WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)’

Mais 35 mil famílias agricultoras baianas passarão a contar com Assistência Técnica e Extensão Rural

 

Representantes de organizações sociais que executam o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), selecionadas no edital ATER Biomas, do Governo do Estado, via Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), assinaram contrato, nesta quarta-feira (21), em evento realizado no Centro de Formação da SDR, em Salvador.

 

A partir do contrato firmado, passarão a ser atendidas por 49 instituições, com o serviço de ATER mais 35.640 famílias, distribuídas em 66 núcleos localizados nos biomas Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, nos 27 territórios de identidade da Bahia.

 

O objetivo é fortalecer os sistemas produtivos da agricultura familiar a partir da estruturação produtiva e articulação de políticas públicas para promoção do desenvolvimento rural sustentável, das unidades produtivas familiares (UPF), nos biomas baianos. Visa ainda promover o desenvolvimento produtivo e a elevação da renda de famílias que vivem no campo.

:: LEIA MAIS »

Reunião territorial discute avanços na agroecologia no Litoral Sul

Entidades de assistência técnica e extensão rural (ATER) ligadas à Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), vão discutir as ações e tecnologias voltadas para a agroecologia durante a Reunião Territorial Avanços na Agroecologia no Litoral Sul. O encontro é uma iniciativa da Bahiater, em parceria com a SoluBio, e conta com o apoio do Colegiado Territorial láLitoral Sul.

O evento acontecerá no dia 22 de setembro. Pela manhã, a atividade acontecerá a partir das 9h, na sede da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc), em Itabuna, com as participações do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul da Bahia (CDS-LS) e da Cooperativa de Desenvolvimento Territorial (COOPERAST). À tarde, o encontro será a partir das 14h, na sede do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA), em Camacã, com as participações técnicos do CIMA e do Instituto Ecobahia.

Serviço

O quê: Reunião Territorial Avanços na Agroecologia no Litoral Sul

Quando: 22/09/22

Onde:

9h – Itabuna – Sede da AMURC

14h – Camacã – Sede do CIMA

Realização: Bahiater e SoluBio

Apoio: Colegiado Territorial Litoral Sul

Objetivo: Diálogo e divulgação de tecnologias agroecológicas

Políticas públicas para agricultores familiares são apresentadas em Gandu

As experiências de políticas públicas levadas para agricultores familiares baianos foram apresentadas, nesta terça-feira (23), em Gandu, por presidentes e secretários executivos de consórcios públicos do estado da Bahia, durante uma reunião de alinhamento das estratégias da Parceria Mais Forte, da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

 

São ações incrementadas por meio da parceria entre o Estado da Bahia,  prefeituras municipais, Consórcios Públicos, poder público estadual e organizações da sociedade civil, voltadas ao fortalecimento dos diversos sistemas produtivos da agricultura familiar, desde a base de produção, acesso à terra, tecnologia, infraestrutura, agroindustrialização, assistência técnica e extensão rural (ATER) e ao acesso a mercados.

 

O representante do Consórcio dos Municípios do Baixo Sul (Ciapra), Leandro Ramos, falou das ações na Cacauicultura, sistema produtivo em destaque na região e apresentou as metodologias aplicadas, que são referência para os outros consórcios. “33% do cacau produzido na Bahia está no Baixo Sul. A média aqui em Gandu é de 40 arrobas por hectare. Uma atividade que dialoga com os 14 municípios do Baixo Sul. Vamos potencializar a produção de cacau no território Baixo Sul, através do Programa Cacau Mais, para assistir 2.400 agricultores, aplicando novas técnicas de manejo”.

:: LEIA MAIS »

Cooperativa de Presidente Tancredo Neves é exemplo em estruturas coletivas para gerar emprego e renda no meio rural

coopatam (5)Para garantir a escala, a regularidade de fornecimento de alimentos e o acesso a políticas públicas, agricultores e agricultoras familiares da Bahia apostam na organização de estruturas coletivas, a exemplo de cooperativas e associações. Hoje, são mais de três mil empreendimentos espalhados por todas as regiões do estado, de acordo com dados da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

coopatam (3)

O vice-presidente da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), Icaro Renê, destaca a importância do cooperativismo para o segmento. “É através da união que o homem do campo pode lutar nesse mundo capitalista, mostrando que com o cooperativismo o agricultor familiar deixa de receber nomes como: ‘coitadinho’, e passa a ser um empreendedor, gerando renda, valorizando a sua produção e colocando os seus produtos em diversas gôndolas de lojas e supermercados do Brasil e do mundo. Como diz a velha frase: ‘juntos somos mais forte’, o cooperativismo vem mostrar isso”.

coopatam (4)

No município de Tancredo Neves, por exemplo, a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) possui 345 associados e beneficia, diretamente, 1.380 pessoas.

coopatam (1)

A Coopatan trabalha com o beneficiamento, principalmente, da mandioca e da banana, e possui uma unidade agroindustrial, com capacidade de processamento de 247 toneladas, por mês, de mandioca, 159 de banana e 5.240 unidades de abacaxi. Para o processo de beneficiamento a cooperativa emprega, diretamente, 22 pessoas e gera dezenas de empregos indiretos, já que movimenta a economia de toda a região.

:: LEIA MAIS »

Mutirões de DAP seguem na Bahia no mês de agosto

dapsMutirões para a emissão e renovação da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) estão regularizando a situação cadastral de milhares de agricultores e agricultoras familiares em todos os territórios baianos. A ação é realizada pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada  a com participação de parceiros institucionais. No Litoral Norte e Agreste Baiano e na Bacia do Paramirim, os próximos mutirões já estão com as datas marcadas.

Com o documento, as famílias que vivem da terra conseguem ter acesso a diversas políticas públicas, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), o Garantia-Safra, a Aposentadoria Rural e ao próprio Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), dentre outras. A partir de novembro, a DAP será substituída pelo Cadastro Nacional do Agricultor Familiar (CAF).

:: LEIA MAIS »

Caravana Parceria Mais Forte será realizada no território Costa do Descobrimento

Nesta quinta-feira (19), a Caravana Parceria Mais Forte Juntos para Alimentar a Bahia segue para o território Costa do Descobrimento, no município de Eunápolis, para levar mais ações para a agricultura familiar da região.

A Caravana, que já passou por Teixeira de Freitas e Irecê, tem o objetivo de consolidar as ações que já vêm sendo executadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), e fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a economia dos municípios baianos.

Participam da Caravana os mais diversos agentes sociais, que executam políticas públicas voltadas para a agricultura familiar e para o desenvolvimento rural dos municípios baianos, para somar esforços e potencializar políticas públicas que geram desenvolvimento local.

:: LEIA MAIS »

Desenvolvimento rural da Bahia será destaque nas Caravanas Parceria Mais Forte Juntos para Alimentar a Bahia

agri alba (3)A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) dará início, neste mês de maio, às Caravanas Parceria Mais Forte Juntos para Alimentar a Bahia. Serão realizados encontros em todos os 27 territórios de identidade do estado. O principal objetivo é consolidar as ações que já vêm sendo executadas e fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a economia local.

 

caravana imagemNo total, estão sendo investidos pelo Governo do Estado, nessas atividades, mais de R$ 2,9 bilhões, no período de 2015 até o fim de 2022, por meio da SDR. Agora, em parceria com diversas instituições, essas ações estão sendo ainda mais potencializadas e articuladas para gerarem maior impacto local.

 

Entre as ações realizadas pela SDR e suas unidades, que estarão entre os temas apresentados nas Caravanas estão: Regularização Fundiária (Coordenação de Desenvolvimento Agrário – CDA); Investimentos produtivos, acesso à água, habitação, máquinas/equipamentos e infraestrutura (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR); Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural – Bahiater); Garantia-Safra e Segurança Alimentar do Rebanho (Superintendência de Agricultura Familiar – SUAF); Organização Territorial e Pesquisa e Inovação Tecnológica para Agricultura Familiar (Coordenação Executiva de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica – Cepex).

:: LEIA MAIS »

Seminário debate desenvolvimento da fruticultura no Baixo Sul

frutas (3)Cupuaçu, mangostão, fruta do conde, cajá, jenipapo, tamarindo, graviola, maracujá, cacau, pupunha e tantos outros cultivos são destaques no solo fértil do território Baixo Sul. Nesse contexto, foi realizado nesta quarta-feira (04), na Casa Familiar Rural (CFR) do município de Igrapiúna, o I Seminário de Fruticultura do Baixo Sul, com o objetivo de debater os desafios e perspectivas da fruticultura no território.

frutas (2)

Um dos pontos de destaques do Seminário foi a Agroindústria de Frutas em Igrapiúna, que está sob a gestão da Agência de Assessoria e Comercialização da Agricultura Familiar (AACAF) e encontra-se em processo de requalificação. O empreendimento recebeu o investimento de R$ 596,7 mil, via convênio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

frutas (1)

“A requalificação da agroindústria de frutas será importante para que a produção das famílias agricultoras do território Baixo Sul, que antes era perdida nas roças, possa ser beneficiada e transformada em polpa de frutas, doces e compotas”, ressaltou Marilene Santos, presidente da AACAF.

:: LEIA MAIS »

Mulheres associadas iniciam feira da agricultura familiar em Valença

 

mlheres agri fam (3)

A força das mulheres da agricultura familiar em Valença, no território Baixo Sul, reforça o protagonismo feminino no setor, resultados das políticas públicas de incentivo do Governo do Estado. Na cidade, surgiu neste mês uma nova Feira para comercialização dos produtos da agricultura familiar das associações presentes nas comunidades rurais na região.

mlheres agri fam (2)A iniciativa da nova Feira da Central que acontece todas às quartas-feiras, às 7h, no bairro Vila Operária tem a participação da Central das Associações da Agricultura Familiar de Valença e Região Baixo Sul da Bahia, que aglutina associações locais das comunidades de Aldeia de São Fidelis, Gereba, Derradeira e Formiga.

A presidente da Central, Maria Iara, comenta que a Feira só foi possível graças aos investimentos do projeto Bahia Produtiva, que creditou mais de R$ 370 mil em barracas de feira, veículo utilitário, materiais de escritório, equipamentos para cozinha comunitária de processamento de derivados da mandioca e assistência técnica.

:: LEIA MAIS »

Agricultura familiar passa a contar com plataforma digital que organiza e oferta produtos de cooperativas e associações do Nordeste

aplicatAssociações e cooperativas baianas, que participam da 12ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária conheceram, nesta quinta-feira (16), o Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar do Nordeste (SIRAF/NE). A ação integra uma campanha de mobilização promovida pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

 

A plataforma, genuinamente nordestina, tem como objetivo sistematizar a oferta dos produtos da agricultura familiar existentes na Região Nordeste, dando visibilidade à diversidade e ao volume de sua produção.

 

O sistema facilita o acesso e qualifica as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais e abrindo novos canais de comercialização com o setor privado.

:: LEIA MAIS »





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia