hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘Ufba’

Bahia: makers produzem 5500 protetores faciais

mak 2

Mais de 5500 protetores faciais já foram impressos na Bahia para distribuição gratuita em diversos hospitais baianos, por uma rede de makers, profissionais que colocam a mão na massa para fazer por eles mesmos diversos equipamentos. Com o apoio do Governo do Estado, o projeto Face Shield for Life 3D produziu o desdobramento e formação de outras iniciativas em todo o estado, a exemplo do CoronaVidas, ambos articulados pelas secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), da Saúde (Sesab), de Desenvolvimento Econômico (SDE), da Educação (Sec), de Planejamento (Seplan), Casa Civil e Corpo de Bombeiros. Atualmente, 16 cidades já foram contempladas com EPIs que ajudam a proteger contra a transmissão do coronavírus.

mak 1Salvador, Guanambi, Ilhéus, Itabuna, Jequié, Ipiaú, Jitaúna, Vitória da Conquista, Feira de Santana, Bom Jesus da Lapa, Lauro de Freitas, Valença, Alagoinhas, Irecê, Barreiras e Cruz das Almas são as cidades em que o projeto está em andamento. Lançado no dia 21 de março, através de uma iniciativa de professores e voluntários, o Face Shield conta com uma rede acadêmica de apoio, a qual envolve a Escola Bahiana de Medicina, as universidades estaduais, como Uneb, Uefs, Uesc e Uesb, bem como universidades e institutos federais baianos, como no caso do IFBA, UFOB, UFSB, UFBA e UFRB. A equipe reúne e convida os “makers”, ou seja, produtores, para que utilizem suas impressoras 3D na produção de protetores faciais, equipamentos essenciais para minimizar o risco do contágio do vírus que causa a doença Covid-19.

Os protetores faciais já estão nas mãos de agentes de saúde dos hospitais Couto Maia, Prado Valadares, Regional de Guanambi, Geral de Ipiaú, Geral de Vitória da Conquista, Costa do Cacau, Cleriston Andrade, Santa Helena, além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jequié, Maternidade Santa Casa São Judas Tadeu e no Centro de Doenças Renais. A secretária da Secti, Adélia Pinheiro, comenta sobre a importância de ter um o Ecossistema de Inovação unido para o mesmo propósito. “Esta equipe unida tem nos ajudado com a missão de alcançar a meta, que é produzir 10 mil equipamentos para serem entregues, gratuitamente, a profissionais de saúde de hospitais públicos e privados. Já temos impressoras 3D rodando em instituições de ensino, empresas e residências em diversos municípios da Bahia, além de Rio de Janeiro e São Paulo”, destaca.

Read the rest of this entry »

Governo da Bahia cria canal de recursos educacionais digitais em parceria com universidades para educadores e estudantes

uescA Secretaria da Educação do Estado (SEC) está aportando uma série de novos conteúdos no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) para ampliar as possibilidades de acesso de estudantes e professores da Educação Básica e do Ensino Superior a conhecimentos, por meio de Recursos Educacionais Digitais (RED), produzidos pelas 12 Instituições Públicas de Ensino Superior (IES) na Bahia. Para tanto, foi criado o Canal das Universidade. Esta é mais uma ação estratégica adotada pela SEC, por meio de um amplo diálogo e parceria com as IES, no contexto de suspensão das aulas presenciais nas escolas e universidades, diante do enfrentamento à pandemia do Coronavírus.

O Canal das Universidades está hospedado no Portal da Educação, na chamada Plataforma Anísio Teixeira, que já contém mais de 10 mil RED, onde se destacam as aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), com acesso livre por qualquer computador, notebook, tablete ou celular. O Canal das Universidades pode ser acessado pelo link do Portal da Educação ou pelo link direcionado à Plataforma Anísio Teixeira (http://pat.educacao.ba.gov.br/home/ipes). Neste primeiro momento, as comunidades escolar e acadêmica terão acesso a uma série de conteúdos educacionais, como cursos, vídeo aulas, sequências didáticas e cartilhas, entre outros conteúdos que estarão agrupados na Plataforma Anísio Teixeira e que foram disponibilizados pelas 12 instituições públicas de Ensino Superior da Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA), com links para seus respectivos ambientes. Na segunda etapa, o canal ganhará mais funcionalidades, permitindo uma melhor usabilidade por parte dos educadores, além de poder receber conteúdos multimídia.

 

Read the rest of this entry »

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia

A população da Bahia passa a contar, a partir de hoje (24), com o Tele Coronavírus 155, que vai prestar orientação e esclarecimentos à população, com rapidez e agilidade, durante à pandemia do novo coronavírus. O serviço, que passa a funcionar das 7h às 19h, é gratuito e fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Fiocruz Bahia. Através do número 155, estudantes do quinto e sexto ano de medicina, supervisionados por médicos, irão orientar a população, evitando a circulação de pessoas que não precisam de atendimento em unidades de saúde, neste primeiro momento.

 

GOV CARDSegundo o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, o Governo do Estado tem articulado parcerias estratégicas para o enfrentamento do coronavírus e recebeu este importante apoio da UFBA e da Fiocruz, com o envolvimento de diversas universidades baianas. “Trabalhamos, inclusive, para garantir que o serviço fosse disponibilizado através de um número de três dígitos, o 155, para que as pessoas possam memorizar com mais facilidade”.

 

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica que os estudantes de medicina, devidamente capacitados, irão escutar as demandas e fazer a orientação, de acordo com o protocolo oficial adotado pela Sesab e Ministério da Saúde. “Ao receber uma ligação, o estudante alimenta uma plataforma e esse dado é utilizado para os registros na área de saúde, para auxiliar na gestão e na assistência à saúde”.

Read the rest of this entry »

Futuros médicos atendem população gratuitamente através do Disque Coronavírus 155

Prestar orientação e esclarecimentos à população, com rapidez e agilidade, durante à pandemia do novo coronavírus. Esse é o objetivo do Disque Coronavírus , serviço lançado, nesta terça-feira (24), pelo Governo do Estado, em parceria com UFBA e Fiocruz Bahia, que faz parte do Plano de Ação de Enfrentamento ao Covid-19. Estudantes do quinto e sexto ano de medicina, supervisionados por médicos, poderão ser contatados, gratuitamente, pelo número 155, de forma a auxiliar a população, evitando a circulação de pessoas que não precisam de atendimento em unidades de saúde, neste primeiro momento.

Médica por formação, a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, que faz parte do grupo de trabalho do Governo da Bahia no enfrentamento ao Covid-19, revela que já são mais de 1200 estudantes voluntariados para esta ação. “Cada grupo de dez estudantes tem a supervisão de um médico residente ou não residente, todos voluntários, que aderiram por inscrição. No momento, temos, aproximadamente, 1200 estudantes e 70 médicos. Durante os trabalhos de planejamento, contamos com a participação de um conselheiro do Cremeb para acompanhar e opinar sobre as questões atinentes ao exercício profissional”, disse.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica o funcionamento do serviço. “A população liga para o número 155, que foi disponibilizado após solicitação ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Quem ligar para o serviço, é atendido por um estudante de medicina devidamente capacitado, que escuta a demanda e faz a orientação, de acordo com o protocolo oficial adotado pela Sesab e Ministério da Saúde. Ao receber essa ligação, o estudante alimenta uma plataforma e esse dado é utilizado para os registros na área de saúde para auxiliar na gestão e na assistência à saúde”.

Read the rest of this entry »

Secti e Ufba se unem em projeto “Meninas na Ciência de Dados”

meninas de dadosEm busca de ampliar o projeto desenvolvido por professores e alunos do Grupo de Pesquisa Gamma, da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) passou a acompanhar e realizar articulações estratégicas para fomentar o trabalho de educar meninas no mundo dos dados desde a educação básica. O intuito é estimular e promover a presença das mulheres no mundo acadêmico e diminuir a disparidade de gênero no mercado de trabalho relacionado à área de exatas, especialmente nos campos de ciência, tecnologia e inovação.

A base do “Meninas na Ciência de Dados” se concentra em atividades desenvolvidas para as estudantes aprenderem por meio do pensamento analítico, estatístico e computacional que, nos dias de hoje, estão presentes não só nas matérias exatas, mas em diversas disciplinas. Entre as articulações capitaneadas pela Secti, se destacam as parcerias com a Secretaria de Educação (SEC) e o Instituto Anísio Teixeira (IAT).

Read the rest of this entry »

Infectologia Veterinária é tema de simpósio em Salvador

O uso de tecnologias para o diagnóstico, tratamento, prevenção e controle de doenças infecciosas em cães e gatos será discutido durante o I Simpósio de Infectologia Veterinária da Bahia (Sinvet), que acontece em Salvador, entre 12 e 14 de setembro, no auditório do PAF III da Universidade Federal da Bahia, no bairro de Ondina. O evento é organizado pela Sociedade de Medicina Veterinária da Bahia e pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia.

Destinado a estudantes e profissionais de Medicina Veterinária, o simpósio trará para Salvador especialistas renomados no Brasil. Em destaque, zoonoses como leptospirose, toxoplasmose, raiva e esporotricose, doenças com impacto na SaúdeÚnica. “É a primeira vez que a Bahia realiza um evento exclusivamente voltado às doenças infecciosas em animais e humanos.

A proposta é reunir especialistas para debater temas da área profissional com foco nas demandas de tecnologias relacionadas à saúde animal e humana”, destaca a professora Nádia Rossi de Almeida, idealizadora do Sinvet e membro da Comissão de Ética, Bioética e Bem-Estar Animal do CRMV-BA.

Read the rest of this entry »

Eduardo Salles defende cotas regionais para universidades estaduais e federais da Bahia

sallesPermitir que estudantes de municípios vizinhos às unidades da UNEB (Universidade Estadual da Bahia), UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz), UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana) e as federais UFBA (Universidade Federal da Bahia), UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia) e UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia) tenham acrescido à média final da nota do ENEM o percentual de 15% ao disputarem vaga nas referidas instituições é o objetivo da indicação feita pelo deputado estadual Eduardo Salles aos reitores dessas instituições. A UFOB (Universidade Federal do Oeste da Bahia) já possui política similar.

O parlamentar apresentou a Indicação ao reitor da UNEB, José Bites de Carvalho, que afirmou enxergar na proposta “um fator de fortalecimento das relações e da possibilidade maior de que todo pessoal da região tenha prioridade no acesso aos cursos de graduação, o que vai favorecer o fortalecimento da produção e formação das pessoas locais”.

Eduardo Salles cita que as cotas regionais já são adotadas pelas universidades federais de Alagoas, Amazonas, Pernambuco e do Oeste da Bahia.

Read the rest of this entry »

Estudante baiano cria aplicativo que auxilia na preparação para o Enem

liceu enem 2

Criar uma ferramenta que ajude estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Esse foi o principal objetivo do baiano Daniel Peixoto ao transformar uma ideia inovadora em realidade. Idealizador do aplicativo Liceu Enem, o estudante do curso de Ciência da Computação, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), conta que o aplicativo já está disponível, gratuitamente, para Android e iOS, em versão beta. O lançamento oficial deve acontecer no mês de julho com nova versão que deve incluir um modo competitivo conectado às redes sociais.

liceu Enem 1Batizado em homenagem a Escola de Aristóteles, o Liceu tem um diferencial para outros Apps voltados ao Enem. “Conversando com as pessoas, percebi que a deficiência ocorria quando o estudante errava a resposta. Então me veio a ideia de trazer a resolução de cada pergunta. Programei um algoritmo que permite que o estudante, em caso de erro, seja direcionado a um vídeo com a resolução. Dessa forma, ele vai solucionar a questão e entender para que o erro não se repita”.

As inovações pensadas por Daniel não estão resumidas apenas à criação do App Liceu. Em agosto de 2017, ele participou e foi premiado em uma das edições do Desafios Bahia Hackathon, capitaneado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti), na Campus Party. “Fomos premiados no hackathon com viagem e barraca para a edição nacional da Campus. Tivemos também mentorias e recebemos um prêmio em dinheiro. Foi um incentivo bem legal”, lembra.

Com várias ideias em mente, o estudante planeja se inscrever no Edital do Programa Centelha, que tem foco em empreendedorismo tecnológico e será lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), em parceria com a Finep, no próximo dia 18. O Centelha Bahia prevê o investimento de R$ 1,6 milhão (R$ 60 mil por proposta aprovada) para capacitar empreendedores para o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores.

 

Nelson Leal exorta baianos a integrarem frente suprapartidária em defesa das universidades federais

nelson lealO presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal (PP), exortou as entidades de classe na Bahia e a sociedade civil organizada, na manhã desta terça-feira (7), a encamparem um movimento no Estado contra o contingenciamento de recursos de quatro universidades públicas federais, perpetrado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

 

 
Chefe da Alba comentou, em moção de repúdio às medidas do MEC, apresentada à Secretaria Geral da Mesa, que o Legislativo baiano se sente no dever de capitanear a formação de uma Frente Suprapartidária, com a participação de personalidades os mais variados segmentos da sociedade baiana, como forma de brecar o que classificou de bloqueio inaceitável.

 

 
“O ensino superior público na Bahia enfrenta um dos momentos mais delicados de sua história. A descabida medida provocará um prejuízo imensurável à formação superior dos baianos, à cultura, bem como a toda engrenagem que movimenta a economia do Estado”, condenou, Leal.

Read the rest of this entry »

UFBA presente: o que fazer?

Naomar de Almeida Filho

naomarO ministro da educação anunciou esta semana profundo corte no custeio de três universidades federais, incluindo a Universidade Federal da Bahia (UFBA), que estariam fazendo “balbúrdia” e por deficiências em desempenho acadêmico. Não satisfeito, ameaçou estender a medida a uma quarta universidade, pelas mesmas alegadas razões. Houve imediata reação da academia, da mídia, de parlamentares e de entidades representativas da sociedade, denunciando flagrantes ilegalidades em tal procedimento. Fazer da gestão do orçamento público instrumento de discriminação institucional, punição ideológica ou retaliação política é crime de improbidade. Mais ainda no caso de universidades públicas, protegidas em sua autonomia pela Constituição Federal. Por outro lado, demonstrou-se à larga que, pelo contrário, as instituições ameaçadas destacam-se justamente por extraordinários indicadores de melhoria de desempenho, em muito superando a média nacional. De fato, as universidades punidas estão entre as instituições brasileiras que mais aumentaram sua produção científica na última década, conforme dados da Web of Science, base internacional usada no Ranking de Universidades da Folha de São Paulo (RUF).

Gostaria de focalizar o caso da UFBA. Aqui, o anunciado bloqueio de 37 milhões de reais sem dúvida inviabilizará o funcionamento pleno da instituição antes do final deste ano. Levantou-se a hipótese de que estaríamos sendo punidos por ter sediado o Fórum Social Mundial, além de outros eventos e manifestações legítimas da sociedade democrática. Considerando recentes desmandos do atual governo, essa hipótese é bastante plausível.

Contudo, a informação de que a UFBA tem déficit ou piora em desempenho é simplesmente mentirosa. Graças a políticas públicas que, durante os governos do Presidente Lula, tendo o Professor Fernando Haddad como Ministro da Educação, culminaram com o Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), a UFBA cresceu e ampliou sua qualidade, tornando-se maior e melhor. Antes do REUNI, éramos uma universidade de médio porte, com 1.900 docentes, oferecendo 55 cursos de graduação e 61 de pós-graduação para menos de vinte mil estudantes. Dez anos depois, a UFBA tem mais de 45 mil estudantes, matriculados em 105 cursos de graduação e 136 de pós-graduação, com quase 3 mil professores.

Read the rest of this entry »

Nova York diz que Bolsonaro é perigoso: racista, homofóbico e uma ameaça para a Amazônia

A0 PÉ DA GOIABEIRA lopesEis que o ridículo internacional do Brasil, promovido pelo capitão Bolsonaro, parece não ter fim: a mídia não chapa-branca noticia que, até agora, o País foi motivo de chacota por parte de veículos da Argentina, Holanda, França, Itália, Estados Unidos, Inglaterra, Suíça e Alemanha, pelo menos.

Tudo começou quando o governo divulgou, pelos seus robôs, coisas do tipo “na Holanda, masturbam as crianças a partir dos sete meses”, o que, por certo, não tornou os holandeses mais simpáticos ao Brasil. Depois, no encontro de Davos, na Suíça, novo constrangimento: ao tentar se dirigir aos grandes investidores ali reunidos, não conseguiu articular além duas frases – habituado ao twitter.

davosHoras mais tarde, almoçou sozinho, numa espécie de bandejão, como símbolo do isolamento em que encontrava. Para a imprensa internacional, um o prato cheio, com trocadilho e tudo.

Internamente, o capitão tem sido protegido, por paradoxal que pareça, pela sua própria insegurança e desqualificação (além da grande mídia, que faz vistas grossas às derrapadas do presidente e seus ministros: publica pela manhã uma coisa no twitter, e à tarde, depois de ter as orelhas puxadas por algum general, desmente-se. No dia 1º de maio, ele tuitou que o governo tem um projeto de “naufrágio induzido” – e até agora eu espero que algum general mais inteliugente um pouquinho explique que diabos isto quer dizer. Na mesma linha de raciocínio, entram “decisões” como fazer alunos da escola pública declamarem slogans de campanha – coisas do tipo “Deus acima de todos” – queimar livros de autores não simpáticos ao governo, tirar do ar um anúncio do Banco do Brasil, censurar previamente as provas do Enem, bloquear verbas das universidades  que não apoiaram as sandices do MEC (UFBA, UFF e UnB) e até, em nome de Trump, querer invadir a Venezuela. Quase todas essas maluquices já foram desautorizadas pelos generais, que, surpreendentemente, se mostram mais sensatos do que o presidente. Lembrar que, à sombra de uma frustrada tentativa de golpe na Venezuela, o desmiolado mandatário brasileiro voltou a falar, de olhos esbugalhados ao estilo Jânio-Collor, em “declaração de guerra” àquele país, expressão que não se usa por aqui desde os tempos de Getúlio-Segunda Guerra.  A insanidade é tamanha que nosso governo parece mais preocupado com a Venezuela do que com o Brasil de 13,4 milhões de desempregados.

davos 2

O último dos vexames, até o momento em que redigíamos esta doce notinha, dá conta de que duas empresas dos Estados Unidos (a Delta Airlines e a Bain & Company) retiraram o apoio a uma homenagem que seria prestada ao capitão Bolsonaro, marcada para 14 de maio em Nova York: elas não querem ter o nome ligado a um dirigente tido como homofóbico, racista e perseguidor das minorias. É bom lembrar que dita homenagem (“Personalidade do Ano”, ou coisa assim, criada por comerciantes brasileiros para afagar o ego do capitão) já foi cancelada pelo Museu de História Natural de Nova Iorque; tentaram o Restaurante Cipriani Hallaaa (um dos melhores da cidade), que também não aceitou o abacaxi (ou batata quente?). Por enquanto, o evento está programado para o hotel Marriott Marquis –  alvo de intensos protestos – o que torna possível mais uma desistência. O prefeito de NY, Bill Blasio, afirmou que Bolsonaro não é “bem-vindo”, definindo o visitante como “um homem perigoso: racista, homofóbico e uma ameaça para a Amazônia”. Vejam a que ponto o Brasil foi rebaixado pelos .Bolsonaros.

Injustiça

Tanta gente boa de morrer, e quem morre é Beth Carvalho…

—————-

(As diatribes do Barão são publicadas às terças e sextas, quer chova, quer faça sol)

 

Robinson Almeida repudia bloqueio de 30% do orçamento da UFBA

ROBINSON ALMEIDA_FOTO -  2 ELOI CORREIA - GOV-BAO deputado estadual Robinson Almeida (PT) repudiou, nesta terça-feira (30), na Assembleia Legislativa, o bloqueio de 30% do orçamento da Universidade Federal da Bahia. A medida foi anunciada pelo Ministério da Educação sob a justificativa das Universidades Federal de Brasília (UNB), Federal Fluminense, do Rio de Janeiro (UFF), e Federal da Bahia (UFBA) estarem promovendo, na avaliação do ministro Abraham Weintraub, “balbúrdia”. A UNB (9ª), a UFBA (14ª) e a UFF (16ª) estão entre as melhores instituições do Brasil em desempenho acadêmico no Ranking Universitário da Folha de São Paulo, que avalia 196 universidades. O parlamentar considerou, em debate na Comissão de Direitos Humanos, que a decisão do governo Bolsonaro, que contingencia R$ 230 milhões das instituições, viola a autonomia universitária garantida na Constituição Federal e que é necessário uma ampla mobilização envolvendo a sociedade e a comunidade acadêmica para defender a UFBA da tentativa de “doutrinação”, da “censura” e do “autoritarismo” do Ministério da Educação.

“O ministro da educação resolveu cortar o orçamento, porque, segundo ele, as universidades estariam fazendo ‘balbúrdia’. A Universidade é um ambiente acadêmico, plural, de debates de ideias, do conhecimento, portanto, diversa. É crime, por exemplo, a universidade sediar a bienal da União Nacional dos Estudantes? Esse corte de verba é um ataque à autonomia universitária, garantida por nossa Constituição, uma medida autoritária que tenta intimidar para censurar o ambiente acadêmico. E nada disso podemos permitir”, afirmou Robinson.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31