WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

livros do thame





Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


Chocolat Bahia 2024: jornalistas brasileiros e internacionais visitam Itacaré

Em uma iniciativa de promoção turística, Itacaré recebeu neste domingo um grupo seleto de jornalistas e convidados internacionais, participantes do Festival Internacional de Chocolate e Cacau – Chocolat Festival Bahia 2024. O presstrip proporcionou uma imersão única nos atrativos turísticos e culturais da região. Organizado pela Secretaria de Turismo de Itacaré, em parceria com a SETUR Bahia e Trade local e com apoio da Ertour Receptivo, Sindicato Patronal de Hospedagem e Alimentação de Itacaré, Comtur.

Participantes
Entre os jornalistas presentes estavam Ana Carla Gomes do Jornal O Dia (RJ), Thalys Anjos do Metrópolis (DF), Emily Melo do O Liberal (PA), Lidenilson Marinho do Correio da Bahia (BA), Sara Xavier da Revista Visão (Portugal), Matheus Dametto do Estado de São Paulo (SP) e Anna Karenina da AK Assessoria de Imprensa. Além disso, o evento contou com a presença especial de Abdel El Aziz, Presidente da Associação dos Chocolatiers Artesãos de Paris, Matias Bertrand chef chocolateiro francês e representantes da Secretaria de Planejamento do Pará, Marconio Silva e Elisane.

Roteiro Enriquecedor
O roteiro iniciou com uma visita à Fazenda Santa Ana em no Fojo zona rural de Itacaré, onde os convidados tiveram a oportunidade de conhecer a produção local de cacau orgânico e explorar a riqueza histórica e cultural da região. Em seguida, foram recebidos pelo Grupo Aguilar Lima e desfrutaram de um almoço no Resende Imperial, que proporcionou uma experiência gastronômica autêntica.

:: LEIA MAIS »

Bahia Sem Fome: Cozinhas comunitárias começam entrega de refeições para população em vulnerabilidade social de 14 municípios

A rotina de preparação dos alimentos que chegarão a 20 mil baianos em situação de insegurança alimentar tem reorganizado as cozinhas comunitárias e solidárias da Bahia contempladas pelo primeiro edital Comida no Prato, parceria do programa Bahia Sem Fome (BSF) com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). Com o investimento de R$ 24,2 milhões da administração estadual, as entidades aprovadas no primeiro edital farão a distribuição das refeições por 110 dias. Cada cozinha se responsabilizará pela preparação de, pelo menos, 200 pratos diariamente.

A missão emociona Josinete Araújo, cozinheira da Associação Comunitária Cultural da Conceição II, em Feira de Santana. “A gente se sente muito feliz de ver a alegria das pessoas saindo com sua refeição. Nós temos que fazer o melhor, né?! É muito gratificante. Eu me sinto fazendo a obra de Deus! Muito feliz, mesmo, de estar cooperando com esse projeto”, relatou.

Sobre o cardápio, ela divide “nós fazemos o almoço na segunda, na quarta e na sexta-feira, e cada dia nós elaboramos um prato. É uma salada de uma coisa na segunda, outra na terça, as carnes são dois tipos de carne. A gente faz fígado, frango, fazemos bife acebolado, bife de caldo. É uma variedade, né?! Pra pessoa se sentir importante”. A associação, que cuida da cozinha comunitária, tem a responsabilidade de produzir os pratos três vezes por semana.

:: LEIA MAIS »

Chocolat Festival em Ilhéus recebe 65 mil pessoas e gera R$ 25 milhões em negócios

Realizado de quinta (18) a domingo (21), no Centro de Convenções, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau de Ilhéus – Chocolat Bahia 2024, em sua 15ª edição na cidade celebrizada por Jorge Amado, se consolidou como o maior evento do gênero na América Latina. De acordo com os organizadores, o festival recebeu cerca de 65 mil pessoas e movimentou cerca de 25 milhões de reais, entre comercialização de produtos, negócios realizados e a ocupação da rede hoteleira, comércio, lazer e serviços.

Marco Lessa

Marco Lessa, idealizador e coordenador do Chocolat Festival, diz que “é motivo de orgulho constatar que há 15 anos começamos com duas marcas de chocolates caseiros e poucos expositores e hoje são mais de duzentas marcas de chocolates de origem, cem dessas marcas no Sul da Bahia, expansão do ecoturismo e impacto positivo em vários setores da economia regional”. “O evento tomou uma dimensão tão grande que estamos articulando com o Governo do Estado a construção de um pavilhão de feiras onde pretendemos implantar o Museu do Cacau e do Chocolate”, afirma Lessa.

 


O Chocolat Festival contou com cerca de 200 expositores. Desses, mais  de 350 marcas de chocolates fizeram a alegria do público, com a comercialização e degustação produtos de cacau e derivados, cursos de capacitação para 6.500 pessoas e seis toneladas de alimentos arrecadadas para doação a famílias carentes, através de uma parceria com o Rotary Clube e o Lions Clube de Ilhéus.

As atividades incluiram o Fórum do Cacau, Choco Day, Cozinha Show, Cozinha Kids, Rodadas de Negócios, Atelier do Chocolate, Chocolat Social, Palco Cacau, seminários e oficinas sobre cacau e chocolate.

Gerson Marques

Gerson Marques, presidente da Associação dos Produtores de Chocolate do Sul da Bahia-Chocosul, com mais de 100 associados, afirma que “mesmo com a alta do cacau, que afeta os preços dos chocolates de origem, as nossas empresas estão fazendo negócios e consolidando o projeto do polo chocolateiro, além de elevar a autoestima da região, que se orgulha de ter um produto que além da qualidade, traz em si toda a magia que cerca o mundo do cacau”.

Isaias Alves

Isaias Alves, de Valença, ressalta que iniciou a produção em 2021 com cinco versões de chocolate e “a partir da participação no festival, hoje já temos com treze versões. Nossa produção é familiar e fazemos isso com muito amor”.

CONQUISTA DE NOVOS MERCADOS

Carine Assunção

Carine Assunção, da Natucoa, afirma que “o Chocolat Festival é um evento consolidado e comercializamos nossos produtos não apenas com pessoas da região, mas de outros estados e outros países, além de abrir novos mercados na rodada de negócios com dezenas de empresários”.

 

Osaná Crisóstomo

Osaná Crisóstomo, da Bahia Cacau, primeira fábrica de chocolate da agricultura familiar do Brasil, ressalta que “o Sul da Bahia vive um novo momento esse evento abre as portas para que possamos divulgar os nossos produtos, que hoje são comercializados em vários estados brasileiros e brevemente chegaremos ao mercado internacional”.

FÁBRICAS ESCOLA DO CHOCOLATE

:: LEIA MAIS »

Três escolas da rede estadual da Bahia estão entre as 50 selecionadas para o Prêmio Nacional da Liga Steam 2024

A rede estadual de ensino da Bahia está com três projetos oriundos de Salvador, Jequié e Ibicoara entre os 50 selecionados no Prêmio Nacional da Liga Steam 2024. A iniciativa é promovida pela Fundação ArcelorMittal, por meio da aliança social formada com a Fundação Banco do Brasil, em parceria com a AVSI Brasil e a Tríade Educacional, para reconhecer e valorizar a implementação da abordagem Steam em salas de aula das escolas públicas e o engajamento de alunos e professores na proposta de soluções para desafios de suas comunidades.

Nesta edição, o prêmio trata da justiça climática, com o objetivo de promover a conscientização sobre o clima e a utilização responsável dos recursos naturais do planeta. O trabalho enviado pelo Colégio Estadual Paulo Freire, em Jequié, tem como título “A Cidade Sol não pode ter medo da chuva” e envolve a temática das enchentes e seus impactos nas comunidades atingidas. A professora responsável, Karla Pedroza Oliveira, explica o projeto.  “A turma da 1ª série do Ensino Médio está comigo na Oficina de Iniciação Científica, com o Clube de Robótica, e na disciplina de Física. Um dos conceitos que trabalhamos é o de velocidade e a turma está criando um dispositivo para acompanhar a subida do nível da água, assim como qual o melhor local para a instalação do equipamento, identificando a medida para o início da emissão de sinais de alerta para a população”, explica a professora.

:: LEIA MAIS »

Bahia amplia efetivo de Segurança Pública com mais de 4 mil profissionais

O efetivo das forças de segurança pública da Bahia será ampliado com 4.263 profissionais. A novidade foi anunciada pelo governador Jerônimo Rodrigues, nesta segunda-feira (22), durante um evento realizado no auditório do Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Outro destaque foi a autorização para a aquisição de 119 viaturas para fortalecer a frota das polícias militar e civil, bem como do Corpo de Bombeiros, melhorando a capacidade de resposta e mobilidade das forças de segurança em todo o estado.

“Nós fizemos hoje um investimento forte para o setor de recursos humanos. Para a gente poder aumentar a quantidade de homens e mulheres tanto na rua fazendo o serviço de viatura, em campo, operacional, ou no Corpo de Bombeiros, na Polícia Civil, dentro das delegacias, mas também em áreas internas como, por exemplo, no DPT”, pontuou o governador.

Foi autorizada a convocação de 2.512 policiais militares, incluindo candidatos aprovados no concurso para soldado e militares da reserva remunerada. Além disso, foram convocados 500 candidatos aprovados no concurso para soldado do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA) e 595 candidatos aprovados no concurso para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).

:: LEIA MAIS »

Nasce o Bebê 8 mil do Hospital Materno-Infantil de Ilhéus

 

Foi uma gestação tranquila. Tanto que, ao chegar à 41ª semana, Lilian Santos Alves, de 27 anos, decidiu procurar a Emergência Obstétrica do Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio (HMIJS), em Ilhéus. “Nem dor eu sentia. Mas sabia que estava na hora”, revelou. O parto evoluiu no dia seguinte para uma cesariana. Bernardo nasceu no sábado (20) por volta das 14h45min. Ele é o bebê de número oito mil registrado pelo hospital desde a sua inauguração, em dezembro de 2021.

Moradora do bairro mais populoso de Ilhéus, o Teotônio Vilela, localizado na zona oeste do município, Lílian é mãe solo. A chegada de Bernardo, seu primeiro filho, traz um sentimento de esperança e de profundas transformações na sua vida. “Agora somos uma família”, externou. Bernardo nasceu com 3.195 kg e 51 centímetros e deve receber alta ainda nesta segunda-feira (22). “Estou feliz por representar este momento do hospital porque ele representa a felicidade de muita gente também. Fui recebida com carinho e respeito. Foi tudo muito lindo”, assegurou Lílian.

O HMIJS é a única maternidade 100% SUS da região e conta com 105 leitos, destinados à obstetrícia, à gestação de alto risco, pediatria clínica, UTI pediátrica, UTI neonatal e centro de parto normal, integrados à Rede Cegonha e atenção às urgências e emergências, com funcionamento 24 horas e acesso por demanda espontânea e referenciada de parte significativa da região sul da Bahia. O investimento do estado foi de aproximadamente 40 milhões de reais, entre obras e equipamentos. É a única unidade no estado habilitada a prestar atendimento especializado aos Povos Indígenas de toda a Bahia.

O nascimento do bebê de número oito mil acontece dois dias após o hospital registrar o 300º parto de indígenas na unidade. Para além de partos, neste período o HMIJS realizou mais de 16 mil internações e 126 mil exames clínicos, laboratoriais e de imagem. O Hospital Materno-Infantil é uma obra do Governo da Bahia, administrado desde a sua inauguração pela Fundação Estatal de Saúde da Família (FESF SUS).

Atleta de Itacaré conquista três medalhas de ouro no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade

 

O canoista  de Itacaré  Mateus Nunes é o único atleta do mundo da canoagem velocidade a conquistar três medalhas de ouro no Mundial da categoria júnior. Mateus, de  18 anos, provou que está preparado para disputar os Jogos Olímpicos de Paris. Foram três provas e três ouros garantidos no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade Júnior e Sub-23 em Plovdiv, na Bulgária. O jovem de Itacaré, sul da Bahia, é considerado revelação da canoagem.

Na prova C1M500m JR que aconteceu na manhã deste domingo (21), Mateus chegou novamente ao topo do pódio, garantindo a terceira medalha de ouro com o tempo de prova 01:53.936.

Primeiro ouro conquistado em dupla

Na última sexta-feira (19), Mateus Nunes e Lucas Santos, conquistaram o primeiro ouro na velocidade Júnior & Sub 23. A medalha da dupla chegou com o um tempo de 01:44.505s, na disputada prova do C2M500m.

Durante a comemoração da vitória, Lucas, que também é itacareense, destacou a importância do trabalho em equipe e a confiança dos treinadores. “Muito obrigado mesmo pela torcida. Quero agradecer aos nossos treinadores, Lauro e James. O ouro é nosso”, celebrou o atleta.

Segundo ouro na competição

No sábado (20), Mateus conquistou a segunda medalha de ouro ao final da prova do C1M1000m, com tempo de 04:03.137s.

“Estou muito feliz em levar para o Brasil essas duas medalhas de ouro, uma expectativa do que vem aí nos jogos olímpicos. Quero agradecer à torcida de cada brasileiro, dos meus amigos e família”, comemorou Mateus ao final da prova.

:: LEIA MAIS »

Feira Praça das Artes na Beira-Rio comemora aniversário de Itabuna

Cultura , gastronomia, artesanato, adoção Pet, espaço infantil , tudo na Praça das Artes hoje a partir das 16h na Beira-Rio, em Itabuna. O evento tem atraído dezenas de visitantes, tem sido um local para o encontro das famílias.

O Praça das Artes que já faz parte do calendário de eventos do município contará com 32 expositores, com feira de artesanato, gastronomia, música ao vivo, adoção Pet em parceria com a Ongs Bicharada e Miau, apresentação da Escola de Talentos e espaço infantil.

“Vamos homenagear nossa cidade que celebra 114 anos reunindo as famílias na nossa Praça das Artes “, garante Flávia Oliveira articuladora do movimento.

A Praça das Artes se consolidou como espaço para exposição e encontro das famílias. O evento tem o apoio da Prefeitura de Itabuna, através da FICC e Paulinho do Banco.

 

Aves frugívoras otimizam alimentação em ambientes estressantes

Um estudo realizado por um grupo de pesquisadores de diversos países, do qual participaram o professor do Departamento de Ciências Biológicas (DCB), José Carlos Morante-Filho, e o egresso do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade, Ícaro Menezes, ambos da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), aponta que aves frugívoras otimizam sua alimentação perto dos limites de sua distribuição geográfica.

A pesquisa foi publicada recentemente na revista Science, considerada de alto impacto internacional, sob o título “Birds optimize fruit size consumed near their geographic range limits”. A investigação faz parte da busca de cientistas para compreender como espécies nativas conseguem sobreviver em ambientes perturbados, uma vez que os habitats naturais de diversas espécies são cada vez mais degradados e reduzidos.

Usando um amplo banco de dados com informações coletadas em seis continentes sobre centenas de espécies de aves e plantas que produzem frutos, o artigo demonstra que populações que vivem próximas ao limite da sua distribuição geográfica, onde as condições bióticas e abióticas são menos adequadas, podem mudar sua dieta como um mecanismo de sobrevivência.

Outra estratégia pode estar associada a otimização alimentar através da obtenção de recursos mais energéticos e que demandam menos tempo de forrageamento, a exemplo de aves que são forçadas a “consumir frutos maiores, que cabem facilmente em seus bicos e que serão pouco manuseados”, explica Morante-Filho. “Esse resultado foi ainda mais evidente para as espécies consideradas frugívoras obrigatórias, como as aves da família Cotingide que possuem dieta composta majoritariamente de frutos”, acrescenta.

:: LEIA MAIS »

Chocolate Festival valoriza arte e cultura e incentiva solidariedade em Espaço Social

A arte a cultura do Sul da Bahia, com toda a sua originalidade e diversidade, estão presentes no Chocolat Festival Bahia. Com o apoio do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura da Bahia (SECULT e Secretaria da Fazenda), o Palco Cacau e o Pavilhão Cultura tem apresentações de artistas e grupos regionais.

 

Entre as atrações do Palco Cacau, João Hoffman e Airumã, Malu do Pagode, Gabriela Maja, Mulheres de Dominio Público, Putorkestra, Mel de Forró, Orquestra Gongombira, Marcos Abaga, PH do Acordeon, Diego Schaun, Pier 5, Zouk Mania e Marcelo Ganem.

“É sempre uma honra levar as nossas releituras de cantos de trabalho da lavoura cacaueira e de lavadeiras para o palco deste evento, pois trazemos a poesia da produção de cacau e contribuímos para revitalizar a memória cultural da nossa região”, disse Tácila Mendes, uma das integrantes da Banda Mulheres de Domínio Público.

No Pavilhão Cultural, acontecem apresentações do Circo da Lua, Grupo Batukelelê, Cabeça Isidoro, Sarau da Palavra, Bate Papo com escritoras, lançamentos de livros e contação de histórias. A programação também inclui performances itinerantes como Balé Afro Dilazenze, Cortejo Afrocultural, Sussuros Poéticos e Grupo Maktub, interpretando personagens de Jorge Amado.

 

“Cantar no Festival do Chocolate foi uma honra e uma experiência fascinante, fui muito bem recebida pela platéia e amei esse momento magico”, afirma     Valderez Freitas Teixeira, que lançou o disco Autoridade Dona Val nas plataformas digitais e  fez uma apresentação especial no Palco Cacau.

 

CHOCOLAT SOCIAL

 

O Chocolat Social é um espaço colaborativo para ONGs de Ilhéus, onde são apresentados projetos e campanhas sociais de entidades como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais-APAE, Rotary Club, Grupo Amigos da Praia, Planeta dos Bichos e Tribo Indígena Tupinambá; além do projeto Capacita Comunidade Confeitaria.

Para Indira Ribeiro, da APAE, “além de divulgar o nome da instituição e atrair novos colaboradores, também apresentamos os trabalhos artesanais produzidos pelos alunos, um evento que reúne milhares de pessoas”.

 

No Chocolat Social também é possível encontrar produtos cuja venda serve para angariar recursos que fazem diferença na vida das pessoas atendidas pelas instituições.

Marcela Souza, do Instituto Amigos Solidários, afirma que “esse é um espaço extremamente importante para as ONGs, estamos capacitando mulheres carentes e  nossa instituição está recebendo apoio inclusive de pessoas de outros estados, que vem para o Chocolat Festival”.





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia