WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia shopping jequitiba livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2023
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: 18/out/2023 . 18:30

Editus lança “Rasuras grapiúnas”, de Rita Lírio

A Editus, (Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz) lançou o livro “Rasuras grapiúnas: linguagem, memória, história e gênero na obra de Euclides Neto”, de autoria de Rita Lírio de Oliveira.  O livro apresenta um estudo teórico-crítico sobre as narrativas ficcionais do escritor Euclides Neto que, em seus romances, denuncia as desigualdades entre os senhores do cacau e os trabalhadores e trabalhadoras rurais do Sul da Bahia, a região grapiúna. São 256 páginas que desnaturalizam uma ordem social estabelecida. A obra de Rita se faz necessária não apenas pela contribuição crítico-literária, mas especialmente pela atualidade.

 

É um livro para todos os que amam esta terra e a sua literatura, explica a autora, “uma escavadora de palavras, que a cada parágrafo intensifica na alma do leitor sabor da terra amarronzada pelo húmus vivificante da Mata Atlântica, o cheiro do cacau e a valorização da mãos calejadas pelo suor e pelo sangue do labor não reconhecido pelas elites de uma época assoberbada pela arrogância e ganância”.

 

Rita Lírio viaja num universo literário de um cidadão de formação e militância político-ideológica social-marxistas, Euclides José Teixeira Neto. Esse criador de cabras e idealizador da Fazenda do Povo, soube expor na sua obra os embates decorrentes dos contrastes e da exploração do homem simples pelos detentores das riquezas e das propriedades das terras grapiúnas. Trata-se de um retorno às questões da terra, cujas feridas reveladas por Euclides, na obra da pesquisadora, podem ser revistas em suas cicatrizes que em tempos atuais ainda gemem por justiça.

:: LEIA MAIS »

Com mais agilidade e praticidade, novo aplicativo do Planserv transforma a experiência dos beneficiários

 

O Planserv, um dos principais planos de assistência à saúde do estado, lançou, na terça-feira (17), um aplicativo móvel que proporciona maior agilidade e praticidade aos beneficiários. Com uma variedade de funcionalidades, o app oferece acesso à rede credenciada, extrato de pagamentos, carteirinha virtual, demonstrativo de Imposto de Renda, notícias do plano e a possibilidade de abrir protocolos para solicitar serviços.

O novo aplicativo utiliza o reconhecimento da biometria facial para o cadastro dos beneficiários, promovendo um nível adicional de segurança na proteção dos dados. Está disponível para dispositivos Android e iOS, e requer um processo de registro que envolve, também, a inserção da fotografia do documento de identificação (RG ou CNH) do beneficiário.

A coordenadora-geral do Planserv, Socorro Brito, destacou que o aplicativo foi desenvolvido para proporcionar uma experiência mais dinâmica aos mais de 500 mil usuários do plano: “o nosso objetivo é facilitar a vida dos usuários, tornando o acesso aos serviços de saúde mais prático e eficiente. Essa inovação reflete nosso compromisso em oferecer uma experiência conveniente e ágil para todos os beneficiários”.

:: LEIA MAIS »

Puérperas com RNs internados na UTI do HMIJS ganham piquenique em espaço verde

O piquenique é, na verdade, um chamariz para convencer, por algumas horas, as puérperas que acompanham seus recém-nascidos a saírem da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, onde vivem um turbilhão de sentimentos, incertezas e expectativas. São mulheres residentes em Ilhéus, Valença, Itacaré, Una, Wenceslau Guimarães, algumas muito longe da família – e até de outros filhos -, que passam a viver dentro do hospital aguardando, ansiosas, por uma alta médica para poder voltar pra casa.

Na área verde do hospital elas se encontram, respiram o ar puro que renovam a esperança da vitória e trocam experiências com relatos que dão força uma à outra sob os olhares atentos e da intervenção da equipe de psicologia e de terapia ocupacional do HMIJS. Ontem à tarde elas também passaram pelo processo de sensibilização sobre o cuidado do Câncer de Mama e por momentos de relaxamento, contribuindo para facilitar as expressões de sentimentos e emoções vivenciadas na unidade.

Nátila Natália, de 24 anos, residente em Una, sul do estado, está há um mês acompanhando a prematura Maya Vitória, na UTI Neo. Desde o dia 17 de setembro não vai em casa. “No começo foi muito desesperador”, confessa. “A gente quando está fora de um problema, não imagina o que é vivenciar este problema. Sempre ouvia falar de UTI e aqui quando cheguei pude ver muitos aparelhos, minha filha naquela situação toda. Naquele momento a gente acha que aquilo ali é o fim. Na verdade, é a solução”, relata.

:: LEIA MAIS »

Meu amigo, a mídia e a segurança pública

André Curvello

Em uma troca de mensagens por aplicativo, um querido amigo reagiu a recente artigo que eu havia escrito. ‘Você não pode criticar a imprensa’, declarou enfaticamente. Respondi prontamente que não estava, de fato, criticando a imprensa, mas ele insistiu, alegando que eu estava fazendo exatamente isso. Sugeri que ele desse uma segunda leitura ao meu artigo.

Esse amigo de longa data, uma pessoa íntegra, é alguém que, como muitos outros, aborda a questão da violência baseando-se em estatísticas que se transformam em narrativas sensacionalistas para a mídia. Seja esta ou aquela cidade, este ou aquele estado, sempre se procura destacar como o mais violento, e, se houver uma comparação internacional disponível, melhor ainda.

Meu amigo – acho eu -, enxerga a questão de forma cartesianamente simplista e não consegue vislumbrar que a violência não é um problema que pertence unicamente a um governo específico, independentemente do partido político que o represente. Menciona o termo negacionismo quando ele mesmo nega qualquer informação que não esteja em sintonia com as narrativas amplamente promovidas pela mídia.

Recusa-se a acreditar em dados positivos divulgados pelo governo, que, muitas vezes, são ignorados pela imprensa ávida por manchetes negativas. Afinal, informações positivas não saciam a fome por audiência de certos setores midiáticos que, ao que parece, acreditam no “quanto pior, melhor”. Meu dileto amigo considera que esses dados não podem ser questionados, assim como a mídia em si. E a responsabilidade social de cada um de nós?

Em minha família, a profissão de jornalista é uma tradição. Meu avô foi jornalista e ocupou o cargo de secretário de redação no histórico jornal ‘O Imparcial’. Meu pai desempenhou a função de editor-chefe no ‘A Tarde’. No final de 1986, eu mesmo obtive meu diploma de jornalista da Universidade Federal da Bahia. São quase quatro décadas de atuação no mercado, defendendo a liberdade de imprensa como um pilar da democracia.

E, em uma democracia, a liberdade de expressão é um direito sagrado, o que automaticamente nos incumbe da observância de deveres republicanos. Podemos, sim, exercer a liberdade de expressar nossas opiniões, mas eu reitero que infelizmente uma parte da imprensa aborda a questão da segurança de forma superficial, priorizando a busca pela audiência em detrimento da responsabilidade social. A violência gera audiência.

Nos regimes democráticos, ninguém tem o monopólio da verdade absoluta, e isso inclui a mídia. Do contrário, corremos o risco da submissão à ditadura dos veículos de comunicação. Não precisamos dessa forma de autoritarismo e de nenhuma outra.

Há um problema grave, uma verdadeira epidemia que é a violência decorrente do crime organizado e do tráfico de drogas. Esta é uma questão que deve mobilizar toda a sociedade, com responsabilidade e comprometimento. Mais do que nunca, a sensibilidade com as questões sociais, o esporte, o lazer, a cultura e a educação são fundamentais para vencer a batalha contra o crime. Tudo isso, com a intransigente defesa dos direitos humanos como premissa básica.

Na Bahia, o governo tem feito muito, e jamais desconhece a gravidade da situação. Estabelece parcerias com o governo federal e trabalha incansavelmente para garantir a segurança das baianas e dos baianos. O governador Jerônimo Rodrigues demonstra firmeza e determinação na luta contra o inimigo comum da sociedade: o tráfico de drogas.

André Curvello é secretário estadual de Comunicação

Itabuna tem manifestação pela paz na Palestina

Acontece nesta quinta-feira, 19 de outubro, a partir das 10 horas, na Praça Adami, em Itabuna, uma manifestação em defesa da paz na Palestina, em solidariedade ao cerco sob bombardeio que sofre a população da Faixa de Gaza, além do apoio ao cumprimento da Resolução 181 da ONU, que estabeleceu, em 1947 a criação do Estado de Israel e do Estado da Palestina, dividindo as terras da região. A divisão definiu: 55% para os judeus e 45% para os muçulmanos, cuja população era o triplo da de judeus.

A  manifestação é promovida pela Central dos Trabalhadores do Brasil, União Nacional dos Estudantes e Frente Brasil Popular.

Novo colégio em Jardim Cajazeiras impulsiona ensino de tempo integral em Salvador

 

Salvador ganhou mais uma unidade escolar da rede estadual com estrutura completa para a oferta do ensino em tempo integral. Foi inaugurado nesta quarta-feira (18), no bairro Jardim Cajazeiras, o novo Colégio de Tempo Integral José Dias de Sales, onde foram implantadas 36 salas de aula, quatro laboratórios, piscina semiolímpica, quadra poliesportiva coberta, campo de futebol society, restaurante estudantil e teatro, ambos com 200 lugares, entre outros equipamentos. O governador Jerônimo Rodrigues participou da entrega ao lado do vice-governador, Geraldo Júnior, da secretária da Educação, Adélia Pinheiro e do presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), José Trindade, dentre outras autoridades.

O governador destacou que essa é a oitava unidade inaugurada na capital e a 29º em todo o estado. Entre obras e equipamentos, o colégio entregue nesta quarta-feira contou com investimento de R$ 26,4 milhões. “O meu desejo, o desejo da secretária Adélia, é que já tivéssemos contemplado a universalização dessas escolas por toda a Bahia. Alguém pode imaginar: mas essas escolas só são construídas em cidades grandes, como Feira de Santana, Salvador, Vitória da Conquista? Não. Isso não é verdade. Essas escolas estão espalhadas por toda a Bahia, inclusive municípios pequenos. Queremos ultrapassar aquela fase que as pessoas comparavam quando encontravam escola pública com escola particular”, afirmou Jerônimo, que anunciou a inauguração de outra unidade nesta quinta-feira (19), em Lauro de Freitas.

Em Salvador, além do Jardim Cajazeiras, as novas escolas de tempo integral estão localizadas nos bairros do Imbuí, Paripe, Sussuarana, Vila Canária, São Cristóvão, Cabula e Lobato. “Nós temos aproximadamente 60 mil estudantes em tempo integral, mas nós temos quase 700 mil na rede que se beneficiam da educação integral, que é educação por valor humanista, que traz o tempo de escola em unidades curriculares, mas que complementa esse tempo com atividade física, cultura, arte, esporte, ciência, além de aprendizagem em oficinas de matemática e de língua portuguesa”, explicou a secretária Adélia.

:: LEIA MAIS »

‘Semana Lixo Zero’ busca conscientiza população sobre o descarte correto de resíduos eletrônicos

A Semana “Lixo Zero” se aproxima com a intenção de conscientizar a população sobre a importância do descarte correto de resíduos. Com início nesta sexta-feira, dia 20 de outubro, a iniciativa visa informar a população ilheense sobre o descarte correto do lixo eletrônico. Em Ilhéus, a ação contará com atuação da Prefeitura, Companhia Independente da Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ecolog Ambiental e Associação Comercial e Industrial de Ilhéus (ACII).

O foco será o lixo eletrônico, com colocação de pontos de coletas em vários locais da cidade, a partir desta sexta-feira (20):

:: LEIA MAIS »

UPA 24 Horas recebe novo equipamento de ECG do Hospital do Coração de São Paulo

 

A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Hospital do Coração (HCOR), de São Paulo, entregou um novo aparelho de Eletrocardiograma (ECG) para a UPA 24 Horas do Monte Cristo.

 

A cessão do aparelho foi viabilizada por meio do projeto “Boas Práticas na Atenção em Cardiologia e Urgências Cardiovasculares”, que foi implantado na unidade da UPA Monte Cristo.

 

O ECG é destinado à assistência de pacientes que chegam com dor torácica naquela unidade. A partir de exames, é possível aos médicos da HCOR gerar um laudo em poucos minutos e diagnosticar se o paciente necessita ou não de intervenção imediata, a exemplo do cateterismo.

 

Caso diagnosticada a necessidade, o paciente já é então encaminhado de imediato ao Hospital Calixto Midlej para que seja realizado o procedimento coronariano.

:: LEIA MAIS »

Exame de IgE Total detecta tipos de alergias

Quem sofre de alergias sabe o quanto elas impactam negativamente a qualidade de vida. Entender as alergias é o primeiro passo para o alívio dos problemas que elas causam. O exame de IgE Total, realizado pelo Laboratório Controle em Ilhéus, é uma ferramenta valiosa para detectar os tipos de alergia.

Esse exame mede os níveis de imunoglobulina E, uma substância que o corpo produz quando reage a alérgenos. “Com o diagnóstico do exame, o paciente detecta quais os alérgenos que desencadeiam essas reações e tomar medidas para evitá-los ou buscar tratamento adequado”, afirma o diretor do Laboratório Controle, Antonio Cafezeiro.

O laboratório também realiza outros exames, com segurança e qualidade, como Hemograma, VHS, Glicemia, Colesterol, Triglicerides, Uréia, Creatina, PCR, Látex, VDRL, Covid, Sumário de Urina, Beta HCG quantitativo e qualitativo, Troponina, D dímero, Coagulograma, Sódio, Potássio, Cálcio, Cloro, TGO, TGP e ASLO.

 

O Laboratório Controle fica localizado na rua Wenceslau Guimarães 130, bairro Cidade Nova, Ilhéus. O agendamento de exames pode ser feito pelos telefones (73) 98853-0019 (whats app) e (73) 3223-2201. @labcontroleilheus

Bahia debate garantia da segurança alimentar e nutricional durante conferência estadual

 

Com o tema “Superação da fome e construção da soberania alimentar, com direitos e participação social”, começou nesta terça (17) a 6ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Cesan). A atividade, que segue até quinta (19), no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador, contou com as presenças do governador Jerônimo Rodrigues e do ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias.

 


A conferência, que tem a intenção de fortalecer a implementação da Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, é coordenada pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da Bahia (Consea-BA), em parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Estado (Seades) e Grupo Governamental de Segurança Alimentar e Nutricional (GGSAN). Nesses três dias de encontro, os participantes têm o objetivo de identificar problemas estruturantes que impedem a superação da fome e da insegurança alimentar e apontar caminhos para avançar em políticas estruturantes rumo à soberania alimentar.

Presente na abertura, o governador Jerônimo Rodrigues destaca a importância da Cesan para a implantação de políticas públicas de segurança alimentar e nutricional no estado. “As conferências organizam o debate em torno de proposições. Ao longos desses dias, os delegados escolherão as principais propostas debatidas aqui na Bahia e levarão à Brasília na conferência nacional, assim como os representantes dos outros estados, para conduzir uma política nacional de segurança alimentar e nutricional”, explicou o governador. Ele ainda destacou que, assim, serão garantidos os instrumentos legais de participação de orçamento.

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Wellington Dias, reforça a necessidade de enfrentar os desafios para superar a fome no país. Segundo ele, é fundamental debater este tema com a sociedade. “Precisamos estar juntos no desafio de combater a fome, olhar cada pessoa em cada lugar, olhar no olho. Saber as condições para criar programas adequados, baseados na sustentabilidade”, afirmou o ministro.

 

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia