WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘liderança nacional’

Bahia é líder nacional em investimentos e eficiência financeira

A Bahia destinou 15% da sua receita total para investimentos entre janeiro e agosto de 2022. Este é o maior índice do país entre os estados, de acordo com levantamento divulgado pela STN – Secretaria do Tesouro Nacional. O mesmo documento mostra ainda que a Bahia é o estado mais eficiente em quitar suas despesas e manter suas obrigações financeiras em dia. Os dados acumulados até o quarto bimestre do ano foram divulgados no Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO), publicação que apresenta as informações fiscais consolidadas dos entes da federação.

“É um resultado que coloca nosso estado em lugar de protagonismo e referência para todo o país. Não são somente números. Investir significa que estamos trabalhando para melhorar a vida dos baianos, direcionando os recursos para cuidar das pessoas. Estamos conseguindo esse volume expressivo de investimentos mesmo com os efeitos da persistente crise econômica e sem contar com a ajuda do atual governo federal. É um modelo de gestão que, com muito equilíbrio e solidez, tem dado certo”, avalia o governador Rui Costa após a divulgação do relatório.

A performance reflete o modelo de gestão adotado pela Bahia nos últimos anos, avalia o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório. Lançado em 2015, no primeiro mandato do governador Rui Costa, a partir de iniciativas que já vinham sendo desenvolvidas no governo anterior, de Jaques Wagner, o Modelo Bahia de Gestão “demonstra, na prática, que é possível conciliar equilíbrio fiscal e desenvolvimento”, afirma Vitório.

“Ao longo de todos estes anos de crises sucessivas na economia brasileira, a Bahia registrou queda no nível de endividamento, seguiu pagando os salários dos servidores rigorosamente em dia e cumprindo os compromissos com os fornecedores e, ao mesmo tempo, conseguiu não apenas preservar como ampliar a taxa de investimentos públicos”, afirma Vitório.

:: LEIA MAIS »

Bahia retoma liderança nacional na geração de energia eólica

Imagens aéreas do Complexo Eólico Morrinhos da Atlantic Energias Renováveis. Data: 15/07/2015. Local: Morrinhos/BA. Foto: Rafael Gardini/Sergio Andrade/A2img.

Imagens aéreas do Complexo Eólico Morrinhos da Atlantic Energias Renováveis. Data: 15/07/2015. Local: Morrinhos/BA. Foto: Rafael Gardini/Sergio Andrade/A2img.

A Bahia retomou a liderança nacional na geração de energia eólica com 32,16% da produção. O estado também é líder na geração de energia solar, com 30,89%. Os dados, de março de 2022, são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e estão nos Informes Executivos de Energia Eólica e Solar produzidos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Os documentos estão disponíveis no site: www.sde.ba.gov.br.

“Nosso estado tem um histórico de protagonismo tanto na energia eólica quanto na solar. Retomar a liderança nacional é motivo de orgulho. Os bons ventos da Bahia estão contribuindo para a diversificação da matriz energética nacional. E a estimativa é que mais 176 parques entrem em operação, fazendo a Bahia ultrapassar 10 Gigawatts (GW) em potência instalada”, declara o secretário da pasta, José Nunes.

De acordo com a SDE, o potencial de geração de energia eólica é influenciado por fatores como sazonalidade, clima, vegetação e características topográficas. A usina Ventos do Santo Abraão, que fica em Morro do Chapéu, atingiu 73,1%, no mês de março deste ano, o maior valor do fator de capacidade do estado. Em fevereiro, o mesmo parque atingiu 54,9%.

:: LEIA MAIS »

Com alta de 41%, Bahia apresenta o maior crescimento do País no consumo das classes C e D

roupasO consumo das classes C e D na Bahia teve o maior crescimento do País em dezembro de 2021, com alta de 41% em relação a novembro. Houve um equilíbrio entre vários setores que colaboraram com esse aumento nos gastos, segundo os dados da Pesquisa de Hábitos de Consumo da Superdigital, fintech do Grupo Santander focada em inclusão econômica.

O consumo na Bahia cresceu acima da média nacional graças à elevação nos gastos em Lojas de Roupas (32%), Lojas de Artigos Diversos (32%), Supermercado (30%), Automóveis e Veículos (29%), Companhias Aéreas (22%), Hotéis e Motéis (20%) e Transportes (18%). Por outro lado, recuaram os gastos com Serviços (-5%) e Rede Online (-3%).

Na média do País, o consumo das classes C e D cresceu 31% em dezembro ante novembro, de acordo com a Superdigital. O resultado foi o melhor do ano, apesar de ainda representar uma queda de 13% em relação a dezembro de 2020.

Luciana Godoy

Luciana Godoy

Luciana Godoy, CEO da Superdigital Brasil, afirma que o consumo foi impactado positivamente pelo 13° salário e pelas festas de Natal e Ano Novo. “Foi um ano de recuperação para o varejo, que ainda sofreu muito por conta da pandemia, mas dezembro trouxe um alívio e ficou acima das expectativas”, diz.

Na pesquisa, todas as regiões do Brasil mostraram alta no consumo dessas classes sociais, com destaque para o Sudeste, que impulsionou o resultado, com elevação mensal de 33%. Nas demais regiões, o Nordeste fechou com alta de 32%, seguida por Sul (26%), Norte (22%) e Centro-Oeste (22%). Ceará e Pernambuco, os outros estados do Nordeste que participaram da pesquisa, registraram resultados positivos, com aumento de 30,5% e 30%, respectivamente.

No Brasil, os setores que mostraram recuperação mais significativa no consumo foram Lojas de Roupas, com alta de 32%, Supermercado, com 24%, Lojas de Artigos Diversos (15%), Transporte (15%) e Restaurantes (13%). Já os setores que apresentaram quedas no consumo foram Rede Online (-9%), Companhias Aéreas (-7%) e Diversão e Entretenimento (-3%).

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia