WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


Um exemplo para Ilhéus

 

Cléber Isaac Filho

 

O Parque Marinho da Cidade Baixa, em Salvador,  é um projeto que precisa ser exaltado e tenho divulgado em todos espaços que posso.

Em especial aqui no site  Cacau e Chocolate coloco como exemplo para ser seguido por Ilhéus; cidade que não explora todo seu potencial de ser a cidade com a maior faixa litorânea (maior que do as de alguns Estados).

E em especial porque vai valorizar as comunidades tradicionais da região e não só o meio ambiente.

Segue transcrição de partes do projeto escrito pelo seu  coordenador, o Professor José Rodrigues :

“Salvador possui aproximadamente 50 km de litoral, sendo boa parte desta extensão voltada para a Baía de Todos os Santos.

 

 Trata-se aqui da área costeira situada no arco praial da Boa Viagem,cobrindo parte da sua bancada de recifes de coral e englobando o sítio do Naufrágio Blackadder (1905)….os feitos ambientais, sociais e econômicos serão de extrema importância para revitalização desta área da Cidade Baixa, como também, ofertando mais um equipamento público para o município como um todo.

 

… A necessidade de proteção de espécies ameaçadas (cavalos marinhos, corais, etc), sítio arqueológico e atenuação da degradação ambiental (poluição, pesca predatória, etc), nos conduzem a propor que a nova unidade de conservação também esteja na classe de proteção integral, o Parque Marinho da Cidade Baixa.

Neste contexto, trazemos como estratégia para gestão desta zona costeira a educação ambiental, através de ações participativas e interativas, aliada a projetos de economia azul voltados para geração de renda e revitalização do trecho que compreende as Praias da Boa Viagem, Canta Galo, Roma e adjacências.

 

Buscamos através deste projeto fomentar não só o lazer, mas sim um turismo sustentável a longo prazo, ampliando as ofertas de emprego e oportunidades de negócios, mas que para tanto, não carece de investimentos significativos.

 

O processo democrático de construção deste projeto conta com a participação de diversos atores da sociedade soteropolitana (comunidade local, empresários, academia, poder público, dentre outros), podendo ser um divisor de águas para toda região da Cidade Baixa em termos de participação popular, através de um novo conceito de equipamento público, o Parque Marinho da Cidade ”

 

 

Sugiro seguir a página para conhecer e divulgarmos esse excelente projeto @parquemarinhodacidadebaixa

1 resposta para “Um exemplo para Ilhéus”

  • Parabéns! Importantíssimo à sociedade perceber as diferentes oportunidades que uma Unidade de Conservação pode ter, não só a proteção ambiental, mas também diversas oportunidades sociais e econômicas. ??????

Deixe seu comentário





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia