hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle coronavirus 155 livros do thame



Luca Argel lança single com hino da Guerrilha do Araguaia

Depois do sucesso do clipe de animação Almirante Negro (O Mestre-Sala dos Mares), o cantor e compositor Luca Argel segue com mais um lançamento antes da chegada do novo álbum Samba de Guerrilha. Desta vez, o videoclipe, gravado na Espanha, ilustra a canção Pesadelo (veja aqui). A música é um clássico de Paulo César Pinheiro e Maurício Tapajós, que tornou-se o hino da Guerrilha do Araguaia, durante a ditadura da década de 70. O videoclipe está disponível no YouTube.

araguaiaDurante os anos sombrios da ditadura militar brasileira, a censura era prática comum, na tentativa de amordaçar qualquer expressão de pensamento contrário ao regime. “Um dos compositores mais visados pelos censores era Paulo César Pinheiro, cujas letras eram constantemente vetadas”, explica Luca, contando a história sobre a criação da música. “Um dia, ele cansou e resolveu ‘chutar o balde’. Sendo assim, propôs a Maurício Tapajós que criassem uma canção em que pudessem dizer exatamente o que pensavam, sem rodeios”.

Assim surgiu Pesadelo, gravada originalmente pelo MPB-4. Mesmo tendo tido a sorte de escapar do corte dos censores, por pura distração, num primeiro momento, poucas rádios tiveram a coragem de tocá-la. Isso porque o teor era claramente desafiador à ditadura. No entanto, o breve acesso que se teve à música, na época, foi o suficiente para que ela chegasse aos confins do país e se tornasse o hino da Guerrilha do Araguaia, em plena selva amazônica.

Os poucos guerrilheiros que sobreviveram a essa tentativa de revolução socialista a partir do interior do Brasil contam que costumavam cantar essa música para levantar os ânimos.

Videoclipe foi gravado na Espanha

Pesadelo é a segunda revelação do novo álbum de Luca Argel, um projeto que visa a recuperar um repertório de sambas que contam histórias de resistência política. O clima de clandestinidade, linguagem de códigos e mensagens cifradas, que se infiltra secretamente por uma sociedade em constante vigilância, é a tônica do videoclipe. As imagens, que remetem a códigos gestuais secretos, acompanham esta regravação, em roupagem completamente diferente da original.

O videoclipe tem direção da cineasta Bea Saiáns, e foi gravado inteiramente na Galícia (Espanha). O novo álbum de Luca Argel, que trará mais histórias e mais sambas, tem previsão de lançamento para o dia 17 de fevereiro, e irá se chamar Samba de Guerrilha.

“O objetivo é mostrar o samba como um elemento de resistência, de registro histórico e como um fio, que une várias culturas existentes no Brasil”, diz Luca, que vive de música, em Portugal, há oito anos. “Sendo assim, a partir do samba é possível contar muitas histórias e resgatar personagens míticos como o Almirante Negro João Cândido, que se tornou um bravo representante da resistência negra”.

Imprimir Imprimir | Enviar Enviar

Dê seu voto:

Leave a Reply

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31