hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Sul da Bahia’

PRODUÇÃO DE CACAU DEVE SUPERAR SAFRA 2010/2011

Mantendo a expectativa de safra recorde, o fluxo de cacau continuou a crescer em todas as regiões produtoras nesta última semana. De acordo com a TH Consultoria, o total acumulado das entradas da Bahia já alcançou o recente número pico de 2010 e provavelmente ultrapassará na próxima semana.

Outros estados produtores do fruto estabeleceram novos recordes tanto para o volume semanal, quanto o total acumulado e mostram tendência de continuar crescendo. Tudo indica que a previsão original para a produção do Temporão desses estados de 620.000 sacas será superado.

No Brasil foi recebido na última semana, um total de 153.827 sacas de amêndoas com 60 kg, sendo que 102.434 sacas foram da Bahia, e 51.393 sacas de outros estados.

O fator que ainda não é motivo de comemoração é o preço pago ao produtor, que registrou um declínio fomentado pela alta das cotações externas e do dólar. “A queda do prêmio oferecido aos produtores decorre do forte aumento do volume das entradas, que está gerando problemas de logística às empresas compradoras ao atingir o limite da sua capacidade de processar recebimentos, forçando-as a tentar reduzir o fluxo de cacau que chega aos seus armazéns”, informou a TH Consultoria.

Os preços pagos registrado no eixo Ilhéus – Itabuna, sul do estado, gira em torno de R$ 74,00 – 77,00 a arroba.( Fonte: Mercado do Cacau)

BANDIDOS ATACAM FAZENDA DE CACAU

já tem pouco e ainda roubam

O produtor Marcos Paulo Vasconcelos, da Fazenda Santa Maria, Região de Pimenteira, registrou Boletim de Ocorrência no Complexo Policial de Itabuna dando conta do furto de 10 sacas de cacau.

Em entrevista ao repórter Oziel Aragão, da Rádio Difusora, Marcos disse que o furto aconteceu no período da madrugada, quando todos os trabalhadores estavam dormindo.

O produtor lamenta o prejuízo de cerca de R$ 3 mil que ele teve com o seu sócio Lucas Árleo.

“Aproveito para fazer um apelo aos proprietários de armazéns para não comprarem cacau sem saber a origem, pois pode ser fruto de roubo”, desabafou.

 

PREFEITURA DO SUL DA BAHIA COMPRA R$ 1 MILHÃO EM FARDAMENTO ESCOLAR EM LOJA DE ROUPAS ÍNTIMAS

é aula de que, ´seu` prefeito?

A Prefeitura de Ipiaú gastará quase R$ 1 milhão na aquisição de um novo lote de fardamento escolar para os alunos da rede municipal de ensino.

Com mais essa compra, o município sul-baiano já gastou  mais de R$ 5 milhões em blusas e fardas escolares.

A vencedora do Pregão Presencial foi a Empresa Lua e Mel Indústria e Comércio de Confecções LTDA ME, localizada no Município de Santo Antônio de Jesus.

Detalhe: a empresa Lua é especializada na fabricação de peças íntimas.

Vai ver que é pras aulas de educação sexual…

 

RIO+20: PATAXÓS DO SUL DA BAHIA RECEBEM COMIDA ESTRAGADA E APELAM PARA PÃO COM MORTADELA

Indio não quer apito, nem comida estragada

Depois de passar o dia à base de pão com mortadela, os índios da etnia Pataxó, da Bahia, que participaram da Cúpula dos Povos na Rio+20, esperavam ter um jantar mais saudável no Acampamento Terra Livre, instalado no Sambódromo, no centro do Rio de Janeiro.

Mas eles tiveram que recorrer ao sanduíche porque as quentinhas servidas no almoço pela organização do evento para representantes de cerca de 15 etnias estavam estragadas.

A denúncia foi feita durante um debate sobre soberania alimentar, no Aterro do Flamengo, durante evento paralelo à Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Os índios receberam as marmitas com arroz, macarrão, feijão e carne estragados, que foram  recusadas imediatamente pelas lideranças. Não há relatos de doentes. (do Terra)

WALDOMIRO DE DEUS, AOS 68 ANOS, UM MENINO GÊNIO

Waldomiro de Deus. Gênio.

Waldomiro de Deus, um dos maiores pintores primitivistas do Brasil, completa 68 anos neste dia 12.

68 anos de uma existência mágica, 51 anos de pura arte, Do menino que emigrou de Itagibá, no Sul da Bahia, para São Paulo num pau de arara ao artista reconhecido mundialmente, Waldomiro conversa a alma de menino na sua vida cotidiana e nas telas onde expressa os sua visão de mundo, com olhar apurado e talento de gênio.

Waldomiro de Deus está na Europa, onde participa como convidado especial, de uma exposição de arte primitivista.

É merecedor de todos os parabéns, de todas as homenagens, esse menino gênio para quem a idade é só a passagem do tempo.

LITORAL SUL DA BAHIA PODE TER PETRÓLEO DO PRÉ-SAL

Um técnico em exploração de petróleo ouvido por este blogueiro afirmou que,  após a análise das pesquisas de prospecção realizadas no litoral Sul da Bahia,
entre Canavieiras e Ilhéus, são fortíssimas as possibilidades da existência de petróleo do pré-sal, o que teria um impacto monumental na economia regional.

A má noticia, pelo menos para quem esperava explorar politicamente a descoberta em ano eleitoral, é de que a confirmação oficial só se dará em 2013, após a realização de pesquisas complementares.

Lançamento do Cacau para Sempre reúne mais de 600 agricultores familiares da região cacaueira

Com a presença de mais de 640 agricultores familiares, produtores de cacau do Sul da Bahia, foi lançada nesta sexta-feira (25), no Teatro do município de Ilhéus, a ação Cacau para Sempre. A estratégia de combate à pobreza rural e a inclusão socioprodutiva, que integra o programa estadual Vida Melhor, vai atender cerca de 10 mil famílias de produtores de cacau da Bahia.

A ação vai ser executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), e permitirá a recuperação da lavoura cacaueira, através do fortalecimento estrutural, logístico e produtivo para a produção do cacau de qualidade e da conservação do sistema cabruca.

De acordo com secretário da Casa Civil, Rui Costa, que esteve no evento representando o governador Jaques Wagner, o programa visa articular, apoiar e organizar todos os pequenos agricultores que produzem o cacau para que possam melhorar a produtividade. “Para isso o governo está utilizando fundos de combate à pobreza, do programa Vida Melhor, e junto com a Sedir e a CAR, que é a empresa responsável pela ação, lança esta iniciativa que visa dar melhor capacidade de produção a esses produtores e, com certeza, ajudará a levar renda e melhorar a qualidade de vida de todos eles”, afirmou.

Para o diretor executivo da CAR, José Vivaldo de Mendonça, foi um dia muito importante para a empresa pela implantação dessa articulação, no âmbito do Vida Melhor, uma ação regional ampla com uma quantidade expressiva de famílias a serem atendidas. “O Cacau para Sempre está vinculado ao Vida Melhor e, ao mesmo tempo, se conecta com o Brasil Sem Miséria. Inicialmente iremos atender a 3 mil famílias e, nos próximos anos, serão 10 mil famílias beneficiadas, o que certamente impactará decisivamente na vida e renda de milhares de pessoas”, explicou.

Para a execução da ação serão usadas estratégias como a recuperação e construção das estruturas produtivas do processo de beneficiamento da amêndoa do cacau (barcaças, cochos de fermentação, secadores e fornos); recomposição do estande com mudas de procedência garantida (plantio, replantio e clonagem); enriquecimento da Cabruca com essências florestais nativas e com espécies de valor econômico, a exemplo de flores tropicais, frutíferas e palmito, além da valorização e do fortalecimento das associações e cooperativas, viabilizando os processos de certificação e adequação socioambiental das propriedades rurais atendidas.

O Cacau para Sempre vai atender comunidades rurais, remanescentes de quilombos, aldeias indígenas e assentamentos de reforma agrária, dos Territórios Extremo Sul, Litoral Sul, Baixo Sul, Vale do Jequiriçá e Médio Rio de Contas, através de recursos oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza Rural (Funcep).

A ação, coordenada pela Casa Civil, é uma parceria entre a CAR, a Superintendência de Agricultura familiar (SUAF), da Secretaria da Agricultura do Estado, da EBDA, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Ceplac e UESC.

UM DINHEIRO QUE O SUL DA BAHIA DEIXA DE GANHAR

 

Um relatório apresentado hoje pela Cargill, uma das maiores empresas processadoras de cacau do mundo, revelou que as indústrias brasileiras importam cerca de 60 mil toneladas de cacau por ano, da África e da Indonésia.

Isso significa 250 milhões de dólares por ano, cerca de 500 milhões de reais.

Dinheiro que poderia estar circulando no Sul da Bahia, caso houvesse produção suficiente.

 

CACAU PARA SEMPRE VAI ATENDER 20 MIL FAMÍLIAS DE PEQUENOS PRODUTORES DA BAHIA

Com o objetivo de apoiar e incluir socioprodutivamente 20 mil famílias de agricultores familiares produtoras de cacau, a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) lança a ação Cacau para Sempre nesta sexta-feira (25), às 14h, no Teatro Municipal de Ilhéus. A ação vai atender comunidades rurais, remanescentes de quilombos, indígenas e assentados de reforma agrária dos territórios de identidade Extremo Sul, Litoral Sul, Baixo Sul, Vale do Jiquiriçá e Médio Rio de Contas, por meio de recursos oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza Rural (Funcep).
Com foco no fortalecimento estrutural, logístico e produtivo para produção de cacau de qualidade e da conservação produtiva do sistema cabruca, o Cacau para Sempre está sendo desenvolvido no âmbito do Programa de Inclusão Socioprodutiva (Vida Melhor), do governo estadual, que tem como meta a inclusão dos baianos que se encontram dentro da faixa da pobreza, tanto na zona rural quanto na zona urbana.

Para a execução da ação serão usadas estratégias como recuperação e construção das estruturas produtivas do processo de beneficiamento da amêndoa do cacau (barcaças, cochos de fermentação, secadores e fornos), recomposição do estande com mudas de procedência garantida (plantio, replantio e clonagem), enriquecimento da cabruca com essências florestais nativas e com espécies de valor econômico, a exemplo de flores tropicais, frutíferas e palmito, além da valorização e do fortalecimento das associações e cooperativas, viabilizando os processos de certificação e adequação socioambiental das propriedades rurais atendidas.

De dezembro de 2011 até agora, foram conveniados seis projetos, no valor de R$ 10 mil, com entidades que já fazem trabalhos consolidados com agricultores familiares que se encontram em situação de pobreza, sendo atendidas 3.100 famílias de agricultores familiares.

O Cacau para Sempre é resultado de uma parceria entre a CAR, a Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf) da Secretaria da Agricultura, EBDA, Ministério de Desenvolvimento Agrário, Ceplac e Uesc. O evento contará com a presença de todas as comunidades que já estão sendo atendidas diretamente com os convênios e representantes de órgãos estaduais e municipais e de associações ligadas à agricultura familiar.

Dividas do cacau: Geraldo Simões propõe inclusão do PESA e ampliação do prazo de renegociação


Com o objetivo de conseguir a atualização das datas de renegociação do PAC do CACAU e de incluir nas renegociações as dívidas do PESA (Programa Especial de Saneamento de Ativos), o deputado federal Geraldo Simões tem  mantido constante contato com o Senador Walter Pinheiro, relator da MP 565, atualmente em tramitação no Congresso Nacional. De acordo com  Simões, “ o senador Pinheiro manifestou todo interesse nestas medidas de grande importância para os produtores de cacau e para o estímulo da economia do Sul da Bahia. Existem também abertura e interesse nos setores do Governo Federal e do Estado em adotar medidas que favoreçam a economia e a produção, mantendo a tendência de crescimento, desenvolvimento e emprego no Brasil, enquanto internacionalmente, parte significativa do mundo vive um processo de crise e recessão”. Para ele, há exemplos recentes  como as recentes medidas de redução de juros e cortes no Imposto de Produtos Industrializados – IPI.

Além da incorporação do PESA nas negociações, Geraldo Simões está  propondo que o prazo de renegociação seja estendido até julho de 2013, o que dará tempo suficiente para que todos os produtores, que ainda não tiveram oportunidade de renegociar, possam providenciar seus documentos e finalmente resolver sua inadimplência, conseguindo novos empréstimos e voltando a atuar sem restrições no mercado. “Anteriormente já  conseguimos ampliar o prazo. Tenho certeza que novamente vamos conseguir atualizar o prazo da renegociação da dívida cacaueira como é a aspiração de todos os produtores e da população da região”, finalizou o deputado.

Projeto na Região Cacaueira propõe tombamento de jequitibás

 O jequitibá é uma das espécies mais tradicionais da região cacaueira, considerado um verdadeiro tesouro entre os produtores. Tradicionalmente a árvore é encontra em meio ao cultivo do cacau, que na região sul da Bahia é plantado no sistema cabruca, em meio a Mata Atlântica, que visa produzir e preservar o ambiente.

Em virtude disto o Instituto Cabruca em parceria com a Ceplac deu inicio a um trabalho de identificação de Jequitibás centenários, preservados nas fazendas no sul do estado, com o intuito de encontrar os maiores Jequitibás da região e sugerir aos órgãos responsáveis, o tombamento destas árvores como patrimônio histórico, cultural e paisagístico de seus municípios, ao mesmo tempo ampliar as visitas ao local, estimulando o turismo rural.

O projeto teve inicio pelos municípios de Ipiaú e Ubatã, e quando encontradas, as árvores são cadastradas, coletadas as sementes e recebem uma pequena placa de identificação. Um bom exemplo está na Fazenda Segredo, localizada na região da água Branca, zona rural de Ipiaú, que guarda um exemplar com 45 metros e 33 centímetros de altura, 9 metros e 20 centímetros de diâmetro e com aproximadamente 400 anos.

Na Fazenda Boa Lembrança, localizada em Ubatã, que também recebeu a visita do projeto, por lá o Jequitibá é considerado uma árvore de estimação e foi até batizado com o nome de Sandó, em homenagem ao patriarca da propriedade. Sandó, até o momento, está sendo considerado o maior Jequitibá do município com 56 metros de altura e 7 metros e 60 centímetros de diâmetro.

Além da beleza exuberante de um jequitibá, estudos recentes associam a presença desta árvore somente em solos que são ricos em nutrientes, ou seja, que são bons para a cacauicultura. Para valorizar a preservação das árvores nas propriedades, o Instituto Cabruca, anunciou um concurso que premiará a fazenda que preservar o maior Jequitibá do sul da Bahia. (fonte: site Mercado do Cacau)

FAZENDAS DE CAFÉ NO SUL DA BAHIA SÃO FECHADAS POR EXPLORAR MENORES

A Policia Rodoviária Federal, juntamente com o Ministério Público do Trabalho, realizou hoje uma operação conjunta para interditar fazendas de café suspeitas de submeter os trabalhadores a condições análogas a escravidão, em fazendas localizadas às margens da rodovia BR 101, em Camacan, no Sul da Bahia.

Policiais Rodoviários Federais (PRF’s) lotados na Delegacia de Itabuna e do Núcleo de Operações Especiais (NOE-BA) que estão apoiando à Polícia Federal na região de conflito entre indígenas e fazendeiros no sul da Bahia, na região de Pau-Brasil e Itajú do Colônia, depararam-se com menores carregando uma armadilha para captura de animais silvestres, Na abordagem constatou-se que os menores trabalhavam por produção em fazenda de café e em possível situação análoga à escravidão.

Os trabalhadores recebiam o valor de R$ 6,00 por cada saco de 50 Kg de grãos de café que colhiam e recebiam em média entre R$ 250,00 e R$ 300,00 por mês. Os policiais efetuaram o levantamento das informações e confirmaram a situação e a localização da fazenda, acionando então os Procuradores e Auditores do MPT para realização da operação.

Durante os desdobramentos da apuração não ficou confirmada a exploração em condições de escravidão, porém ficou configurada a exploração de menores e as condições degradantes de trabalho, faltando-lhes banheiro disponível para as necessidades básicas, cobertura para proteção das chuvas, local para refeições, falta de equipamento de proteção individual, etc. Ao todo foram interditadas duas fazendas e marcadas audiências para confecção de termos de ajustamento de conduta.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
junho 2019
D S T Q Q S S
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30