WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

janeiro 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: 25/jan/2024 . 15:30

Estudantes de escolas estaduais participam de simulações de conferências da ONU, nos EUA

Estudantes da rede estadual de ensino da Bahia participam, até o dia 29 de janeiro, de encontros promovidos pela Yale Model United Nations (YaleMUN), em Connecticut, e Model United Nations (HarvardMUN), em Boston, duas das mais conceituadas universidades americanas. Nesses eventos, os jovens se reúnem com outros líderes do Ensino Médio de 50 diferentes países; participam de simulações de conferências da Organização das Nações Unidas (ONU); e debatem questões que afetam a realidade global. Essas atividades são vistas como laboratórios para o aprendizado, pois trabalham com as esferas da Diplomacia, da Ciência Política, da Política Internacional e do Direito, bem como inspiram o protagonismo juvenil na busca por soluções aos problemas que afetam suas realidades.

A Bahia, através da Secretaria Estadual da Educação (SEC), é o único Estado brasileiro que promove simulações inspiradas nas reuniões dos comitês da ONU para estudantes da rede pública, por meio dos quais os alunos são selecionados para o evento internacional, como Ana Caroline Oliveira dos Santos, 17 anos, do Colégio Estadual João Pessoa, de Itaquara; Isac Costa Lima, 16, do Centro Educacional Deocleciano Barbosa de Castro – Tempo Integral, de Jacobina; e Laisa Paulino, 20 anos, do Colégio Estadual Ailton Pinto de Carvalho, de Salvador. Eles estão contando com o apoio da SEC para carimbar seus passaportes e abrir novos horizontes, inspirando e motivando também outros jovens da rede estadual de ensino a discutirem não apenas o futuro, mas também a encontrarem respostas para transformar suas condições de vida de forma positiva.

:: LEIA MAIS »

Com apoio da UFSB, Museu Indígena Pataxó da Aldeia Coroa Vermelha é reinaugurado com exposição

 

Após cerca de seis anos de inatividade, o Museu Indígena Pataxó da Aldeia Coroa Vermelha foi reinaugurado com a exposição temporária intitulada “Ãbakohay ?g kahab: memória e viver Pataxó”, no dia 20 de janeiro de 2024. A presente exposição é fruto de um projeto coletivo em torno da reconstrução do Museu Indígena Coroa Vermelha, que fechou suas portas em 2018.

Como explica o professor Pablo Antunha Barbosa, do Centro de Formação em Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Sul da Bahia (CFCHS/UFSB), não é possível entender a reabertura do Museu Indígena Pataxó de Coroa Vermelha se não o situamos num contexto mais amplo. Sua construção fez parte de um projeto patrimonial maior. A partir de meados dos anos 1990, a região foi palco de uma série de investimentos realizados em parceria entre o setor privado e os governos federal e estadual. Esses investimentos buscavam impulsionar o turismo de massa numa região de praias lindíssimas, ao reconstruir cenas do “Descobrimento” no espaço público (construção de monumentos, nomeação de ruas, hotéis etc.).

Em 2000 celebrou-se, por fim, os chamados quinhentos anos do “Descobrimento” do Brasil. Devido à pressa na sua construção e à falta de planejamento a médio e longo prazo, após a celebração do evento, o museu foi progressivamente abandonado pelas autoridades responsáveis. A única exceção foi a própria comunidade que o manteve funcionando até 2018. Nesta data, decidiram fechar o museu para visitação turística, já que não havia mais condições para manter o edifício e as peças do acervo. Devido ao apelo afetivo do museu, a comunidade vem buscando retomar o museu a partir de novas bases.

:: LEIA MAIS »

Itabuna terá apoio da Sufotur na 43° Lavagem do Beco do Fuxico

Itabuna, conhecida por suas ricas tradições culturais, está se preparando para a 43ª edição da Lavagem do Beco do Fuxico. Este ano, a festividade contará com um apoio financeiro significativo da Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia (SUFOTUR) no valor de R$ 65 mil, um investimento que destaca o reconhecimento da importância cultural e turística do evento para a cidade e a região Sul do Estado.

Compromissado com sua gestão, o prefeito Augusto Castro (PSD) sancionou a Lei Municipal n 2.606 em 2023 tornando a Lavagem do Beco Patrimônio Histórico, Cultural e Imaterial da cidade. Já neste ano, direcionou um aporte financeiro exclusivo destinado aos blocos tradicionais em formato de prêmio, mantendo assim viva a tradição.

A Lavagem do Beco do Fuxico é mais do que apenas uma celebração: é uma expressão vibrante da cultura local e atrai visitantes de várias partes do estado e do país.

:: LEIA MAIS »

Projeto Composta Ilhéus investe na sustentabilidade e inovação

Karen Póvoas

 

O Projeto Composta Ilhéus encerrou o ano de 2023 com um grande reconhecimento estadual para o Grupo de Amigos da Praia- GAP, a ONG ganhou o Prêmio Bahia Sustentável 2023, na categoria Ideia Sustentável e subcategoria Inovação Tecnológica pela importância do Projeto Composta Ilhéus. A Secretaria do Meio Ambiente da Bahia reconheceu que o projeto tem potencial para contribuir com a sustentabilidade no Estado. O Composta Ilhéus do GAP concorreu com as multinacionais Coelba e Bracell e ficou em 1ª lugar em Inovação Tecnológica, enfatizando a responsabilidade do Grupo em revolucionar o saneamento básico descentralizado. A construção de uma cidade mais consciente e sustentável é o maior compromisso do Grupo de Amigos da Praia (GAP) ao idealizar o ‘Composta Ilhéus’, em 2022. O projeto que tem parceria da Cargil, empresa de processamento de Cacau, já distribuiu na fase 1 composteiras domésticas para 509 famílias que foram incentivadas a transformarem seus resíduos orgânicos em adubo. Com isso, o GAP alcançou a meta de desviar 90 toneladas de resíduos orgânicos do aterro de Itariri, em Ilhéus, em 12 meses.

Na fase 2, executada no ano de 2023 e que segue em 2024, o projeto do GAP ampliou a escala de compostagem, distribuindo composteiras para 115 estabelecimentos comerciais, como restaurantes, lanchonetes, hotéis, pousadas, além da Fazenda Capela Velha, na zona rural de Uruçuca. A equipe também estão visitando as escolas onde as hortas escolares serão mantidas a partir do composto produzido pelas composteiras. As comerciais são maiores com 180 litros cada kit de 3 baldes reutilizáveis, diferente das composteiras domésticas que eram de 30 litros. Com a prática ambiental, a estimativa do Grupo é desviar cerca de 300 toneladas de resíduos do aterro sanitário, ou seja, 3 vezes mais que a quantidade atingida na fase 1, no período de 1 ano.

:: LEIA MAIS »

Governo discute com lideranças religiosas sobre criação de Delegacia de Combate à Intolerância Religiosa

Lideranças religiosas de candomblé, umbanda, espiritismo, muçulmanos e israelitas foram alguns dos que estiveram com o governador Jerônimo Rodrigues na tarde desta quarta-feira (24), no Centro Administrativo, em Salvador, para discutir a criação da Delegacia Especializada de Combate à Intolerância Religiosa (Decradi) com secretários de estado e representantes da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), entre outros temas. Na ocasião, também foram apresentadas políticas estaduais e dados registrados no último ano.

“Esse encontro inter-religioso traz a construção de um ambiente de paz. Foi um momento para ouvir as considerações dos líderes religiosos, e acabamos tirando encaminhamentos sobre o fortalecimento da ronda Omnira, que atuará contra a intolerância religiosa”, afirmou o governador Jerônimo Rodrigues, lembrando que a Bahia é o único estado que tem uma ronda específica para isso.

:: LEIA MAIS »

Sem Bolsonaro, violência contra jornalistas cai 51,86% em 2023

Os números absolutos da violência contra jornalistas no Brasil apontam para uma queda significativa das agressões no ano de 2023. Foram 181 casos, 51,86% a menos que os 376 registrados em 2022. Entretanto, o total de episódios registrados ao longo do ano passado representa 34,07% a mais do que os 135 contabilizados em 2018, antes da ascensão do ex-presidente da República Jair Bolsonaro.

O Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil 2023, elaborado pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), será lançado na próxima quinta-feira, dia 25 de janeiro, às 15h, no auditório do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (R. Evaristo da Veiga, 16, 17º Andar – Centro). O evento é aberto ao público e será seguido de uma entrevista coletiva

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia