livros do thame

Posts Tagged ‘carros-pipa’

Emasa instala tanques em bairros mais prejudicados pela falta d’ água

aguA Emasa começou a entregar os primeiros tanques, com capacidade para até dez mil litros de água, nas áreas onde o abastecimento está mais prejudicado em decorrência da longa estiagem no Sul da Bahia, que afeta diretamente a população de Itabuna. Inicialmente os bairros beneficiados são: Mangabinha, Parque Boa Vista, João Soares, Praça do Parque Verde, Loteamento Paraiso, Monte Cristo, Alto da Boa Vista e ainda a parte alta do Califórnia.

Carros pipa abastecem os tanques, com regularidade, a fim de que a comunidade não seja privada de receber água tratada, já que não há carros pipa suficientes para atender à grande demanda. Para receber a água, o morador da área onde os tanques estão sendo colocados, deverá levar seus vasilhames, sem necessidade de tumulto. O controle será feito pelo presidente da associação de cada bairro beneficiado que está orientando como proceder.

A população está sendo orientada a economizar água o máximo possível, pois os rios estão secos, não chove há mais de 120 dias e as perceptivas ainda são sombrias em relação à oferta de chuva por conta do fenômeno “El Nino” que esteve ano está severo.

As instituições filantrópicas, hospitais, postos de saúde, escolas, creches e unidades da Fundação Marimbeta estão tendo prioridade para receber água por meio de carros pipa, já que tais órgãos e instituições não podem parar o funcionamento. A Emasa está contratando dez carros pipa para ajudar na distribuição de água para na comunidade.

Governo da Bahia lança decreto que facilita contratação de carros-pipa

O governador Jaques Wagner assinou, decreto que facilita a transferência de recursos federais aos municípios em situação de emergência para a contratação de carros-pipa.  O texto está publicado na edição de hoje, dia 24, no Diário Oficial, quando entrou em vigor.

Com a medida, o repasse dos R$ 10 milhões, concedidos diretamente aos municípios no início de abril pelo Ministério da Integração Nacional (MI), será efetivado. O Estado utilizará o Cartão de Pagamento de Defesa Civil (CPDC), para pagar os pipeiros (pessoas físicas ou jurídicas) indicados pelas prefeituras.

Como a maioria dos municípios baianos em situação de emergência não possui o CPDC, que é um meio de pagamento específico para ações de defesa civil, da Integração Nacional, o Estado, que possui o cartão emitido pelo ministério, firmará um termo de cooperação com esses municípios e, assim, viabilizará o uso da verba, assegurando o fornecimento de água.

Aplicação do decreto – O Governo do Estado, através da Coordenação de Defesa Civil (Cordec), da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), assinará um termo de cooperação com os municípios, firmando as responsabilidades das partes envolvidas.

De acordo com o termo, o caminhão-pipa deve suportar, no mínimo, 7 mil litros de água e ter o custo máximo de R$3,00 por quilômetro rodado. Cabe ao prefeito elaborar o plano de trabalho do pipeiro, seguindo o modelo indicado pelo Governo Estadual. A fiscalização dos serviços será feita por técnicos do Estado e das prefeituras.

Após cinco dias de vigência do termo, as prefeituras devem prestar contas à Cordec sobre a quilometragem completa e o valor por quantidade de litros de água fornecidos, para que seja criado um banco de dados com o andamento da situação de cada região. Os municípios também informarão, por localidade, os beneficiários atendidos com o caminhão-pipa.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829