WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia shopping jequitiba livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

julho 2022
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: 17/jul/2022 . 17:30

VII Jogos Indígenas Estudantis Tupinambá serão disputados em Olivença

jogo indCom uma programação marcada por atividades desportivas e culturais, os VII Jogos Indígenas Estudantis Tupinambá começam na próxima segunda-feira (18), na Aldeia Mãe Olivença, em Ilhéus. Idealizado pelo Grupo de Jovens Indígenas Tupinambá de Olivença, a competição contará com a participação dos estudantes da Educação Indígena do sul e extremo sul da Bahia, além de indígenas de outros estados e alunos convidados das redes municipais e estaduais de Ilhéus de outras etnias, como Pataxó, Pataxó Hã Hã Hãe, Tuixá, Kiriri e Pankararé.

Criado com o objetivo de proporcionar a troca de vivência intercultural e o fortalecimento da cultura indígena tupinambá, os jogos indígenas da região terão como público alvo 725 estudantes de escolas estaduais indígenas, entre crianças, adolescentes, adultos, idosos e alunos com necessidades especiais.

Durante o evento esportivo-cultural, que acontece até domingo (24), serão disputadas as modalidades cabo de guerra, arco e flecha, zarabatana, natação, canoagem, corridas rústica, maracá e com toró, arremesso de tacape, futebol e surf. Na parte cultural, os jogos – que vão acontecer próximo às comemorações do Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto) e do Dia do Estudante (11 de agosto) – vão envolver atividades como a tradicional Puxada do Mastro e o Ritual do Povo Tupinambá, no qual são apresentados canções entoantes, danças e oração.

Sobre os jogos indígenas – Os Jogos Indígenas Estudantis têm como objetivo proporcionar a visibilidade e o fortalecimento da diversidade étnica e cultural dos povos indígenas, bem como contribuir para o processo de aprendizagem dos alunos através do esporte.

Benevides Chocolates recebe Expedição Cacau e Chocolate do Brasil

exposição c c (2)A Chocolates Benevides, em Itabuna, dirigida pela chocolate maker Leilane Benevides,   recebe no  dia 19 de julho, mais uma edição da Expedição Chocolates do Brasil, coordenado por Juliana Ustra. Com o tema “Vivência em fábrica de chocolate”, o evento proporcionará uma experiência única aos participantes, uma ação multi-sensorial!

Leilane Benevides e Juliana Ustra

Leilane Benevides e Juliana Ustra

Será um processo de  vivência dentro da fábrica de chocolates bean to bar  da Benevides em Itabuna. Primeiro ocorre um tour na produção, para conhecer o processo desde a amêndoa até a barra.

vejam o texto completo em

 

www.cacauechocolate.com.br

 

Estudantes de Enfermagem fazem visita técnica ao Hospital Materno-Infantil, em Ilhéus

enf mat inf (2)Estudantes do curso de Enfermagem da Faculdade de Ilhéus realizaram, na última semana, uma visita técnica ao Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, situado no Bairro da Conquista, sob a supervisão da professora Brenda Valles. A atividade objetiva oportunizar aos alunos uma vivência prática nos campos de atuação do enfermeiro, para a consolidação do conhecimento teórico adquirido em sala de aula.

 

enf mat inf (1)O Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, construído pelo Governo da Bahia, foi inaugurado em 6 de dezembro do ano passado e funciona como unidade de referência para a região Sul do Estado, em cirurgia pediátrica e parto de alto risco. Possui 105 leitos de internação, sendo 10 de UTI Neonatal e 25 de semi-intensivo, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências da região, durante 24 horas, com acesso por demanda espontânea e referenciada, integrada às unidades de atenção primária.

 

A comitiva foi integrada por estudantes do sexto semestre do curso de Enfermagem, através da disciplina Enfermagem na atenção à saúde da criança e do adolescente, ministrada pela professora Brenda Valles. A atividade ocorreu em virtude de parceria entre a Faculdade de Ilhéus e o Hospital Materno-Infantil, que prontamente atendeu à solicitação, após o cumprimento de requisitos necessários.

:: LEIA MAIS »

Amurc participa do Fórum de Mulheres Quilombolas, em Itacaré

m quiom (2)A Amurc participou,  no Quilombo Urbano Porto de Trás, em Itacaré, do 1. Fórum de Mulheres Quilombolas, com o objetivo de debater sobre as políticas públicas para mulheres negras. O evento foi promovido pelo Colegiado de Desenvolvimento Territorial, Prefeitura Municipal de Itacaré, Conselho Quilombola e a Câmara Temática de Mulheres do Território Litoral Sul, com o apoio da Amurc, Consórcio Litoral Sul, entre outras instituições.

m quiom (3)

O tema: “Partilhando saberes na construção e defesa do território Litoral Sul” foi abordado por mulheres de comunidades quilombolas, do Movimento Negro Unificado, do Programa Mulheres que Cuidam e do Território Litoral Sul, que contribuíram com reflexões para que o público feminino se fortaleça e ocupe espaços nas esferas de poder.

:: LEIA MAIS »

“É lá e cá, é Bahia e é Brasil, e não tem como separar”, afirma Éden sobre pesquisa que aponta crescimento de Jerônimo

ptO presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, afirmou que o resultado da pesquisa AtlasIntel, divulgada neste domingo, 17, é a confirmação da nacionalização como elemento central das eleições baianas. O levantamento foi registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 02664/2022.

 

“Não celebro nem lamento pesquisa. Já disse e repito: vamos comemorar nas urnas. Com humildade, sem salto alto. Mas a pesquisa divulgada por A Tarde neste domingo reforça a nacionalização como elemento central da disputa eleitoral na Bahia. E que negar ou tentar desviar dessa questão é esforço em vão. O eleitor, a eleitora, decide primeiro seu voto para presidente e depois vai montando o restante da votação. Que vota 13, claro, vai buscar saber quem é o 13 para governador, deputado, etc. É lá e cá, é Bahia e é Brasil, e não tem como separar”, afirmou o presidente.

:: LEIA MAIS »

Uesc celebra convênio com a Universidade de Minho, Portugal

uesc minho“As universidades, a ciência e as cidades sustentáveis: As parcerias para a inovação”, foi o tema da palestra apresentada pelo reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), professor Dr. Alessandro Fernandes de Santana, durante 4.º Seminário cujo tema central: Smart Cities and Law, E-Governance and Rights, (Cidades Inteligentes e Direito, Governança Eletrônica e Direitos) promovido pela Escola de Direito da Universidade de Minho (UMinho), na cidade de Braga, em Portugal.

uesc minhoApós o Seminário, representando a Uesc, o reitor Alessandro Fernandes assinou, em conjunto com o reitor da Universidade do Minho, professor Dr. Rui Vieira de Castro, um convênio internacional entre as duas instituições com o objetivo de estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre as partes, em todos os campos de interesse comum.

A realização deste convênio contou com as participações do professor Dr. Clodoaldo Anunciação, do Departamento de Ciências Jurídicas, da Uesc, responsável pelos primeiros contatos entre as duas universidades e da assessora de Relações Internacionais professora Dra. Ticiana Grecco Zanon Moura (Uesc), que conduziu o processo de realização do convênio em conjunto com a profa. Dra. Isabel Fonseca (UMinho).

“A ligação da nossa Universidade com a UMinho já é muito grande, temos professores da Uesc que fazem doutorado nessa instituição portuguesa e algumas pesquisas são desenvolvidas de forma conjunta. O convênio amplia as possibilidades em todas as áreas de conhecimento. Nesse sentido, agradeço o empenho dos professores Clodoaldo Anunciação, da nossa assessora de Relações Internacionais Ticiana Zanon Moura (Uesc) e Isabel Fonseca (UMinho) ”, observa o reitor Alessandro Fernandes.

Segundo a assessora da Arint, professora Ticiana Zanon explica “o interesse em fazer um convênio surgiu do trabalho que o prof. Dr. Clodoaldo Anunciação (Decijur/Uesc) possui com o JUSGOV – Centro de Investigação em Justiça e Governação, coordenado pela professora, Isabel Celeste Monteiro Fonseca, (UMinho). Diante do amadurecimento das negociações, o projeto está sendo consolidado neste ato”.

“Quanto a participação da Uesc no seminário “Cidades Inteligentes e Direito, Governança Eletrônica e Direitos” onde a pesquisa empírica é a definição da estratégia global para as cidades inteligentes, o objetivo é ouvirmos o que eles estão fazendo aqui, em Portugal e na Europa, para tentar conectar com grupos na Uesc que realizam trabalhos nesta linha para estabelecermos a conexão, ” detalha a docente.

UMinho – A Universidade do Minho foi fundada em 1973, é uma fundação pública com regime de direito privado, ao abrigo do Regime Jurídico da Instituições de Ensino Superior, possui mais de 19 mil estudantes nas diversas áreas do conhecimento, sendo mais de 2.400 estudantes estrangeiros.

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia