WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia shopping jequitiba livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2023
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: 7/out/2023 . 10:06

I Encontro Uruçu na Cabruca destacou o potencial socioambiental da criação de abelhas sem ferrão

 

A criação racional de abelhas sem ferrão – prática denominada de meliponicultura – e os seus benefícios socioambientais foram destaques no I Encontro Uruçu na Cabruca, que reuniu mais de 200 meliponicultores(as), estudantes e pesquisadores(as) da área. O evento aconteceu no Dia Nacional da Abelha, nesta terça-feira (03), no IF Baiano – Campus Uruçuca, município que leva o nome em homenagem à espécie nativa da região, a Uruçu Amarela (Melipona mondury).

O encontro foi realizado pela Tabôa Fortalecimento Comunitário, IF Baiano – Campus Uruçuca, Ministério Público do Estado da Bahia e Sebrae, com apoio do Instituto humanize, e integra as ações do projeto Uruçu na Cabruca. “A estratégia do projeto visa ampliar o número de colônias na natureza e aliar os benefícios ambientais à produção de mel, contribuindo para o aumento de renda das famílias envolvidas”, explica Gabriel Chaves, gerente do Programa de Desenvolvimento Rural da Tabôa. “Ao reunir no mesmo lugar diferentes públicos, o evento buscou chamar atenção para a meliponicultura e mostrar que tem agricultores familiares produzindo mel e que também há pesquisadores e estudantes se dedicando a essa prática, que é tão promissora em nossa região”, destaca.

Julianna Torres, responsável pelo setor de meliponicultura do IF Baiano e uma das coordenadoras do projeto, ressalta a importância do encontro como espaço de troca de saberes entre o(a) agricultor(a) e a academia. “Foi muito gratificante ver os olhos brilhando dos agricultores, especialmente aqueles que começaram há um tempo e que já geraram frutos a partir do aprendizado, com impactos positivos em suas comunidades”. Os benefícios sociais e ambientais da meliponicultura também foram destacados por Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae. “Apoiar a meliponicultura é uma forma de melhorar a qualidade de vida das comunidades envolvidas”, afirma.

:: LEIA MAIS »

Pobre Rio Cachoeira

Sione Porto

 

Menina, vi o Rio Cachoeira,

Belo e veloz, descer

Em busca do mar

Com seu verde e ondas vertiginosas,

E brilhar perto das margens,

Nos fazendo encantar!

Então, comigo pensava,

Quão magnífico, ó Rio Cachoeira,

Cheio de vida e amplexos,

Trazendo cardumes nas redes,

Peixes se multiplicando,

Para os pobres, alimentarem.

Menina, vi o Rio Cachoeira

Banhando as lavadeiras,

Que, após lavarem roupas tão alvas

Entoando sonoros cantos ribeirinhos,

Saíam com suas trouxas na cabeça,

Nos fazendo sonhar e sonhar.

Hoje, procuro o Rio Cachoeira,

De tanta beleza de outrora,

Mas apenas vejo sujeira

Dentro e nos seus arredores.

Povoado de garças sorrateiras,

Que triste é o Rio Cachoeira!

Será que ninguém ver o seu penar?

Antes tão absoluto e majestoso,

A deslizar nas ondas fortes,

Na sólida terra grapiúna,

Que hoje geme e sangra,

Querendo se recuperar.

Bravo Rio Cachoeira,

Estrela brilhante

Daqueles que o amam.

Certamente uma voz

Falará mais alto para salvá-lo,

E, como aquele que não foge à luta, sobreviverá!

 

Sione Porto

X SIPAT do Hospital de Base abordou a promoção da saúde e prevenção de acidentes ao trabalhador

 

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, instituição administrada pela Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), realizou de 2 a 5 deste mês, a X Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT).

Com o tema “Segurança no Trabalho, qual a minha contribuição nesse processo?”, o evento foi organizado pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), em parceria com os Serviços Especializados em Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT).

 

A visita de integrantes da CIPA/SESMT aos colaboradores do turno da noite abriu a programação. Teve bate-papo sobre prevenção de acidentes, distribuição de panfletos da programação e brindes.

Temas relevantes com foco na saúde física e mental do trabalhador foram desenvolvidos durantes os três dias do evento, com destaque para: “Onde estão os EPIs da Saúde Mental?”, com abordagem da psicóloga Cybelle Borges Pinho, e “Administração Humanizada”, tema da administradora Geisibel de Lima da Unimed Ilhéus.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia