hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Sul da Bahia’

Definida empresa que vai construir Centros de Canoagem no Sul da Bahia

canoagem

A empresa Saneando Projetos de Engenharia e Consultoria venceu a licitação e deve iniciar nos próximos meses a construção dos três centros de canoagem nos municípios de Itacaré, Ubaitaba e Ubatã. As obras serão executadas pelo governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb).

O investimento previsto para a construção dos equipamentos esportivos é de R$ 3,073 milhões. Pelo projeto, cada centro de canoagem contará com salas de fisioterapia e troféus, além de cozinha, academia, vestiários, garagem para canoas, passarela e deck de madeira.

A previsão é que, nos primeiros meses de funcionamento, sejam oferecidas 150 vagas nos três centros para crianças e adolescentes, com prioridade para estudantes de escolas públicas e baixa renda. Serão inseridas nas atividades crianças com idade a partir de oito anos. (do Pimenta)

Governo do Estado lança em Ilhéus a Estrada do Chocolate

estrada chocolate 1O Governo do Estado lançou o projeto de implantação da Estrada do Chocolate em Ilhéus, no sul da Bahia, durante o Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2017. No roteiro, os turistas conhecerão a cultura do cacau e a produção do chocolate, por meio de visitas a fazendas existentes ao longo da BA-262, com sítios históricos, rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental.

Este será o primeiro roteiro turístico temático da Bahia e, inicialmente, vai abranger os municípios de Ilhéus e Uruçuca. O projeto foi lançado pelo secretário do Planejamento e vice-governador, João Leão, neste sábado (22), com as presenças dos secretários de Turismo, José Alves, e Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, além do coordenador do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Jonas Paulo.

estrada chocolate 3Na apresentação do projeto, João Leão destacou que “existem cidades no Brasil e no mundo que não produzem uma única amêndoa de cacau e vivem exclusivamente do chocolate. O Governo da Bahia está somando esforços com os empresários e outras instituições, como prefeituras e universidades, no sentido de impulsionar a produção de chocolate e fazer com que essa região de torne um polo de atração de investimentos, impulsionando o turismo e a economia como um todo”.

O roteiro começa a operar a partir de agosto. Ele inclui ainda as fábricas do parque moageiro de cacau, no Distrito Industrial de Ilhéus, fazendas/fábrica de chocolate gourmet, fazendas de cacau com acervo histórico-arquitetônico, Estação Rio do Braço, arquitetônico da sede do antigo distrito de Ilhéus e a Biofábrica do Cacau.

A Estrada do Chocolate também lembra os cenários da obra imortal do escritor Jorge Amado, conhecida em todo o mundo. “Essa é uma região única, com uma cultura e história que giram em torno do cacau e que vamos transformar também na região do chocolate de origem”, acrescentou Leão.

Desenvolvimento regional

O secretário de Turismo explicou que “as pessoas que visitarem o sul da Bahia poderão conhecer todo o processo, de cultivo, colheita, preparação das amêndoas e produção do chocolate, adquirindo marcas de qualidade”. Jonas Paulo lembrou que “a meta do Governo da Bahia é a retomada do desenvolvimento regional, e a Estrada do Chocolate é estratégica porque atua como polo difusor da produção verticalizada, além do forte atrativo turístico”, destacando o casamento entre as belezas naturais da região e o sabor do chocolate premium.

Já Jerônimo Rodrigues ressaltou que “a Estrada do Chocolate abrange várias propriedades da agricultura familiar, que vem recebendo recursos do Governo do Estado para capacitação e ampliação de toda a cadeia produtiva. O nosso diferencial será a amêndoa de qualidade, o chocolate de origem e o respeito ao meio ambiente com a conservação da Mata Atlântica.”

Com apoio do Governo da Bahia, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau reúne cerca de 80 expositores e apresenta 40 marcas de chocolates finos. O evento acontece até este domingo (23), no Centro de Convenções de Ilhéus.

Sul da Bahia, do cacau ao chocolate

 

chocolate 2

Do cacau ao chocolate. Essa é a nova realidade do Sul da Bahia, após décadas como região produtora de amêndoas. A cada dia, novos empreendedores passam a investir na produção de chocolates finos, apostando num mercado consumidor em expansão no Brasil e no Exterior. O Chocolat Bahia 2017, Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que está sendo realizado em Ilhéus, com o apoio do Governo da Bahia, é uma oportunidade de apresentar novos produtos, adquirir e trocar conhecimentos e ampliar os negócios. São   cerca de 40 marcas de chocolates regionais em exibição, cada uma com sua característica, mas com a marca do cacau de qualidade, fruto de investimentos na modernização da lavoura.

hans schaeppi

Hans Schaeppi é um pioneiro. Há 32 anos ele implantou a primeira fábrica de chocolate caseiro do Nordeste. “Foi um grande desafio, porque havia uma cultura de produzir amêndoas e percebi que era preciso investir no produto final. Hoje vejo com alegria a Região partindo para a verticalizado e se tornando a terra do Cacau e do Chocolate”, afirma. Atualmente, Hans produz cerca de duas mil toneladas/ano, comercializa os produtos em todo o país e busca atingir o mercado chinês.

henrique almeida

O setor de chocolates premium cresce cerca de 10% ao ano no Brasil, enquanto o mercado tradicional cresce apenas 2%. Henrique Almeida é outro exemplo de produtor de cacau que apostou no chocolate. Da terceira geração de uma família de produtores de cacau, há 5 anos, ele  começou a produzir chocolate. Investiu em amêndoas de qualidade, cursos de capacitação e hoje comercializa o chocolate premium em grandes redes da Bahia e do Sul/Sudeste do país. O próximo passo é o mercado árabe e os Estados Unidos. “Cacau e alimento e também e prazer. Nosso foco é a qualidade é esse é o caminho da região. O negócio Cacau só é viável se atrelado ao chocolate”,destaca

leo maia

O mercado de chocolate também atrai jovens empreendedores como Leonardo  Maia. Com pós graduação em Gestão de Negócios em Cacau e Chocolate ele está produzindo chocolates finos com 50% e 70% de cacau.  “Na  infância sempre tive muito contato com fazendas de cacau e sempre que podia acompanhava os trabalhadores nos tratos e colheita do cacau. E em minhas viagens para outros países tive a oportunidade de experimentar diversos tipos de chocolates e percebi que o nosso cacau do Sul da Bahia tem um potencial grande a ser explorado”, afirma.

 

AGRICULTURA FAMILIAR

carine assunção

A produção de chocolate também é incentivada na agricultura familiar, que responde por 90% da produção de cacau no Sul da Bahia. A Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia conta com 300 associados e produz chocolates caseiros e achocolatado com 30% de cacau. Beneficiados com recursos do Programa Bahia Produtiva, do Governo do Estado, os agricultores familiares pretendem investir na produção de cacau organico, que agrega valor ao chocolate e derivados. “Nossos produtos já são consumidos na merenda escolar e com o chocolate de origem vamos buscar novos mercados, gerando mais renda no setor rural”, destaca Carine Assunção, coordenadora da cooperativa.

gildeon

Com 420 associados, a Cooperativa de Agricultores Familiares do Sul da Bahia, também atendida pelo Bahia Produtiva, produz chocolates finos e achocolatados e está criando uma linha exclusiva para os supermercados. “Com assistência técnica e capacitação vamos melhorar cada vez mais a qualidade e criar novos canais de comercialização” , diz o diretor da Coopesulba, Gildeon Farias.

gerson marques

Gerson Marques, presidente da Chocosul  destaca que “a produção de chocolate é uma alternativa viável, num processo que está se consolidando. Dos 40 produtores, 38 produzem o próprio cacau. São empreendedores que foram para as fazendas, reorganizaram a produção, com uma nova mentalidade, investindo em amêndoas de qualidade superior”. “Essa é uma estratégia que terá impactos positivos na economia regional, com a melhoria da produtividade e consequentemente do preço final. O modelo antigo, de mero fornecedor de matéria prima, está superado. Hoje o caminho é a verticalização, valorizando principalmente a produção de chocolates fino, de cacau orgânico que tem alto valor agregado”.

FIEB promove curso de capacitação de prepostos

Capacitar prepostos para representar e defender adequadamente os interesses das empresas em audiências trabalhistas e cíveis é o objetivo do curso que será promovido pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), no próximo dia 02 de agosto, nas instalações do SESI na unidade integrada do Sistema FIEB na região Sul, situada na Rodovia Jorge Amado, BR 415, Km 13.

A capacitação é voltada exclusivamente para empresários e representantes de indústrias baianas e será ministrada pelas advogadas Ana Virginia Menzel, especialista em Direito do Trabalho; e Namir Gabrielle de Oliveira, especialista em Direito Processual Civil e em Direito e Processo do Trabalho.

Os interessados devem efetuar a inscrição no portal do Sistema FIEB (www.fieb.org.br). A capacitação é gratuita, com vagas limitadas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (71) 3343-1479 ou pelo e-mail capacitacaosindical@fieb.org.br.

Bois, cacau e uma região de omissos

Helenilson Chaves

hc (2)

O Brasil assiste a um espetáculo vergonhoso, em que um grupo empresarial, movido a favores governamentais, concedidos em troca de propinas negociadas na calada da noite, que circulam em malas e através de outros artifícios, consegue amealhar um patrimônio na casa dos 16 bilhões de reais.

Mais do que isso, obtém o perdão ou a prorrogação, com prazos que atravessam décadas, de dividas com financiamentos públicos que igualmente são contabilizados em bilhões de reais, devidamente referendados pela mais alta corte do Judiciário.

A abertura dos segredos do grupo JBS, através da deleção de um de seus donos, expõe a maneira em que nossas principais autoridades, no Executivo e no Legislativo, atuam, privilegiando os interesses pessoais em detrimento dos interesses públicos.

A “generosidade” governamental com a JBS e outros grandes grupos empresariais nos remete à situação, completamente oposta,  que aflige a nossa Região Cacaueira.

Há três décadas, o Sul da Bahia sofre com uma crise provocada por uma praga que dizimou a lavoura cacaueira, levou os produtores à lona e gerou milhares de desempregados no setor rural, afetando a nossa economia como um todo.

De maiores produtores de cacau do mundo, responsáveis por uma fatia considerável do PIB baiano, passamos a uma região que hoje precisa importar cacau para não perdeu o parque industrial e perder ainda mais empregos. Vivemos uma espécie de “crise dentro da crise”, com as consequências por demais conhecidas.

Nesses 30 anos, estamos sempre à espera de um apoio governamental que nunca chega.

Acreditamos em promessas que nunca se concretizam. Ou, pior, não nos damos conta da grave situação em que nos encontramos.

Nossa representação política é ineficiente, quando não é nula. A Ceplac, uma instituição que poderia contribuir para a retomada do desenvolvimento regional, definha e não se vê um mísero protesto.

Os bancos públicos apertam os produtores com a cobrança de dívidas impagáveis, assumidas por conta de projetos governamentais malogrados, é ninguém levanta a voz.

Sem reagir, sem exigir nossos direitos, omissos diante de tamanho descaso, nos comportamos feito cordeiros rumo ao sacrifício.

Ou numa analogia com a citada JBS, como bois a caminho do matadouro.

 

Bahia e China assinam acordo de cooperação para desenvolvimento do Sul do estado

rui chineses 2 (2)

O governador Rui Costa recebeu uma comitiva chinesa no Palácio de Ondina, em Salvador, para tratar de relações comerciais, nesta sexta-feira (14). Durante a reunião, que foi o resultado da visita do governador à China, em 2016, foi assinado um memorando de cooperação entre a Free Trade Zone Tianjin e a ZPE de Ilhéus.

rui chineses 2 (1)

A reunião com os chineses teve ainda o objetivo de promover o intercâmbio de cooperação econômica e comercial visando a prosperidade e desenvolvimento comum, além de fortalecer laços de amizade e parcerias comerciais. Participaram também do jantar o vice-governador e secretário da infraestrutura, João Leão, e os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e do Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner. (Fotos: Mateus Pereira/GOVBA)

Abertura do IV Festival Gastronômico em Itacaré reúne sabores e cultura local

tono gastroEm uma noite de expectativa e muitos sabores, o IV Festival Gastronômico de Itacaré teve início nesta quinta-feira, dia 14, na Orla da cidade. Com o tema “Sabores de Itacaré”, a abertura reuniu centenas de pessoas entre moradores, visitantes, empresários, parceiros, autoridades regionais  e convidados..

Apontado como um dos melhores festivais gastronômicos da Bahia, o evento, realizado pela Prefeitura de Itacaré, conta com a participação de 30 restaurantes da cidade e com uma programação cultural cheia de atrações.

A apresentação do projeto de fortalecimento da agricultura familiar, bares e restaurantes locais foi realizada pelo prefeito, Antônio de Anízio, que na oportunidade destacou a emoção pelo sucesso do festival, que há quatro anos faz história no município em reunir sabores, bom preço e música em um só local.

“É uma oportunidade impar para que nossa cidade sinta essa energia maravilhosa. Estou falando como nativo dessa terra e me sinto honrado em ver agregado os grandes chefes com os nossos produtores rurais, onde estamos dando uma visibilidade ao turismo de base comunitária. Agradeço ao emprenho da Secretaria Municipal de Turismo e a todos os colaboradores pelo sucesso desse evento, que já faz parte do calendário de programação do município”, expressou o prefeito.

Read the rest of this entry »

Bahiater apoia projeto de recuperação de nascentes

nascentesMelhorar a qualidade da água utilizada nas propriedades através da proteção e recuperação das nascentes proporcionando o aumento da vazão e armazenamento de água, reduzindo o risco de escassez nas áreas rurais dos municípios

Pau Brasil, assim como os 26 municípios do Território Litoral Sul, sofreu muito com a seca em 2015, com rebanhos e produção agrícola reduzidas pela falta de chuvas. Com objetivo de planejar e iniciar um processo de recuperação de nascentes, o Secretário de Agricultura,  Alberto Evangelista e a  Diretora de Meio Ambiente, Liliane Gomes, realizaram uma reunião com Marcos Vinicios e Bernardino Rocha, do Setaf/BAHIATER, onde encaminharam uma ação de recuperação de nascentes no município.

A atividade vai acontecer no mês de agosto iniciando com um curso sobre preservação ambiental, conservação do solo e finalizando com a recuperação da nascente. Para Marcos Vinicios/BAHIATER ‘recuperar nascentes é preservar água e biodiversidade. Estamos na pegada da agroecologia, o caminho é esse, não temos no Sul da Bahia a cultura de armazenar água, precisamos nos prevenir por conta de situações como a seca de 2015″, Alberto Evangelista revelou que o município vai apoiar a ação com a secretaria de agricultura e a diretoria de meio ambiente.

Rodovia Ilhéus-Canavieiras. Um lindo arco íris nas terras do cacau e do chocolate.

Rodovia Ilhéus-Canavieiras. Um lindo arco íris nas terras do cacau e do chocolate.

Rui inicia a semana com entrega de habitações em Salvador

rc 2Depois de uma intensa agenda de trabalhos pelo interior do estado, viajando do norte ao sul da Bahia, o governador Rui Costa começa a semana na capital baiana. Nesta segunda-feira (10), às 8h30, ele faz a entrega de 197 unidades habitacionais do projeto de urbanização integrada do Bairro de Nova Esperança, que contempla as comunidades do Barro Duro, Cepel e Bom Sucesso. Serão entregues 50 unidades no Loteamento BA-526 e outras 147 no Loteamento Barro Duro I, onde o ato será realizado. O ponto de referência é a estrada Cia-Aeroporto, entrada em frente à Ceasa, sentido São Cristovão-BR3-24, na altura da passarela.

O projeto, que é coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) inclui no total a construção de 411 moradias, além de obras de infraestrutura, execução de serviços de redes de abastecimento de água, rede de esgoto e rede de recalque com 7,5km de extensão, drenagem pluvial, pavimentação de ruas e caminhos, urbanização e equipamentos (escola, centro comunitário, quiosques, praças e campo de futebol), ciclovias e calçadão na margem da Lagoa de Ipitanga.

Na quinta-feira , às 10h, Rui Costa visita o município de Santa Luzia, no Sul do estado, onde inaugura 2 Unidades Básicas de Saúde.  Já na sexta-feira , às 10h, a visita do governador vai ser no município de América Dourada, no centro norte baiano. Na ocasião, ele inaugura a pavimentação asfáltica da estrada que liga a BA 052, ao Distrito de Prevenido. Em seguida, Rui faz a entrega de 5.818 certificados de Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir), destinados aos municípios de América Dourada, Cafarnaum, Central, Ibititá, Presidente Dutra e São Gabriel, e de mais 6.006 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para as cidades de Cafarnaum, Central, Ibititá, Presidente Dutra, São Gabriel e América Dourada.

 

No sábado (13), às 10h, Rui Costa viaja para o município de Conceição do Almeida, na região do recôncavo, onde participa dos festejos pelos 127 anos de emancipação política. Na cidade, o governador inaugura mais de 6 mil quilômetros quadrados de pavimentação, entrega uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e 866 certificados do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir) para agricultores de Conceição do Almeida e Muniz Ferreira. Além disso, Rui entrega uma ambulância para reforçar a saúde no município.

Prefeitos debatem fortalecimento da agricultura familiar

aaaa 1

A equipe da Bahiater recebeu as visita dos Coordenador da 5a Ciretran Itabuna, Lenildo Santana, do prefeito de Itajuipe, Marcone Amaral, acompanhado do secretário de administração Ralile Luedy e do assessor Neto Barbosa; e também do presidente da Associação de Prefeitos, prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, acompanhado do empresário Jota Pinto e do diretor de projetos Marcos Luedy.

aaaa 2

A visita dos prefeitos foi para tratar de assuntos relativos à agricultura familiar dos municípios, bem como para buscar informações sobre as políticas públicas de fortalecimento do setor rural, como o Promer- Programa de Mecanização Rural. Tecnicos da Bahiater também se reuniram com  secretário municipal de Agricultura de Aurelino Leal, Neto e com representantes da Associação Indígena Tupinambá-Aitac, para tratar das visitas de assistência técnica da Bahiater à aldeia Acuipe de Cima, no Sul da Bahia.

Amurc fortalece a Comunicação Pública no interior da Bahia

amurc 2A necessidade de fortalecer a comunicação pública nos municípios marcou o  “Amurc Comunica”, e fomentou um debate de ideias entre os assessores de comunicação regional, nesta quarta-feira, 5, na Unime – Itabuna. O encontro deu início a construção de um espaço de diálogo para apresentação e atendimento às principais demandas do segmento, com o apoio da Amurc.

O presidente da Amurc, Antônio de Anízio falou sobre a importância da comunicação na gestão pública municipal, tendo em vista que todos os atos do governo devem ser divulgados para que a população tenha conhecimento e possa participar das melhorias nas suas cidades. Ao mesmo tempo, ele ressaltou que todas as secretarias de governo devem estar em sintonia com a comunicação institucional.

No encontro foi sugerido a construção de um espaço permanente de diálogo, conhecimento, capacitação, network e troca de experiências. “Isso tudo levará a profissionalização com consequente reconhecimento de todos da sua importância na efetivação de políticas públicas e gestão diferenciada”, declarou o coordenador da Amurc, Luciano Veiga.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031