WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal





Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

novembro 2022
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


:: 14/nov/2022 . 18:15

Presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia, Paulo Gabriel Nacif, integrará equipe de transição do governo Lula

O nome do ex-reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e presidente do Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE/BA), Paulo Gabriel Soledade Nacif, foi anunciado oficialmente na tarde desta segunda-feira (14), pelo vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, para integrar a equipe de transição do governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, na área da educação.

Durante o governo de transição, o grupo terá o papel de apresentar diretrizes e prioridades para a pasta da Educação, sendo liderado pelos ex-ministros Fernando Haddad (PT) e Henrique Paim.

Para o professor Paulo Gabriel, essa indicação é o reconhecimento dos esforços do Governo da Bahia, dos conselheiros do Cee, das universidades e dos movimentos sociais do estado em manter a educação pública como prioridade em um cenário histórico adverso tanto pela pandemia da COVID-19, quanto pela ausência do Governo Federal nesses últimos quatro anos.

“A Bahia conseguiu se manter avançando, apesar do negacionismo educacional federal. A preocupação em reorganizar a educação pós-pandemia deve ser o foco de todo o GT. A minha contribuição se dará, principalmente, em três dimensões: na reorganização das políticas de inclusão e diversidade na educação, defendo a recriação da secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (Secadi/MEC); no fortalecimento das IES Públicas e no regime de colaboração”, disse o presidente do Conselho que foi secretário da Secadi no governo Dilma Roussef (2015-2016).

:: LEIA MAIS »

Conferência do Clima-COP 27 debate “Cadeia do Cacau na América Latina: Trabalho Decente, Mitigação e Adaptação Climática”

O cacau e o chocolate serão temas em debate na COP 27, a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas, que está sendo realizada no Egito. Nesta terça-feira, dia 15, às 17h30  horas horário do Egito (12h30 horas horário do Brasil), acontece o a mesa redonda “Cadeia do Cacau na América Latina: Trabalho Decente, Mitigação e Adaptação Climática”.

 

O objetivo do debate é conscientizar o mundo de que a produção de cacau na América Latina é, em essência, resultado de trabalho decente, não envolvendo trabalho escravo, e ocorre em um sistema agroflorestal que promove a conservação das florestas e a fixação de carbono.

Também será mostrado na COP 27  que o chocolate produzido com cacau cultivado na América Latina pode ser consumido com a consciência de que, além de sua alta qualidade, também está contribuindo para a preservação do meio ambiente e apoiando agricultores familiares livres do trabalho escravo e infantil.

  :: LEIA MAIS »

Recital 2022 da Casa Do Vovô reúne duas gerações de artistas


Uma tarde emocionante. Um momento rico de artes e muita proclamação do evangelho através da música e poesia. Foi assim definido pelo público o Recital 2022 da Casa do Vovô, ocorrido na tarde de sábado(12). O evento reuniu duas gerações de artistas. Crianças, adolescentes e idosos. Eles fizeram apresentações arrancando aplausos.

“Uma tarde de arte, cultura, lazer e entretenimento”, definiu o Pastor Geraldo Meireles, da Igreja Batista Teosópolis, que tem a Casa do Vovô como um dos seus braços sociais.

O Recital 2022 da Casa do Vovô, que retorna depois de dois anos de pandemia, contou com apresentações do coral da Casa do Vovô, formado por idosos que frequentam a Casa do Vovô, que cantaram com muita alegria e fervor, também da linda apresentação do coral Olga Ribeiro, da Igreja Batista Teosópolis.

:: LEIA MAIS »

Ilhéus sedia 3ª Edição do Festival Literário Sul – Bahia

A cidade de Ilhéus vai receber a 3ª edição do Festival Literário Sul – Bahia (FLISBA), que acontecerá entre os dias 17 e 19 de novembro de 2022. Pela primeira vez, o FLISBA ocorrerá de forma presencial e as mesas principais serão transmitidas pelos canais do  Flisba na internet. O Festival este ano tem como tema: Resistência Cultural – Literatura, Educação e Liberdade. O objetivo dos organizadores é reunir os escritores e as diversas pessoas interessadas nas diversas linguagens artísticas para refletirem sobre a literatura e as artes e suas conexões com a educação e a liberdade. A programação envolve mesas, conversas, saraus, música e oficinas, além do Slam Sul – Bahia Magnus Vieira, competição de poesia falada.

 

Alguns membros do Coletivo Flisba: Indy Ribeiro, Roger Ferreira, Sheilla Shew, Luh Oliveira e Tácio Dê, coletivo responsável pela organização do evento.

O FLISBA DE 2023 homenageia duas grandes personalidades da cultura sul-baiana, a professora Tica Simões e o professor Apolônio Brito. Ambos possuem uma forte atuação na área da educação na Bahia. O professor Apolônio Brito nasceu em 1919 num remanescente de quilombo. Em pleno século XX, foi escravo por um ano em troca do enxoval de casamento de sua irmã, conta o professor Samuel Mattos no livro “Apolônio, o multiplicador”, de lá para cá se tornou um referencial no sul da Bahia. Por sua vez, a professora Tica Simões consolidou uma carreira de ensaísta e docente na antiga FESPI e atual UESC, onde colaborou para as pesquisas nas áreas da cultura e do turismo, desenvolvendo inúmeras ações de promoção nas respectivas áreas. Ela acabou de ser eleita para fazer parte da Academia de Letras de Ilhéus e já integra a Academia de Letras de Itabuna desde a fundação.

As mesas e conversas contarão com diversos escritores e escritoras, como: Aleilton  Fonseca, Maria da Luz Leite, Marcus Vinicius Rodrigues, Marcos Luedy, Rita Santana, Efson Lima, Katiana Rigaud (Clube de  Lu), Valdeique Oliveira (Café com poema),  Lia Sena (Mulherio das Letras – Bahia), Clarissa Melo, Ramayana Vargens,  Ruy Póvoas, Ana Lúcia Santos,  Daniel – Ladrão de Livros,  Alex Simões, Pawlo Cidade, Silmara Oliveira, Geraldo Magela, Adroaldo Almeida, Gabriel Nascimento, Mestra Janete Lainha, Jailton Alves, André Rosa,  Luh Oliveira, Indy Ribeiro, Fabrício Brandão e Dan Gomez, entre outros convidados que participarão das discussões.

Haverá no primeiro dia do evento, dia 17/11, além das mesas e conversas uma concentração cultural na frente do Teatro de Ilhéus,  que marcará a abertura oficial do evento. Vão ocorrer também apresentações circenses e de grupos culturais da região. Todas as atividades do FLISBA são gratuitas e a expectativa dos organizadores é reunir as pessoas interessadas na literatura, educação e gestão cultural.

:: LEIA MAIS »

Campeonato Interbairros de Futebol tem mais seis equipes classificadas para a 3ª fase

Mais seis seleções se classificaram no domingo, dia 13, ao final da segunda rodada da 2ª fase do Campeonato Interbairros de Futebol de Itabuna, a maior competição do futebol amador do interior da Bahia. O certame é realizado pela Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, com o apoio do 15º Batalhão da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal

Se classificaram Lomanto e Nova Ferradas, depois de Santa Catarina 0 x 2 Lomanto e Ferradas 0 (0) x 0 (3) Nova Ferradas, após cobranças de penalidade neste segundo jogo no Estádio Luiz Viana Filho. Jorge Amado e Sinval Palmeira, após Bananeira 0 x 1Jorge Amado e Sinval Palmeira 2 x 1 Condomínio São José, no campo do Bairro de Ferradas.

Já no campo do São Pedro, jogaram Santa Inês 1 x 0 Novo Horizonte e Santo Antônio 2 x 1 São Lourenço, tendo se classificado Santa Inês e Santo Antonio. Dentre as equipes que disputaram as partidas no domingo passado, já estão classificadas as seleções dos bairros Mangabinha, Vila Anália, Pedro Jerônimo, Maria Pinheiro, São Roque e Califórnia.

Éden rebate críticas de Leão a Rui e prefeitos: “deveria pedir desculpas”

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, rebateu nesta segunda-feira, 14, as declarações de João Leão, que fez críticas ao governador Rui Costa e a prefeitos e prefeitas baianas. Para o dirigente estadual, João Leão foi desrespeitoso e demonstra não ter amadurecimento político.

“Isso não é forma de tratar nossas lideranças municipais, sugerindo que os prefeitos são vendidos. Eles, por acaso, estão no mercado? E depois João Leão conhece como o governador trabalha, e por isso precisa respeitar Rui também. João Leão deveria pedir desculpas aos prefeitos e prefeitas baianas e ao governador Rui Costa”, destacou Éden.

O presidente estadual do PT afirmou ainda que seu grupo político tem muito orgulho da campanha eleitoral realizada neste ano. “Fizemos uma campanha limpa, sem ataques, alegre e muito propositiva, tanto que a população escolheu Jerônimo Rodrigues como governador. As acusações de Leão só podem ser choro de mau perdedor porque o grupo para o qual ele migrou foi derrotado nas eleições”, concluiu o dirigente petista.

No Dia Nacional da Alfabetização, Jerônimo reafirma que vai enfrentar analfabetismo e fortalecer educação em parceria com Municípios

 

O governador eleito da Bahia, Jerônimo Rodrigues, reafirmou, nesta segunda-feira (14), seu compromisso em garantir a alfabetização na idade certa, enfrentar o analfabetismo no estado e promover políticas públicas para garantir uma educação de qualidade para todas as baianas e baianos.

“Esse é um dos pontos centrais do nosso Programa de Governo. Junto com Lula faremos mais para os que precisam e que, historicamente, foram excluídos. Vamos combater o analfabetismo e priorizar a educação de jovens e adultos”, disse o próximo chefe do Executivo, que assume o mandato em 1º de janeiro. A declaração foi feita nas redes sociais em virtude da celebração do Dia Nacional da Alfabetização.

No Programa de Governo Participativo de Jerônimo, elaborado com a participação de mais de 200 mil pessoas, constam como compromisso a parceria do Governo do Estado com os Municípios para assegurar a alfabetização na idade certa e a ampliação do Programa Estadual de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos (EJA), com a contratação de mais profissionais em todo o estado para assegurar esse direito essencial aos baianos e baianas.

SESI Bahia inscreve para bolsas de estudo

O Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) está com inscrições abertas até dia 18 de novembro para 295 bolsas de estudo para o ano letivo de 2023. As oportunidades são destinadas a estudantes do 1º ano do Novo Ensino Médio. O principal critério para concorrer a uma das bolsas é renda familiar de até dois salários mínimos. Os candidatos deverão participar de um processo seletivo. A prova será realizada no dia 11 de dezembro.

 

As vagas são oferecidas nas 10 escolas da rede na capital e no interior do estado. Em Salvador, são 160 vagas distribuídas nas escolas de Piatã (70), Retiro (70) e Itapagipe (20). Já no interior, oportunidades são em Feira de Santana (30), Barreiras (20), Luís Eduardo Magalhães (20), Ilhéus/Itabuna (20), Vitória da Conquista (15), Juazeiro (10) e Camaçari (20).

 

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 18 de novembro de 2022 ou até que sejam atingidos os limites de inscrições por escola, conforme estabelecido no edital. O edital com todas as informações sobre o processo seletivo está disponível nos sites da Escola SESI (www.escolasesiba.com.br) e do Instituto Universal de Desenvolvimento Social (www.iuds.org.br), empresa contratada para realizar a seleção.

:: LEIA MAIS »

COP27, primeira semana – notas de uma ativista socioclimática jovem

 

 

Meu nome é Amália, eu sou uma ativista socioclimática de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. No meu dia a dia, luto por uma justiça climática interseccional e inclusiva, e por uma transição justa para um futuro sustentável para a natureza e todos os setores da sociedade. Nesta terça-feira (8), acompanhada das ativistas Adriani Maffioletti (RS), Mikaelle Farias (PB) e Nayara Almeida (RJ), cheguei na Conferência das Partes das Nações Unidas (COP, sigla para o inglês Conference of the Parties), a maior conferência de clima do mundo, para pautar justamente clima e sociedade, e comunicar para o público geral sobre o que acontece dentro desse espaço.

A ativista socioclimática Amália B. Garcez (à direita) e suas colegas, na COP27, Egito (Foto: arquivo pessoal)

Historicamente, a COP vem sendo um espaço extremamente decisivo em termos de política climática. O acordo de Paris, por exemplo, que define compromissos e metas para a redução de emissões de cada país, foi firmado na COP21, em 2015. No entanto, apesar de serem adotadas metas relevantes – como a contenção do aumento da temperatura média em 2 graus celsius – ainda são poucos os compromissos efetivamente cumpridos. Como jovem, ir à COP, entre outras coisas, significa ver de perto a inação dos líderes globais, que preferem lucro imediato a um futuro para a minha e as próximas gerações.

Esse ano, a COP tem sua 27ª edição, e está acontecendo no Egito. Sharm El Sheikh, a cidade da conferência, é uma cidade turística na costa sul do Egito. Ao chegar aqui, é difícil não ver a diferença entre os residentes e os visitantes da cidade. Na região costeira estão localizados grandes resorts de luxo, onde grande parte das pessoas indo à COP está se hospedando. Logo do outro lado da rua, pode-se ver bairros com casas antigas, pintura descascada e ruelas sem pavimentação. Assim, o único contato que os participantes da COP têm com a sociedade civil do país parece ser quando são servidos por eles em coquetéis e eventos.

:: LEIA MAIS »

Festival de Reggae de Itacaré atraiu milhares de pessoas na noite de abertura

 

Uma noite inesquecível! É assim que ficará na memória de todos aqueles que foram prestigiar a primeira noite do Festival de Reggae de Itacaré. O Festival atraiu milhares de pessoas neste sábado (12), que dançou muito reggae nas areias da praia da Coroinha.

O primeiro grupo a se apresentar, foi o Bruta Raça, atração local que cantou com o público grandes sucessos. Liderada pelo vocalista Rômulo Mocotó, o grupo levantou a galera com o repertório voltado para o ritmo de origem jamaicana, cantando sucessos de artistas consagrados. Em seguida, o grupo renomado nacionalmente, Tribo de Jah,  garantiu a animação com os seus grandes sucessos cantados junto com o povo como “Morena Raiz”, “Uma Onda Que Passou”, “Ruínas da Babilônia”, “Globalização”, “Na Paz de Jah”, “Babilônia em Chamas”, dentre outros. O público não ficou parado em nenhum momento com o grupo.

Para encerrar a noite, a atração internacional, Rusty Zinn, levou o público ao alto astral com sua performance no palco.

Neste domingo (13), o evento continua, a partir das 21h, com as bandas Santuáryo, Mussutaíba e mais um grande sucesso nacional, Adão Negro.

O evento é realizado pela Prefeitura, com apoio do Governo da Bahia, Bahiatursa e Mais Ações Integradas. O Festival de Reggae, para além do entretenimento, objetiva também o impulsionamento do turismo, valorizar a cultura local e aquecer a economia.

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia