hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC’

Campanha `Respeita as Mina` é lançada na Uesc

A secretária de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia, Julieta Palmeira, participa nesta terça-feira (19) do lançamento da campanha “Respeita as Mina”, de enfrentamento à violência contra as mulheres, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). A campanha, lançada no Carnaval pelo governo do estado por meio da SPM-BA, se tornou permanente e tem se ampliado com a adesão de universidades, organizações não governamentais e municípios. A titular da SPM-BA, Julieta Palmeira, e a comandante da Ronda Maria da Penha, majora Denice Santiago, participam da solenidade de lançamento oficial da campanha às 18h, no auditório Paulo Souto, na UESC.

As atividades começarão às 14 h com o Jogo do Espelho, um jogo de tabuleiro que ensina de forma lúdica sobre prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres, tipos de violência previstos em lei, além de ensinar como reconhecer as várias formas de violência no cotidiano e também saber sobre a rede de atenção à mulher em situação de violência e como buscar apoio.

Logo depois do Jogo do Espelho, coordenado pela Ronda Maria da Penha, está prevista a Ronda para Homens, que tem como objetivo sensibilizar e capacitar os homens por meio de oficinas para o combate à violência às mulheres. As oficinas tem participação exclusivamente masculina, incluindo os facilitadores. A programação consta ainda do “Bazar das Comadres” e da exibição do documentário “Por Elas”, às 18h. Em seguida, o ato de lançamento oficial da campanha, que será encerrado com uma apresentação da Companhia de Dança A.rrisca, de Ilhéus.

UESC mobiliza estudantes do ensino médio para V Feira das Profissões

15 09 16 Feira das Profissões - Julia Barreto (197)A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) está convidando os alunos do 3º ano do Ensino Médio das escolas publicas e particulares da sua área de abrangência para participarem da V Feira das Profissões. O evento será realizado no campus Prof. Soane Nazaré de Andrade, no bairro Salobrinho, em Ilhéus, nos dias 25, 26 e 27 de outubro. A participação é gratuita, mas as instituições devem solicitar a inscrição através dos links: https://goo.gl/forms/ k2OOj4T8x1JQfOl43, para escolas da rede pública e https://goo.gl/forms/ tzi0L8X5Yp4X8Plf2, para escolas da rede privada, que podem ser localizados no site www.uesc.br.

O objetivo da Feira das Profissões é auxiliar ao estudante, do último ano do ensino médio, a descobrir sobre o seu futuro profissional e uma oportunidade para que os jovens obtenham informações sobre o ingresso num dos 33 cursos da UESC e nos programas de apoio à permanência estudantil (moradia, alimentação, etc.) oferecidos pela instituição de ensino superior.

15 09 16 Feira das Profissões - Julia Barreto (166)O evento coordenado pela Pró-Reitoria de Graduação, Gerência Acadêmica de Graduação e Coordenação Geral de Estágios reúne unidades de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade, distribuídas em estandes. Alunos e professores da UESC, atuam como monitores e esclarecem as dúvidas dos visitantes sobre os cursos de graduação oferecidos, carreiras, profissões, mercado de trabalho, formação acadêmica, grade de disciplinas, conteúdos programáticos e especializações.

A inscrição é necessária a para que Universidade possa montar a infraestrutura necessária para receber os alunos. Cada turma dispõe de um monitor com as orientações necessárias. Os estudantes, além de conhecerem os estandes farão um tour pelo campus, recebem material explicativo do seu interesse, lanche e água. No caso das escolas públicas, também o transporte.

Escolas podem se inscrever para a V Feira das Profissões da UESC

fpOs estudantes que quiserem descobrir sobre o seu futuro profissional estão convidados a participar da V Feira das Profissões, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). O evento será realizado nos dias 25, 26 e 27 de outubro, na quadra do Parque Desportivo, no Campus Prof. Soane Nazaré de Andrade, no bairro Salobrinho em Ilhéus.

A Feira das Profissões que tem como objetivo apresentar um panorama dos cursos da Universidade, está voltada para estudantes do 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas. A participação é gratuita e as escolas situadas na área de abrangência da UESC podem solicitar a inscrição por meio dos links:  https://goo.gl/forms/k2OOj4T8x1JQfOl43, para escolas da rede pública e https://goo.gl/forms/tzi0L8X5Yp4X8Plf2, para escolas da rede privada.

A feira é uma oportunidade para que os jovens obtenham informações sobre o ingresso num dos 33 cursos da UESC e nos programas de apoio à permanência estudantil (moradia, alimentação, etc.) oferecidos pela instituição de ensino superior.

O evento coordenado pela Pró- Reitoria de Graduação, Gerência Acadêmica de Graduação e Coordenação Geral de Estágios reúne unidades de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade, distribuídas em estandes. Alunos e professores da UESC, atuam como monitores e esclarecem as dúvidas dos visitantes sobre os cursos de graduação oferecidos, carreiras, profissões, mercado de trabalho, formação acadêmica, grade de disciplinas, conteúdos programáticos e especializações.

SIC

Este ano, quase que em paralelo à Feira das Profissões a UESC realizará o 4º Simpósio de Ensino, Extensão, Inovação, Pesquisa e Pós-Graduação e o 23º Seminário de Iniciação Científica. Com o tema “A Ciência como resposta para os desafios do Brasil”, o evento acontece na UESC nos dias 23, 24 e 26 de outubro.

Embora voltado para estudantes, professores, pesquisadores e extensionistas da Universidade e de outras instituições, que apresentam os resultados das atividades científicas e tecnológicas desenvolvidas no âmbito da UESC e região, os visitantes das escolas de Ensino Médio poderão conhecer a prática sistemática da experiência de pesquisa voltada para alunos dos cursos de graduação.

Universidade Estadual do Rio Grande do Norte exibe documentário “A Contrapartida”, sobre estadualização da UESC

  • A Universidade Estadual do Rio Grande do Norte está exibindo em seu canal no YouTube – o UERNTV, o documentário “A Contrapartida”, produzido pela comunicóloga Mariana Ferreira em 2012 para seu trabalho de conclusão do curso de Comunicação Social na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

    O documentário conta a história do processo de estadualização da Fespi/Uesc, tendo como pano de fundo os aspectos socioeconômicos da região do cacau naquele período, entre as décadas de 1980 e 1990. As filmagens foram feitas nas cidades de Ilhéus, Itabuna e Uruçuca.

    Dentre os entrevistados estão o saudoso o jornalista Adervan Oliveira, Rosivaldo Pinheiro, Aurélio Macedo, Wenceslau Júnior, Moacir Smith Lima, Henrique Almeida.

    Veja o documentário:

  • Curso de Medicina da Uesc entre os 20 melhores do Brasil

    UescO curso de Medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) obteve nota 3,5922 pontos e conceito 4, numa escala de zero a 5, no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2016. A instituição ficou na 13ª colocação no “Conceito Enade” divulgado  pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC).

    O curso de Medicina da Uesc foi segundo mais bem avaliado no Nordeste, atrás apenas da Universidade Estadual do Ceará (Uece), que ficou com conceito 5 no Enade e nota 3,9851 pontos. Na Bahia,  a instituição teve o melhor resultado entre instituições públicas e privadas,  conforme apurou o PIMENTA.

    Outra instituição pública que também apresentou bom resultado no curso de Medicina foi a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, com conceito 4 (nota 3,5273 pontos). Entre os 20 melhores cursos aparece ainda a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), de Salvador, com Conceito Enade de 4 (3,497 0 pontos).

    O curso de Medicina da Universidade Federal da Bahia não ficou entre os 20 melhores do País, mas foi bem avaliado, com nota 2,9986 e conceito 4. Como se percebe, a diferença na classificação deve-se aos décimos. As notas são arredondadas pelo MEC.

    No topo da lista em no país ficou o curso de Medicina da Universidade Federal de Viçosa (UFV), de Viçosa, em  Minas Gerais, com Conceito Enade 5 (4,8308 pontos). O Enade avalia o conhecimento, competência e habilidades dos estudantes. A nota varia de zero a 5 pontos.

    AVALIAÇÃO

    O Enem é composto de 40 questões, divididas em duas partes: Formação Geral (FG) e Componente Específico (CE). A primeira tem dez questões, sendo oito de múltipla escolha e duas discursivas, que contempla temas como sociodiversidade, biodiversidade, globalização, cidadania e problemas contemporâneos.

    Essas perguntas equivalem a 25% da nota da prova. A segunda visa aferir as competências, habilidades e o domínio de conhecimentos necessários para o exercício da profissão e é composta por 30 questões, sendo 27 questões de múltipla escolha e três discursivas, o que equivale a 75% da nota da prova.

    Governo publica a Lista das Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção na Bahia

    sema 3

    A Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) publicou, no Diário Oficial , a Lista Oficial das Espécies Endêmicas da Flora Ameaçadas de Extinção do Estado da Bahia. A Portaria nº 40, de 21 de agosto de 2017, apresenta 744 espécies classificadas nas categorias Criticamente em Perigo (CR), em Perigo (EN) ou Vulnerável (VU), que ficam protegidas de modo integral, ficando proibidas sua coleta, corte, transporte, armazenamento, manejo, beneficiamento e comercialização no território baiano.

    Aparecem na lista espécies como Massaranduba (Manilkara decrescensT.D.Penn. e M. multifida T.D.Penn.), Oiti-cumbuca (Parinari alvimii Prance), bambuzinho (Anomochloa marantoidea Brongn.); olho-de-boi e pau-sangue (Ormosia limae D.B.O.S.Cardoso & L.P.Queiroz e Pterocarpus monophyllus B.B.Klitgaard, L.P.de Queiroz &G.P.Lewis).”A Bahia agora completa sua lista vermelha, instrumento essencial para o planejamento das ações de proteção à flora e à fauna no estado. O próximo passo é avançar com os planos de manejo dessas espécies”, explica o secretário Geraldo Reis. O gestor enfatiza que a lista da fauna foi publicada no Diário Oficial no dia 16 de agosto (Portaria nº 37, de 15 de agosto de 2017), e foi muito comemorada pela comunidade ambientalista.

    Read the rest of this entry »

    Pesquisador da UESC vê possibilidade de fabricação de pneus a partir da fibra de coco

    por Jonildo Glória

    coco 1A tecnologia desenvolvida na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no Laboratório de Polímeros e Sistemas (LAPOS), revelou uma excelente utilização da casca do coco-da-bahia. A pesquisa direciona para o uso de fibras vegetais de coco na formação de materiais compósitos, o que equivale  dizer que é possível fazer pneu rodoviário composto com material natural e biodegradável, com propriedades maiores que 500% comparando-se com os materiais atuais.

    coco 2Esse caminho inovador está sendo percorrido pelo professor Dr. Celso Carlino Maria Fornari Junior, do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas (DCET), da Universidade. As pesquisas iniciadas em 2010 vinham sendo desenvolvidas em sigilo, demonstram que a cadeia polimérica da celulose da fibra do coco, pode formar quimicamente uma ligação estável com as macromoléculas de borracha. Desta forma, a fibra de coco, tratada e acondicionada, pode substituir produtos de altíssimo valor agregado na construção de materiais tecnológicos.

    “A fibra da casca do coco pode substituir o negro de fumo (carbono em dispersão muito fina, obtido por combustão incompleta de gás natural “do petróleo”. Muito empregado na indústria, principalmente da borracha, como carga reforçadora e como pigmento preto), o qual é amplamente aplicado nos mais diferentes produtos entre eles pneus de automóvel, caminhão e aviões. Além disso, a importância do negro de fumo na engenharia de materiais é tão significativa que o seu valor é cotado em dólar, atingindo entre US$ 1,05 a 1,50 por quilo do produto. Isso significa dizer, em outras palavras, que a fibra de coco pode atingir valores em reais em torno de aproximadamente R$ 4 mil a tonelada,” assinala o professor Fornari.

    Read the rest of this entry »

    Professores da UESC criam impressora 3D de baixo custo

    uesc 4

    Ao lado do vice-reitor Evandro Sena e do professor Renato Monteiro, coordenador do Colegiado de Engenharia Mecânica, sob a chuva de inverno que molha as britas da área ao lado do Pavilhão dos Cursos de Ciências Exatas e Tecnológicas no Campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), de repente captamos o odor do plástico queimado e um zumbido semelhante ao de moscas voando em sincronia; uma porta se abre e os olhos captam movimentos coordenados de engrenagens coloridas, enquanto a máquina cria estruturas sobre uma superfície espelhada.

    uesc 1A cena parece ter saído de um filme de ficção científica, mas é vida real e acontece no Laboratório de Projetos Mecânicos e Tribologia, do curso de Engenharia Mecânica, da UESC ,em Ilhéus. Os professores Victor Hugo Martins de Almeida, Erickson Fabiano Moura Sousa Silva, Renato Reis Monteiro e o Discente Tiago Santa Fé, informam que o objeto estranho é uma impressora 3D de baixo custo, fabricada por eles e para o uso comum das atividades acadêmicas da Universidade.

    O aparato foi montado a partir do conceito Faça Você Mesmo (Do it Yourself), o colaborador externo Jonata Dahlke especialista em impressoras 3D imprimiu e enviou algumas peças que fazem parte da estrutura da impressora. Toda estrutura e softwares utilizados são de código aberto (Open source). No mercado, o artefato custa entre R$ 10 a R$15 mil, mas a que está na nossa frente tem um custo final em torno de R$ 1,5 mil. “A ideia é que a gente possa fazer outras impressoras iguais a essa usando só ela como ferramenta,” informa o professor Erickson Moura.

    Read the rest of this entry »

    Capoeira para crianças e adolescentes em vulnerabilidade é tema de roda de conversa na UESC

    “Capoeira Angola para o desenvolvimento comunitário e social para criança e adolescente em vulnerabilidade” é o título da roda de conversa que será promovida pelo núcleo de Estudos Afro-Baianos Regionais (Kawé), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), nesta quarta-feira (2), com Edielson Miranda o “Mestre Roxinho”.

    A Roda de conversa será realizada na Sala de Multimeios (2203) do curso de Comunicação, no Pavilhão Adonias Filho, da UESC.

    Edielson Miranda “Mestre Roxinho” é capoeirista há 38 anos, formado em Desenvolvimento Comunitário (Community Work Development), Tafe Sydney Austrália. Atualmente cursando bacharelado em Desenvolvimento Humano e Comunitário (Community Service and Human Welfare), Charles Sturt University) Wagga, Austrália.

    Há 20 anos o Mestre Roxinho está trabalhando com Capoeira Angola como instrumento social e educativo, no Brasil e no exterior. Ele é o fundador do projeto Bantu, em Salvador.

    Nota de esclarecimento

    UESC

    A título de esclarecimento, em respeito aos ex-Reitores da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC Renée Albagli Nogueira e Antonio Joaquim Bastos da Silva, esclarecemos à Comunidade que da Decisão do Tribunal de Contas do Estado da Bahia nos autos do Processo nº TCE/003662/2006, noticiada pela Imprensa Regional, ainda cabe recurso.

    Trata-se do Convênio nº 049/2003 firmado entre esta Universidade e a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), com interveniência do Instituto Anísio Teixeira, cuja prestação de contas foi feita ao citado Instituto, que, sabe-se agora, por razão que desconhecemos, deixou de encaminhá-la ao Tribunal de Contas do Estado no bojo da prestação de contas da Secretaria da Educação, resultando no julgamento do TCE do dia 28/06/2017.

    Certamente, com Recurso de Apelação a ser formulado junto àquela Corte de Contas pelos ex-Gestores, a Decisão será revertida.

    Uesc entre as melhores universidades do país em ranking do MEC

    uesc

    A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) está entre as melhores instituições de ensino superior do país, de acordo com ranking divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). A universidade sul-baiana atinge conceito 4 (IGC), numa escala que vai de 1 a 5.

    Ficando atrás apenas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que é 28ª colocada, a Uesc é a segunda do ranking no estado e figura entre as 64 melhores do país. A instituição sul-baiana teve 25 cursos avaliados e obteve IGC contínuo 3,1548 ante 3,5603 da UFBA. A melhor colocada no país, Unicamp, alcançou IGC contínuo 4,3714 e conceito 5.

    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesc) é a 71ª.  A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) é a 73ª. A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) é a 80ª. Apenas 89 universidades e institutos federais obtiveram os conceitos máximos (4 e 5).

    Além de estrutura dos cursos e nível dos docentes, as notas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) também é considerado para elaboração do ranking. Confira os resultados no ranking abaixo, que considera apenas Universidades e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Os dados se referem ao ano de 2015.

     

    Uesc lamenta morte do professor Saúl Edgardo Méndez: “a sala de aula e o laboratório eram seu mundo”

    (reprodução Facebook)

    (reprodução Facebook)

    A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)  emitiu nota lamentando  o falecimento ontem (29), em  Ilhéus, do professor Dr. Saúl Edgardo Méndez Sánchez (1958/2017),  do Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais (DCAA), onde ministrava as disciplinas “Entomologia Agrícola” e  “Controle de pragas em plantas cultivadas”.

    Agrônomo por formação e Doutor em  Ciências Agrárias pela Universidade de Córdoba, Espanha, ela era considerado um pesquisador entusiasta, com livros, artigos e dezenas de trabalhos em pesquisa básica e aplicada publicados em revistas científicas nacionais e internacionais. A sala de aula e o Laboratório de Entomologia eram o seu mundo.

    Natural de Nueva San Salvador, La Libertad, El Salvador, América Central, naturalizou-se brasileiro em 1997. Ingressou na UESC, em 1998, como professor visitante. Casado com  Cecília Martins Santos Carvalho de Méndez Sánchez, ele deixa os filhos  Saul e Erick.

    O velório será amanhã (31), no SAF de Ilhéus, das 9 às 16 horas e sepultamento acontece  no cemitério São João Batista, no bairro Nelson Costa, às 16 horas.

    Daniel Thame
    Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

    Busca por data
    setembro 2017
    D S T Q Q S S
    « ago    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930