hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame

Posts Tagged ‘união’

Presidentes das Câmaras de Ilhéus e Itabuna debatem crise e falam em união para vencer os desafios impostos pela Covid-19

camosit

O alto índice de ocupação dos leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 nas duas maiores cidades do sul da Bahia, a preocupação com o crescimento da doença na região, o Auxílio Emergencial Municipal já implantado em Itabuna – e, neste momento, em discussão em Ilhéus -, foram temas que nortearam o encontro entre os presidentes das Câmaras de Ilhéus, Jerbson Moraes, e de Itabuna, Erasmo Ávila, ambos do PSD.

O encontro aconteceu no início desta tarde, no Palácio Teodolindo Ferreira, sede do Legislativo de Ilhéus, durante visita de cortesia da liderança itabunense. “Estabelecer este diálogo entre representações políticas das duas maiores cidades da região é estreitar e fortalecer a defesa da nossa gente neste momento de grande dificuldade”, destacou Moraes.

Prefeito de Itacaré defende união das cidades regionais para buscar soluções

WhatsApp Image 2021-01-27 at 09.21.22 (1)Criar o sistema de Cidades Irmãs, unindo municípios regionais com realidades semelhantes e problemas comuns para buscar soluções e promover o desenvolvimento coletivo. Essa foi a proposta defendida pelo prefeito Antônio de Anízio durante as comemorações alusivas aos 289 anos de emancipação política de Itacaré. E a proposta já começa a se concretizar com a união firmada de Itacaré com os municípios irmãos de Coaraci e Itajuípe.

Durante as comemorações do aniversário de Itacaré o prefeito de Coaraci, Jadson Albano, falou da importância dessa união e do quanto os municípios regionais podem se fortalecer e desenvolver a partir dessa busca de soluções coletivas. Jadson Albano falou do trabalho desenvolvido pelo prefeito Antônio de Anízio, considerado uma liderança regional, destacou a experiência na administração pública e fez questão de homenagear Itacaré, cidade que, segundo ele, acolhe com carinho, ampara e abriga a todos os cidadãos e cidadãs de Coaraci.

A proposta da criação do sistema de Cidades Irmãs também foi defendida pelo prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, que falou das dificuldades enfrentadas pelos municípios regionais e do quanto que eles poderão avançar com a troca de experiências, vivências e parcerias entre essas cidades. O deputado estadual Rosemberg Pinto também falou da importância dessa união e ressaltou que hoje não há mais espaço para o individualismo, mas sim para o coletivo, com os municípios buscando juntos o desenvolvimento regional e as soluções para os problemas comuns.

Read the rest of this entry »

STF suspende pagamento de dívida do Estado da Bahia com União

Em decisão publicada nesta segunda-feira (23), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspendeu por 180 dias o pagamento das parcelas da dívida do Governo da Bahia com a União para que o Estado utilize os valores no combate à pandemia do coronavírus.

O pedido foi feito pela Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA), que, diante da diminuição da receita estadual por conta dos investimentos que o Estado vem fazendo para enfrentar a pandemia do novo coronavírus, viu, nesta medida, a possibilidade de aplicar os recursos que seriam utilizados para o pagamento da dívida no enfrentamento ao Civid-19.

A PGE ajuizou a ação para pedir ao Supremo que, em caráter liminar, determinasse a suspensão temporária do pagamento das prestações a vencer da dívida com a União, decorrente do Contrato 006/97 STN/COAFI e seus aditivos, pelo período de seis meses, sem imposição de multa contratual ou qualquer restrição cadastral, remetendo o vencimento das parcelas suspensas para o final do contrato. A Procuradoria afirmou ainda que o Estado está em dia com seus pagamentos para com a União.

A decisão

Read the rest of this entry »

Alessandro Santana defende união para o fortalecimento da Uesc

Encerrada a disputa eleitoral, é hora de unir esforços em torno da consolidação da Universidade Estadual de Santa Cruz como uma instituição de ensino superior de excelência, com foco na gestão participativa e de uma inserção maior da Uesc na comunidade regional.

Em entrevista ao Blog do Thame, o reitor eleito Alessandro Santana fez um apelo ao consenso e reforçou sem compromisso com a instituição, professores, servidores técnico-administrativos e estudantes.

Veja:

Rui defende aproximação Norte e Nordeste e pede apoio para Frente Parlamentar das regiões

Foto_Jailson Sam (2)

O governador Rui Costa aproveitou a agenda em Brasília para estimular a aproximação do Nordeste ao Norte. Os governadores dos estados das duas regiões, em encontro na tarde desta terça-feira (23), em Brasília, planejam trabalho conjunto, a exemplo do Consórcio do Nordeste, cujo presidente é o governador da Bahia. “No Consórcio [do Nordeste], vamos trabalhar em rede. Queremos entrar com uma série de compartilhamentos e uniformidade de dados”, explicou Rui.

Foto_Jailson Sam (1)A largada dada pelo Nordeste tem reflexo na organização do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal, formado pelos estados do Acre, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Amazonas, Roraima e Tocantins. A ideia é buscar soluções conjuntas e parcerias entre os dois consórcios.

Frente Parlamentar de Defesa do Norte e Nordeste

A iniciativa de aproximação não está apenas no âmbito do Executivo. O governador da Bahia adiantou que o Legislativo está fazendo o mesmo. Uma das agendas de Rui na capital do país foi com os senadores que preparam o lançamento da Frente Parlamentar de Defesa do Norte e Nordeste para esta quarta-feira (23).

O governador informou aos colegas que esteve com os senadores da regiões e que sensibilizou os parlamentares sobre a necessidade de apoio ao pacote de medidas anunciado mais cedo pelo Fórum Nacional de Governadores. “Precisamos de desenvolvimento regional e nós mesmos podemos fazer isso, juntando forças. Temos a maioria no Senado”, argumentou Rui ao contabilizar 48 senadores do Norte e Nordeste. (fotos Jailson Sam)

“Advocacia unida será sempre mais respeitada e mais forte”, afirme presidente reeleito da OAB Itabuna

edmilton 2Reeleito presidente da  subseção itabunense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB),  com 498 votos,  Edmilton Carneiro divulgou uma mensagem aos profissionais do Direito. Na nota, ele expressa “profunda gratidão a todos e a todas que votaram para que o nosso trabalho à frente da OAB fosse reconhecido no pleito de ontem”.

“Saio fortalecido desta batalha pelo fato de poder contar com pessoas que tornaram possível tudo o que foi feito nesses três anos de gestão. A diretoria, os funcionários e, sobretudo o apoio incondicional de toda a classe. Vamos redobrar os esforços para a construção de uma entidade ainda maior”.

De acordo com o presidente reeleito da OAB, “a  eleição acabou, já faz parte do passado. Agora é momento de união e luta pelas nossas demandas em todos os níveis. Não há vencedor nem vencido. Há uma classe que precisa estar coesa e uníssona nos embates para a defesa da advocacia e das liberdades”.

“Advocacia unida será sempre mais respeitada e mais forte. Obrigado e vamos à luta”, finaliza.

‘O Brasil precisa achar um ponto de união’, diz Rui Costa

rui costa(do Estadão)- Eleito com 75,5% dos votos válidos, o governador da Bahia, Rui Costa é hoje um dos fiadores de um discurso mais ao centro do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, incluindo defesas de leis mais duras na segurança pública e da importância da família. Ao Estado, Costa disse que, após uma eleição marcada pela polarização, o presidente eleito, independente de quem seja, terá que buscar o discurso da união nacional. A seguir os principais trechos da entrevista:

O problema do País conflagrado não é uma eleição apertada. O estopim disso foi o não respeito à decisão do eleitorado. Aqueles que perderam em 2014 cumpriram a promessa de inviabilizar institucionalmente o funcionamento do governo. Numa aliança parlamentar, não só inviabilizaram como depuseram a presidente eleita por 54 milhões de votos, que naquele momento estava com baixa aprovação popular. E de lá para cá o País ficou muito polarizado. Meu papel tem sido pregar que o Brasil precisa pacificar, encontrar um ponto de união do povo brasileiro, porque, caso contrário, quem vai sofrer muito são as pessoas mais pobres.

Como o senhor viu a votação do PSL e a onda conservadora?

Eu acho que é um movimento pontual. É da natureza humana, quando está com raiva de alguma coisa, agir por impulso. Eu entendo que esse momento eleitoral do primeiro turno foi um impulso de manifestação de repúdio contra os líderes políticos que hegemonizaram a política nos últimos anos. Mas eu espero que a serenidade volte à maioria dos brasileiros e que a gente retome a construção de um País calcado na paz e na harmonia.

Read the rest of this entry »

Rui: Brasil precisa voltar a crescer e gerar e empregos com amor e sem ódio

papo c

O Brasil precisa voltar a crescer, a se desenvolver e gerar empregos”, afirmou o governador Rui Costa nesta terça-feira (22). Ele defende a pacificação do país e a retomada do diálogo sem ódio.

“Eu aposto no Brasil, tenho fé que vamos atravessar este processo com a democracia fortalecida”, comentou Rui, ressaltando que acredita no amor e no trabalho como elementos para transformar o País.

À noite, a partir das 19h, Rui conversa com internautas no programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo através dos perfis oficiais dele nas redes sociais.

Celebração e ato em defesa da diversidade marcam união do juiz Mário Caymmi e do médico Alexandre Lima

JUIZ CASA

Num evento bastante concorrido, mais de uma centena de convidados participaram no Hotel Deville, em Itapuã, Salvador, da cerimônia que marcou a união do juiz baiano Mário Soares Caymmi Gomes e o médico Alexandre de Moura Lima. Vários magistrados estiveram presentes, entre eles a presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB), Marielza Brandão Franco.

Foi o primeiro casamento homoafetivo de um juiz na Bahia. A celebração foi temática, com uma festa indiana, decorada e marcada por elementos daquele país. Muitos convidados foram em trajes típicos. Além de celebrar a felicidade, o evento também foi um ato político, segundo o próprio juiz, em favor da diversidade.

Confira mais fotos AQUI

 

PT propõe união das forças democráticas

ptO Diretório Estadual do PT se reuniu neste sábado e aprovou resolução defendendo a aglutinação do conjunto de forças democráticas e progressistas para derrotar a direita e barrar a tentativa de avanço das “forças conservadoras que se opõem projeto nacional do partido.”

A resolução, com sete pontos, defende também a unidade interna, a mobilização nos territórios de identidade e o diálogo com a sociedade em defesa do projeto e fortalecimento do partido.

O partido conclama dirigentes e militantes a defender “o grande legado de conquistas sociais, de avanços democráticos e da afirmação da soberania nacional da era Lula/Dilma.” Estas ações devem ser colocadas na disputa da agenda local destacando também as mudanças no estado.

Nas conversas com os partidos da base está incluída a disputa eleitoral de 2016. Neste aspecto o Diretório Estadual vai participar, conjuntamente com os diretórios municipais petistas dos 35 maiores municípios, das discussões e decisões sobre candidaturas.

No encontro, os presidentes nacional e estadual do partido, Rui Falcão e Everaldo Anunciação e o ministro da defesa Jaques Wagner, condenaram o atentado à sede do Instituto Lula “fruto do ódio e intolerância estimulados por alguns veículos de comunicação e por setores de uma elite que não conformam com a melhoria de vida de quem mais precisa e com a derrota nas urnas.

Dilma pede união ao PT e alerta contra golpistas

dilma pt

A presidente Dilma Rousseff pediu à militância do PT maturidade para aceitar a mudança na equipe econômica do governo, segundo ela imprescindível para se manter a governabilidade. O apelo foi feito na noite de sexta-feira (28) durante reunião do Diretório Nacional do partido em Fortaleza. Petistas das alas mais à esquerda e movimentos sociais criticaram a escolha do economista Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda alegando que Dilma, eleita por forças progressistas, optou por uma linha conservadora na economia.

“Nós temos que tomar as medidas necessárias, sem rupturas, sem choques, de maneira gradual e eficiente como vem sendo feito. Temos que estar unidos. Eu preciso do protagonismo de todos vocês e neste protagonismo destaco o PT. O PT tem maturidade e hoje, depois de todo esse período sabe que precisamos ter legitimidade e governabilidade”, disse a presidente.

 

Segundo Dilma, a missão do PT é compreender que a conjuntura, a situação do País e as condições da economia do país mudam. “Nós nos adaptamos às novas demandas e damos respostas a cada uma delas. Acho que esta é a grande missão do PT”, disse, ao demonstrar que, embora dentro da meta, a inflação em 6,5% tem incomodado. Dilma desafiou o partido a renovar suas perspectivas diante das demandas econômicas.

 

A presidente garantiu, porém, que a condução ortodoxa da economia não vai afetar a essência do programa do partido: “Uma coisa deve ficar clara e ninguém deve se enganar sobre isso. Fui eleita por forças progressistas, não para qualquer processo equivocado, mas para continuar mudando o Brasil”, garantiu.

 

Golpismo na oposição

A presidente fez, ainda, um alerta sobre movimentos que considera “golpistas” na oposição. “Esses golpistas que hoje têm essa característica, eles não nos perdoam por estar tanto tempo fora do poder. Temos que tratar isso com tranquilidade e serenidade, não podemos cair em nenhuma provocação e não faremos radicalismo gratuito, pois temos a responsabilidade de governar.”

Dilma faz discurso de união

Dilma e Lula comemoram vitória eleitoral (Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil).

Dilma e Lula comemoram vitória eleitoral (Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil).

(Da Agência Brasil)-A presidenta reeleita Dilma Rousseff falou em união e reformas em seu primeiro discurso após o resultado das urnas. Em Brasília, Dilma negou que o país esteja dividido e pediu paz entre todos. “Conclamo, sem exceção, todas as brasileiras e brasileiros a nos unirmos em favor de nossa pátria, de nosso país, do nosso povo. Não creio que essas eleições tenham dividido o país. Entendo que elas tenham mobilizado ideias e emoções, às vezes contraditórias, mas movidas por um sentimento comum: a busca por um futuro melhor para o Brasil”, disse.

A presidenta disse também que entendeu o recado das urnas sobre a necessidade de mudanças. “O caminho é muito claro. Algumas palavras e temas dominaram essa campanha. A palavra mais repetida, mais falada, foi mudança. O tema mais amplamente convocado foi reforma. Sei que estou sendo reconduzida para ser a presidenta que irá fazer as grandes mudanças que a sociedade precisa”, disse.

Segundo a presidenta, a primeira reforma que ela buscará será a política. Dilma disse que vai procurar o Congresso Nacional para conversar, assim como movimentos da sociedade civil. Ela voltou a insistir na necessidade de um plebiscito para “dar força e legitimar” a reforma.

“Entre as reformas, a primeira e mais importante deve ser a reforma política. Deflagrar essa reforma, que é de responsabilidade do Congresso, deve mobilizar a sociedade por meio de um plebiscito, de uma consulta popular. Somente com um plebiscito nós vamos encontrar a força e a legitimidade para levar adiante este tema. Quero discutir isso com o novo Congresso eleito. Quero discutir igualmente com os movimentos sociais e as forças da sociedade civil.”

Em seguida, Dilma voltou a prometer empenho no combate à corrupção. “Terei um compromisso rigoroso com o combate à corrupção, fortalecendo os mecanismos de controle e propondo mudanças na legislação para acabar com a impunidade, que é a protetora da corrupção”, disse Dilma.

Na área econômica, a presidenta disse que vai promover “com urgência” ações localizadas na economia para a recuperação do ritmo de crescimento com a manutenção de empregos e da renda dos trabalhadores. O combate à inflação também será uma prioridade, segundo ela. “Vou estimular, o mais rápido possível, o diálogo e a parceria com todos os setores produtivos do país”, disse. Por fim, Dilma disse que hoje está “muito mais forte, mais serena e mais madura” para a tarefa que lhe foi delegada.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2022
D S T Q Q S S
« dez    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031