, têm se especializado em censurar e coagir a imprensa independente, como se vê, para citar apenas um exemplo, nas decisões autoritárias contra o Blog do jornalista Marcelo Auler, impedido de divulgar informações sobre desmandos policiais na Lava Jato.

No mesmo sentido, a imprensa dos poderosos vem manipulando o conceito de “fake news”, em cumplicidade com os administradores das grandes redes sociais, para calar e constranger a imprensa independente. Foi o que se viu no episódio do rosário entregue por um representante do Papa Francisco ao presidente Lula.

O compromisso do PT é com a verdade e com a livre circulação de informações. Demonstramos isso na prática, sem necessidade de assinar compromissos vazios, que possam, no futuro, vir a validar ações arbitrárias contra quem quer que seja.

Da forma como foi proposto pelo presidente do TSE em final de mandato, Luiz Fux, o compromisso contra fake news não passa de mais uma fake news. E não será endossado pelo PT.

Da Justiça, inclusive da Justiça Eleitoral, o que se espera é que faça cumprir a lei, punindo quem espalha mentiras, com os instrumentos que a lei já dispõe, e garantindo o direito de resposta e a livre circulação da verdade, seja na imprensa tradicional seja nos meios digitais.

——

Gleisi Hoffmann é senadora (PT-PR) e presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores

Em Cuba, Gleisi denuncia lawfare contra Lula, o PT e lideranças de esquerda

gleisi(Brasil247)-A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, denunciou nesta segunda-feira (16), no Foro de São Paulo, que acontece em Cuba, a perseguição política e judicial, o chamado ‘lawfare’, da qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem sendo vítima e cuja prática vem se espalhando por outros países da América Latina.

“Estamos com outro modelo de intervenção política e econômica nos países latino-americanos. (…) Agora, se utilizam as instituições, que passam a tomar lado na disputa política. Se utiliza o Judiciário, o parlamento, para fazer essas intervenções”, disse Gleisi em coletiva no evento.

Segundo ela, em um primeiro momento o mecanismo judicial e policial é acionado para “construir o descrédito de figuras públicas populares e progressistas sempre com acusações ligadas à corrupção. Induzindo a opinião popular a desacreditar estes líderes”. “Aconteceu no Brasil, acontece no Equador, também na Argentina, em El Salvador, também no Paraguai… são vários os casos em que isso acontece”, emendou.

O passo seguinte, de acordo com a presidente do PT, é “através dos parlamentos, muitas vezes se dá o golpe para retirar estas lideranças”. “No caso do Brasil foi explícito o que aconteceu com a presidente Dilma Rousseff”, exemplificou. “E se usa este processo para desestabilizar governos progressistas. Seja para retirá-los do poder ou para impedir que eles voltem”, destacou.

“Isso é um atentado à democracia. E tentam naturalizar, normalizar este tipo de intervenção, já que se dá por questões judiciais e parlamentares. No caso do Brasil é evidente o uso do lawfare, ou seja, a lei como perseguição política do adversário, O presidente Lula é vítima disso, o Partido dos Trabalhadores é vítima disso, e outras lideranças de esquerda também”, denunciou.

 

Gleisi: Nós não vamos aceitar mais violência contra Lula

luliv

“Os novos ataques do Judiciário contra os direitos de Lula são um aprofundamento do golpe”. A declaração é da presidenta Nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, durante entrevista , em São Paulo, um dia após decisão legítima concedida para libertar o ex-presidente ser ignorada de maneira ilegal pelo juiz Sergio Moro, servidores da Polícia Federal e pelos desembargadores João Gebran Neto e Thompson Flores.

Para Gleisi, a aparente vitória dos golpistas nesta nova batalha jurídica terá efeito contrário e servirá de estopim para uma nova onda de mobilizações populares em defesa de Lula e da da democracia.  “Vamos reforçar o abaixo-assinado de Lula Livre, reforçar as mobilizaçõespor todas as cidades, vamos ler a Carta de Lula que denuncia a falta de isenção de parte do Judiciário em todas as assembleias legislativas e câmaras municipais do país, vamos fazer representação no CNJ preparada pelosmovimentos sociais, juristas e parlamentares farão a representação contra Moro e os desembargadores do TRF- Também entraremos com representação na corregedoria da Polícia Federal por não cumprir determinação daJustiça”.

Bomba, bomba, bomba!!!

Gleisi: “é preciso resistir”

PT repudia “espetáculo político” com Wagner

wagnerEm nota assinada pela presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o Partido dos Trabalhadores repudia o que chama de ‘espetáculo político’, em referência à ação da Polícia Federal (PF) contra o secretário de Desenvolvimento da Bahia, Jaques Wagner, no âmbito da Operação Cartão Vermelho (mais um desdobramento da Lava Jato).

Segue a íntegra da nota:

A invasão da residência do ex-governador Jaques Wagner por agentes da Polícia Federal, na manhã de segunda-feira (26) é mais um episódio da campanha de perseguição contra o Partido dos Trabalhadores e suas principais lideranças.

A sociedade brasileira está cada vez mais consciente de que setores do sistema judicial abusam da autoridade para tentar criminalizar o PT e até os advogados que defendem nossas lideranças e denunciam a politização do Judiciário.

A escalada do arbítrio está diretamente relacionada ao crescimento da pré-candidatura do ex-presidente Lula, nas pesquisas, nas manifestações populares, nas caravanas de Lula pelo Brasil. Quanto mais Lula avança, mais tentam nos atingir com mentiras e operações midiáticas.

Nossa solidariedade ao companheiro Jaques Wagner e sua família.

Por Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores

A volta do desenvolvimento do Brasil é a eleição de Lula em 2018”, defende Rosemberg

RP_4_Lula

Diversos segmentos da sociedade baiana, de partidos políticos e dos movimentos sociais se reuniram, na noite desta quarta-feira (10), no Teatro Jorge Amado, em Salvador, para lançar o Comitê de Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato a presidente da República. O objetivo é reforçar a defesa do ex-presidente Lula, que será julgado, no próximo dia 24, na segunda instância da Justiça.

 
RP_3_Lula (1)Presente no evento, o deputado Rosemberg Pinto (PT) afirmou que parte do Judiciário brasileiro quer incriminar o líder petista sem que ele tenha cometido nenhum tipo de crime. “Parte do Judiciário, defendendo os interesses da elite brasileira, quer impedir a volta do desenvolvimento do Brasil, porque a volta do desenvolvimento do nosso país é a eleição de Lula em 2018. Mas, estaremos aqui, independentemente da coloração partidária, na defesa da democracia e para que o Brasil seja um país de todos, e não de uma pequena minoria”, afirmou o parlamentar.

 

 
Também presente no ato, a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann, defendeu a luta para garantir a candidatura do ex-presidente no pleito presidencial de outubro próximo. “Lula não é mais candidato do PT. Lula é o candidato do povo brasileiro”, defendeu a dirigente. Além dos dois petistas, o evento contou com a presença do governador Rui Costa (PT), da senadora Lídice da Mata (PSB), de deputados federais, estaduais, vereadores e prefeitos do PT e de partidos aliados, artistas, lideranças políticas e comunitárias da capital baiana e de diversas cidades do interior baiano.

RP_2_Lula
As ações do Comitê de Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato preveem a distribuição de adesivos de carros, panfletos e praguinhas, além de conteúdo de redes sociais para a campanha.

A solução virá com um estadista do povo

lula puebloGleisi Hoffmann

As sucessivas trapalhadas, gafes internacionais, desmontes do estado, dos programas sociais e as medidas que sacrificam à exaustão a capacidade de recuperação da economia brasileira e o bolso da população, promovidas pelo governo que está aí, trazem para o cenário de 2018 uma certeza: precisamos recuperar com urgência, internamente e lá fora, a confiança no Brasil. Não com discursos demagógicos, bizarros, moralistas, simplistas e irresponsáveis, mas com a seriedade que só a postura e os compromissos de um verdadeiro estadista do povo podem assegurar. E o presidente Lula, em seu governo, já demonstrou ser possível fazer.

Se as eleições presidenciais fossem hoje, de acordo com a mais recente sondagem do Ibope, Lula alcançaria 35% das intenções de voto na consulta estimulada, contra o segundo colocado nessa disputa, que teria apenas 13%. Mais uma vez os institutos de pesquisa confirmam o que as imagens da caravana de Lula Pelo Brasil, nas edições do Nordeste e de Minas Gerais, retratam, ou seja, sua popularidade e o apelo do povo por uma condução responsável, sensível às necessidades da população e séria na condução dos rumos do País. Quase como um grito de socorro.

Read the rest of this entry »

Lula: ´vem aí o Golpe no Golpe`

Por Esmael Morais

O ex-presidente Lula, em discurso na posse da senadora Gleisi Hoffmann, na presidência do PT, disse na noite desta quarta-feira (5) que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já está se preparando para ser o próximo presidente da República.

“Certamente o Rodrigo Maia já está se preparando para ser o próximo presidente da República. Não podemos esquecer que golpista é golpista”, discursou.

lula gleisi

Lula pediu para a militância e a direção do PT ficarem atentos acerca dos motivos da Globo defender a queda do ilegítimo Michel Temer.

“Vejo muita gente entusiasmada que o Temer não dura uma semana. Ninguém quer mais a saída dele do que nós, mas não pelos motivos da Globo. Nós queremos diretas. A Globo não quer tirar o Temer por causa disso”, disse.

Para o ex-presidente petista, Maia não é melhor que Temer. Pelo contrário. “Golpista é golpista”.

Voltando-se ao senador Roberto Requião (PMDB-PR), presidente da Frente Ampla Parlamentar, Lula afirmou que deveria ser criada uma comissão da soberania nacional, “porque nós estamos brigando no varejo e eles no atacado”.

“Precisamos refletir sobre que país eles querem deixar depois do desmonte que eles estão fazendo”, orientou o ex-presidente Lula.

“Vamos lutar para impedir o golpe do golpe”, afirmam Lindberg Farias e Gleisi Hoffmann em Salvador

lindebO senador Lindberg Farias (PT) disse durante Congresso do PT em Salvador, que o golpe que tirou a presidente eleita Dilma Rousseff do poder já está desmoralizado.Ele falou que a burguesia nunca teve compromisso com a democracia e lembrou que este grupo derrubou GetúlioVargas, tentou impedir a posse de Juscelino e aplicou o golpe de 64 com o apoio dos Estados Unidos.

Lindberg acredita que Temer vai cair e que “a burguesia quer dar o golpe do golpe, a eleição indireta. Ele conclamou a militância a ir às ruas “pelas Diretas-já para reconquistar o que estão tirando do povo brasileiro.”

O senador disse também que  “a população já entendeu que Lula foi o melhor presidente e por isso os golpistas estão com medo, tentando inviabilizar sua candidatura. Mas nós não vamos aceitar que eles impeçam”

Sobre o programa de governo Lindberg disse que além do que já foi feito pelos governos do PT, “é necessário discutir a democratização dos meios de comunicação e a tributação das grandes fortunas.”

gleisiPresente também no congresso a senadora Gleisi Hoffmann (PT) falou que “estamos vivendo uma crise sem precedentes, com 14 milhões de desempregados, um problema que combatemos durante 14 anos.”

Ela disse que “a maioria da população já percebeu o que Lula e o PT fizeram pelos que mais precisam, por isso estamos em primeiro lugar na preferência do povo.”

A senadora entende que “a responsabilidade do partido é imensa porque a população espera que apresentemos uma saída para o país.” Destaca que devemos investir mais em pessoas, não no sistema financeiro. “Estamos pagando juros estratosféricos, as atividades econômicas estão paradas e os programas sociais sendo destruídos.”

Ela disse que é preciso que a militância do PT e toda a população vá às ruas para impedir o novo golpe. Vamos lutar pelas Diretas Já.

 

Gleisi Hoffmann e Lindberg Farias no Congresso Estadual do PT/Bahia

gleisi e lind

A senadora Gleisi Hoffmann e o senador Lindberg Farias participam amanhã (sábado, 20) do Congresso Estadual do PT no auditório da Faculdade de Arquitetura, bairro da Federação, em Salvador.

O congresso será aberto hoje (sexta-feira) às 19h e já estão confirmadas as presenças do governador Rui Costa, ex-governador e atual secretário de desenvolvimento econômico, Jaques Wagner, prefeitos, parlamentares e representantes de movimentos sociais.

No domingo (23), delegados (as) escolhidos (as) durante o Processo de Eleição Direta-PED, realizado de 5 a 7 deste mês nos municípios, elegerão a nova direção estadual do partido para um mandato de dois anos.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031