hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘Uesc’

Amurc cria fórum de planejamento e finanças dos municípios

amurcEm meio a queda constante na arrecadação dos municípios e o aumento crescente nas despesas, principalmente nas áreas da saúde e educação, secretários municipais estão enfrentando o grande desafio de gerenciar esse desequilíbrio. Pensando nisso, a Amurc em parceria com a Pró-reitoria de Extensão da Uesc oficializou nesta quarta-feira, 22, a criação do Fórum de Secretários de Planejamento e Finanças.

O Fórum é uma atividade do Programa de Apoio Institucional às Prefeituras do Território Litoral Sul – AGIR-LS, com o objetivo de congregar os secretários, levando-os a reflexão e avaliação sobre a atual situação do município representado, e propor alternativas para o atendimento as diversas demandas do setor. De acordo com o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, a iniciativa visa ainda, incentivar ações de qualificação de pessoal, propor projetos e pleitear financiamento.

O secretario da Fazenda e Planejamento de Itabuna, Paulo César Fontes foi eleito presidente do Fórum, e, segundo ele, a proposta é “discutir assuntos próprios dos municípios, trocar experiências e buscar a resolução dos problemas em conjunto”, declarou. O mesmo pensamento foi compartilhado pelo Vice-Prefeito e Secretário de Planejamento de Ilhéus, José Nazal, que destacou “a grande importância do Fórum para aproximar os gestores municipais da região, que possuem realidades em comuns”.

Ainda fruto do Programa Agir-LS, a Amurc e a Pro-reitoria de Extensão desenvolve atividades em outros setores municipais, que atualmente estão distribuídos em fóruns de saúde, educação, cultura, administração, agricultura e meio ambiente, assistência social, economia solidária e de procuradores municipais.

 

 

Uesc abre inscrições para Ensino a Distância

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) abriu o edital do Concurso Vestibular 2017 para o preenchimento de 240 vagas para os cursos de Graduação – Licenciatura, na modalidade de Educação a Distância (EaD). Têm acesso aos cursos de graduação os candidatos que concluíram o Ensino Médio ou equivalente e tenham sido selecionados através do Concurso Vestibular, respeitando o número de vagas oferecidas e atendida a reserva de vagas.

As inscrições serão realizadas, exclusivamente, via internet, no período de 03 a 24 de abril de 2017, até às 16h. O candidato deve preencher o Formulário de Requerimento de inscrição constante na página da Uesc, imprimir o boleto bancário e pagar a taxa de inscrição até o dia 25 de abril de 2017.

A partir de 08 de junho de 2017 será disponibilizado ao candidato inscrito, na página da Uesc, o cartão informativo, onde constará número de inscrição; data, hora e local de realização das provas; opção de Polo, Curso e modalidade de concorrência; dentre outras informações relativas ao Concurso Vestibular. As provas serão realizadas no período provável de 18 de junho de 2017, com início às 13h, com duração máxima de 4 horas e 30 minutos.

Leia o Edital Nº 34

Prefeitura faz parceria com o Centro das Águas e Uesc para revitalização do Rio Cachoeira

itaguaA Prefeitura de Itabuna vai realizar  uma parceria institucional no Programa de Humanização do Rio Cachoeira  apresentado pelo Centro das Águas – Espaço Cidadão, coordenado por Maria Luzia Mello. O projeto tem como ponto de partida o trabalho de revitalização no rio Água Branca, abrangendo uma área de 2.150 hectares, com uma extensão de 3,7 quilômetros, considerado o maior afluente urbano do Cachoeira em Itabuna, que reúne 11 sub-bacias mais o canal do rio principal e tem no seu entorno uma população de 17 mil habitantes.

Para o prefeito, o ideal não é apenas a revitalização do Água Branca, mas do próprio rio Cachoeira. Ele Informou que o projeto para eliminação dos esgotos drenados para o Cachoeira está sendo discutido por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e da Emasa, com a previsão de investimentos de R$ 200 milhões a serem captados junto ao governo federal. O Programa de Humanização do Rio Cachoeira propõe uma ação em conjunto entre o governo municipal e Centro das Águas – que é formado por representantes da Amurc, Rotary, Lions, Maçonaria, TV Santa Cruz, bem como os diversos segmentos da sociedade civil organizada, UFSB e Uesc –  e a Universidade de Santa Cruz,

itabuna aereaO encontro foi aberto pela coordenadora do Centro das Águas, Maria Luzia Mello e foi complementado com a apresentação do projeto de revitalização do rio Água Branca, elaborado por Marcelo Moreau, diretor  do Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais da Uesc, que tem como foco a conservação de áreas verdes, recuperação de área de recarga da bacia, além de um trabalho de educação ambiental a ser realizado na comunidade  em paralelo a investimentos em saneamento básico, humanização dos bairros no seu entorno com melhora da autoestima da comunidade e consequente valorização da área urbana.

As ações incluem um diagnóstico da situação do Água Branca, que tem problemas com o descarte de lixo e entulho nas suas margens, apresenta sinais de impacto da degradação pela  ação do homem no meio ambiente e prevê entre outras coisas mapeamento das propriedades rurais e imóveis no seu entorno. O processo seria complementado com a realização de seminários itinerantes de sensibilização das comunidades ribeirinhas, limpeza do canal principal com 1,7 quilômetros de extensão e a retirada de resíduos sólidos, numa parceria com o governo municipal.

Abertas inscrições para auxílio permanência e estágios destinados a estudantes das universidades estaduais

 

Uesc
Estudantes das universidades estaduais da Bahia têm até o dia 31 de março para se inscrever no Programa Mais Futuro pelo endereço maisfuturo.educacao.ba.gov.br/permanencia.  A iniciativa promove o Projeto Estadual de Auxílio Permanência, do Governo do Estado, que é destinado a alunos em condições de vulnerabilidade socioeconômica das quatro universidades estaduais da Bahia (UESC, UESB, UEFS e UNEB). O objetivo é apoiar os estudantes na continuidade dos estudos, evitando o abandono do curso e contribuindo para que concluam suas graduações.

“A meta é beneficiar nove mil estudantes universitários com auxílio permanência e estágio, em investimentos que chegarão a R$ 50 milhões até o fim de 2018”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro. O secretário explica que para ter acesso ao benefício, o estudante deve estar inserido em alguns critérios, como possuir registro, individual ou familiar no Cadastro Centralizado de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); possuir renda familiar per capita mensal não superior a meio salário mínimo; possuir renda familiar total mensal de até três salários mínimos e não ter nenhum vínculo empregatício.

Os estudantes beneficiados receberão o Auxílio Permanência nos primeiros 2/3 do período de duração total do curso, tendo a opção e a prioridade para ingressar na segunda parte do projeto vinculado a um estágio de nível superior no último 1/3 de duração de curso.  Os auxílios serão divididos em três tipos: Básico – valor mensal de R$ 300 para estudantes que residem no município sede do campus ou até 100 Km de distância; Moradia – valor mensal de R$ 600 para estudantes que residam a mais de 100 Km do município sede do campus e Complementar – valor mensal para estudante que já tenha benefício de outra bolsa, mas esteja abaixo do teto máximo estabelecido.

Adélia Pinheiro: “a mulher deve ocupar seu lugar no mundo”.

adelia 2“É muito gratificante ocupar um cargo de relevância como a reitoria da Uesc, podendo contribuir com a difusão do conhecimento em benefício da comunidade regional, mas temos que avançar mais, no sentido da plena valorização da mulher em todos os segmentos”. Desta forma, a reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz, Adélia Pinheiro, destacou a importância da celebração do Dia Internacional da Mulher, que se estende durante o mês de março.

Adélia Pinheiro ressaltou que “é preciso que a sociedade brasileira evolua e reconheça a necessidade de que a mulher tenha remuneração idêntica a dos homens, seja protegida de todo tido de violência  e possa ocupar o lugar que lhe é devido  no mundo, com tratamento igualitário, respeitada a diferença de gênero”

 

Centro para desenvolvimento do cacau é lançado no Sul da Bahia

centro 1

Para inovar e fortalecer a cadeira produtiva do cacau e chocolate no sul da Bahia, foi lançado nesta sexta-feira (10) o Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSul). Durante o evento no campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), localizado na rodovia Ilhéus-Itabuna, foi inaugurado o Centro de Inovação do Cacau, primeira iniciativa do Parque que surge para fortalecer a região cacaueira.

centro 2O parque é resultado da união de esforços da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Federal do Sul da Bahia, Ceplac, IFBA, IFBaiano, secretarias estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Desenvolvimento Econômico (SDE). Com foco na criação e inovação da cadeia produtiva do cacau e chocolate no sul da Bahia, a previsão é que a estrutura receba investimentos da ordem de R$ 6,5 milhões até 2019. Foram três anos de estudos para o desenvolvimento do projeto da unidade, que irá auxiliar ainda na qualificação dos ensinos técnico e superior da região.centro 3

As primeiras operações do PCTSul terão como foco a cadeia produtiva do cacau, através de um Centro Integrado de Inteligência e Inovação que se dedicará à realização de análises físico-químicas, com foco na melhora da produtividade, centro 4qualidade e rastreabilidade das amêndoas, viabilizando o fortalecimento da inserção do cacau baiano nos circuitos produtores de chocolates finos e de origem.

A reitora da Uesc, Adélia Carvalho, disse que “o Centro de Inovação do Cacau é um pontapé inicial para as atividades do parque. O Centro já está sendo um importante apoio para a cadeia produtiva do cacau, visando a sua qualificação e a inovação da cadeia como um todo.”

Para o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia, Naomar Almeida, o objetivo maior é redinamizar a economia da região, aplicando tecnologia para aumentar a produtividade.

Também presente ao evento, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, destacou a importância do trabalho conjunto para a criação do empreendimento. “Acho importante registrar que o Parque é uma integração entre instituições públicas federais, estaduais, universidades e da iniciativa privada. O que muito me alegra é o fato de haver um conjunto de empresas privadas que se associam e sabem que esse é o melhor caminho. Somos o único país do mundo em condições de ir do fruto ao produto, então temos que agregar valor na produção do chocolate”. (Fotos: Daniel Thame/GOVBA)

Wagner participa da inauguração de Centro de Inovação do Cacau no Sul da Bahia

wagnerSerá realizado nesta sexta-feira (10) a partir das 13h30min, no auditório Paulo Souto, na UESC, o lançamento oficial do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia e a inauguração do Centro de Inovação do Cacau. O evento contará com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, que irá representando o governador Rui Costa.

A programação prevê a realização de palestras técnicas e um Momento dos Produtores. Realizado pela CEPLAC, UFSB, CEPEDI, UESC, SINEC, IF-Baiano de Uruçuca, Instituto Arapyaú, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação da Bahia e o WORLDWATCH Institute, o evento oficializa o início das atividades do Centro de Inovação do Cacau-CIC, que tem como objetivo construir, consolidar e difundir conhecimento sobre o cacau e o chocolate, com foco na melhora da produtividade, qualidade e rastreabilidade das amêndoas.

Abertas inscrições do Mais Futuro para estudantes de universidades estaduais

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (7) os editais do Programa Mais Futuro, que tem como objetivo promover a permanência e melhora do desempenho dos estudantes das universidades estaduais baianas. As inscrições para ter acesso ao auxílio permanência ou às vagas de estágio estão no site http://maisfuturo.educacao.ba.gov.br e seguem até 31 de março. Não haverá prorrogação do prazo.O auxílio terá valor de R$ 300 ou R$ 600 mensais. O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo é para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso.

No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado. Os estudantes que já estão na fase final do curso e atendem os critérios também podem ingressar no programa, já na fase do Estágio.

Os alunos podem obter mais informações e tirar dúvidas sobre o programa através dos telefones:

Secretaria da Educação do Estado – 0800 071 8956
Uneb – (71) 3117-2418
Uefs – (75) 3161-8110
Uesb – Campus Vitória da Conquista (77) 3424-8795; Campus Itapetinga (77) 3261-8664; Campus Jequié (73) 3528-9716
Uesc – (73) 3680-5452

 

Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia fortalece cacau e chocolate

parque tecAcontecerá no próximo dia 10 de março de 2017, no Auditório Paulo Souto, no Campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), às 14 horas, o lançamento do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia – PCTSul e a inauguração do Centro de Inovação do Cacau, primeira iniciativa do empreendimento, que surge para corroborar com o fortalecimento da região cacaueira.

O PCTSul é uma iniciativa do Comitê de Instituições Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia, formado em 2013, por cinco instituições: UFSB, UESC, CEPLAC, IFBA e IFBaiano. Seu objetivo principal consiste na concepção, estruturação e gestão sustentável de um ambiente de negócios capaz de integrar o mercado empresarial com o poder público e a comunidade científica, de forma a estimular o desenvolvimento de produtos, processos e serviços tecnológicos e inovadores que proponham ideias e soluções criativas para o mercado nacional e internacional, de forma a estimular o desenvolvimento regional e a valorização da matriz produtiva do Sul da Bahia.

cacau ouroAs primeiras operações do PCTSul terão como foco a cadeia produtiva do cacau, através de um Centro Integrado de Inteligência e Inovação que se dedicará a realização de análises físico-químicas, com foco na melhora da produtividade, qualidade e rastreabilidade das amêndoas, viabilizando o fortalecimento da inserção do cacau baiano nos circuitos produtores de chocolates finos e de origem. Segundo Cristiano Villela, Secretário Executivo do PCTSul, está previsto um volume de investimento inicial de R$ 2,6 milhões de reais, que serão distribuídos em três fases de implementação das ações.

chocA UESC além de sócia-fundadora, colabora com o desenvolvimento organizacional do PCTSul através do Programa de Incubação da Broto Incubadora de Biotecnologia – BROTO, iniciativa bi-institucional da UESC e UEFS, que fornece suporte gerencial, orientação tecnológica e consultoria econômico-financeira a empreendimentos de base tecnológica. A UESC também apoia a iniciativa através do fornecimento da infraestrutura que abrigará o Centro de Inovação do Cacau, que funcionará no Instituto de Análises Físico-Químicas (IPAF) no Campus da Universidade, a ser apresentado à comunidade após o evento de lançamento.

O evento reunirá autoridades políticas, empresários, representantes da comunidade científica e cacauicultores. A programação prevê uma palestra de abertura com Dr. Guilherme Ary Plonki, que abordará “O papel de um parque científico e tecnológico para o desenvolvimento regional”. Na sequência, está prevista a realização de uma mesa redonda com representantes das instituições fundadoras do PCTSul e produtores de cacau, que vão apresentar à comunidade a iniciativa do empreendimento e os seus desafios.

Uesc recebe inscrições para transferências externas

A Universidade Estadual de Santa Cruz está com inscrições abertas para as 97 vagas do seu processo seletivo de transferência externa. Interessados deverão se inscrever até essa sexta-feira (24). Os aprovados passarão a estudar na UESC a partir de abril, quando começará o primeiro semestre letivo de 2017.

Há vagas para os cursos de: engenharia civil, engenharia elétrica, direito, enfermagem, biomedicina e outros.
O formulário de inscrição está disponível neste link. Após preenchê-lo, o candidato deverá apresentar a documentação exigida no protocolo geral da UESC ou encaminhá-la via Sedex. A apresentação presencial e a postagem devem ser feitas até 2 de março.

Confira no edital a lista de documentos exigidos para a inscrição, o endereço postal da universidade e a relação completa de graduações com vagas abertas.

Entre outros requisitos, os interessados devem estar cursando em outra instituição de ensino superior os mesmos cursos para os quais tentarão transferência.

Governo apresenta parque para desenvolvimento do cacau e chocolate no Sul da Bahia

ceplac 10A apresentação do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia, que vai funcionar dentro da Universidade Estadual Santa Cruz (Uesc), na rodovia Ilhéus-Itabuna, marcou as comemorações dos 60 anos da implantação da Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira (Ceplac). O evento foi realizado da manhã desta segunda-feira (20), na sede regional da instituição, e contou com as presenças dos secretários estaduais de Agricultura, Vitor Bonfim; Ciência e Tecnologia, José Vivaldo Mendonça; Meio Ambiente, Geraldo Reis; e Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues.

ceplac 11Articulado pela secretaria estadual de Ciência e Tecnologia e a Uesc, o Parque vai funcionar dentro da Uesc com foco na criação e inovação da cadeia produtiva do cacau e chocolate no Sul da Bahia. Foram três anos de estudos para o desenvolvimento do projeto do Parque que irá auxiliar, ainda, na qualificação dos ensinos Técnico e Superior da região. O Parque tem previsão de investimentos de R$ 6,5 milhões até 2019 e possui ainda como metas o desenvolvimento de sistemas de gestão ambiental, produtividade e competitividade do cacau e do chocolate, fomento à produção agroindustrial, agroecologia e agricultura familiar e manejo e conservação dos recursos florestais.

A primeira estrutura do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia será inaugurada no mês de março. Trata-se do Centro de Inovação do Cacau, instalado em uma área dentro do Instituto Nacional de Pesquisa e Análises Físico-quimicas da Uesc.

ceplac 13De acordo com José Vivaldo Mendonça, “a Ceplac é uma referência mundial em pesquisa de cacau. Com o apoio do Governo do Estado, atuando em parceria com a Ceplac, a Universidade Estadual de Santa Cruz, e a Universidade Federal do Sul da Bahia, vamos ampliar o processo de geração de tecnologia voltada para o desenvolvimento regional, que passa pelo fortalecimento da cadeia produtiva do cacau”.

O superintendente regional da Ceplac, Antonio Zugaib, destacou que “a parceria com o Governo do Estado é importante porque envolve não apenas recursos, mas difusão do conhecimento entre as instituições, tendo o Parque Científico e Tecnológico como agente catalizador para o desenvolvimento regional”.

Para o secretário Jerônimo Rodrigues, “o grande desafio é adotar um modelo que garanta a retomada econômica do cacau e, para isso, o Governo do Estado tem estabelecido parcerias que fortaleçam a cadeia produtiva do chocolate e programas de diversificação como agroindústria e fruticultura”.

O secretário Geraldo Reis afirmou que haverá investimentos em técnicas de produção que permitam a conservação ambiental, já que o cacau, por suas características de cultivo, contribui para a preservação da Mata Atlântica.

Ampliação da produção

ceplac 12Já o secretário Vitor Bonfim disse que o Governo está trabalhando em conjunto com a Ceplac para ampliar a produção de cacau e reduzir a dependência da importação de amêndoas da África e da Ásia, que oferecem riscos de introdução de pragas.

Para o presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira e do Consórcio Intermunicipal Litoral Sul, Antônio de Anízio, “a Ceplac e o Governo do Estado são fundamentais nesse processo em que se busca agregar valor ao  cacau, através da produção de amêndoas de  qualidade e da fabricação de chocolate gourmet, ampliando a geração de emprego e renda”.

cacau e chocolate 2A comemoração dos 60 anos da Ceplac foi encerrada com a entrega de placas homenagens a funcionários e de uma palestra sobre a história da instituição, criada por Juscelino Kubitschek e que nas décadas de 1970 e 1980 elevou a produção de cacau na Bahia para 400 mil toneladas/ano. Atualmente, em processo de retomada, a produção é de cerca de 130 mil toneladas/ano e, além das amêndoas, estão sendo feitos investimentos na produção de chocolate, com a criação de cerca de 20 marcas, que já atingem os mercados nacional e internacional de chocolates finos.

Fapesb discute redução de entraves burocráticos com reitores

reitores fapespEstiveram reunidos na  sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, reitores e pró-reitores de instituições federais, estaduais e particulares do estado para discutir junto ao diretor-presidente da Fapesb, Eduardo Almeida um termo de responsabilidade das bolsas da Fundação que objetiva de desburocratizar o processo de assinaturas dos termos de outorga das bolsas concedidas.

De acordo com o estudo realizado pelo Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e Institutos de Pesquisa (Confies), pesquisadores gastam cerca de 30% do tempo com a burocracia da gestão os projetos. A principal conclusão dos cientistas é de que a burocracia aumentou em 69% nos últimos anos, afetando os resultados das pesquisas.

O diretor-presidente da Fapesb, Eduardo Almeida informou o esforço feito pela Fundação para diminuir o excesso de burocracia na atividade de pesquisa. “Hoje temos um processo que envolve muito papel, pois cada reitor precisa assinar três vias de cada um dos termos. Pretendemos achar um caminho para tornar o processo mais ágil. A sugestão é o termo de responsabilidade com as instituições e reitores, pois já temos uma proposta, mas precisamos discutir amplamente essa questão”.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031