hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Secretaria da Segurança Pública’

Policiais receberão R$ 40 milhões por redução de mortes no semestre

pms

Cerca de R$ 40 milhões serão pagos para policiais militares, civis e técnicos que conseguiram reduzir, em pelo menos 6%, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), na Bahia, no primeiro semestre de 2019, numa comparação com o mesmo período do ano passado. A iniciativa do Governo do Estado faz parte do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), ação desenvolvida pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), que busca incentivar e reconhecer os esforços no combate à criminalidade.

No total, serão 25,3 mil servidores contemplados, entre eles 19.590 militares, 4.355 civis, 841 técnicos e 563 que atuam em superintendências da SSP. Criado em 2013, o PDP já pagou R$ 172 milhões a 132,5 mil servidores.

“Buscamos sempre valorizar o nosso servidor com novos equipamentos, ampliação das equipes através de concursos, modernização do trabalho com incremento de novas tecnologias, entre outras medidas. O PDP é mais uma ferramenta que reconhece o esforço de todos”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Expo Segurança 2019 mostra novas tecnologias e equipamentos

A Secretaria da Segurança Pública apresenta de 14 a 16 de fevereiro, no Shopping da Bahia, as tecnologias e equipamentos utilizados em grandes eventos pelas Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Departamento de Polícia Técnica. Em sua quinta edição, a Expo Segurança já virou uma tradição pré carnavalesca de Salvador, onde o público composto por baianos e turistas pode interagir e tirar dúvidas com os profissionais da segurança que atuam na maior festa a céu aberto do planeta. Em 2019, a mostra trará como novidade palestras realizadas por representantes das diferentes forças.

 

 
Nos três dias do evento, sempre das 9 h às 22 h, serão realizadas demonstrações com equipamentos para análise de drogas, patrulhamento aéreo e resgate de emergência, perícia em local de crime, utilização da Delegacia Digital, palestras sobre prevenção a acidentes domésticos e contra incêndio e atuação do esquadrão antibombas. No sábado (16), acontecerá uma mostra, na área externa do shopping, dos veículos utilizados pelas quatro corporações, das 9 h às 16 h.

Bahia participa de videoconferência da Operação Copa América

copa s 1

Representantes da Bahia participaram nesta terça-feira (5), no Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Salvador, de uma videoconferência sobre a Operação Copa América 2019. Os representantes das forças de segurança baianas mostraram o planejamento montado para os cinco jogos que serão realizados na Arena Fonte Nova, em Salvador.

copa s 2Coordenado pelo Ministério da Justiça, a reunião teve as participações de todos os estados que sediarão jogos e treinos, além de outros compromissos envolvendo a competição sul-americana. Na Bahia, todos os equipamentos tecnológicos e efetivos serão empregados para garantir a segurança de baianos e turistas.

“Será o mesmo modelo que deu certo nas Copas das Confederações [2013] e do Mundo [2014], além das Olimpíadas [2016]. Esperamos que a Bahia seja colocada novamente como referência em operações durante grandes eventos”, comentou o superintendente da SSP e coordenador da Operação Copa América na Bahia, coronel Marcos Oliveira.

Em cinco anos, roubos a bancos têm queda de 74% na Bahia

Entre 2014 e 2018, os roubos a bancos na Bahia tiveram queda de 74%. O estado saiu de 276 ocorrências em 2014, com média de 23 casos por mês, para 66 assaltos em 2018, totalizando cinco a cada 30 dias.

Há cinco anos que este tipo de crime segue em rota decrescente. Dos 276 casos em 2014, o número passou em 2015 para 252. Em 2016, a polícia investigou 115 assaltos. Em 2017, caiu para 108. Já em 2018, chegou a 66 ocorrências.

Nesta última semana, duas quadrilhas especializadas foram desarticuladas em Salvador e Almadina, durante ações das polícias Civil, Militar e Federal. No total, sete criminosos foram presos e três morreram em confrontos. Foram apreendidos explosivos, fuzil, pistolas, coletes balísticos, munições e veículos.

“É inegável o empenho das forças de segurança nas reduções seguidas. Precisamos valorizar o trabalho de cada policial em ações de inteligência que duram meses e também nos momentos em que é preciso usar a força”, destaca o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

SSP, PF e PRF interceptam 3 toneladas de maconha que seriam entregues na Bahia

big macA Secretaria da Segurança Pública, Polícias Federal e Rodoviária Federal interceptaram, na noite de segunda-feira (8), cerca de 3 toneladas de maconha que seriam entregues, na Bahia. Carga avaliada em R$ 45 milhões saiu do Mato Grosso do Sul com destino ao município de Feira de Santana.

 

 
Através de ações de inteligência, as equipes monitoravam a droga que estava escondida dentro de um caminhão com carga de milho. O veículo foi seguido e abordado, no posto da PRF, na BR-116. Após buscas, a droga foi localizada. O motorista do caminhão, preso em flagrante, contou que a maconha seria entregue a um traficante de Feira de Santana. O caso foi registrado, na PF. Participaram do flagrante guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, das Rondas Especiais (Rondesp) Leste, da PF e PRF.

Mortes violentas fecham quadrimestre com redução de 14,2% na Bahia

2 (2)As mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa) fecharam o primeiro quadrimestre de 2018 com redução de 14,2%, na Bahia. Os dados foram debatidos, na tarde desta quarta-feira (2), durante a reunião de avaliação promovida semanalmente pela Secretaria da Segurança Pública com as cúpulas das polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros Militar.

Nos quatro primeiros meses deste ano foram contabilizados 1.993 casos, contra 2.322, no mesmo período de 2017. Em números absolutos são 329 pessoas a menos mortas em todo o estado. “O que explica esses bons números é a palavra trabalho. Todos os integrantes das forças de segurança se empenham diariamente para alcançarem as suas respectivas metas”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

ssp 1O panorama em Salvador, Região Metropolitana e interior é também de decréscimo. Na capital o índice foi menor em 17,1%, com 392 registros em 2018, enquanto no ano anterior computados 473. Já na RMS a redução foi de 29,6%, tendo este ano contabilizadas 219 ocorrências, contra 311 em 2017. Nos municípios do interior a queda ficou em 10,1%, com 1.382 casos em 2018, contra 1.538, no ano anterior.

“Continuamos com 70% das mortes ligadas diretamente ao tráfico de drogas, sejam pelos casos de dívidas de usuários ou disputas entre quadrilhas. Na semana passada apresentamos o belo trabalho que resultou nas prisões de traficantes baianos em São Paulo e Sergipe. Continuaremos fechando cada vez mais o cerco”, avisou Barbosa.

 

Baralho do Crime recebe 10ª atualização do ano

1 (5)O ‘Baralho do Crime’ da Secretaria da Segurança Pública recebeu, nesta quarta-feira (29), a décima atualização do ano. Quatro novas imagens foram inseridas nesta ferramenta lúdica, que há seis anos estimula a participação popular na caça dos bandidos mais perigosos do estado.

 
Lucas Oliveira de Jesus, conhecido também por ‘Albiere’ ou ‘Fazenda’, é o novo ‘Oito de Copas’ substituindo Matheus Roberto Costa Souza, o ‘Boca Preta’, preso em outubro. Com atuação em Camaçari e Simões Filho, municípios da Região Metropolitana de Salvador, Fazenda é procurado por tráfico de drogas.

 
Já o ‘Oito de Espadas’ agora é Artur Arlindo Barbosa Pacheco, o ‘Arturzinho’, traficante e homicida que age em Salvador, no bairro de Ondina e adjacências. Rafael Almeida de Jesus, que ilustrava a carta, foi capturado.

 
Ainda neste naipe, o traficante George Ferreira Santos, apelidado de ‘Capenga’, que comercializa drogas na capital (bairros de São Gonçalo e Brotas) e na Região Metropolitana de Salvador (Camaçari), passa a ser o ‘Três de Espadas’ no lugar de Leonardo Fernando dos Santos, o ‘Léo Barata’, recolhido no sistema prisional.

 
A população também pode ajudar na busca de Tiago Souza Sampaio, o novo ‘Dois de Espadas’. Com mandado de prisão por tráfico de drogas em aberto e muito conhecido na Gamboa, proximidades da Avenida Paralela, substitui o homicida Moisés Silva dos Santos.
Os integrantes do ‘Baralho do Crime’ estão disponíveis no site do Disque Denúncia. Quem reconhecer algum dos criminosos, deve entrar em contato com a polícia através dos telefones 181, para interior do estado, e (71) 3235-0000, para Salvador.

SSP vai medir sensação de segurança no estado

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) quer medir a sensação de segurança do cidadão baiano e, para isso, já iniciou processo de contratação de um instituto de pesquisa. O estudo qualitativo vai aferir também a satisfação e a confiabilidade da população nas instituições, como as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Departamento de Polícia Técnica.

De acordo com o secretário Maurício Barbosa, a medição será importante para que os gestores e a própria sociedade baiana conheçam a real situação do estado. “Faremos esse levantamento, para sabermos onde precisamos melhorar. Será um indicador fundamental para nossas futuras ações e investimentos”, explicou Barbosa. A empresa de pesquisa já está em fase de contratação, conforme declarou o advogado Edmundo Assemany, ouvidor da SSP. “Já iniciamos o processo e os resultados do levantamento vão ser utilizados como ferramenta de gestão”, esclareceu, acrescentando que, a partir do contrato assinado, após a escolha da empresa por pregão eletrônico, a execução da pesquisa será feita num prazo de 30 dias.

No levantamento mensal, realizado com base no Sistema de Gerenciamento de Manifestações (SGE), a Ouvidoria registrou 327 contatos, entre 168 solicitações, 24 elogios, 10 sugestões e 37 informações a cerca do tráfico de drogas. A unidade contabilizou ainda 33 denúncias e 55 reclamações. “Esses números, referentes ao mês de setembro, revelam um resultado mais do que satisfatório de que a população confia nas corporações que integram o sistema de segurança pública, haja vista que 67,38% das demandas são consideradas positivas”, avaliou Assemany.

Operacionalização das interceptações é considerada legal pelo MP

O formato adotado pela Secretaria da Segurança Pública para a operacionalização das interceptações telefônicas no estado, modelo adotado desde o ano 2000, foi avaliado como legal pelo Ministério Público do Estado. Uma análise sobre a modalidade de centralização das coletas, realizada pela Superintendência de Inteligência, foi iniciada pela Corregedoria Geral do MP, após representação do Sindicato dos Delegados da Bahia (Adpeb). Na noite de ontem (25), a SSP recebeu a avaliação da peça.

 

Na conclusão do documento, que possui 45 páginas e é assinado pela procuradora-geral adjunta, Sara Mandra Moraes Rusciolelli Souza, e pelo promotor de justiça Márcio José Cordeiro Fahel, foi considerado que “a mera operacionalização das interceptações, de natureza administrativa, pode ficar a cargo de técnicos responsáveis pela respectiva tramitação, sob a pena de comprometer a natureza jurídica atualmente reconhecida das funções do cargo de delegado de polícia”.

 

O documento informa ainda que o modelo adotado há 17 anos “parece encontrar também apoio jurídico na distinção entre função de polícia judiciária e atividade de inteligência, de acordo com a Lei Federal 9.883/1999”.E diz ainda que “a operacionalização das interceptações, como medida executiva, não parece ser exclusividade da autoridade policial.

 

“Todas as ações realizadas pela SSP são respaldadas pela lei e no que se refere às interceptações telefônicas não seria diferente. A avaliação do MP só faz reforçar isso”, afirmou o secretário Maurício Teles Barbosa. Disse ainda entender o excesso de preocupação de algumas entidades representativas em relação ao sigilo de informações privadas, que aumentou bastante entre os baianos após o escândalo das escutas telefônicas ilícitas, ocorridas em 2002, no Estado. “Asseguro que na minha gestão não houve, nem haverá, qualquer utilização indevida das informações privadas”, finalizou.

Polícia baiana é a primeira no País a usar simulador em ocorrências

sinmula

Em grandes eventos como o Carnaval de Salvador, situações corriqueiras, a exemplo de manifestações, casos de desastres naturais, entre outras demandas, a polícia baiana passa a contar com a ajuda de um simulador, que faz parte do Sistema de Gestão de Informação e Inteligência. Na prática, o programa, instalado no Centro de Operações e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, será alimentado com informações sobre o fato e traça um diagnóstico do que deve ser promovido de imediato.

A Segurança Pública da Bahia é a primeira do Brasil a utilizar este tipo de sistema. A localização geográfica do fato, efetivo disponível e armamento, entre outras informações, são inseridos no banco de dados do sistema. Assim, o programa aponta qual deve ser o isolamento do local, as rotas de entrada e saída, quantos policiais serão necessários, quais ferramentas auxiliarão no local da ocorrência, se é imprescindível o deslocamento de ambulâncias, entre outras iniciativas.

Ação no aeroporto simula chegada de delegações para Olimpíadas

Secretaria da Segurança Pública realiza exercício preparatório para a Olimpíada com análise de situações derisco e de acessibilidade nas rotas que serão percorridas por atletas.Foto: Camila Souza/GOVBA

Para garantir a segurança e a tranquilidade na chegada das dez delegações que vão participar dos Jogos Olímpicos 2016, na capital baiana, foi realizada na manhã desta quinta-feira (14) uma simulação no Aeroporto Internacional de Salvador. Vistoria dos ônibus que vão transportar as delegações do aeroporto ao hotel, segurança durante o desembarque e escolta estiveram entre as ações que integram as medidas de segurança coordenadas pelo coronel PM Marcos Oliveira.

Também serão realizadas simulações na Estação Pirajá, neste sábado (6), e na Arena Fonte Nova, no próximo dia 26, incluindo o Centro Histórico. “As simulações visam estressar o máximo possível as nossas forças de segurança para ver o nível de adestramento que elas se encontram e a resposta que pode ser dada diante de uma situação crítica. Teremos, aqui, no aeroporto, o reforço no policiamento do Batalhão de Polícia Turística (Beptur), além da atuação da Polícia Federal na sua área de competência”, informou o coronel.

airpor 21Segundo ele, “as equipes de segurança pública terão o trabalho de guarnecer o aeroporto e também fazer a escolta e batedores das delegações e do material esportivo, daqui [aeroporto] até o Hotel Stella Maris”. Durante a simulação, soldados do Exército representaram uma das 10 delegações de futebol que vão desembarcar na cidade a partir do final deste mês. A intenção é que a chegada das equipes ocorra com tranquilidade e interfira o mínimo possível no desembarque e embarque dos demais passageiros.

Além de parte do Comitê Olímpico, representantes da Marinha do Brasil, Polícia Militar, Polícia Federal, Infraero, entre outras instituições de segurança e defesa civil participaram da simulação. O planejamento é para recepcionar as delegações, mas de acordo com a gerente de aeroporto para os Jogos Olímpicos em Salvador, Elaine Dratovisky, o aparato também comporta receber autoridades nacionais e estrangeiras, embora nenhum chefe de Estado tenha confirmado a vinda à Bahia, até o momento. “Nossa estrutura é preparada para receber qualquer tipo de cliente”.

Governo assina acordo para combate à sonegação fiscal

 
 soneganão
A Secretaria da Segurança Pública, a Secretaria da Fazenda, o Ministério Público Estadual, a Procuradoria Geral do Estado e o Tribunal de Justiça assinaram na manhã desta segunda feira (10), na sede da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com a presença do governador Jaques Wagner, de  um novo acordo de cooperação para o combate a crimes da ordem tributária.
O ato recria o comitê formado por esses órgãos para investigar, punir e recuperar ativos do Estado desviados pela sonegação de impostos e outros crimes de natureza fiscal. O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, que participou da assinatura do convênio, afirmou que o grupo criado há quatro anos foi renovado por mais quatro e já trouxe benefícios aos cofres públicos.
“Muitas operações policiais foram realizadas e pessoas foram indiciadas. O trabalho integrado de inteligência e investigação permite que o Estado arrecade valores que não foram pagos”, disse Barbosa. Em 2013, as ações coordenadas resultaram em quatro operações policiais entre setembro e dezembro, recuperando cerca de R$ 35,4 milhões, recursos que deveriam ser usados para financiar serviços públicos e que algumas empresas se apropriavam por meio de fraude.
Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930