WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal





Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

novembro 2023
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: 27/nov/2023 . 18:13

Três profissionais do Materno-Infantil de Ilhéus recebem maior prêmio da enfermagem baiana

Danielle Patrocínio

Três enfermeiras da Fundação Estatal Saúde da Família (FESF SUS) que atuam no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, vão receber nesta terça-feira (28), em Salvador, o Prêmio Anna Nery, como destaques pelo exercício profissional exemplar e pelo desempenho da profissão nas dimensões ética, técnica, política, social, científica, cultural e humana, contribuindo para o desenvolvimento da atividade na esfera de sua região.

Brenda Valles

Brenda Valles, coordenadora das UTIs Neonatal e Intermediária do HMIJS, será agraciada na categoria “Saúde da Criança e do Adolescente”. Danielle Patrocínio, coordenadora do Centro de Parto Normal (CPN) e do Centro Obstétrico do Materno, e Carla Gonzaga Vecchier, colaboradora do Centro Obstétrico da unidade, serão agraciadas com o prêmio, na categoria “Urgência e Emergência”.

Carla Vecchier

O Prêmio Anna Nery é uma iniciativa do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia e tem por objetivo promover a valorização e reconhecimento da profissão. O seu protagonismo vem sendo pautas de muitos debates e ações nos últimos anos e a iniciativa também contribui com a reflexão da categoria sobre sua atuação profissional. A cerimônia de entrega da premiação acontece amanhã (28), às 18 horas, na Casa Salvatore, situada na Rua dos Rodoviários, no Cabula, em Salvador.

Importância do reconhecimento

:: LEIA MAIS »

Excelsior Turismo, com Heloisa Braga

No programa Excelsior Turismo, Heloísa Braga recebe a Kontik, uma das maiores empresa de turismo no Brasil.

Na entrevista, temas como a Disney Kontik que leva a Gang Entretenimento para agigantar a experiência de uma viagem marcante na vida dos adolescentes.

Confira o programa.

Em Salvador, municípios baianos recebem 36 ambulâncias para renovação e ampliação de frota do Samu

Foram entregues, na manhã desta segunda-feira (27), em Salvador, 36 ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que vão atender a 35 municípios baianos. A entrega aconteceu no Jardim dos Namorados, bairro da Pituba, e foi realizada pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, e pelo governador Jerônimo Rodrigues. Durante a tarde, em Vitória da Conquista, mais 12 veículos serão entregues, completando 48 ambulâncias para 48 municípios, com investimento total de R$ 18 milhões.

O governador reforçou a importância da ampliação e renovação da frota do Samu para a assistência em saúde básica dos municípios e para o sistema de regulação estadual e destacou outras ações que serão realizadas no sudoeste baiano. “Nós temos uma agenda vitoriosa hoje. A presença da ministra Nísia aqui, entregando 48 ambulâncias. Nós dividimos: 36 aqui e nós seguiremos para Vitória da Conquista. Lá, não será uma agenda de entrega de Samu, não é só isso. Lá, nós faremos visitas a obras que foram retomadas, agora, pelo presidente Lula. Estavam paradas há tanto tempo, e nós vamos retomar e apresentar uma agenda de saúde para o município e para a região do sudoeste”, afirmou Jerônimo.

“O objetivo agora é fazer essa reposição a partir de um termo de abertura que já havia sido aplicado, da incidência dos municípios. Mas o nosso grande objetivo é universalizar o SUS [Sistema Único de Saúde] no Brasil, que a população tenha 100% de cobertura. Hoje é um passo. E, a partir de agora, nós vamos estar dentro do Programa de Aceleração do Crescimento [PAC], avançando nessa e outras políticas”, destacou Nísia.

:: LEIA MAIS »

Walmir Rosário lança “O Berimbau, velhacouto de boêmios”

Já está disponível no site da Amazon mais um livro de autoria de Walmir Rosário, O Berimbau, Valhacouto de Boêmios – como a Confraria d’O Berimbau criou e manteve por anos o Troféu Galeota de Ouro. Inicialmente, o livro foi editado no formato e-book e pode ser consultado pelos leitores e apreciadores deste tipo de obra por meio do link https://bit.ly/47fFSAi no site da Amazon.

No entender do autor, pelo mundo afora pode se verificar, in loco, ou simplesmente por ouvir dizer, que cada um dos botecos tem sua especificidade. É como se fosse um DNA, com as diferenças um do outro, o que agrega tipos diferentes de frequentadores. Com isso não quero dizer que um boêmio não possa frequentar vários botecos, pois pode se identificar com os colegas de mesa e copo de vários deles.

Mas o que Walmir Rosário quer dizer é que O Berimbau, em Canavieiras, é diferente, melhor dizendo, sui generis, por arrebanhar uma “fauna” bastante parecida nos hábitos da boemia, apreciadores dos mesmos gostos, sabores e comportamentos. Muitos que chegaram depois se ajustaram e passaram a ser mais um deles, sem tirar nem pôr, como diz o ditado popular.

Mais que um simples boteco, essa plêiade de boêmios fundaram uma confraria com o pomposo nome de Confraria d’O Berimbau. Como todo o boteco que se preza, o Berimbau sempre foi marcado por sua simplicidade, do jeitão de Neném de Argemiro, o líder de um poderoso e heterogêneo grupo, que se igualavam assim que adentravam o ambiente. Não sei se pelo nível do bate-papo, das cachaças com folhas, dos tira-gostos. O livro tem a apresentação de Raimundo Tedesco, um dos fundadores da Confraria d’O Berimbau e do Troféu Galeota de Ouro.

Em cada mudança de sede, os frequentadores seguiam fielmente Neném de Argemiro, e não era apenas pelo som do trompete tocado por Neném. Também eram marca da confraria o sino, com diferentes toques para recepcionar os recém-chegados: longo e intermitente para os mais chegados; mais ou menos para os toleráveis; e um toque breve, este como um aviso que não era da turma.

:: LEIA MAIS »

Uesc realiza eleição para reitor e vice

Todas as providências estão sendo adotadas para a realização da eleição para reitor e vice-reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), marcada para terça-feira, 28 de novembro de 2023. O colégio eleitoral é formado por cerca de sete mil pessoas, entre docentes, discentes, técnicos e analistas universitários. Estão impedidos de votar, os servidores técnico-administrativos em cargos comissionados com menos de cinco anos de exercício das suas respectivas funções.

 

A chapa única é composta pelo atual reitor, professor doutor Alessandro Fernandes, e o vice-reitor, professor doutor Maurício Santana Moreau, que pleiteiam o segundo mandato à frente da gestão superior para o quadriênio 2024-2028. Durante a eleição, funcionarão 21 urnas distribuídas em vários pontos do Campus Professor Soane Nazaré de Andrade.

 

O processo de votação terá início às 8 horas, com encerramento previsto para às 21 horas. Em seguida, será iniciada a apuração manual dos votos, e imediata proclamação do resultado. O sistema de escolha dos cargos de reitor e vice-reitor da Uesc é coordenado pela comissão indicada na 69ª Reunião Extraordinária do Conselho Universitário, realizada no dia 2 de agosto de 2023.

:: LEIA MAIS »

Pavimento da Rua Pará onde rede adutora da EMASA rompeu já está sendo recuperado

A Gerência de Saneamento da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (EMASA) finalizou a recuperação de ramais da rede de esgotamento sanitário e iniciou a recomposição do piso em paralelepípedo da Rua Pará, no Bairro Jardim Vitória, que sofreu intervenção para o conserto da rede adutora de 550 milímetros que rompeu no sábado passado, dia 25.

Segundo o gerente de Saneamento da EMASA, Tauan Sampaio, ainda no domingo, logo depois da conclusão dos serviços de reparo na adutora, uma equipe de operários iniciou a recuperação dos ramais da rede de esgoto da via.

“Depois de certificar que não havia vazamento na tubulação, foi realizado os reparos nos ramais domiciliares, ligando-os à rede de esgotamento sanitário. O buraco aberto foi fechado e a via foi preparada para a recomposição de todo o calçamento”, disse Sampaio.

A rede adutora que passa pela Rua Pará leva água para os bairros das zonas sul e leste de Itabuna e também para parte do Mangabinha e do centro da cidade. A recomendação dos técnicos da EMASA é para que a população economize a água, porque o sistema voltará à normalidade de forma gradativa.

Seleção Pataxó é campeã da Copa Indígena de Futebol

A Seleção Pataxó Aktxurá Eoató foi a campeã da 2º Copa Indígena de Futebol, em partida realizada neste domingo (26), no Estádio Roberto Santos (Pituaçu), em Salvador. A equipe da Terra Indígena Coroa Vermelha, pertencente aos municípios de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, no extremo-sul da Bahia, venceu a final, com uma goleada de 5 a 2, contra a Seleção Indígena Tuxá Coité/Ibotirama, representante das comunidades do oeste baiano. O terceiro lugar ficou com a Seleção Indígena Tamandaré Tupinambá, que representou a região sul do estado, ao vencer, na disputa de pênaltis, a Seleção Indígena Tuxá Banzaê, do norte baiano.

“O povo Pataxó da nossa aldeia, o povo de Barra Velha, foi campeão da primeira etapa da Copa e hoje, na segunda etapa, campeão com o povo Pataxó da Coroa Vermelha, mas nós estamos aqui, não só apresentando o povo Pataxó, mas as 32 etnias que existem na Bahia, o 2º maior estado indígena, e participar de um evento grandioso como este é uma felicidade muito grande para todos nós”, comemorou o capitão do time campeão e chefe da aldeia Pataxó, Cacique Tururim.

A 2ª Copa Indígena de Futebol – Kwá Tepé Turusú Yapisáwa, que teve início em setembro último, foi realizada em três fases, com as etnias distribuídas geograficamente em quatro eixos: norte, sul, extremo-sul e oeste do estado. A realização da competição é considerada de grande importância pelo enfoque social e cultural.

:: LEIA MAIS »

“Éramos esquecidos e a política não chegava até a gente. Estou aqui para mudar essa realidade”, afirma Jerônimo durante entregas em Botuporã

 

Mais de R$ 1 milhão investidos em obras que vão beneficiar pequenos produtores rurais. Este foi o resultado de uma série de entregas realizadas pelo Governo do Estado no município de Botuporã, região sudoeste da Bahia, na manhã deste domingo (26). Ampliação do mercado municipal Antônio José de Souza, 100 barracas de feira livre e uma unidade de processamento de derivados da mandioca, na comunidade de Baixão, para 20 mulheres, vão reforçar ainda mais a produção e comercialização de alimentos na região.

 


Para dar início às entregas, o governador Jerônimo Rodrigues, que passou toda a sua infância na zona rural, fez o percurso no boi premiado da tradicional Cavalgada de Umburana, até o Mercado Municipal, onde foi recepcionado por um grupo de sanfoneiros e autoridades locais. “Sou o governador que tem a história de vocês. O município onde nasci, Aiquara, tinha seis mil habitantes. Eu ainda morava na zona rural e tirei uma lição disso tudo. Sei o que é morar em uma casa sem água tratada, sem energia elétrica, sem posto médico ou escolas por perto. Sei o que significa morar em uma região sem estrada boa”, relembrou, acrescentando: “a vida era mto difícil, éramos esquecidos e a política não chegava até a gente. Então, estou aqui para mudar essa realidade através destas entregas, com o apoio da prefeitura”. Durante a fala, o governador também anunciou que vai ampliar a escola municipal de Botuporã.

Era perceptível a felicidade no rosto da lavradora Adelice Marques das Neves, de 65 anos, mãe de cinco filhos, que recebeu, pela primeira vez, em 15 anos, uma estrutura nova para comercializar os seus produtos. “É um momento de muita alegria pra todos nós que trabalhamos há muitos anos aqui, na sede e para os novos que também queiram vender os seus produtos. Esse é um espaço importante para garantir a minha renda. Aqui, eu vendo avoador, sequilho, pães, requeijão”, afirmou. Cada barraca de comercialização entregue foi construída em tubo industrial de aço carbono, com bancada em MDF.

:: LEIA MAIS »

Governos federal e estadual e CocoaAction Brasil investem em ações para promover a produção de cacau especial

A Bahia, um dos principais polos produtores de cacau do Brasil, reafirma seu compromisso com a sustentabilidade e a excelência na produção de cacau especial para manter-se competitivo no mercado internacional. Em uma série de eventos realizados nesta sexta-feira (24) em Ilhéus, no sul do estado, o secretário da Agricultura da Bahia, Wallison Tum, participou do lançamento de iniciativas inovadoras para o fortalecimento do setor produtivo. O destaque ficou por conta do lançamento do Plano Inova Cacau 2030, uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da CocoaAction Brasil, iniciativa da Fundação Mundial do Cacau (WCF), que converge com a elaboração do Plano de Desenvolvimento Agropecuário da Bahia, conduzido pela SEAGRI.

O Plano Inova Cacau 2030 traça metas estratégicas que visam não apenas aumentar a eficiência produtiva da cacauicultura brasileira, mas também aumentar a renda dos produtores. Com a ambição de superar a marca de 400 mil toneladas de amêndoas ao ano até 2030, o plano prioriza a promoção do uso sustentável dos recursos naturais nas regiões produtoras, utilizando tecnologias eficientes e de baixo impacto ambiental.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia