O Colégio Batista de Itabuna (CBI), abriu o ano letivo nesta terça-feira(7), com recepção aos alunos e uma aula inaugural com a presença dos pais e colaboradores da escola, uma das mais tradicionais do sul da Bahia.
A recepção, das 7h às 8h no salão da escola, contou com boas-vindas da direção, professores e funcionários. Já às 8h, alunos, pais e professores se dirigiram ao templo da Igreja Batista Teosópolis, ao lado do CBI, para a aula magna e um momento de reflexão.


Foi realizado um momento de louvor e adoração com canções que levam à reflexão.
A diretora da escola professora Gracileide Silva Guimarães Sousa disse que estava transbordando de alegria ao receber os alunos, pais e profissionais da escola.


“Nós somos uma escola cristã e sempre aproveitamos esse momento precioso para louvar a Deus”, disse a professora Graça, como é conhecida. A escola, afirmou a diretora, é um espaço feito para promover e levar conhecimento.
“O conhecimento liberta, a educação liberta. Todos temos o direito de aprender. É a valorização da vida humana”, pontuou. “Quero agradecer aos pais pela confiança e desejar sucesso e bençãos para o ano de 2023”, disse Graça.
A educadora passou a rotina da escola que tem abertura as 7h da manhã com saída às 11h30min e às 12h20min. informou que todos receberão agenda.


A diretora também falou da infraestrutura da escola, como monitoramento por câmeras de segurança e climatização, cantina que oferece alimentos saudáveis e a preços acessíveis.

Propósito

O professor e pastor Tiago Souza aproveitou o momento do ano letivo para motivação e reflexão dos alunos para refletirem qual é o seu propósito de vida e como podem cumpri-lo. Ele citou sobre a “Jornada do Herói” presente em filmes e séries como exemplo para o tema. “Qual o meu propósito?” “O que temos feito por Deus e para Deus?” indagou. Sem isso nossa vida não terá sentido. Devemos nos aproximar de Deus e viver de forma que o glorifique”, pontuou o educador.

Muita expectativa

Novo aluno da escola, João Matheus Leal, de 10 anos, se disse ansioso. “Minha expectativa é boa”, contou. Sophia Abreu Santos, de 8 anos, que vai cursar o 3º ano também não escondeu a expectativa. “Espero que seja legal, eu gostei da escola”, pontuou ela que vem de outra instituição de ensino.
Clara Barreto,12 se disse muito alegre e contente com o início das aulas. “Estou muito feliz em voltar, poder rever minhas amigas”. Bernardo Andrade, do 6º ano falou também desse início do ano. “Tô animado em poder conhecer novos professores”.