WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘rede globo’

TV Cabrália, ´Faculdade de Comunicação` e a moça do posto de gasolina

Daniel Thame

 

Quando a  TV Cabrália,  primeira televisão do interior do Norte-Nordeste foi implantada em 1987 em Itabuna,  no Sul da Bahia, não havia faculdade de comunicação fora de Salvador.

 

E como gestor que deu vida a essa aventura épica,  Nestor Amazonas, a quem essa região desmemoriada  ainda deve o merecido reconhecimento,  queria trabalhar profissionais de fora,  a opção foi contar com mão de obra local.

 

Que mão de obra local, cara pálida, se a emissora, como se disse, era pioneira.

A primeira loucura-sana de Nestor foi me colocar como Gerente de Jornalismo, responsável entre outras coisas para montar a equipe de repórteres e apresentadores.

 

Jornalista com boa formação em mídia impressa e rádio,  expertise de vida moldada por uma década de mochileiro nas quebradas de nuestra América, mas conhecimento de televisão, zero, zero, zero!

O fato que é, na base da intuição (e também fazendo muita merda, até que um dia Nestor decretou que a cota de merda estava encerrada),  ao longo de uns sete a oito anos, acabei formando uma geração talentosa de profissionais de tevê, que se espalharam por Salvador, Feira de Santana, Conquista, Juazeiro, Santa Catarina, Rio de Janeiro e  São Paulo.

As tevês baianas Aratu, Itapoan e Rede Bahia se fartaram de contratar repórteres e apresentadores da Cabrália, sem que a gente pudesse desfrutar esses talentos por mais tempo.

Por esses acasos do destino e porque (como diria de novo el viejo Nestor, o que me faltava de talento sobrava de capacidade de trabalho, algo do tipo ´burrito, pero cumplidor`), acabei me tornando o que hoje a idade permite dizer sem  ser cabotino, a primeira ´faculdade de comunicação´  destas Terras do Sem Fim.

 

Citei Jorge Amado, mas o fato que levou a esse bolodório todo é digno do realismo mágico de Gabriel Garcia Marquez.

 

Põe no ar:

 

Estava eu numa das ilhas de edição (um trambolho pré-histórico comparado à tecnologia de hoje) preparando as matérias do Jornal do Meio Dia, quando minha atenção é desviada para a ilha de edição ao lado, em que aparecia a imagem de uma moça gravando o sorteio de vales-gasolina, devidamente paramentada com o uniforme do Posto Universal.

 

(Antes que me acusem de um merchan descaradinho, eu nem dirijo e o  isqueiro pra acender meus Cohibas é a gás).

 

Volta pra ilha de edição. Esqueci as matérias, fui pra outra ilha, a da moça do posto, e me bastaram três minutos.

Me dirigi ao estúdio com uma única folha do script do jornal, e diante de uma equipe que não entendeu nada, mandei parar a gravação do sorteio, coloquei a folha no teleprompter (uma máquina com umas letras imensas, onde os apresentadores leem as noticias), pedi pra moça (essa sem entender menos ainda) sentar na mesa de apresentação do telejornal  e assim que eu desse o comando lá da ilha de edição, lesse a nota.

 

Leu uma, leu duas e nem precisou ler três vezes.

 

Voltei ao estúdio e  ainda sem saber o nome dela, decretei:

 

-Moça, avisa o dono do posto pra ele arrumar outra pessoa pra fazer o sorteio de gasolina. Você começa a trabalhar com a gente amanhã.

 

A Nestor Amazonas eu disse apenas: “acabo de descobrir uma daquelas apresentadoras que vão fazer história”.

Nestor foi menos retórico:

-Contrata.

Com uma semana, a agora ex-moça do posto já estava apresentando o jornal do Meio Dia, depois dividiu comigo e com Eduardo Lins (esse é outra história ´gaboniana´) uma experiência fantástica chamada Jornal da Semana, espécie de precursor e primo pobre do Mosaico Baiano, passou pela TV Santa Cruz e foi brilhar na Rede Globo e na Rede Manchete, depois Rede TV, Jovem Pan , onde, nas idas de uma de minhas filhas, Hannah Thame, para especializações em Medicina Veterinária, não apenas a recebia em sua casa (eu a chamo de Mãe de Adotiva de Hannah em Sunpolo), como quando a apresentava ao pessoal das tevês sempre repetia a mesma história: “essa menina é filha do rapaz que me tirou do sorteio do posto e me transformou em profissional de televisão…

 

O nome dessa moça, hoje dedicada a viagens esotéricas mundo afora mas sem se afastar   das comunicações, atende pelo nome de Cláudia Barthel.

 

Dona de um talento que não cabe nem na maior das telas e uma virtude rara nessa máquina de egos chamada televisão: gratidão.

 

No caso aqui, o grato sou eu!

 

E vamos aos nossos comerciais…

 

Nossa Senhora e o Diabo nas Terras do Sem Fim

Daniel Thame

 

“Tenho muito respeito por todas as religiões, mas a Rede Globo colocar um padre de nome Padre Santo fazendo um casamento dentro de um prostíbulo é demais para a religião católica”.

 

“Esses diretores e atores da novela são todos comunistas”.

 

“Temos que chegar até a direção da Globo pra que eles mostrem que foi o PT quem trouxe a vassoura-de-bruxa. Essa novela está muito de esquerda, não defende os produtores”.  

 

“É muita falta de vergonha colocar um diabinho no mesmo altar de Nossa Senhora. A gente que respeita a família deveria boicotar essa novela”.

Ao contrário do que possa parecer, as frases acima não são obra de ficção. Elas foram extraídas das redes sociais  e conversas em grupos de wathsapp.

E dão exatamente o tom de como um pequeno grupo de produtores de cacau do Sul da Bahia, felizmente uma minoria, mas uma minoria ruidosa, encarou o remake de Renascer que teve sua primeira fase encerrada no início desta semana.

:: LEIA MAIS »

Renascer recoloca Ilhéus e o Cacau no protagonismo nacional

Jerberson Josué

 

Graças ao herdeiro do escritor brasileiro Benedito Ruy Barbosa, Bruno Luperi, que reescreveu a famosa e consagrada obra da década de 90, a nova versão da novela Renascer, surge atualizada com contextualização atualizada da realidade regional e produção de cacau.

 

Como nos idos dos anos 90, em que Ilhéus ficou por meses no radar da audiência da maior emissora de televisão do pais, novamente a cidade praiana do sul da Bahia volta a desfilar charme e elegância na hístórica cultural. Ilhéus está a renascer em suas potencialidades turística, artísticas e de marketing nacional!

Como sempre faz em suas novelas, a TV Globo usa toda sua grade de programação pra promover seu produto, no caso Renascer e seus personagens desfilam diariamente, transformando o local onde se passa as gravações, no caso Ilhéus, um produto de consumo incentivando o turismo local.

Com uma super produção, o que é rotina na TV Globo em suas novelas,  Renascer virou protagonista principal na teledramaturgia brasileira e também consumida mundialmente. Não são poucas as buscas por Ilhéus nas empresas especializada no mercado de turismo, inclusive as diversas vertentes do turismo:  ecológico, rural e cultural, com turistas buscando conhecer os locais e suvenis que se referem a novela Renascer, além dos locais de gravação ao produto Cacau.

É importante que as oportunidades de exploração econômica e comercial sejam  aproveitadas e consolidadas no contexto das politicas públicas locais. Até novembro de 2024, teremos oportunizada um mundo de possibilidades para os ilheense e demais sulbaianos. As fazendas de Cacau voltaram a ser atrativas, procuradas por turistas contagiados pela novela e suas personagens fictícias.

:: LEIA MAIS »

Vesúvio, Catedral, Casa Jorge Amado e ponte Ilhéus-Pontal são destaques em Renascer

Após uma  primeira fase em que prevaleceram as cenas em áreas rurais, a segunda fase do remake de Renascer, da Rede Globo, finalmente exibiu o centro de Ilhéus, cidade em que a novela é ambientada.

 

O capítulo de quinta-feira (8) mostra o passeio de José Inocêncio (Marcos Palmeira)  e Mariana (Theresa Fonseca) por Ilhéus, que marca o início de um romance  intenso e conturbado, com muitas reviravoltas.

As cenas em Ilhéus mostram locais icônicos como o Vesúvio, onde o casal desfrutou de um chopp  que ao lado dos quibes, é marca do bar celebrizado por  Jorge Amado em ´Gabriela Cravo e Canela´, tendo ao fundo a Catedral de São Sebastião; e a Casa Jorge Amado, com  direito à selfie ao lado da estátua do escritor.

 

As cenas também mostraram a Ponte Jorge Amado (Ihéus-Pontal) a obra do Governo da Bahia que se tornou cartão postal, percorrida de carro e mostrada como pano de fundo durante um passeio do  casal pela avenida Lomanto  Junior.

O  roteiro da novela prevê muitas cenas da novela, e   a primeira aparição da  cidade causou impacto e dá a dimensão de como Ilhéus poderá se beneficiar de uma trama vista por milhões de brasileiros.

:: LEIA MAIS »

Nossa Senhora e o Diabo nas Terras do Sem Fim

Daniel Thame

 

“Tenho muito respeito por todas as religiões, mas a Rede Globo colocar um padre de nome Padre Santo fazendo um casamento dentro de um prostíbulo é demais para a religião católica”.

 

“Esses diretores e atores da novela são todos comunistas”.

 

“Temos que chegar até a direção da Globo pra que eles mostrem que foi o PT quem trouxe a vassoura-de-bruxa. Essa novela está muito de esquerda, não defende os produtores”. 

 

“É muita falta de vergonha colocar um diabinho no mesmo altar de Nossa Senhora. A gente que respeita a família deveria boicotar essa novela”.

Ao contrário do que possa parecer, as frases acima não são obra de ficção. Elas foram extraídas das redes sociais  e conversas em grupos de wathsapp.

 

E dão exatamente o tom de como um pequeno grupo de produtores de cacau do Sul da Bahia, felizmente uma minoria, mas uma minoria ruidosa, encarou o remake de Renascer que teve sua primeira fase encerrada no início desta semana.

 

“Como é que é essa negócio de um sujeito que vem de fora, defende o cultivo de cacau preservando o meio ambiente, trata os trabalhadores como iguais,  consegue vencer a vassoura de bruxe se enfiando dentro da fazenda e ainda tem um pacto com o diabo?”.

Não, o Lula não está dando palpites na novela e nem Lulinha, que já é dono da Friboi, da Latam, da Torre Eiffel e da Estátua da Liberdade, não é dono da Rede Globo, que continua nas mãos dos herdeiros do  jornalista Roberto Marinho.

 

O fato é que, encerrada a primeira fase, e tirando os delírios dos que quase 30 anos depois ainda preferem caçar bruxas do que driblá-las e empreender como a  maior parte dos produtores está fazendo, Renascer deixa um saldo positivo, tanto no enredo quanto na qualidade das imagens, com recursos tecnológicos que a primeira versão não permitia.

 

Vejam o texto completo em

 

www.cacauechocolate.com.br

Renascer, capítulos da semana

Segunda-feira, 05 fevereiro

José Inocêncio pede a João Pedro que não conte a ninguém sobre o facão enterrado aos pés do Jequitibá. João Pedro decide morar com José Inocêncio. Morena dá a João Pedro a medalha de Nossa Senhora que era de Maria Santa. Há uma passagem de tempo e a história agora se passa nos dias atuais. João Pedro leva as sacas de cacau da fazenda Jequitibá Rei para Ilhéus ao lado de Zinha. José Inocêncio reclama dos filhos com Deocleciano. João Pedro se encanta ao conhecer Mariana na casa de Jacutinga. José Inocêncio diz a João Pedro que não faz negócio com Egídio. Mariana descobre que João Pedro é filho de José Inocêncio. João Pedro oferece emprego para Mariana na fazenda. Jacutinga demonstra não confiar em Mariana. José Inocêncio repreende João Pedro por ter levado Mariana à fazenda sem a sua permissão.

Terça-feira, 06 fevereiro

João Pedro pede ajuda a Inácia para que o pai aceite Mariana. Zinha culpa José Augusto pela morte de Jupará. Mariana mexe nas gavetas da sala da fazenda, e Inácia a repreende. José Inocêncio fica desconcertado por Mariana, que confessa ao fazendeiro que é neta de Belarmino. Deocleciano aconselha José Inocêncio a ter cuidado com Mariana. João Pedro se sente traído ao saber que o pai e Inácia já sabiam do parentesco de Mariana com Belarmino, e sente ciúmes ao ver a jovem e José Inocêncio mais próximos.

Quarta-feira, 07 fevereiro

Mariana e João Pedro se beijam, mas a moça afirma que quer tê-lo como irmão. José Inocêncio orienta João Pedro a não se envolver com Mariana. Inácia comenta com Chico que Mariana foi a pior tocaia que Belarmino armou para José Inocêncio. Mariana reclama do beijo que João Pedro lhe deu. Zinha conversa com Morena sobre a preocupação que tem com João Pedro. José Venâncio não se empolga com a festa surpresa organizada por Eliana e Eriberto para seu aniversário. Venâncio diz a Buba que não consegue parar de pensar nela.

Quinta-feira, 08 fevereiro

Eriberto arromba a porta do apartamento de Eliana e a encontra desmaiada. Eliana diz a Venâncio que quer construir uma família com ele. José Inocêncio reclama com Padre Santo por ainda sustentar dois dos três filhos que já são formados. Mariana convence José Inocêncio a deixá-la viajar com ele. João Pedro diz a Morena que acha que Mariana está gostando de José Inocêncio. José Inocêncio se lembra de Maria Santa ao observar Mariana dormir.

Sexta-feira, 09 fevereiro

José Inocêncio decide voltar para a fazenda e deixa Mariana na estrada. Contrariando as ordens do pai, João Pedro resgata Mariana e a leva de volta para a fazenda. Mariana pede desculpas a José Inocêncio. Mariana diz a João Pedro que José Inocêncio a aceitou na condição de filha e de irmã do jovem. Kika critica José Bento por se sustentar com o dinheiro do pai. José Inocêncio se rende às tentativas de aproximação de Mariana. Venâncio e Eliana recebem José Bento e Kika em sua casa. José Inocêncio sente vergonha de ter ficado com Mariana. Mariana fica com raiva de José Inocêncio.

Sábado, 10 fevereiro

José Inocêncio revela a Deocleciano que está gostando de Mariana. Mariana deixa João Pedro desiludido, ao dizer que ela e José Inocêncio se gostam. Bento propõe a José Venâncio que eles falem com o pai fazer sobre a divisão da venda da safra de cacau entre os filhos. João Pedro desabafa com Zinha e conta que o pai lhe roubou Mariana. Inácia não se surpreende com a notícia do casamento de Mariana e José Inocêncio, e conta à moça que teve um sonho com Maria Santa. Kika discute com José Bento. José Venâncio procura por Buba.

 

 

Renascer, capítulos da semana

Segunda-feira, 29 de janeiro

Inácia cuida dos ferimentos de José Inocêncio. Deocleciano e Jupará fingem a morte de José Inocêncio e convidam Belarmino e Firmino para o suposto velório. Belarmino mente para Deocleciano afirmando que comprou a fazenda de José Inocêncio antes da ‘morte’ do fazendeiro. Firmino desconfia de Belarmino. No falso velório, Belarmino se sente vitorioso e confessa ter atirado em José Inocêncio, que escuta a confissão. José Inocêncio se levanta e assusta Belarmino ao aparecer vivo. Ele obriga o coronel a vender sua fazenda para ele. Enfurecido e humilhado, Belarmino se vinga também de Firmino. Ao voltar para casa, Belarmino é assassinado em uma emboscada.

Terça-feira, 30 de janeiro

José Inocêncio surpreende a todos ao aparecer vivo na casa de Jacutinga. Maria Santa emocionada com a revelação do fazendeiro comemora o ‘milagre’. Nena se desespera ao ver os corpos de Belarmino e Firmino. Jacutinga avisa a José Inocêncio que Maria Santa só deixará seu estabelecimento na condição de casada. José Inocêncio garante aos funcionários de sua fazenda que não matou Belarmino. José Inocêncio convence Nena a vender a fazenda de Belarmino para ele. A viúva acaba aceitando a proposta. Jacutinga orienta Maria Santa sobre a vida de casal. Padre Santo avisa a José Inocêncio que só celebrará seu casamento com Maria Santa na casa de Jacutinga se não houver convidados. Norberto comenta com Deocleciano e Jupará que Egídio largará os estudos para ficar na fazenda que era do pai. Padre Santo chega para celebrar o casamento e estranha ao ver a vila deserta.

 

Quarta-feira, 31 de janeiro

Padre Santo aceita fazer o casamento de José Inocêncio e Maria Santa com a participação dos convidados e todos celebram a decisão. José Inocêncio leva Maria Santa até o Jequitibá para pedir sua benção, e mostra o facão enterrado. Maria Santa e José Inocêncio passam a noite juntos. Deocleciano e Jupará pedem a mão de Morena e Flor em casamento, respectivamente, e a benção ao Padre Santo para casá-los. Inácia e Maria Santa se estranham. Já casados, Deocleciano e Jupará levam Morena e Flor para a antiga casa que era de Belarmino, presente dado aos empregados por José Inocêncio. Morena dá conselhos a Flor. Maria Santa e Inácia começam a se entender e estão mais próximas. Padre Santo diz a Maria Santa que deseja conversar com ela.-

 

Quinta-feira, 01 de fevereiro

José Inácio traz de Ilhéus uma imagem de Nossa Senhora para Maria Santa. Maria Santa conta a José Inocêncio que está grávida e pede ao marido que Jacutinga esteja com ela na hora do parto. Deocleciano percebe que Morena está grávida. Maria Santa e Morena intensificam a amizade. Passam-se nove meses. Jupará traz Jacutinga a mando de Maria Santa para auxiliá-la no parto. José Inocêncio fica aflito com os gritos de dor da mulher. Ele contraria os conselhos de Jacutinga, preferindo ficar ao lado de Maria Santa. Morena passa mal e perde o bebê. Deocleciano dá total apoio à mulher. O primeiro filho de Maria Santa e José Inocêncio nasce, e o pai lhe dá o nome de José Augusto.

Sexta-feira, 02 de fevereiro

Passam-se seis anos. Além de José Augusto, Maria Santa deu à luz mais dois filhos, José Bento e José Venâncio. Grávida do quarto filho, Maria Santa se apavora com a intensa dor que sente. José Inocêncio tem um mau pressentimento, e pede a Jacutinga para salvar sua esposa. Com dificuldades no parto, Maria Santa pede a Jacutinga que salve seu filho. Maria Santa sente a presença de Nossa Senhora a seu lado e consegue dar à luz, mas não resiste. José Inocêncio se desespera com a morte da mulher. Jacutinga se sente culpada por não ter conseguido salvá-la. José Inocêncio culpa o bebê pela morte de Maria Santa. Deocleciano sugere a Morena que o casal cuide do filho rejeitado por José Inocêncio.

Sábado, 03 de fevereiro

Morena fica feliz de cuidar do filho de Maria Santa e sente a presença da amiga. Morena se emociona ao notar que está amamentando a criança. José Inocêncio comunica a Morena que levará João Pedro para casa depois do desmame, e a convida, junto a Deocleciano, para serem padrinhos de João Pedro. Passam-se 10 anos, e João Pedro segue sendo rejeitado pelo pai. Numa discussão de irmãos, Bento acusa João Pedro de ter matado a mãe. João Pedro reclama de José Inocêncio para o padrinho, Deocleciano. João Pedro diz a Zinha que a considera como irmã. Diante da imagem da santa, José Inocêncio diz que, quando conseguir esquecer Maria Santa, talvez seja capaz de perdoar João Pedro. João Pedro corre triste pela mata e encontra o facão que o pai fincou no pé do Jequitibá… – Veja mais em https://www.uol.com.br/splash/noticias/2024/01/26/renascer-2701-a-0302-veja-resumos-atualizados-da-novela-da-globo.htm?cmpid=copiaecola

 

Novela Renascer valoriza Ilhéus e Itacaré e aquece procura por lotes de residencial de luxo na Costa do Cacau

Em menos de um mês, incorporadora registra aumento de 10% na fila de espera por lotes | Bnews – Divulgação Divulgação

A primeira versão de Renascer, novela que foi grande sucesso no início dos anos 90, já tinha colocado a Costa do Cacau e a cultura cacaueira em evidência. Mais recentemente, o remake da novela, que estreia em 22 de janeiro, trouxe um novo fôlego para a região.

O impacto da temporada de gravações em Ilhéus, um dos 11 municípios que compõe a Costa do Cacau, já pode ser sentido no setor imobiliário local. Em menos de 1 mês, a Luan Investimentos, incorporadora e construtora sediada em São Paulo, viu um aumento de 10% na fila de espera pelos 166 lotes de seu empreendimento localizado em Itacaré, a 40 minutos da locação das filmagens.

 

“O produto já é um sucesso desde a pré-venda no começo do segundo semestre de 2023, devido sua localização e formato e, se antes, expectativa inicial era vender todos os 166 lotes do Costa do Cacau Village até dezembro de 2024. Se for mantido o ritmo que identificamos de dezembro de 2023 para cá, alcançaremos essa marca cerca de 3 meses antes”, comenda Rodrigo Patrocínio, Diretor de Vendas da Luan Investimentos. “O lançamento oficial neste verão somado com o folhetim, que traz muitas belezas da região, podem acelerar ainda mais esse prazo”, finaliza.

:: LEIA MAIS »

Shopping Jequitibá terá exibição especial do primeiro capítulo de Renascer

O Shopping Jequitibá em Itabuna terá uma exibição especial do primeiro capítulo do remake da novela Renascer, da Rede Globo, que estréia nesta segunda-feira, dia 22, às 21 horas, no horário mais nobre da televisão brasileira.

Em parceria com o shopping, a TV Santa Cruz, afiliada da Rede Globo no Sul e Extremo Sul da Bahia, vai instalar um telão na Praça de Alimentação para que as pessoas possam se encantar com as primeiras cenas de Renascer, ambientada em Ilhéus e que tem em sua trama fazendas de cacau e a exuberante natureza regional, com todos os ingredientes de uma novela que promete conquistar o país.

 

A abertura do capítulo, antológica na primeira versão, mostra o então jovem José Inocêncio, interpretado pelo ator Humberto Carrão, diante de um imenso Jequitibá Rei (a cena do remake foi gravada nas áreas de conservação da Universidade Estadual de Santa Cruz), dando início a uma saga que, atualizada,  passa pela luta para enfrentar a vassoura-de-bruxa e a produção de chocolate, já com Marcos Palmeira interpretando o protagonista.

Rede Globo libera primeiro teaser da nova versão de Renascer

A Rede Globo veiculou o primeiro teaser do remake da novela Renascer. O vídeo foi ao ar na noite desta quarta-feira (20), a cerca de um mês da estreia do folhetim gravado em Ilhéus, no sul da Bahia. O trabalho de apresentação da obra traz os atores Humberto Carrão e Marcos Palmeira, que vão interpretar o personagem José Inocêncio nas fases jovem e mais adulta. Nas primeiras imagens, Humberto Carrão se depara com um exemplar do Jequitibá-Rei. É a chegada ao solo ilheense e a promessa de ali ‘plantar’ destino e vida.

– Enquanto meu facão estiver encravado aos seus pés, nem eu nem você haveremos de morrer. Nem de morte matada nem de morte morrida – fala um José Inocêncio ainda novo, interpretado por Carrão, em solo fértil para plantação de cacau, e adubado com sangue.

A sequência do teaser de Renascer revela as primeiras imagens com o personagem na fase mais adulta, já sendo interpretado por Marco Palmeira, que, em 1993, na versão original, também foi protagonista, mas como José Pedro, filho de José Inocêncio.

A HISTÓRIA

A novela escrita por Benedito Ruy Barbosa ganha remake comandado pelo seu neto, Bruno Luperi. Ambientada em Ilhéus, Renascer narrou a saga de José Inocêncio, produtor rural de relação conflituosa com o filho João Pedro. A esposa de Zé Inocêncio morre ao dar à luz João Pedro, o caçula do casal. O que era relação conflituosa se torna ódio, quando o filho começa a namorar Mariana e por ela o patriarca da família se apaixona.

Assim como na versão original, o remake terá atores sul-baianos, a exemplo do ilheense Fábio Lago, dos maiores artistas do audiovisual dos últimos 30 anos na região. Na trama, nomes como Juliana Paes, Juan Paiva, Duda Santos, Antonio Calloni, Jackson Antunes, Chico Diaz e Maria Fernanda Cândido integram o elenco principal.

Confira o teaser completo.

 

 

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia