hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Temer’

Espírito coxinha bate panela e assusta família

Um destruidor de democracias e um pilhador de nações

Valter Xéu*

 

vxeoA midiotização pelo mundo afora, leva o povo a acreditar que governos não simpáticos aos EUA, são governos ditatoriais, mesmo que tenham sido eleitos pelo voto dos seus concidadãos, como o caso de Assad na Síria e Maduro na Venezuela.

Na época do George Bush, a mídia e os serviços de inteligências do ocidente propagaram para o mundo de que países como o Irã, Iraque e Coreia do Norte formavam o Eixo do Mal que colocava o mundo em perigo e a propaganda dizia: ‘Ou você está conosco, outra contra nós’.

Todos os países que não são simpáticos ou que contrarie os interesses dos Estados Unidos, a forte propaganda de manipulação trata de disseminar pelo mundo de que aquele governante é um ditador.

E assim é feito com a Síria, onde apesar de Assad ter vencido duas ou três eleições presidenciais, recebeu o carimbo de ditador pelo simples fato de contrariar os interesses dos Estados Unidos e ter sido eleito, a propaganda dissemina pelo mundo de que foi uma eleição fraudulenta e isso o ocidental não aceita como aceitou o resultado da eleição em que Bush venceu Al Gore.

demo-euaOs Estados Unidos destruíram o Iraque com a propaganda de que o país possuía armas de destruição em massa o que não era verdadeiro e isso foi atestado pelas próprias forças de ocupação.

Como a mentira já não colava nos quatro cantos do mundo e inventaram de que estavam levando a democracia a um pais governado pelo ditador Saddam Hussein e que até? então, tinha sido aliado dos americanos. Hoje os iraquianos vivem em situação muito pior, com conflitos de toda natureza onde os grupos diversos recebem armas do ocidente para guerrearem entre si enquanto as Hal?l?iburton da vida segue tranquila roubando o seu petróleo. ? Halliburton foi administrada pelo ex-vice-presidente americano Dick Cheney: Tutti cosa nostra…

Read the rest of this entry »

Faustão solta o verbo contra Temer: “p… de governo!”

Em seu programa dominical, Faustão critica reforma de Temer na Educação. A Globo escancara crise na relação com o Golpista:

Temer diz que 40 pessoas foram a ato contra ele na Paulista e PM de SP diz que foram 35

 (do Blog Sensacionalista)- O presidente Michel Temer reforçou ontem  a entrevista que deu na última sexta-feira dizendo que os protestos contra ele são de “pequenos grupos, grupos mínimos, movimentos populares sem muito peso” e que seriam “40, 50, cem pessoas” e que seriam um grupo inexpressivo.

protestiTemer disse isso após assistir à cobertura do ato pedindo eleições diretas de grandes grupos de comunicação. “Vi umas três pessoas debaixo de uma árvore em Copacabana de manhã e agora vi mais umas 40 na grande avenida Paulista, onde o verdadeiro brasileiro trabalha nas instituições financeiras americanas que representam o cerne da nossa população e cultura.”

A conta de Temer, no entanto, foi prontamente rebatida pela Polícia Militar de São Paulo. De acordo com o coronel Melquisedeque Metralhadora, a PM usou helicópteros e um software de última geração da multinacional Alstom para chegar ao número de 35 manifestantes.

“Isso, se somarmos os vendedores de churrasquinho, água mineral e cerveja em lata. Há também o risco de o número estar exagerado porque nossa inteligência pode ter contado cinco torcedores do Internacional, vestidos com a camisa do time, como arruaceiros de vermelho.”

De rabo preso com o Golpe: DataFolha ou DataFraude?

temer

Pesquisa DataFolha divulgada com estardalhaço foi feita sob encomenda para influenciar senadores e a opinião pública e sacramentar o Golpe contra Dilma, uma presidente legitimamente eleita pelo voto popular.

Números inconsistentes e perguntas fora de propósito tornam a pesquisa um mero instrumento golpista.

A Folha, definitivamente, perdeu todos os pruridos.

Povo na rua derruba o golpe… na Turquia

Alex Solnik

alex “O povo na rua derruba a ditadura” foi a manchete de um jornal da imprensa alternativa carioca dos anos 70, exprimindo mais um desejo do que noticiando um fato.

Nessa noite, na Turquia, pudemos ver que o povo na rua derrubou um golpe de estado.

Quando o presidente Erdogan convocou o povo para ir às ruas soou como um convite ao suicídio, pois os golpistas de parte do exército turco ocuparam o aeroporto da capital, invadiram a televisão estatal, bloquearam pontes, sobrevoavam a cidade com helicópteros e cercaram o Parlamento com tanques. E estavam, evidentemente, armados.

Embaixadas de vários países, inclusive de Portugal, comunicaram aos imigrantes para ficarem em casa.

Aos poucos, no entanto, as principais ruas foram se enchendo de gente desarmada oferecendo um espetáculo inédito: o povo sem armas expulsou os golpistas do aeroporto, impediu o avanço de tanques, sem que os articuladores da deposição de Erdogan tivessem tempo de reagir.

turcDepois de algumas situações de confronto que resultaram em 197 mortes, nas quais aviões pró-Erdogan derrubaram helicóptero golpista, entre outras, notícias de que o golpe falhara foram emitidas, acalmando não só o país, como a vizinha Rússia e o distante Estados Unidos, que aguardavam com ansiedade o desenrolar dos acontecimentos.

Soldados anti-Erdogan foram presos pela polícia e conduzidos pelas ruas sob aplausos da multidão. Carros abertos com civis carregando bandeiras passaram a desfilar em homenagem à democracia. A tevê estatal foi desocupada.

Em poucas horas a rebelião anti-democrática foi sufocada.

Pela primeira vez um governo conseguiu derrotar os golpistas com a força do povo.

Não há como não estabelecer um paralelo com o caso brasileiro. O golpe do PMDB, com Temer à frente, que não tem apoio militar, não usa tanques, nem helicópteros, prossegue dentro do Congresso Nacional sem que um movimento popular o abafe. Ao contrário do povo turco, que não se intimidou com o estado de guerra, tanques nas ruas e helicópteros no céu, o povo brasileiro resume suas ações em “escrachos” que não produzem os efeitos desejados.

Talvez falte um Erdogan para convocar uma verdadeira resistência civil ao avanço do PMDB sobre a democracia brasileira.

 

Desde o afastamento de Dilma, panelas brasileiras só servem para cozinhar

panelas(do Blog Sensacionalista)-As panelas brasileiras estão mudas desde o afastamento da presidente Dilma. Sozinhas, nos armários, elas voltaram a mesma função que sempre tiveram: apenas servir para cozinhar. Um tédio, acredita a frigideira. Vou morrer de depressão, afirma a panela de pressão.

Ontem, o presidente em exercício que nunca fica sarado Michel Temer recebeu a visita de alegres atletas olímpicos e disse que com as medalhas que receberemos, o Brasil mostrará sua verdadeira face ao mundo. Mostrar-lhes-á. Mostra-lhe-às. Mostarda-lhes. Whatever. Seja lá o que ele quis dizer com isso.

Mais tarde, Temer teve outra alegria: conseguiu eleger Rodrigo Maia, do DEM, seu candidato preferido à presidência da Câmara dos Deputados. Maia chorou.

Só ele. As panelas continuam mudas. Assim vou me jogar da pia e dar adeus a este mundo cruel, ameaça o panelão de feijoada.

A radiografia do golpe no Brasil

Um conluio entre congresso, judiciario, setores economicos, midia, midiotas, brics o dedo dos EUA e a incompetencia do PT

 Valter Xéu

 

vxeoLogo após a primeira vitória de Dilma, substituindo Lula, setores da direita no Brasil começaram a desenhar um golpe no sentido de barrar a ascensão do PT que com os oito anos de Lula e mais quatro de Dilma e provavelmente mais quatro de uma segunda eleição, se somaria um total de 16 anos, ainda contando com a provável volta de Lula com uma eleição em 2018 e uma provável reeleição em 2022, o que poderia se configurar em 24 anos de mando petista, ou seja, quase um quarto de século no poder.

Por tradição, a elite brasileira sempre se posicionou-se contra as decisões governamentais de favorecimentos as classes populares, como facilidades para entra em uma universidade, sistema público de (saúde (SUS), programa como o bolsa família e a minha casa minha vida. Médicos, que por certo esvaziou junto com o SUS os consultórios médicos particulares, todos eles dominado por uma elite burguesa.

Read the rest of this entry »

Dilma diz que ela e Lula são os pais das Olimpíadas e Conselho Tutelar é acionado

mãe O(do Blog Sensacionalista)- Após ser divulgado que o presidente interino Michel Temer representará o Brasil na abertura das Olimpíadas Rio 2016 e que a presidente Dilma Rousseff terá seu lugar na cerimônia ao lado dos 5 ex-presidentes vivos, Dilma usou seu Twitter para defender sua relação com os jogos e afirmou que ela e o ex-presidente Lula são os verdadeiros pais do evento no país.

“Eu gostaria de ir às Olimpíadas pq fiz todas as tratativas, preparativos e obras. Sou a mãe e o Lula o pai dos Jogos Olímpicos #Rio2016” twittou.

Após a afirmação de Dilma, o Conselho Tutelar foi acionado e já está tomando conta do caso.

“Se Dilma e Lula são os pais, precisaremos intervir. Não toleramos nenhuma negligência no âmbito familiar e pelo ambiente conturbado, a total falta de estrutura e a bagunça em que o evento está inserido, julgamos que esse filho precisa de um melhor cuidado. Nós tomaremos as devidas providências para garantir isso” afirmou o Conselho.

Primeiramente, Fora Temer

pão fora

Lula detona Golpe e diz que quanto mais apanha mais aumenta desejo de voltar a presidência

lulão(do Brasil 247) – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aparece em primeiro lugar nas pesquisas sobre sucessão presidencial, fez um duro discurso na noite desta sexta-feira, em São Paulo.

Aos gritos de “Volta, Lula”, ele praticamente reafirmou sua intenção de reconquistar o poder. “Eu respeito a Justiça, valorizei a vida inteira o Ministério Público, a Polícia Federal, a Controladoria Geral. Mas não podemos permitir que estas instituições sejam partidarizadas e tentem criminalizar um partido”, disse ele, afirmando estar de “saco cheio” das acusações contra o PT.

Lula também criticou o que considera um conluio entre imprensa e poder Judiciário. “Eu quando vejo esse conluio acho que eles não precisam da Justiça, não querem condenar com um julgamento, querem condenar com uma manchete de jornal”. Em seguida, provocou.  “Quanto mais me provocarem mais eu corro risco de ser candidato a presidente”.

Em relação ao presidente interino, Lula foi irônico. “Não existe maior demonstração do golpe dentro do golpe do que o que aconteceu quando a Dilma foi afastada. O Temer deu um golpe na decisão do Senado. Ele não agiu como presidente interino. Assumiu como se tivesse autonomia, autoridade. Ele chegou lá através de um golpe dos fascistas, conservadores”. Lula disse ainda que Temer age como se fosse um Fidel Castro ao entrar em Havana, em 1959. “Mas enquanto o Fidel fez uma revolução, Temer fez um golpe”.

 

 

7×1

Daniel Thame

daniel charge cuba zapEstamos vingados!!!

Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Gil, Felipe Luis, Elias, Renato Augusto, Phillipe Coutinho, Willian, Casemiro,  Jonas, Gabigol, Lucas Lima, Wallace.

Este time, comandado de forma brilhante pelo técnico Dunga, nos redimiu de um dos maiores vexames da história do futebol brasileiro.

Surge uma máquina de jogar futebol, que já está no panteão dos heróis da pátria amada Brasil.

Aqueles 7×1 diante da Alemanha definitivamente fazem parte do passado.

Viramos a página.

7×1 no Haiti.

Sim o Haiti, que um dia cantaram que era aqui e às vezes parece que é mesmo.

A gloriosa, poderosa e tantas vazes campeã  Seleção do Haiti foi humilhada, massacrada, goleada, numa exibição de antologia.

Phillipe Coutinho parecia Pelé, Willian reencarnou Garrincha, Casemiro reviveu Clodoaldo e Gabigol nos fez lembrar Tostão.

Enfim, o verdadeiro futebol brasileiro renasceu na Copa América Centenário.

Essa sim uma Copa pra valer, com potências com o já citado Haiti, a Jamaica, o Panamá, a Venezuela, a Bolívia.

Esqueçam essa bobagem de Copa do Mundo com seleções chinfrim como França, Espanha, Holanda, Itália e uma tal de Alemanha.

Os Estados Unidos e  o mundo se curvam diante do Brasil. A pátria de chuteiras comemora.

Celebremos o 7×1 sobre o Haiti.

É o Governo da Salvação Nacional dizendo a que veio, virando a página dos tempos tenebrosos em que qualquer Alemanha vinha aqui e nos humilhava.

Com Dunga e seus Meninos de Ouro, temer jamais.

Todos juntos vamos, pra frente Brasil, salve a Seleção.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930