livros do thame

Posts Tagged ‘Secretaria de Segurança Pública’

Policiais recebem premio por desempenho

9.884 servidores lotados na Secretaria Estadual de Segurança Pública recebem nesta sexta-feira o Prêmio por Desempenho Policial. A premiação é referente ao ano passado.

O governo do estado vai pagar R$ 15 milhões para agentes da polícia civil, delegados, policiais militares e peritos do Departamento de Polícia Técnica.

A premiação é uma compensação pela redução de Crimes Violentos Letais Intencionais em 2015 em relação a 2014. O valor da premiação varia de R$ 360 a R$ 4 mil. Entre os contemplados estão policiais lotados em Itabuna e Ilhéus.

No ano passado, as duas cidades registraram redução significativa na quantidade de assassinatos. Em Itabuna, a redução dos crimes violentos letais foi de 13,6%. Ilhéus teve uma queda ainda maior, de 22,3%.

Dez mil servidores receberão Prêmio por Desempenho Policial em maio

O Prêmio por Desempenho Policial (PDP), que tem como objetivo valorizar os integrantes das forças de segurança do estado, vai ser pago pelo Governo do Estado a 9.884 servidores baianos. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o investimento na premiação referente à atuação dos servidores no ano de 2015 será de R$ 15 milhões.

Os servidores que receberão a gratificação integram 21 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) que, no ano passado, bateram a meta de redução de 6% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em relação ao ano de 2014. Esses servidores terão direito a 50% do PDP, mas poderão receber 75% do valor do prêmio se a AISP que integram fizer parte de uma Região Integrada de Segurança Pública (Risp) que também tenha superado a meta de redução de mortes em 2015. Segundo a SSP, quatro Risps bateram as metas: Atlântico e Central (ambas em Salvador), RMS e Sul.

“Implantamos na polícia baiana uma metodologia que dá certo em grandes empresas do setor privado. É uma profissão estressante, com altos riscos e que exige uma dedicação 24 horas. O PDP busca motivar e valorizar esse importante serviço público”, declara o secretário Maurício Barbosa.

Ranking de redução de CVLI 

Os CVLIs – que englobam, além das ocorrências de homicídio, também latrocínio e lesão corporal seguida de morte – tiveram diminuição de 1,1% na Bahia no ano passado, em comparação com 2014. As regiões que alcançaram diminuição, com superação da meta ou submeta, foram as seguintes AISPs: Pituba (-57,1%), Santa Maria da Vitória (-28,9%), Lauro de Freitas (-25,5%), Brumado (-24,3%), Rio Real (-23,8%), Ilhéus (-22,3%), Eunápolis (-21,5%), Itapuã (-21%), Tancredo Neves (-20,7%), Feira de Santana (-20%), Pojuca (-17,3%), Dias D’Ávila (-16%), Itabuna (-13,6%), Liberdade (-13,1%), Camaçari (-12,2%), Guanambi (-8,3%), Brotas (-6,8%), Cruz das Almas (-6,8%), Nordeste de Amaralina (-6,7%), Simões Filho (-4,9%) e Vitória da Conquista (-4,1%).

Ataques a banco caem 63% em 2 meses na Bahia

banco 1O trabalho integrado das polícias Militar e Civil, juntamente com o suporte da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e o monitoramento das câmeras por meio do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), resultou na diminuição em 63% dos roubos a bancos (explosões de caixas eletrônicos, arrombamentos, entre outras modalidades) em 2016 na Bahia, numa comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dados foram anunciados na reunião de avaliação semanal, realizada na tarde desta segunda-feira (14), na sede da SSP, coordenada pelo secretário Maurício Teles Barbosa. Foram 17 casos registrados em janeiro e fevereiro deste ano, enquanto em 2015, no mesmo período, tinham sido computadas 46 ações criminosas contra estabelecimentos financeiros. A utilização de explosivos nos roubos também teve diminuição. No ano passado foram 35 casos, ao passo que, em 2016, as quadrilhas usaram este tipo de artefato em 13 ocasiões.

banco 2“Reúno a cúpula da polícia baiana toda semana para analisarmos os índices criminais no estado e hoje estamos também comemorando a atuação das unidades especializadas no combate ao crime organizado. As ações integradas de inteligência e a parceria com o Exército na fiscalização da venda de explosivos nos renderam esse excelente começo de ano”, ressaltou Barbosa.

Ele acrescentou que os encontros com representantes dos bancos também resultaram em atitudes para ampliação dos sistemas de seguranças das instituições financeiras. “Estamos com novos efetivos capacitados nas academias das polícias Militar e Civil e colocaremos alguns desses servidores para reforçar o interior”, acrescentou o secretário.

 

Corpo de Bombeiros Militar da Bahia tem primeiro comandante depois da emancipação

bombeirosO primeiro comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, o coronel Francisco Luiz Telles de Macedo, tomou posse nesta terça-feira (25), em cerimônia realizada na sede do 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. A solenidade marca o início do primeiro comando desde a emancipação da Polícia Militar, em novembro de 2014.

Nomeado para o cargo no último dia 14, através de publicação no Diário Oficial do Estado, o coronel afirmou que pretende usar a autonomia dos Bombeiros para melhorar ainda mais o serviço prestado à população e empregar os recursos para isso. “A palavra de ordem é comprometimento para que cada um dos nossos oficiais possam ajudar na construção de uma sociedade melhor. Desde já, firmo o compromisso de servir com a dedicação e empenho com que venho trabalhando desde o dia em que escolhi cumprir a missão de ser militar”. 

Inovações legais O secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, e outras autoridades prestigiaram a posse do novo comandante-geral. Para o secretário, o momento marca o começo da nova fase de autonomia administrativa, orçamentária e financeira, que vem juntamente com outras inovações legais, como o Código de Prevenção a Incêndios.

“Estamos aqui para saudar e prestigiar todos os 2.300 oficiais que fazem parte do Corpo de Bombeiros e que não poderiam escolher uma data melhor para essa celebração, senão o dia 25 de agosto, quando também se comemora o Dia do Soldado. A dedicação desses profissionais com a vida da sociedade é algo que merece a homenagem”, falou o secretário.

 

Pacto Pela Vida: cai em 8,6% o número de crimes violentos no Sul da Bahia

pacto sul 2A preservação de 80 vidas e a redução de crimes violentos nas grandes cidades do Sul da Bahia foram alguns dos resultados apresentados, na manhã desta sexta-feira (30), em Jequié, durante encontro do Pacto Pela Vida. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, e delegados e comandantes que atuam na Região Integrada de Segurança Pública Sul se reuniram no centro cultural, onde foram avaliados os números criminais da região, no período de janeiro a 26 de julho, entre os anos de 2014 e 2015.

Composta pelas Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) de Ilhéus, Vitória da Conquista, Itabuna, Eunápolis, Itapetinga, Valença, Teixeira de Freitas e Jequié, a Risp/ Sul teve diminuição de 8,6% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte). “As maiores reduções foram registradas nos grandes municípios da região”, afirmou o secretário, garantindo intensificar os esforços para que as pequenas cidades também acompanhem esse ritmo.

O ciclo de reuniões, responsável pela interiorização do Pacto pela Vida, já passou pelas Risps Leste, (Alagoinhas) e Norte (Juazeiro. “A intenção é que o PPV siga o mesmo desempenho da capital, que, nos últimos anos, tem registrado reduções significativas nos crimes violentos”, pontuou Barbosa. Disse também estar muito satisfeito com a presença do Judiciário e do Ministério Público nas discussões que objetivam a melhoria da segurança no estado, “uma das principais premissas do Pacto Pela Vida”.

As polícias Civil e Militar do município expuseram os principais problemas para a manutenção da paz na região, como a atuação de líderes de quadrilhas de dentro dos presídios e a briga pelo domínio do tráfico de drogas.

Participaram ainda do encontro a prefeita, Tânia Brito, o subsecretário Ary Pereira de Oliveira, a chefe de gabinete, delegada Gabriela Caldas, o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardinho Britto, o diretor do Departamento de Polícia Técnica, Elson Jefesson, o juiz criminal Carlos Alberto Fiúza e os promotores Rafael de Castro e Juliana Rocha, além do representante da Procuradoria Geral de Justiça, o também promotor Raimundo Moinhos.

 

Pacto pela Vida investiu R$ 85 milhões e já formou 15 mil policiais

Seminário Temático Pacto Policiamento Comunitário para alunos recém formados da Policia Militar.Foto: Carla Ornelas/GOVBA

Seminário com  alunos recém formados da Policia Militar (fotos: Carla Ornelas/GOVBA)

Os avanços do programa estadual Pacto pela Vida foram apresentados  em seminário temático no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no Centro Administrativo (CAB), em Salvador. O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e o coordenador do Pacto pela Vida, Cezar Lisboa, fizeram palestras para a turma de especialização de policiais militares e alunos do Curso de Oficiais da PM.

pacto 1Desde a criação do Pacto pela Vida, em 2011, o Estado formou aproximadamente 15 mil policiais e capacitou outros 55 mil. Com investimento superior a R$ 85 milhões, o governo reforçou o enfrentamento à violência adquirindo três aeronaves, 3.592 viaturas, e criando delegacias, como a de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e 11 Centros Integrados de Comunicação (Cicom). Um dos destaques apresentados no seminário foi a redução dos crimes nas áreas de cobertura das 17 bases comunitárias de segurança.

Segundo Maurício Barbosa, no primeiro semestre de 2015, houve redução de 10% e 13% no índice de violência, em Salvador e na região metropolitana (RMS), em relação ao igual período do ano passado. “Tivemos muito sucesso com a implantação das bases comunitárias. São desenvolvidas muitas ações de inteligência que, em números, estão se mostrando eficientes”.

Read the rest of this entry »

Cai o número de crimes contra a vida na capital e RMS

Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homicídios dolosos, lesão corporal seguida de morte e roubo com resultado morte – tiveram redução de 10,4% em Salvador e 12,8% na região metropolitana no primeiro semestre de 2015, em comparação com o mesmo período do ano anterior.
Este ano, foram registrados, na capital baiana, 644 casos contra 745 ocorrências em 2014. Na RMS, que, com certa freqüência, tem cidades figurando em pesquisas de violência, o decréscimo foi de 11,7% (364 homicídios dolosos em 2015, para 412 casos no ano passado).
“Desde 2011 implementamos ações na SSP, comprovadamente bem sucedidas em empresas privadas, como o Pagamento por Desempenho Policial (PDP), além de fixarmos metas e premiações para as unidades que conseguem melhores resultados”, afirmou o secretário Maurício Teles Barbosa.
Ele explicou ainda que “nosso planejamento de médio a longo prazos mostra que esse é o caminho a ser seguido” e que, “semanalmente, faço uma reunião de avaliação com os comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e com diretores da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Técnica”.
Barbosa informou também que operações, com foco em capturas de homicidas, garantiram o bom desempenho no primeiro semestre. “Em parceria com o Ministério Público e a Justiça, o trabalho nos permite investigar melhor, com utilização de interceptação telefônica e célere expedição de mandados de prisão”.

Prefeitos serão convocados para reunião do Pacto pela Vida

pacto r 1

Para avaliar os dados relativos aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), também chamados de crimes contra a vida, e definir novas estratégias para o fortalecimento de ações sociais e de segurança pública, os representantes do Comitê Executivo do programa Pacto pela Vida, entre eles o governador Rui Costa, participaram de reunião nesta quarta-feira (8), na sede do Ministério Público do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Secretários estaduais, policiais civis e militares, além de representantes do Poder Judiciário e da Defensoria Pública do Estado, entre outras autoridades, estiveram presentes.

 

Na oportunidade, o governador observou que a intenção é aprimorar e ampliar cada vez mais as ações para proporcionar segurança aos baianos.”Temos avanços. Mas ainda está longe do que desejamos. Hoje deliberamos que vamos chamar os prefeitos das cidades, onde os índices [de violência] ainda estão altos. Queremos chamá-los à participação [no Pacto pela Vida] e ver qual contribuição na área social eles podem proporcionar”. Os municípios de Camaçari, Lauro de Freitas e Simões Filho foram citados como prioritários neste momento.

 

Ações sociais

 

pacto r 2Durante a reunião, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Geraldo Reis, apresentou propostas de ampliação das ações sociais que já são desenvolvidas em parceria com as Bases Comunitárias de Segurança (BCS). “A ideia geral é que possamos ter, no âmbito do Pacto pela Vida, uma proeminência maior do braço geral do Poder Executivo. Ou seja, um equilíbrio maior entre a ação policial e a ação social do Estado”.

 

Ainda de acordo com Reis, por orientação de Rui Costa, a secretaria está preparando uma série de serviços itinerantes para serem oferecidos em todas as BCSs, como o Procon Móvel, Odontomóvel (já em andamento), cursos de qualificação profissional, serviços de saúde, atividades esportivas e culturais, além do encaminhamento a programas sociais.

 

Defensoria Itinerante

 

Com o intuito de reduzir o número de presos provisórios em unidades prisionais da Bahia, inclusive em delegacias, representantes da Defensoria Pública do Estado apresentaram durante a reunião o Programa de Audiências Itinerantes. Com a meta semanal de realizar entre 20 e 30 julgamentos, defensores, promotores e juízes que farão parte da iniciativa irão percorrer, nos próximos meses, diversas cidades e realizar o que eles denominam de ‘audiências concentradas para julgamento de processos’.

 

Conforme o defensor público-geral do Estado, Clériston Macêdo, “como a Defensoria Pública não está presente em todos os municípios baianos, indicamos uma forma de atuar conjuntamente com outros poderes, para potencializar o julgamento de presos provisórios em cidades onde não tem Defensoria Pública e o índice de criminalidade é alto, de acordo com o ranking apresentado pelo Governo do Estado”.

 

Macêdo explicou que, após as audiências, caso seja condenado, o preso se tornará preso definitivo e, se for absolvido, volta ao convívio social. “Com isso, diminuímos o custo do sistema prisional como um todo. Também viabilizamos as delegacias que não são locais específicos para cumprimento de pena”.

 

Sistema Prisional

 

O último a explanar durante a reunião, que durou cerca de três horas, o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, destacou a criação de mais 3,8 mil vagas em presídios, o que, segundo o governador, também irá contribuir para reduzir o número de presos em delegacias. “Isso dará mais dignidade a quem está preso, por determinação da Justiça, cumprindo sua pena”, disse Rui Costa.

 

Redução de CVLIs

 

Os Crimes Violentos Letais Internacionais (CVLIs) tiveram redução de 8,8% nos três primeiros meses deste ano em Salvador e região metropolitana, em relação ao mesmo período de 2014. Os bairros da capital baiana que tiveram a maior redução nos três primeiros meses de 2015 foram Cajazeiras (-7,12%), Periperi (-19,4%), Tancredo Neves (-34,7%) e Itapuã (-48,8%). Fotos: Carol Garcia/GOVBA

Segurança Pública é destaque em premiação de Carnaval

barbosaResponsável por eleger os melhores artistas do Carnaval de Salvador há 22 edições, este ano, o Troféu Dodô e Osmar mudou o formato e incluiu a categoria Serviço Público Destaque. Foram avaliados itens como banheiros químicos, limpeza das ruas, transporte, organização geral da festa e segurança, que foi destaque na opinião dos entrevistados.

Coube ao cantor Reinaldo (Terra Samba) e aos vocalistas do É o Tchan!, Compadre Washington e Beto Jamaica, entregarem o troféu ao secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa, que agradeceu ao governador Rui Costa pela confiança depositada na equipe que teve mais de 85% de aprovação popular. “[Este prêmio] é um reconhecimento pelo esforço de quase 23 mil profissionais. [É resultado] do empenho, do aprimoramento que vem sendo feito há décadas. Não se faz um carnaval com dois milhões de pessoas sem segurança. Uma segurança pública qualificada e voltada para este evento [o carnaval]. Uma referência para outros países. Vamos continuar trabalhando para fazer um carnaval ainda melhor em 2016″.

Na oportunidade, o secretário estadual do Turismo, Nelson Pelegrino representou o governador Rui Costa e ressaltou a importância da premiação. “A característica fundamental deste troféu é que o povo é quem fala. É quem está na rua no momento mais importante [para avaliar], sentindo o melhor do carnaval para opinar”, comentou Nelson.

barbosa 2Grandes nomes da Axé Music abrilhantaram o evento que, por meio de músicas e vídeos, contou a história dos 30 anos do gênero. Daniela Mercury avalia como pertinente a possibilidade de premiar também os serviços públicos. “Sem a infraestrutura [disponibilizada pelo poder público] não poderíamos fazer um carnaval mais acolhedor, melhor para o turismo da Bahia, já que [o Carnaval] se tornou algo profissional”.

Entre os artistas e entidades que foram destaques no Carnaval 2015 e receberam o troféu, está o bloco afro Ilê Aiyê. “Quero agradecer ao governo federal, através da Petrobras, e ao Governo do Estado pelo patrocínio que nos viabilizou sair no carnaval”, afirmou o diretor do Ilê, Osvalrízio do Espírito Santo, ao receber o troféu.

Os demais prêmios foram de Cantor Destaque (Márcio Victor), Cantora Destaque (Ivete Sangalo), Banda Destaque (Psirico), Sucesso do Carnaval (Tem Xenhenhem), Bloco de Carnaval (Cerveja & Cia e As Muquiranas), Bloco de Samba (Alerta Geral), Camarote Destaque (Salvador) pelo júri popular.

Já o júri técnico elegeu os melhores figurinos (Claudia Leitte e Daniela Mercury), artista revelação feminino (Vina Calmon), artista revelação masculino (Igor Kannário), melhor fantasia de bloco afro (Cortejo Afro) e o momento do Carnaval 2015 (Igor Kannário no Campo Grande). (Fotos: Raul Golinelli/GOVBA)

Crimes contra a vida em Feira de Santana diminuem 16% em 2015

De janeiro a 20 de março deste ano, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) registrou diminuição de 16,67% nos crimes contra a vida em Feira de Santana, na comparação com igual período de 2014. O número de vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) caiu de 84 no ano passado para 70 em 2015. Os dados foram apurados pela SSP por meio do programa estadual Pacto pela Vida, que desde 2011 desenvolve ações em Salvador, região metropolitana e cidades do interior.

Para o coronel Adelmário Xavier, comandante de Policiamento Regional Leste, os números mostram que a prática de integração entre as polícias Militar, Civil e Técnica vem dando certo. Aliado a isso, segundo ele, o apoio incondicional aos comandos regionais e a valorização do policial, através do trabalho para elevar a autoestima da corporação, têm sido fundamentais para o resultado positivo no combate à violência no município.

Os crimes de latrocínio, homicídio e lesão corporal seguida de morte tiveram 32 registros em janeiro do ano passado, 30 em fevereiro e 22 em março. Já em 2015, ocorreram 30 casos em janeiro, 22 em fevereiro e 18 até o dia 20 de março. Os dados são coletados pelo Núcleo de Gestão do programa Pacto pela Vida e avaliados a cada 15 dias. “A expectativa é que o índice de violência caia muito mais”, afirmou o coronel.

“Hoje temos uma polícia muito mais engajada. Em Feira, o policial tem compromisso com a sociedade e se aproxima, cada vez mais, da população. A Polícia Militar vai intensificar dia a dia as ações que permitam a valorização desse profissional e garanta mais segurança e qualidade de vida para o cidadão”, acrescentou Xavier.

 

Número de homicídios reduz 12% em Salvador e área metropolitana

violencia 1

O registro de Crimes Violentos Intencionais Letais (CVLIs), nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, caiu 12,6% na capital baiana e na Região Metropolitana de Salvador (RMS) em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram apresentados, nesta segunda-feira (9), durante a primeira reunião periódica de 2015 do Comitê Executivo do Pacto pela Vida, realizada no Ministério Público do Estado, no Centro Administrativo (CAB), em Salvador, com a presença do governador Rui Costa.

violencia 1“Os números são um sinal positivo, pelo qual parabenizo a todos que atuam entre os poderes públicos e, em especial, na área de segurança. Isso é resultado do esforço e da dedicação dos policiais militares e civis. Espero continuar esse trabalho acrescentando uma política social, direcionada às áreas mais sensíveis, para que possamos continuar comemorando uma redução ainda maior nos próximos meses”, afirmou Rui.

O índice de homicídios registrado na RMS diminuiu 22,7%, passando de 132, entre janeiro e fevereiro de 2014, para 102 no primeiro bimestre de 2015. As ocorrências tiveram redução de 100% na Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) de Dias d’Ávila, 47,4% em Simões Filho e 42,9% em Pojuca.

Em Salvador, houve 226 homicídios no período de 1º de janeiro a 28 de fevereiro de 2015 contra as 241 ocorrências do ano passado, o que representa queda de 6,2%. As áreas que apresentaram maior redução foram Itapuã (56,7%), Tancredo Neves (38,5%), Periperi e Nordeste de Amaralina, ambas com 33,3% a menos em relação a 2014. Na segunda quinzena de fevereiro, o índice de CVLIs, em relação a 2014, caiu 19,2% em Salvador e 20% na RMS.

Segurança Pública utiliza 340 câmeras de monitoramento no Carnaval

cam

 

Está tudo pronto para a Operação Carnaval 2015 da Secretaria da Segurança Pública (SSP). A garantia é do titular da pasta, Maurício Barbosa, que nesta quarta-feira (11) visitou o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador. “Hoje, nosso trabalho começa às 19h e encerra na Quarta-feira [de Cinzas], depois do Arrastão de Ivete [Sangalo] e das bandas que tradicionalmente já fazem este evento”, afirmou o secretário.

 

Além dos 23,7 mil policiais, que vão atuar para garantir a segurança durante o Carnaval na capital baiana, 338 câmeras de videomonitoramento, instaladas em pontos estratégicos dos circuitos e nos corredores de tráfego de acesso à folia, auxiliam os profissionais de 28 órgãos de segurança, controle e defesa civil, que atuam conjuntamente no CICC neste ano. Conforme o gerente de operações do CICC, major Paulo Roberto Cunha, do total de câmeras, aproximadamente 140 estão instaladas em viaturas.

 

Representantes da Marinha, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Guarda Municipal, Transalvador, Defesa Civil, entre outras instituições, estarão no CICC durante a Operação Carnaval 2015 da SSP. “O Centro Integrado de Comando e Controle se responsabiliza por acolher as ocorrências que são trazidas dos circuitos e, daqui mesmo, estas situações são resolvidas”, disse o secretário.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
agosto 2016
D S T Q Q S S
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031