WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

prefeitura itabuna sesab bahia shopping jequitiba livros do thame





Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


Centro de Triagem e Econegócios gera renda e garante trabalho digno aos catadores de recicláveis em Itacaré

Implantado pela Prefeitura de Itacaré,  o Centro de Triagem e Econegócios se tornou referência como projeto de reciclagem que oferece condições dignas de trabalho, gera emprego e renda e contribui para a conservação ambiental.

A Associação Vitória de Catadores de Materiais Recicláveis, responsável pela gestão do CTE, é composta por 25 famílias e em dezoito meses já comercializou cerca de 550 toneladas de produtos com empresas que seguem a legislação ambiental, gerando uma renda média de um salário mínimo por família.

 

Entre os produtos coletados pelos catadores para a reciclagem estão papel, papelão, metal, vidros, eletroeletrônicos  e óleo residual. O material é coletado em dez ecopontos espalhados pela cidade e em hotéis, pousadas e supermercados.

 

A catadora Maria de Fátima Nunes Pimentel destaca que “aqui a gente trabalha com toda a segurança e garante uma renda que permite o sustento nas nossas famílias, estou muito feliz com essa oportunidade que o prefeito Antônio de Anízio nos proporcionou”. Para Wanderson Andrade Carvalho, o  Dedé, “nossa vida melhorou muito, porque além de ter uma renda mensal e um espaço para reciclagem, nós deixamos o lixão para sermos reconhecidos como agentes ambientais”.

 

PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE

 

“O nosso trabalho passou a ser valorizado, hoje me sinto uma cidadã de verdade, que além de atuar num local decente, tenho uma moradia onde posso viver com dignidade”, afirma Simone Nunes Pimentel.

Dentro do processo de valorização dos catadores, foram construídas 25 moradias com toda a infraestrutura de saneamento básico ao lado do Centro de Econegócios.

 

Além do processamento de material para reciclagem, o Centro de Triagem e Econegócios produz vassouras ecológicas com garrafas pet que são utilizadas pelo setor de limpeza pública, ecobolsas com sacolas plásticas e artesanato em papel, comercializados na sede da cooperativa.

 

 

A comunidade é envolvida no processo através de ações de educação ambiental, eco-gincanas para estudantes e o incentivo para que o trade turístico valorize o material que pode ser reciclado.

 

 

 

Christian Sirqueira coordenador do Centro de Econegócios ressalta que “os catadores trabalhavam num ambiente subhumano, em meio a lama e animais e hoje atuam num local que oferece toda a estrutura para um trabalho digno, com fornecimento de alimentação regular, espaço higienizado”.

 

“A participação da comunidade é  fundamental tanto na separação de itens recicláveis como na utilização dos ecopontos, num processo que também envolvemos as escolas, para que os jovens despertem para a importância da coleta seletiva e o trade turístico, em ações permanentes de educação ambiental”, diz Christian.

 

RECONHECIMENTO NACIONAL

 

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, foi o vencedor do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Edição Bahia 2021/2022, uma iniciativa criada para reconhecer prefeitos e administradores regionais que implantaram projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento dos pequenos negócios.

Itacaré foi premiada na categoria Inovação e Sustentabilidade, com o Projeto Lixão Nunca Mais, desenvolvido pela Prefeitura, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Regional, que contempla uma série de ações ambientais.

Antônio de Anízio

O projeto Lixão Nunca Mais foi impulsionado com o fim do descarte de lixo numa área de Mata Atlântica, a construção de uma Estação de Transbordo e o envio de resíduos para o aterro da CVR Costa do Cacau, parceira do projeto, no aterro sanitário na Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna), que atende todas as diretrizes do Plano Nacional de Resíduos Sólidos.

 

O prefeito Antônio de Anízio destaca que “ao encerrar as atividades do lixão que era uma chaga aberta na mata, promover a destinação correta dos resíduos  e implantar a Central de Agronegócios, valorizamos o ser humano e o meio ambiente, fazendo de Itacaré um modelo de sustentabilidade e valorizando o turismo, um setor essencial na geração de empregos no município”.

“Vamos caminhar muito e dizer, fala Ilhéus, quero te escutar”, diz Adélia sobre proposta de Governo Participativo

Pré-candidata a prefeita de Ilhéus pela Federação Brasil de Esperança, a professora Adélia Pinheiro se reuniu neste final de semana com coordenadores de Grupos Temáticos criados por ela para construir propostas, delineamento e metodologia visando a realização de uma escuta popular onde os ilheenses poderão sugerir ações de governo para o município a partir de 2025.

A proposta é que seja consolidado um governo efetivamente participativo de uma cidade próxima a completar 500 anos, cujas decisões promovam desenvolvimento a todas as regiões de Ilhéus. “Vamos caminhar e caminhar muito. E dizer, fale Ilhéus, quero te escutar”, disse Adélia aos presentes.

Temas como cultura, esporte, juventude, saúde, educação, mobilidade, transporte público, agricultura familiar, geração de emprego e renda, dentre outros, estão entre os planejados e debatidos pelos GTs. O próximo passo é, agora, estabelecer o diálogo com a população, com a presença da pré-candidata nos bairros e nas zonas urbana e rural de Ilhéus.

:: LEIA MAIS »

Campanha Ilhéus, Cidade da Sorte vai o comércio

Entre os meses de abril e julho, três importantes datas costumam movimentar o comércio: Dia das mães, Dia dos namorados e São João. E para ajudar a alavancar as vendas e motivar lojistas e consumidores, a CDL de Ilhéus vai realizar mais uma edição da Campanha Ilhéus, Cidade da Sorte.

Este ano a ação promocional, que é realizada em parceria com a Prefeitura Municipal, vai repetir o sucesso do ano passado, sorteando 30 mil reais em vales-compras e um carro zero quilômetro. “Os vales-compras costumam gerar retorno imediato para os lojistas que participam da campanha, além deixar o consumidor a vontade na hora da compra. Já o carro é um grande sonho para muitas pessoas, e reforça o compromisso da CDL em oferecer os melhores e maiores prêmios para os consumidores que acreditam em nosso comércio”, salientou o presidente da entidade, o empresário Anselmo Clement.

Além dos sorteios, a campanha Ilhéus, Cidade da Sorte promove diversas ações, com o objetivo de animar o comércio e chamar a atenção dos consumidores locais e de cidades circunvizinhas. Um desses eventos é o Forró do Comércio, que reúne bandas locais, no centro da cidade, visando, principalmente consumidores e comerciários.

Redes sociais: Censura, não. Direitos humanos, sim.

O recente embate entre o ministro Alexandre de Moraes e o bilionário Elon Musk reacendeu um debate crucial: o papel das redes sociais em nossa sociedade. É fundamental analisarmos essa questão com seriedade e sem paixões partidárias, reconhecendo a necessidade de encontrar um equilíbrio entre a liberdade de expressão e a responsabilidade com o bem-estar social. Na minha opinião, Moraes apenas cumpre o papel que lhe é atribuído, de defender a nossa Constituição.

As investidas e factóides de Musk contra ele e o presidente da República são inaceitáveis e representam um ataque direto às instituições democráticas brasileiras. Tais ações visam desviar o foco de temas relevantes e promover a desinformação, colocando em risco a paz social e a própria estrutura da nossa democracia.

As redes sociais, ferramentas com imenso potencial para conectar pessoas e compartilhar informações, têm sido utilizadas de forma perversa por muitos. A disseminação de ódio, mentiras e conteúdo prejudicial tornou-se rotina, causando danos à reputação de indivíduos, famílias e instituições.

O debate sobre as redes sociais não deve se resumir a uma disputa entre lados políticos. O foco precisa estar no conteúdo veiculado nessas plataformas e no impacto que ele gera na sociedade. É fundamental buscar soluções que promovam a responsabilidade e o respeito à vida.

Chamar de censura a criação de um regramento que humanize as redes é superficial e ignora a realidade. O que defendo é a necessidade urgente de diretrizes claras e eficazes para combater crimes de ódio, discriminação, pedofilia e outros conteúdos nocivos. Uma sociedade sem leis e sem ordem nas redes sociais é um ambiente propício para a proliferação de violência e danos à democracia.

A Europa já trilhou um caminho importante ao implementar regras para as grandes empresas de tecnologia, obrigando-as a cumprir normas que protegem os usuários e a sociedade. O Brasil não pode se furtar a essa responsabilidade.

:: LEIA MAIS »

Sindicato reinaugura sede com muitas atividades

Nesta terça (16), às 18h, acontece ato de reinauguração da sede do Sinjorba, que fica no edifício Braulio Xavier, na rua Chile, em Salvador. A entrega do espaço, totalmente reformulado e climatizado, acontece junto com outras atividades de valorização, modernização e fortalecimento do Sindicato.

Na oportunidade será entregue à categoria a Biblioteca do Jornalista Baiano, iniciativa que visa reunir a produção literária, gráfica e de imagens de nossos colegas. Vários deles já estiveram no espaço, fazendo doação de seus livros, fotos e charges, que passarão a compor o acervo da entidade.

Durante a reinauguração será apresentada a nova logomarca do Sindicato, mais moderna e antenada com os novos tempos da comunicação. E também será lançada a Campanha Salarial Nacional dos Jornalistas, iniciativa da Fenaj para unir a categoria em todo o país em torno da mobilização por melhores salários e condições de trabalho.

A Biblioteca receberá o nome de um jornalista, professor e escritor muito querido pela categoria profissional, que será revelado apenas no dia da sua inauguração. E a sala será batizada com o nome de um dos fundadores e primeiro presidente do Sinjorba, Heron de Alencar. Também será feita uma homenagem a outro ex-presidente do Sindicato, Jorge Ramos, que nos deixou há poucos dias.

:: LEIA MAIS »

Professor da rede estadual de Feira de Santana é finalista do prêmio nacional Educador Transformador

Conhecido pelos alunos por “professor John”, João Luiz Costa é um dos finalistas do Prêmio Educador Transformador 2024, na categoria Educação de Jovens e Adultos (EJA), com o projeto Pretitude em Foco. O educador, que concorreu com mais de três mil projetos de todo o país, desenvolve esse trabalho, há três anos, com os estudantes do Colégio Estadual de Tempo Integral Edith Machado Boaventura, no município de Feira de Santana-Ba. “Ser finalista do Prêmio Educador Transformador é uma realização emocionante porque, desde criança, eu decidi ser educador para fazer a diferença na vida das pessoas”, relata.

Professor de Língua Inglesa e Artes, João explica que o projeto Pretitude em Foco consiste em ensaios fotográficos em que os próprios estudantes são os modelos, fotógrafos e maquiadores. Eles se integram ao trabalho após a participação em oficinas, palestras e minicursos ofertados na escola. As fotografias foram expostas em 15 escolas públicas da região de Feira de Santana, em shopping centers e eventos, bem como passaram a fazer parte do acervo da Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC).

Para o educador, “cada pequena iniciativa e cada gesto de amor e dedicação são uma contribuição para um mundo melhor”. Ele diz que é “imensamente grato” a todos que o precederam, que o ensinaram, o guiaram, o apoiaram e tornaram possível que chegasse à final. “Esta conquista não é apenas minha, é de todos os que compartilharam comigo essa jornada. É o resultado de um trabalho conjunto, de muitas mãos, vozes e olhares. Esse prêmio reforça a minha fé no poder da educação e na importância de termos o nosso trabalho como professores valorizados. Independentemente do resultado da etapa nacional, já me sinto vencedor junto com todos os professores e estudantes participantes do Pretitude em Foco por termos alcançado tal visibilidade para a EJA e para a educação baiana”.

O Projeto Pletitude em Foco foi um dos contemplados pelos editais Professor Jorge Conceição, em 2022, Makota Valdina, em 2024. Ambos os editais são iniciativas do Governo do Estado da Bahia, por meio das secretarias estaduais da Educação (SEC) e de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi) e têm o objetivo de premiar, em até R$ 50 mil, projetos escolares da rede estadual de ensino que demonstrem mérito, eficácia e sucesso na valorização da história e da cultura africana, afro-brasileira e indígena.

Sobre o prêmio – O Prêmio Educador Transformador visa valorizar ideias alinhadas à Educação Empreendedora de educadores de escolas públicas e privadas de todo o Brasil que contribuem para a formação integral dos estudantes. Resultado da união do Prêmio Professor Transformador, realizado pelo Instituto Significare e pela Bett Brasil, com o Prêmio Educação Empreendedora, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a premiação é uma iniciativa de reconhecimento à criatividade e às transformações impulsionadas por práticas educacionais inovadoras alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Nesta segunda edição, concorreram 3.460 projetos de professores de todo o país e os vencedores nacionais serão conhecidos em 24 de abril, na Bett Brasil 2024, na Bett Brasil (maior evento de Educação e Tecnologia da América Latina), em São Paulo.

Governo do Estado cria dez Centros de Apoio Pedagógico Especializado no interior para Educação Especial Inclusiva

Com o objetivo de prestar Atendimento Educacional Especializado e ampliar as ações da Educação Especial Inclusiva na rede de Educação Básica, o Governo do Estado instituiu dez Centros de Apoio Pedagógico Especializado (Cape), mediante portaria publicada pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), no Diário Oficial deste sábado (13). Os Capes serão implementados nas áreas de abrangência dos Núcleos Territoriais da Educação de Irecê, Bom Jesus da Lapa, Serrinha, Seabra, Valença, Amagosa, Juazeiro, Itaberaba, Vitória da Conquista e Senhor do Bonfim.

Serão atendidos pelo Cape os estudantes com deficiência com vistas à complementação e/ou suplementação, dando suporte ao seu percurso formativo e à sua autonomia para a vida diária.

De acordo com a publicação, o Cape terá como princípio, a colaboração no processo de qualificação educacional, com vista a fortalecer o fazer pedagógico dos estudantes na rotina das unidades escolares, ofertando serviços de itinerância e formação dos professores dos estudantes integrantes da educação especial.

:: LEIA MAIS »

Governador reforça compromisso com a educação durante entrega de colégio estadual em Carinhanha

“Cobrimos os eventos da escola, temos um podcast. A nova sala vai nos ajudar muito, com iluminação, com um ambiente mais confortável”, contou a estudante Olívia Ferreira, que faz parte do clube de comunicação da escola, sobre a nova estrutura do Colégio Estadual Velho Chico, inaugurado neste sábado (13), após reforma e ampliação, em Carinhanha. A escola é um destaques para a educação entre as entregas do Governo da Bahia no oeste baiano. O governador Jerônimo Rodrigues esteve na cidade, oficializando a entrega não só da unidade escolar, mas de uma estrada pavimentada até a zona rural. O chefe do executivo também autorizou obras nas áreas da saúde e infraestrutura.


Só para o Colégio Velho Chico, o governo estadual, através da Secretaria de Educação (SEC), destinou cerca de R$ 3,3 milhões. A escola passou por reformas e adequações em salas de aula, cozinha, despensa, sala de funcionários e administrativo, refeitório, biblioteca, áreas de convivência e entrada principal para atender aos 789 estudantes que estão matriculados no ensino médio e na Educação de Jovens e Adultos (EJA).


O investimento na educação, segundo o governador Jerônimo Rodrigues, é um compromisso com os professores e com os estudantes. “Eu nasci no interior, eu nasci em um município pequeno, menor que Carinhanha, muito menor. Tem povoados, aqui, de Carinhanha que tem mais população do que o município onde eu nasci. Por isso, a entrega de um teatro, de uma quadra, de salas com ar condicionado, porque professor merece dar aula em um lugar decente. Estudante precisa estudar em um lugar decente”, compartilhou o chefe do executivo, que lembrou que também nasceu no interior da Bahia.

:: LEIA MAIS »

Vitória da Conquista segue no topo do ranking de registros de dengue Bahia

Ao todo, até esta sexta-feira (12), eram 19.879 casos prováveis da doença no município do sudoeste baiano. Vitória da Conquista lidera também o número de óbitos por dengue, totalizando oito mortes, o que representa quase 22% do total de confirmações da Bahia. Salvador e Feira de Santana ocupam a segunda e terceira posições em números de casos prováveis, com 6.168 e 5.076 registros, respectivamente. Feira de Santana ainda registra três óbitos, somando, desta forma quase, 30% quando das mortes quando acrescido aos registros de Vitória da Conquista.

A Bahia possui uma taxa de letalidade de 2,8%, menor do que a média nacional. Ao todo, foram confirmados 37 óbitos por dengue nos municípios de Vitória da Conquista (8), Jacaraci (4), Feira de Santana (3), Juazeiro (3), Piripá (3), Caetité (2), Santo Antônio de Jesus (2), Barra do Choça (1), Caetanos (1), Campo Formoso (1), Carinhanha (1), Coaraci (1), Encruzilhada (1), Guanambi (1), Ibiassucê (1), Irecê (1), Palmas de Monte Alto (1), Santo Estêvão (1) e Seabra (1). Até esta sexta-feira (12), houve o registro de 128.999 casos prováveis de dengue na Bahia

:: LEIA MAIS »

Eu, André Rosa, Jorge Amado e o Cú do Mundo

Daniel Thame

André Rosa partiu para a Morada dos Homens Bons. Professor, pesquisador, escritor, grande ser humano, sua morte deixa uma imensa lacuna no setor cultural de Ilhéus e toda a região.

 

Alvo de merecidas homenagens de seus amigos, instituições e academias literárias, André Rosa agora é saudade e exemplo de vida.

 

Minha convivência com ele foi esparsa, um ou dois encontros ocasionais em Ilhéus.

 

Mas, vivemos juntos, ainda que de forma involuntária, um momento marcante, pelo inesperado e inusitado.

 

É com bom  humor que quero homenageá-lo.

 

Em 2018 participamos juntos de uma  mesa na Festa Literária de Itabuna, a Felita, para falar sobre a obra de Jorge Amado.

 

Ele por seu vasto conhecimento acadêmico.

 

Eu, ex-jornalista em atividade e escritor extemporâneo,  por ter me atrevido a escrever um livro, Jorge100anosAmado-Tributo a um eterno Menino Grapiuna, homenagem ao centenário do escritor.

 

Cerca de 100 pessoas na platéia, boa parte delas composta de estudantes, levados quase à força por professores, para que os escritores não falassem para ninguém.

 

André esbanjando conhecimento.

 

Eu, cultura que não enche um pires, usando o empirismo que me permite estar beirando os 50 anos de jornalismo e já r com cinco livros publicados.

 

André falava com a bagagem de um estudioso  sobre a obra de Jorge e eu indo pelo lado sarcástico do escritor, com seus personagens que são a cara do povo. Tipo ´toca a bola e se livra logo dela´.

 

Tudo ia bem, até que alguém na platéia pergunta porque o povo de Ferradas rejeitava Jorge.

 

André Rosa, do alto de sua sabedoria, craque que era, mata a bola no peito e responde:

 

-Um dos motivos é que em algumas de suas obras Jorge Amado se refere a Ferradas como o cú do mundo.

 

E eu, sutileza de zagueiro de time de roça, vou na canela:

 

-E cá pra nós, ele tinha razão. Ferradas é o cú do mundo mesmo.

 

O que eu não sabia e nem tinha como saber é que a maior parte daquele grupo de estudantes no Centro de Cultura veio de uma escola de… adivinhem, Ferradas!

 

Se tivesse algum jagunço na platéia, e felizmente não tinha, era tocaia, e das grandes.

 

Avisado pelo organizador da Felita, Gustavo Felicíssimo,  tentei consertar, mas não havia o que consertar.

 

Lesse eu pensamentos e certamente captaria nada amadianas homenagens a senhora minha mãe.

 

Fecha o livro.

 

Longa vida eterna a André Rosa!





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia