hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘economia solidária’

Itabuna: Audiência Pública na Câmara debate economia solidária como alternativa para trabalhadores

ec sol (1)

Andreyver Lima

No sentido de fortalecer o tema e discutir alternativas econômicas para pequenos empreendedores por meio da Economia Solidária, a Câmara Municipal de Itabuna, realizou na sexta-feira (17), audiência pública com a participação do secretário municipal da agricultura e meio-ambiente, Moacir Smith Lima, da defensora pública do estado da Bahia, Aline Müller, e do coordenador geral do Centro Público de Economia Solidária da Bahia Território Litoral Sul, Thiago Fernandes. O secretário estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre, Davidson Magalhães, participou por videoconferência.

ec sol (2)A audiência foi articulada pela vereadora Wilma Oliveira (PCdoB), que apontou encaminhamentos para o fortalecimento da rede de apoio aos empreendedores. “Quero agradecer a todos que deram sua contribuição a esse tema que consideramos relevante e lembrar que nosso mandato está à disposição no que precisar nos acionar para contribuir nessa luta. Estou saindo satisfeita com essa audiência qualificada e positiva, com encaminhamentos de alternativa e sugestões de como melhorar esse projeto que com certeza fará a diferença na nossa cidade.” disse.

De acordo com o secretário da Setre, Davidson Magalhães, o número de autônomos e informais no estado supera os trabalhadores formais. “É nesse universo que trabalha a economia solidária. As pessoas produzem no campo e na cidade, e os pequenos negócios terminam por não ter apoio de políticas públicas. Aqui na Bahia, temos essa rede que são os centros de apoio à economia solidária, que é um equipamento de política pública da Setre, que dá assistência técnica, acompanhando os empreendedores, desde a melhoria do produto aos canais de comercialização. Tudo isso são instrumentos de fortalecimento ao pequeno empreendedor.” pontuou.

Para o secretário Moacir Smith Lima, esse projeto vem para organizar toda a estrutura econômica do comércio agrícola. “A prefeitura, por orientação do prefeito, trabalha em conjunto com outras secretarias e estamos realmente juntos para que possamos implantar esse apoio ao projeto que faz com que a alimentação chegue à nossa mesa.” disse.

O coordenador do Cesol, Thiago Fernandes, destacou a atuação coletiva dos trabalhadores frente à pandemia. “A pandemia fechou tudo mas a economia solidária salvou vidas. Para quem não sabe, várias pessoas da economia solidária saíram para costurar máscaras. Só aqui em Itabuna foram mais de 64 mulheres nesse projeto que naquele momento de crise, enxergou que a gente conseguisse ajudar as pessoas que mais precisavam. Mulheres bravas, guerreiras que arregaçaram as mangas e costuraram mais de 2 milhões de máscaras salvando vidas não só em nossa cidade, como no estado da Bahia.” disse.

A defensora pública, Aline Muller, reafirmou o papel da defensoria atuando na segurança jurídica dos formalizados nessa categoria. “Nós como defensoria pública, estamos aqui para dar apoio a esses coletivos, como atuamos com quilombolas e indígenas, que são coletivos que também se baseiam nesse sistema de economia solidária, entre as funções da defensoria, está o suporte jurídico que esses coletivos precisam.” pontuou.

Parceria promete aprimorar produtos da economia solidária no Litoral Sul da Bahia

CESOLO coordenador do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Litoral Sul, Thiago Fernandes, se reuniu nesta quarta-feira (01) com o superintendente estadual de Agricultura Familiar, Vinícios Videira. Na pauta, benfeitorias para o setor na região cacaueira como a ampliação do Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF).

Além disso, empreendimentos econômicos solidários serão beneficiados diretamente com a parceria por meio de ações conjuntas entre as instituições como palestras, eventos e formações para o desenvolvimento do segmento no território.

O coordenador do Cesol Litoral Sul avalia de forma positiva o diálogo com a pasta que, segundo ele, agregará ainda mais para a economia solidária na região. “A parceria com a SUAF [Superintendência Estadual de Economia Solidária] vem para fortalecer cada vez mais os diferentes empreendimentos que nós temos em suas respectivas cadeias socioprodutivas.”, aponta.

Para ele, a ampliação do selo no Litoral Sul do estado representa um avanço que soma ao trabalho de qualificação já executado pelo Cesol.

“O SIPAF já está consolidado no mercado e as pessoas já procuram produtos com essa identificação porque sabem da qualidade dos produtos, da procedência e por estar também ajudando famílias camponesas na geração de renda para essas pessoas. O selo vem agregar ao trabalho que o Cesol já vem desenvolvendo na área de assistência técnica, rotulagem, comercialização, embalagem e design.”, explica Fernandes.

O Cesol Litoral Sul integra a política de economia solidária na Bahia sob a chancela da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e segue empenhando esforços para o desenvolvimento do setor na região cacaueira com o apoio de parceiros como a SUAF.

Encontro de formação em Economia Solidária promove intercâmbio de conhecimento em Porto Seguro

eco sol (1)

Levando conhecimento e promovendo o intercâmbio de experiências, o IV Encontro dos Cesols está sendo realizado desde o último sábado (31) em Porto Seguro. A atividade está capacitando equipes dos territórios Costa do Descobrimento, Extremo Sul, Piemonte da Diamantina e municípios para atuação nos Centros Públicos de Economia Solidária (Cesols).

eco sol (2)Ao longo do evento participam também o superintendente de Economia Solidária e Cooperativismo, Milton Barbosa, os presidentes da Associação Beneficente Josué de Castro, Diego Felisardo, e da Associação de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável e Solidário do Estado da Bahia (Adesba), Romário Meira, além de técnicos dos Cesols envolvidos e da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Na programação foram abordados temas como “Importância e perspectivas dos Centros Públicos Costa do Descobrimento e Extremo Sul; e Piemonte da Diamantina”, “Diálogos sobre estudo de viabilidade econômica nos empreendimentos de economia solidária”, “Gestão criativa e solidária” e “Apresentação de indicadores e metas”. A atividade contou também com a roda de conversa “Política pública da Ecosol” e uma visita ao Centro Cultural Txghu’Rú Mirawê.

Read the rest of this entry »

Lives ampliam troca de experiências e comercialização de produtos da Economia Solidária

live de formaçãoO Festival São João da Minha Terra que teve três lives com artistas regionais e o melhor do legítimo forró nordestino dicas de gastronomia, além da comercialização online de produtos de associações e cooperativas da agricultura familiar, também tem permitido a troca de experiências entre os Centros Públicos de Economia Solidária (Cesols) nas diversas regiões da Bahia.

Durante todo o mês de junho, acontecem atividades de formação, promovendo o intercâmbio entre o público participante e mostrando toda a força de um setor que beneficia milhares de famílias, gerando emprego e renda.

No próximo dia 6 de julho acontece a live “A comercialização de alimentos da agricultura familiar: mercados digitais e comunidades que sustentam a agricultura”, com mediação de Simaia Barreto e as participações de Paulo Niederle e Wellington da Silva. Nesta segunda, 29, foi realizado o bate-papo “O uso de boas práticas na elaboração de produtos alimentícios”.

Promovido pelo Governo da Bahia, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o Festival de Economia Solidária São João da Minha Terra tem comercialização de produtos até o dia 30 de junho disponíveis no portalecosol.com.br e, para Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, os internautas também podem comprar em escoarbrasil.com.br/festival.

As lives do Festival são transmitidas através do Facebook, YouTube e Instagram (@economiasolidariaba).

Gestores públicos debatem economia solidária e o futuro do país

O seminário “Economia Solidária, Eleições 2020 e o Futuro do Brasil”, que acontece nos dias 21 e 22 deste mês, vai reunir virtualmente gestores públicos de Economia Solidária de todas as regiões do país em um debate sobre políticas públicas para uma economia mais sustentável.

O evento, realizado pela Rede de Gestores Públicos de Economia Solidária, mobilizará também fóruns, organizações da sociedade civil, empreendimentos e militantes em todo o Brasil. O objetivo é debater a relação entre participação política e efetivação de politicas públicas, além de afirmar a Economia Solidária como uma estratégia para o enfrentamento do cenário pós-pandemia e para a promoção de desenvolvimento local e territorial com geração de trabalho, renda, produção e distribuição de riqueza e cidadania participativa.

“Este seminário reúne pessoas e instituições que têm contribuído com o fortalecimento da Economia Solidária no Brasil. Propõe-se refletir sobre a realidade brasileira e destacar o papel deste segmento no desenvolvimento econômico e civilizacional do país. Firmemente alicerçada nos princípios da solidariedade entre as pessoas, e destas com a natureza, a economia solidária é uma alternativa aos graves problemas de nosso tempo”, pontua Milton Barbosa, superintendente de Economia Solidária da Bahia, estado que atualmente ocupa a secretaria executiva da Rede de Gestores.

Read the rest of this entry »

Live destaca papel da economia solidária e o cuidado em meio à Covid-19

thiagi cesol

A importância da economia solidária e do cuidado para a sobrevivência e solidariedade no contexto da pandemia”. Este é o tema do bate-papo que será realizado nesta quinta (14), às 19h, nos perfis de Instagram @katiannyestival e @cesollitoralsul, simultaneamente.

A ação terá participação da mãe, pós doutora em Gestão, professora titular na Uesc, e mentora de negócios de impacto socioambiental, Katianny Estival, e do coordenador no Centro Público de Economia Solidária (Cesol) seccional Litoral Sul, Thiago Fernandes.

Thiago é mestrando em Ciências do Desporto pela Universidade da Beira Interior, em Portugal; foi membro do Conselho Superior Universitário da Uesc e integrante do Fórum Baiano de Educação (2011 e 2012) e é
ex-coordenador geral DCE Uesc (gestão 2010 – 2012).

A atividade, que abordará o protagonismo da economia solidária e de valores  como a solidariedade e a empatia para a superação da crise sanitária, é aberta ao público em geral e contará com a participação dos internautas com
perguntas e opiniões para reflexão. (do Blog Costa do Cacau)

Governo do Estado investe R$ 19,4 milhões em contratos destinados à economia solidária

ECO SOLO Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), realiza no dia 20 de maio, às 9h30, a solenidade de assinatura dos contratos de gestão de 13 Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol). O evento acontece no auditório do Centro de Operações e Inteligência de Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, com a presença do governador Rui Costa e do titular da Setre, Davidson Magalhães.

 

Com um investimento total de R$ 19,4 milhões, os contratos vão garantir o funcionamento dos espaços multifuncionais em Salvador, Cruz das Almas, Guanambi, Itabuna, Pintadas, Juazeiro, Irecê, Monte Santo, Nilo Peçanha, Serrinha, Lauro de Freitas, Piatã e Vitória da Conquista.

 

O intuito dos Centros Públicos de Economia Solidária é promover a sustentabilidade dos empreendimentos solidários, por meio da oferta de assistência técnica, microcrédito assistido, apoio à comercialização, qualificação técnica e distribuição de insumos e equipamentos. Desde 2013, quando foram criados, os centros já atenderam 2.270 empreendimentos, com mais de 10 mil famílias contempladas, impactando cerca de 40 mil pessoas diretamente.

Escola Cultural de Itabuna debate políticas públicas e economia solidária

escola culturalA situação da cultura em Itabuna e a busca da compreensão das Políticas Públicas para esse setor e associada com noções de economia criativa e solidária são os temas da Roda de Conversa que o Projeto Escolas Culturais realizará no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães,  nesta quinta-feira (14), a partir das 9 horas.

Os palestrantes Lula Dantas, da Associação do Culto Afro Itabunense, Cláudio , do Centro de Cultura Adonias Filho e Joabe Paiva,  Assessor Parlamentar do vereador Júnior Brandão (PT) serão os responsáveis pelo bate-papo que contará com um público formado pelas Instrutoras de Aprendizagem e Aprendizes do CIIE – Itabuna, estudantes e a comunidade.

Tacila Sousa, Coordenadora da Escola Cultural de Itabuna, ressalta que” a formação de novos artistas e plateias passa por debates onde todos tenham espaço de fala ativa, frente a reflexões provocadas na observação de temas transversais, diante das demandas culturais de ontem, hoje e amanhã”.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31