WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia shopping jequitiba livros do thame





Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


O que é o amor?

 

Gilza Pacheco

“O meu amor por você é como o mar!
Grande
Bonito
E não acaba nunca!”

Dizem por aí que o que todos buscam é o amor. É uma procura por anos e em muitas faces…

Que bom que você está aqui ao meu lado e que eu possa sentir você de tão variadas fontes e não aquela que um dia eu julguei ser a sua única expressão.

É uma tendência natural da alma humana sentir-se voltada a se agregar a outra através de um relacionamento, seja ele qual for.

É através do contato com o outro que a alma é possibilitada o encontro consigo mesmo. Não se conhece o Divino a não ser pelo o humano, Sua obra!

Sem um relacionamento íntimo com o outro não é possível descobrir as projeções da psiquê, que aparecem como pano de fundo das complicações afetivas e das dificuldades relacionais.

Nem mesmo nós aquilatamos suficientemente o quanto nos contradizemos e fazemos escolhas diversas daquilo que achávamos que queríamos. Somos tomados por decisões e acabamos levando a resultados bem diferentes do planejado e não podemos culpar a vida por isso.

Não fosse assim, essa falta de coerência não culminaria em tantos desencantos.

:: LEIA MAIS »

Dormir com o pet faz mal?

Hannah Thame

 

É uma delicinha abraçar nossos pets, não é verdade? Dormir com juntinho então, nem se fala!

 

Que os bichinhos fazem muito bem pra gente não é novidade, certo?

 

Ao interagir com o pet nosso cérebro libera ocitocina, hormônio que promove o bem-estar e por consequência nos ajuda a dormir bem!

 

Entretanto, precisamos ter alguns cuidados se criamos (ou queremos criar) o hábito de compartilhar nossa cama com o pet.

 

O primeiro deles é estar com as vacinas em dia;

 

Em segundo lugar, é preciso ter certeza de que o seu pet está livre de parasitas;

O terceiro passo é um maior cuidado com a higiene!

 

Seu pet, passeia por diversos lugares fora e dentro de casa, a higiene das patinhas e banhos regulares asseguram a tranquilidade tanto do tutor quanto do pet.

Você é do time cama compartilhada com o pet ou cada um no seu quadrado?

 

#camacompartilhada #dormircompet

#aiquemoraoperigo #perigo #dicadavet #cachorro #gato #gatinhosfofos #gateiros #gateirosdobrasil #doguinho #serhumaninho

Rastreabilidade de produtos agrícolas- Desafios e oportunidades

Cleber Isaac Filho

 

Segundo fontes do @mpdabahia ;  entra em vigor já em 2025; a obrigação da rastreabilidade de produtos agrícolas.

 

A rastreabilidade é uma tecnologia que visa atestar características do produto em toda sua cadeia.

 

Isso pode incluir informações relevantes; como saber se o produtor cometeu crime ambiental ou trabalhista.

 

Desmatamento ilegal e trabalho análogo ao escravo infelizmente persistem e devem ser combatidos.

 

A mais moderna tecnologia para isso é rastreabilidade com registro de fotos e especificações usando a  tecnologia “blockchain” ; e uso de QR Code; sendo praticamente impossível de ser fraudada.

E onde entra o Ministério Público ? Na fiscalização da aplicação dessa ferramenta.

 

Em especial no sul da Bahia, o assunto está sendo priorizado pela Promotora Aline Salvador; que vai focar na cadeia produtiva do cacau.

:: LEIA MAIS »

E se hoje fosse o seu último dia?

Dimas Roque

Todos nós acordaremos um dia e este será o último de nossas vidas. Aquele em que não haverá outro com quem possamos compartilhar nossas experiências, os filhos que não veremos mais, os amigos que deixaremos para trás, o dia do último suspiro que daremos aqui na terra. E se hoje fosse o último dia de nossas vidas, o que deveríamos fazer?

 

Eu me lembro da vez em que vi passar por sobre Paulo Afonso algo muito estranho no alto, lá nos céus. Eu ainda era criança e morava na Rua Otávio Mangabeira, perto da Praça Libanesa, que tem esse nome por causa de um libanês que tinha uma padaria no local, mas que hoje está nomeada como “28 de julho” em homenagem ao dia da emancipação da cidade.

 

Só anos depois descobri que aquele objeto visto por alguns garotos que ficaram impressionados, era um módulo lunar. Daqui, já adulto, vi passar um dos ônibus espaciais Challenger. Foi dessa forma que entendi que esta região é rota desses objetos enviados ao espaço.

 

Os amigos que conheci nos grupos jovens da igreja católica, com muitos deles ainda convivo até hoje. Outros já tiveram o seu último dia, outros tantos tomaram novos destinos e não mais nos vimos. Da mesma forma são os que iniciamos a militância política no final dos anos 70 e que culminou na eleição de Zé Ivaldo, o prefeito mais jovem do país em 1985 na eleição das cidades que eram consideradas de segurança nacional. Nós fizemos a revolução dos “meninos de calça curta”.

:: LEIA MAIS »

Guerra e paz entre papa-jacas e papa-caranguejos

 

Walmir Rosário

Guardo muitas recordações dos tempos de menino, entre elas as boas brigas por apelidos,
gentílicos, etnônimos, topônimos, principalmente os vistos como depreciativos. E não era
pra menos, imagine um itabunense ser chamado taboquense, por ser Tabocas o nome do
distrito que deu origem a Itabuna. Pior, ainda, e totalmente sem cabimento, o nascido em
Itabuna ser chamado de papa-jaca pelos ilheenses. Por pouco não é declarada uma
guerra, finalmente, pacificada agora por Afonso Dantas.

Eu mesmo já sofri muito com os preconceituosos gentílicos por ter nascido em Ibirataia,
nomeada de Tesouras quando ainda distrito de Ipiaú (também papa-jaca). Em 1960,
finalmente, Ibirataia ganha sua “carta de alforria” e passa a ser cidade, município. Para
fazer a população e os “de fora” se acostumarem com o novo nome, o prefeito teria tido
uma conversa de pé de ouvido com o delegado, que proibiu Ibirataia ser chamada de
Tesouras. E as ameaças não eram poucas, inclusive com a permanência de uns dias de
xilindró.

:: LEIA MAIS »

Ivete Sangalo, Gilson Rodrigues, Vera Lúcia e Joana Angélica Guimarães: baianos discursam em Harvard

A cantora e apresentadora Ivete Sangalo, o presidente do G10 Favelas, Gilson Rodrigues, a ministra-substituta do TSE Vera Lúcia e Joana Angélica Guimarães, primeira mulher negra eleita reitora de uma universidade federal (UFSB), são nomes confirmados para palestras na Brazil Conference em Harvard e MIT, principal conferência realizada pela comunidade brasileira fora do país, que reúne representantes de diversos setores e empresas do país para discutir temas abrangentes, desde sociedade e política até economia e cultura.

O evento acontece nos dias 6 e 7 de abril, na renomada universidade de Harvard, em Cambridge, EUA – e poderá ser acompanhado nas plataformas digitais.

 

JOANA ANGÉLICA GUIMARÃES

Joana Angélica Guimarães é a 1ª reitora eleita para uma federal, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), com campus nas cidades de Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro. Joana é geóloga com mestrado na UFBA e doutorado em Engenharia Ambiental. Se tornou professora universitária e pesquisadora fora do Brasil ao atuar como assistente de ensino nos EUA, garantindo uma bolsa para realizar o doutorado. Joana Guimarães fará parte do painel sobre Meio-Ambiente, ao lado de Sonia Guajajara, Ministra dos Povos Indígenas do Brasil, Bruno Carvalho, Professor de Harvard e outras personalidades do cenário político brasileiro.

:: LEIA MAIS »

Governo do Estado lança Edital do Programa Mais Futuro com R$ 53,5 milhões de investimentos

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) publicou, nesta sexta-feira (5), o edital 2024 para o Programa Mais Futuro. Instituído em 2015, o programa beneficia, com auxílio permanência, estudantes em condições de vulnerabilidade socioeconômica, oriundos de famílias cadastradas no CadÚnico; regularmente matriculados em curso de graduação presencial e que não tenha concluído qualquer outro curso de nível superior nas quatro universidades públicas estaduais (Uefs, Uneb, Uesc e Uesb). Isto representa um investimento superior a R$ 53,5 milhões do Governo do Estado.

O objetivo do programa é possibilitar que, a partir do apoio financeiro, os estudantes possam se manter nas universidades e concluir os seus estudos. O Mais Futuro concede três tipos de auxílio permanência. São R$ 300 para o Perfil Básico direcionado a estudantes que moram nos mesmos locais onde estudam; R$ 600 para o Perfil Moradia, para aqueles que moram a uma distância superior a 100 km da universidade onde fazem a graduação. Há ainda o Perfil Complementar que contempla estudantes beneficiários de auxílio estabelecido por atos normativos de instituições estaduais de Ensino Superior ou de entes federativos diversos que atendam aos critérios estabelecidos pelos perfis Básico ou Moradia, conforme definido no inciso VI do Art. 5º da Lei nº 13.458, de 10 de dezembro de 2015, alterada pela Lei nº 14.360, de 01 de setembro de 2021.

:: LEIA MAIS »

Abertas as inscrições para o concurso de fotos subaquáticas “Mar de Budiões II”

Prazo termina no dia 13 e vencedores ganharão

escultura em madeira e kit com brindes

O Projeto Budiões, iniciativa de pesquisa e conservação patrocinada pela Petrobras, anuncia a abertura das inscrições para a segunda edição do concurso de fotos subaquáticas “Mar de Budiões”. O objetivo principal do concurso é promover a fotografia subaquática como arte e conscientizar as pessoas sobre a importância de proteger os oceanos e sua biodiversidade.

O Mar de Budiões II abre suas portas para fotógrafos subaquáticos amadores ou profissionais, brasileiros ou estrangeiros, mas que apresentem fotos capturadas exclusivamente em território nacional e águas jurisdicionais brasileiras. As inscrições estão abertas no período de 02 a 13 de abril e serão realizadas exclusivamente online através do site oficial: budioes.org/concursobudioes/.

O concurso está segmentado em duas divisões principais: Divisão DM, para fotos obtidas em equipamentos DSLR ou Mirrorless, e Divisão CM, para fotos capturadas com equipamentos compactos. Cada participante tem o direito de enviar até uma imagem por categoria da divisão em que se inscreveu. As categorias, que são as mesmas para ambas as divisões, são Grande Angular, Close-up, Peixe, Budiões ou Peixe-Papagaio e ainda o tema especial desta edição, que é Lixo no Ambiente Marinho.

, :: LEIA MAIS »

Uesc inicia segunda turma do curso de extensão em regência

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) realizou a Aula Inaugural da segunda turma do Curso de Iniciação à Regência Coral e Instrumental. De acordo com o maestro e coordenador Antônio Melo, “este curso inovador é destinado a alunos, egressos, além de membros de corais, fanfarras, bandas e filarmônicas.”

Estão inscritos 52 alunos oriundos das cidades de Arataca, Buerarema, Camacã, Coaraci, Floresta Azul, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itamarati, Jussari, Ubatã, Una, Uruçuca.  O evento contou com a aula ministrada pelo maestro Márcio Medeiros e com as apresentações da Banda da Guarda Municipal de Itabuna, Madrigal CantaVox e do Coral da Uesc e as presenças da atual diretora do Departamento de Letras e Artes, Professora Élida Paulina e da coordenadora do Núcleo de Artes da Uesc, Professora Marlúcia Rocha.

:: LEIA MAIS »

Jornalismo perde Jorginho Ramos, ex-presidente do Sinjorba

Morreu nesta quinta (04) uma das figuras mais carismáticas do jornalismo da Bahia. Jorginho Ramos, que também era pesquisador e escritor, especialmente dedicado aos estudos sobre História do Recôncavo e da Bahia, nasceu em Ipirá e foi criado na cidade de Cachoeira. De acordo com informações da família, ele sofreu um infarto, enquanto praticava atividade física em uma academia. Embora atendido por socorristas do Samu e encaminhado a uma unidade hospitalar, não resistiu.

Jorginho foi presidente do Sinjorba (Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia). Atuou no Jornal Diário de Notícias e nas TVs Bandeirantes, Aratu, Bahia, Santa Cruz, de Itabuna e Educativa. Em meado dos anos 2000, passou a dirigir a Central de Jornalismo do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia.

Como professor, lecionou Metodologia e Didática do Ensino Superior na Faculdade São Bento, da Bahia. Lecionou também na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Trabalhou também na Faculdade 2 de Julho e na Faculdade de Turismo da Bahia.

Foi subsecretário de Comunicação da Prefeitura de Salvador. Trabalhou na Assessoria de Imprensa de diferentes órgãos públicos baianos, entre os quais O Teatro Castro Alves e o Instituto do Meio Ambiente. Lecionou ainda jornalismo em Angola. Em 2011, publicou pela Solisluna Editora o livro “O Semeador de Orquestras – História de um Maestro Abolicionista” sobre a vida e a obra do maestro baiano Tranquilino Bastos.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia