WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC’

NAF-Uesc receberá certificação da Receita Federal

 

Os estudos e serviços realizados pelo Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), vinculado ao Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis (DCAC), vai receber certificação pela 5ª Região Fiscal da Receita Federal do Brasil. O evento acontece no dia 11 de junho, na Superintendência Regional da Receita Federal, em Salvador, em reconhecimento aos Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal dos Estados da Bahia e Sergipe pelos serviços prestados no ano de 2023.

O NAF-Uesc será certificado em duas categorias: Diamante, que se define pelos altos estudos e inovações dos NAFs. O Núcleo da Uesc produziu e apresentou, no período, dois trabalhos científicos em eventos conceituados: o Resumo Expandido “Contribuição Social e Acadêmica do NAF”, escrito pelos discentes Gabriela Machado e Raphael Conrado e pelos docentes Genesy Martins e Iracildo Silva, apresentado no III Congresso Internacional de Educação Empreendedora e Cidadania; e o Resumo “Impacto e alcance do NAF Uesc: um olhar sobre suas ações e resultados”, produzido pelos docentes Cacá Gonçalves, Genesy Martins, Iracildo Silva e Luzilea Brito (UFSB), e que foi apresentado no V Congresso de Extensão da Universidade Federal do Sul da Bahia.

:: LEIA MAIS »

Uesc promoveu Show de Corais

Um verdadeiro sucesso foi o Show de Corais, realizado  no Auditório Governador Paulo Souto, com a participação de alunos egressos do curso de extensão em Iniciação à Regência Coral e Instrumental, promovido pelo Núcleo de Artes (NAU) da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Treze corais se apresentaram sob a regência doa alunos que foram capacitados no curso.

O vice-reitor da Uesc, professor Maurício Moreau, disse que se sentiu orgulhoso pela beleza e pelo talento do movimento musical fomentado na instituição. Ele parabenizou a toda equipe envolvida, através do NAU, na produção do curso e do próprio espetáculo.

:: LEIA MAIS »

Uesc lança primeiro trecho da Rede Gigasul

Objetivo é levar internet de alta velocidade para instituições

de ensino, pesquisa e governos da região

 

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) promoveu, no dia 23 de maio de 2024, durante a Semana de Inovação de Ilhéus, no Centro de Convenções, o lançamento da Rede GigaSul. O evento marcou o início da operação do primeiro trecho da rede, que conecta Ilhéus, Itabuna e Uruçuca.

O professor Gesil Sampaio Amarante Segundo explicou que a Rede GigaSul é uma iniciativa da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e tem como objetivo levar internet de alta velocidade para instituições de ensino, pesquisa e governos da região. A rede terá capacidade de até 100 Gb/s, o que permitirá a oferta de serviços como telemedicina, educação a distância e pesquisa colaborativa.

“O lançamento da Rede GigaSul é um marco importante para o desenvolvimento da região sul da Bahia. A nova rede vai impulsionar a inovação, a pesquisa e o desenvolvimento social e econômico da região,” explicou o professor Jauberth Weyll Abijaude

A Rede GigaSul é parte integrante da Infovia Bahia e tem como objetivo proporcionar uma conexão de internet mais eficiente, melhorando a comunicação entre universidades, Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) e prefeituras. Isso resultará em serviços públicos aprimorados nas áreas de saúde, educação e segurança.

A inauguração contou com a participação de representantes das prefeituras de Ilhéus e Itabuna, da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), do Instituto Federal da Bahia (IFBA), entre outros. A presença dessas instituições ressalta a importância do projeto para a comunidade acadêmica e científica do sul do estado.

“Esse é um importante marco para nossa semana de inovação e, ao mesmo tempo, é o início de uma política pública que visa não só gerar a entrega de internet para as instituições, mas também compartilhar informações e dados importantes para gerar soluções tecnológicas aprimoradas, proporcionando conectividade e novas soluções para nossa sociedade”, afirma Lucas Mota, gerente de inovação da prefeitura de Ilhéus.

A conexão inicial da Rede é de 10 Gb/s e será disponibilizada aos campi da UFSB, IFBA e UESC em Ilhéus. Futuramente, será expandida para os municípios de Itabuna e Uruçuca, beneficiando toda a comunidade usuária dessas instituições na região.

“A nossa forma de oferecer o ensino de graduação, principalmente aqui na região sul da Bahia, depende muito de uma infraestrutura de rede segura, confiável e robusta. Essa foi nossa grande preocupação até conhecermos a proposta da Rede GigaSul, que atendeu muito bem ao modelo que pensávamos para a universidade, que leva a formação também para os municípios do entorno, onde nós temos nossos campi”, destaca Francesco Lanciotti, pró-reitor de gestão acadêmica da UFSB.

Além de beneficiar diretamente as instituições de ensino e pesquisa, a Rede GigaSul terá capacidade de atender outras organizações, como o CEPLAC, o SENAI e o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC). Essa conectividade ampliada propõe fomentar o desenvolvimento tecnológico e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população.

A Rede GigaSul faz parte do Programa Veredas Novas Estaduais (VNE), que surgiu em parceria com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (CONSECTI). O programa conta com o apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), por meio de um Acordo de Cooperação Técnica com a RNP e a Coelba, que viabilizou a execução do projeto.

“A Rede GigaSul é um braço importante para o desenvolvimento científico e tecnológico no estado da Bahia, onde tem um aglomerado de instituições que discutem educação, ciência e tecnologia. Além disso, a rede se configura como um braço da Rede Infovia, que é um projeto do Programa Conecta, que vai oportunizar ao estado uma capilaridade maior de conectividade, de serviços e atuação da RNP”, aponta Rafael Pontes, gerente da assessoria técnica de relações federativas da RNP.

 

(Fotos Julia Barreto-Ascom Uesc)

 

Uesc apresenta Sistema SIGAA à comunidade acadêmica

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) reuniu, na manhã desta quarta-feira, 8 de maio, a administração superior, diretores de departamentos, coordenadores de colegiados e assessores para o lançamento do SIGAA – Sistema Integrado de Gestão Acadêmica.

Com o novo Sistema a comunidade passa a ter, na palma da mão, tudo o que precisa para resolver as diversas pendências da vida acadêmica. Consultas a dados, interatividade, emissão de documentos, lançamento e consulta de notas: tudo a poucos cliques de distância e em um só lugar.

O sistema irá integrar os processos acadêmicos da Uesc trazendo mais flexibilidade e transparência nos processos. “Tudo isso em uma visão integrada, que deve facilitar a vida do público acadêmico que pode ser acessado fora da rede da Universidade, em modo remoto”, explica o professor Jaubert Weyll Abijaude, diretor da Unidade de Desenvolvimento Operacional, da Universidade.

:: LEIA MAIS »

Uesc comemora 50 Anos do Campus e entrega títulos honoríficos

As comemorações alusivas aos 50 anos de fundação do Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), terão início no dia 25 de abril, com a entrega de títulos honoríficos a personalidades regionais e a ex-gestores da instituição. Nesta data, a programação começa às 8h30min, com o hasteamento das Bandeiras, seguida de descerramento de placas comemorativas.

 

Logo após, no auditório do Centro de Arte e Cultura Governador Paulo Souto, acontecerá a Sessão Solene do Conselho Universitário (Consu) para outorga dos títulos honoríficos de Doutor Honoris Causa ao músico Adalmiro Leôncio da Silva (Sabará), ao fotógrafo e memorialista José Nazal Pacheco Soub e o de Clóvis de Figueiredo Leite (Kocó) – in memoriam.

 

Na mesma Sessão, serão entregues os títulos de Professor Emérito, também aprovados pelo Consu, ao Diretor Geral da Fespi no período 1985 a 1988, Aurélio Farias de Macedo, e à reitora no período 2021-2019, Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro. As comemorações alusivas ao transcurso dos 50 anos do Campus da Uesc prosseguem até o final do ano.

:: LEIA MAIS »

Uesc empossa 12 novos professores

Arecebeu, na manhã de quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024, 12 novos docentes. A solenidade de posse dos novos professores foi presidida pelo reitor Alessandro Fernandes, com as presenças do vice-reitor, Maurício Santana Moreau, da pró-reitora de Graduação, Márcia Morel; gerente de Recursos Humanos, Luciano Farias, da representante da Coordenação de Desenvolvimento de Recursos Humanos (CDRH), Sayonara Machado, presidente da Associação dos Docentes da Uesc, (Adusc), professor Marcelo Lins, diretores de Departamentos, assessores e servidores técnicos e familiares dos empossados.

 

Foram empossados no cargo de professores assistentes: Adriana Bozzi, Brunela Silva, Elizabete Barros, Laio Sacramento, Larissa de Paula, Leandro do Santos, Lêda Campos, Luenne Nascimento, José Alfredo de Souza, Paula Siega, Natalia Carvalho e Teila Lins D’Albuquerque.

 

Durante a solenidade, realizada no auditório da Reitoria, na Torre Administrativa José Haroldo de Castro Vieira. Os professores empossados receberam as saudações de boas vindas do vice-reitor, do presidente da Adusc, da de pró-reitora de Graduação, do gerente da Geruh, da representante da Coordenação de Desenvolvimento de Recursos Humanos (CDRH),  e do reitor.

:: LEIA MAIS »

Pesquisadores da Uesc desvendam qual é o menor anfíbio do mundo, e ele é brasileiro

Cientistas publicaram artigo na revista Zoologica Scripta,

uma das mais conceituadas na área de zoologia

Brachycephalus pulex (foto Renato Gaiga)

Todos sabem que a baleia azul é o maior animal do mundo, mas quando se trata dos menores, fica mais difícil perceber. Então é preciso recorrer aos especialistas. Embora existam formas microscópicas de vida, quando falamos de animais vertebrados terrestres, até recentemente, o menor do mundo era um sapinho da Papua-Nova Guiné, com adultos medindo apenas 7,7 mm.

Porém, em 2019, a bióloga Wendy Bolaños, então mestranda do Programa de Pós-graduação em Zoologia da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), estudou o sapinho pulga, Brachycephalus pulex, um diminuto anfíbio encontrado apenas em topos de morro na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Serra Bonita, em Camacan, e no Parque Nacional Serra das Lontras, em Arataca, ambos no Sul da Bahia. Ela mediu e determinou o sexo de 46 exemplares e constatou que o menor macho adulto media apenas 6,45 mm. Isso o torna o menor anfíbio do mundo!

No entanto, a sobrevivência dessa espécie não está garantida, como explica o Professor Mirco Solé da UESC: “É positivo que esse diminuto sapinho ocorra em duas áreas de conservação, mas sua vulnerabilidade às mudanças climáticas é preocupante. Espécies de baixada podem escapar do aumento de temperatura deslocando-se para áreas de montanha, mas as que habitam os topos de morro não têm para onde ir”.

O Professor Iuri Ribeiro Dias, que também participou da pesquisa, alerta que mais de 40% dos anfíbios do mundo já estão ameaçados. “Infelizmente, na última reavaliação do status de ameaça feita pela União Internacional para a Conservação da Natureza, o sapinho pulga foi classificado como em perigo de extinção. Está em nossas mãos garantir que ele não desapareça e que as futuras gerações de brasileiros ainda possam se orgulhar de ter o menor anfíbio do mundo vivendo na Bahia”, alerta.

:: LEIA MAIS »

Uesc mantém dinamismo como instituição essencial para o desenvolvimento da Bahia

Considerada a universidade estadual baiana melhor posicionada no Ranking Universitário Folha (RUF) – divulgado em novembro último, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), localizada entre as cidades de Ilhéus e Itabuna, no Sul da Bahia, ganhou importantes obras na atual gestão, que têm contribuído para consolidar a instituição como um equipamento essencial no processo de desenvolvimento regional.

 

Reitor da Uesc Alessandro Fernandes – Foto Julia Barreto

O Complexo de Laboratórios de Ciências Exatas (CLCE/Uesc), por exemplo, construído numa área de mais de 2 mil m², tem sido fundamental para o avanço da pós-graduação nas áreas dos mestrados em Física, Inovação e Modelagem de Materiais.

 

Além disso, a edificação inaugurou uma nova perspectiva conceitual no campus da Uesc, com ênfase nas vertentes de sustentabilidade, eficiência energética, segurança, conforto, funcionalidade, facilidade de operações, uso, conservação e manutenção, devendo servir como referência para a adequação gradual das edificações antigas e para orientar os requisitos de novos projetos.”

 

A construção da sede do Nepab – Núcleo de Ensino e Pesquisas Arqueológicas da Bahia – surge com a perspectiva de ampliar as atividades de pesquisa arqueológica no Estado e a guarda de acervos. Com dois pavimentos, o prédio foi projetado para oferecer espaços amplos, arejados e bem iluminados, em condições de excelência, com isolação térmica e acústica, tanto dos ruídos urbanos como daqueles gerados no próprio estabelecimento.

:: LEIA MAIS »

Uesc completa 32 anos de estadualização

 

Nesta terça-feira, 5 de dezembro, a educação baiana e brasileira celebra os 32 anos da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), localizada no bairro Salobrinho, à margem da Rodovia Jorge Amado, município de Ilhéus. Trata-se de uma iniciativa científica, acadêmica, social, cultural e econômica bem-sucedida; sua atuação incide em toda Bahia, principalmente nos 74 municípios de sua área de abrangência. Atualmente, a Universidade acolhe estudantes vindos de todos os estados, do Distrito Federal, e de vários países.

 

Alessandro Fernandes

A trajetória de sucesso da Uesc como Universidade pública, gratuita, com ensino de qualidade, tem início a partir do momento em que o Governo do Estado incorporou a Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (Fespi), uma escola particular, ao quadro das instituições públicas de 3º grau da Bahia, através da Lei 6.344 de 05/12/91.

 

Para o reitor Alessandro Fernandes, nestes 32 anos de existência, a Uesc tem participado ativamente do processo de desenvolvimento cultural e socioeconômico da região cacaueira e de toda Bahia, por meio da contribuição direta na formulação de políticas públicas, formação de excelentes profissionais e incentivo ao empreendedorismo, tendo alcançado posição de destaque e excelência junto ao Ministério da Educação.

:: LEIA MAIS »

Nota sobre Ameaças de Atentados no Campus da Uesc

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) recebeu e-mails contendo ameaças de atentados à comunidade acadêmica. Diante da gravidade de tais ameaças, de forma responsável e célere, a Instituição vem pugnando pela segurança e o bem-estar de sua comunidade com total prioridade e tem trabalhado em estreita colaboração com as autoridades de Segurança Pública do Estado, que estão atuando no monitoramento e investigação da situação, adotando as medidas cabíveis.
A Reitoria da Uesc reitera total confiança nas forças de segurança Pública do Estado da Bahia.

 

A Universidade Estadual de Santa Cruz segue com sua rotina de atividades Acadêmicas e Administrativa ressaltando que a cooperação da comunidade acadêmica é fundamental para garantir um ambiente seguro e tranquilo para todos as pessoas.

Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, Ilhéus, (BA), 22 de novembro de 2023
A Reitoria





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia