hanna thame fisioterapia animal
universidade lasalle livros do thame

Posts Tagged ‘Seagri’

Oeste da Bahia vai comercializar mudas certificadas de cacau

oeste cacauA partir de agora a empresa Biobrasil poderá comercializar mudas de cacau certificadas em toda a região Oeste. A entrega do certificado de Registro de Comerciante de Vegetais e seus Produtos, Subprodutos, Resíduos e Insumos Agrícolas à empresa aconteceu durante a Assembleia Geral da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e do Instituto Aiba (Iaiba), ocorrido na última segunda-feira (28).

 

Esta é a primeira biofábrica voltada para o segmento cacau no cerrado baiano e a entrega do certificado foi feita pelo secretário de Agricultura, João Carlos Oliveira e pelo diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Oziel Oliveira, ao presidente da Biobrasil, Moisés Schimidt. Durante a assembleia, também foram ressaltadas ações institucionais, a exemplo da agenda para novos e atuais projetos, apresentação dos resultados de ações já realizadas, os preparativos para a 16ª edição da Bahia Farm Show, o cronograma da Operação Safra; programas desenvolvidos pelo Núcleo de Sustentabilidade; e projetos relacionados à Infraestrutura, que compreendem a construção e a manutenção de estradas e pontes em áreas produtivas.

 

“Nossa defesa agropecuária tem crescido e vem fortalecendo o segmento a cada ano. Nessa gestão, tivemos grandes avanços e esse certificado é prova disto”, destacou o secretário de Agricultura, João Carlos Oliveira que tem uma intensa programação no Oeste da Bahia esta semana. Para o diretor geral da Adab, Oziel Oliveira, a Agência tem seu papel institucional, mas no tocante à defesa, é preciso acompanhar o desenvolvimento das áreas de atuação. “Uma boa administração pública se faz respondendo às principais demandas do setor e se aproximando dos produtores para oferecer um serviço de qualidade”, completou o diretor da Adab que entregou à diretoria da entidade rural anfitriã, o certificado de Registro de Comerciante de Vegetais e seus Produtos, Subprodutos, Resíduos e Insumos Agrícolas, que fortalece a produção de mudas de cacau aclimatadas e adaptadas às condições da região Oeste.

 

“O agronegócio no Oeste já tem o perfil da tecnificação, da pesquisa e da qualidade da produção. Tudo isso é fruto de muito esforço para implementar a melhor tecnologia no campo. E, se já estamos produzindo cacau no Oeste da Bahia, precisamos fortalecer a cadeia produtiva, englobando desde as mudas, até o fruto colhido no cerrado”, finalizou o presidente da Biobrasil, presidente da Biobrasil, Moisés Schimidt.

Seagri destaca Manejo Sustentável da Cabruca

cacau ietssssnsUm novo momento no desenvolvimento do cacau no Sistema Cabruca. Foi assim anunciada a mais recente investida da Seagri no setor, no sentido de impulsionar o desenvolvimento do manejo do sistema Cabruca, visando o planejamento do uso dos recursos naturais, tendo em vista a manutenção e aumento da produtividade do cacaueiro, bem como a conservação e uso sustentável do agroecossistema, destacando a produtividade somada ao aumento de captura de dióxido de carbono (CO2) no ambiente, em ação de combate ao efeito estufa, em consonância com a Política de Agricultura de Baixo Carbono ABC+.

seagriA apresentação se deu no encontro da Câmara Setorial do Cacau do Estado da Bahia, realizado hoje (25 de março) e reunindo representantes dos variados setores da cadeia produtiva, sob a presidência de Valnei Pestana. Na ocasião, foi apresentado e discutido parecer do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) esclarecendo a possibilidade de supressão/manejo de espécies exclusivamente exóticas nas áreas de Cabruca, diminuindo e otimizando o sombreamento às plantas de cacau e aumentando a produtividade. Também foram anunciados os primeiros, e animadores, resultados de pesquisa que está sendo desenvolvida para se conhecer o potencial de sequestro de carbono no cultivo do cacau em Sistema Cabruca.

O Sistema Agroflorestal Cabruca é constituído pelo plantio do cacau à sombra das grandes árvores da mata, o que conservou espécies arbóreas nativas importantes ao equilíbrio natural do bioma Mata Atlântica. Mas há agricultores que reclamam dos patamares de produtividade nesse cultivo, por muitos considerados inferiores aos aferidos no plantio a pleno sol, que induz ao desmatamento. O projeto que vem sendo desenvolvido pela Seagri desautoriza esse raciocínio, mostrando que, com bom manejo, a produtividade na Cabruca pode ser muito boa. E aos ganhos com o cacau, na Cabruca, ainda podem ser associados a rendimentos com a captura de carbono, explorando esse novo mercado que cresce pelo mundo.

“O parecer do Inema abre caminho para desenvolvermos técnicas de manejo que tragam ainda maior produtividade ao cacau no Sistema Cabruca. A possibilidade de retirada de espécies exóticas da área de plantio irá viabilizar a adequação do sombreamento e isso, associado a outras práticas, aumenta a produtividade da planta. E queremos somar isso ao sequestro de carbono da atmosfera, propiciado pelo sistema agroflorestal, pela presença de grandes árvores da Mata Atlântica, em um planejamento que valoriza e conserva todo esse ecossistema”, esclareceu o secretário da Agricultura da Bahia, João Carlos Oliveira.

O secretário também fez questão de destacar que o manejo das espécies consideradas exóticas – ou seja, que não são nativas da Mata Atlântica, como erythrinas, jaqueiras e cajazeiras, dentre outras – não significa que “pode-se cortar as exóticas de qualquer forma, na quantidade que se quiser”. Mas, sim, passa a ser possível pesquisar e construir um manejo que busque o aumento da produtividade do cacau na Cabruca, sendo para isso aceitável a supressão de plantas exóticas da área em manejo, sendo dispensada a necessidade de autorização.

Read the rest of this entry »

Secretaria da Agricultura promove webinário para discutir impactos da guerra do Leste Europeu na agropecuária da Bahia

webnario seagriA Seagri promove na tarde de hoje (10), a partir das 14h, o webinário “Possíveis impactos do conflito Rússia/Ucrânia no agronegócio do Brasil e da Bahia – Caminhos e ações pertinentes”. O evento é aberto ao público e acontece na modalidade remota, transmitido através do canal do Youtube da instituição. A iniciativa tem a intenção de promover o debate na busca por minimizar os impactos da guerra no setor da agropecuária da Bahia.

De acordo com o secretário da Agricultura da Bahia, João Carlos Oliveira, mesmo antes do conflito começar na prática, a crise diplomática que se estendeu por um tempo já interferia no plantio aqui. “Isso aumentou muito o custo de produção. Embora nossas commodities (soja, algodão, celulose, café…) estejam bem situadas no mercado internacional, nos últimos 60 dias já tinha uma tendência para o aumento dos custos de produção, o que vem acontecendo. E isso é extremamente preocupante”, destacou.

Read the rest of this entry »

Bahia lança campanha para impedir a chegada da Monilíase Cacaueira

monialiase (4)Uma campanha publicitária de prevenção à Monilíase Cacaueira, fungo que atinge o fruto do cacau e cupuaçu, e pode dizimar plantações inteiras, foi lançada pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), nesta terça-feira (22), no auditório do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A iniciativa, que acontece em parceria com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e com a Superintendência do Mapa na Bahia, entrou na estratégia de prevenção estadual às pragas agrícolas por já ter chegado a uma área do Acre, na região norte do país, em julho de 2021.
moni“Estamos aqui desenvolvendo uma ação proativa, buscando orientar as pessoas para que essa doença não chegue à Bahia, porque ela é muito mais danosa do que a vassoura de bruxa. Ela incide diretamente nos frutos, ou seja, na base econômica do cacau. Além disso, é um fungo cosmopolita. Ele se adapta às variações de temperatura e altitude e nós estamos aqui fazendo uma campanha educativa nos portos, aeroportos e barreiras sanitárias”, afirmou o secretário da Seagri, João Carlos Oliveira.
Em 2021, de janeiro a dezembro, o estado produziu 140 mil toneladas de cacau, representando 71% da produção nacional, resgatando a liderança da produção cacaueira no país. “Nós estamos num grande momento. Já estamos com mais de cem marcas de chocolate de origem no sul da Bahia, que foram colocadas no salão de chocolate na França, e não deixou a desejar em relação aos chocolates do mundo”, completou Oliveira.
Veja a reportagem completa em:

Seagri lança campanha de prevenção da Monilíase e apresenta novo Sistema de Defesa Agropecuária da Bahia

moniliaseA Secretaria da Agricultura do Estado, em parceria com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e a Superintendência do Mapa na Bahia, lança, nesta terça-feira (22), às 9h30, no auditório da Seagri, no CAB, Salvador, a campanha publicitária de prevenção à Monilíase.

 
A Monilíase é um fungo que atinge o fruto do cacau e pode dizimar uma plantação inteira. Como já chegou a uma área do Acre, o governo do Estado da Bahia está reunindo esforços através de suas secretarias, associações, entidades ligadas ao cacau e produtores para que a praga não chegue às lavouras baianas.

 
Atualmente, a Bahia é o maior estado produtor de cacau do país, sendo responsável por 71% de toda a safra nacional, com a produção de 140 mil toneladas. O crescimento foi o maior desde 2017, com 37%, quando comparado com o ano anterior. Por isso mesmo, prevenção é imprescindível, considerando a importância econômica, de sustentabilidade e social desta lavoura.

Read the rest of this entry »

Piscicultores de Itabuna recebem alevinos

 

alev (2)

A entrega dos filhotes de peixes de tilápias ocorreu na manhã desta quinta-feira, (10), na sede da União dos Servidores Municipais de Itabuna – (Usemi).

alev (1)Foram 80 mil alevinos, distribuídos entre 80 agricultores do município de Itabuna, que que receberam mil filhotes cada um. A iniciativa tem o intuito de apoiar o desenvolvimento da piscicultura na região.

A entrega dos alevinos de tilápias contou com a presença de representantes das secretarias da Agricultura Estadual, Thiago Guedes, e Municipal Moacir Smith.

A ação foi realizada por meio da Secretaria de Agricultura do Estado por intermédio da Bahia Pesca distribuindo cerca de mil alevinos para cada família, com o objetivo de dinamizar a produção de tilápias não região.

SEAGRI e Bahia Pesca distribuem 80 mil alevinos para agricultores de Itabuna

alevinosOitenta agricultores do município de Itabuna serão beneficiados um total de 80 mil alevinos de Tilápia,   com o intuito de apoiar o desenvolvimento da piscicultura na região. A entrega acontece durante cerimônia às 9 horas desta quinta-feira, 10, na sede da União dos Servidores Municipais de Itabuna – (Usemi).

 

O Evento de entrega dos filhotes de peixes contará com a presença de representantes da SEAGRI, Thiago Guedes, além do Secretário da Agricultura e Meio Ambiente de Itabuna Moacir Smith e do Diretor Presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira.

 

A entrega dos alevinos será realizada por meio da Secretaria de Agricultura do Estado por intermédio da Bahia Pesca distribuindo cerca de mil alevinos para cada família.

Seagri e Prefeitura de Itabuna distribuem 80 mil alevinos à associações de agricultores

peixes (1)

Cerca de 80 mil de um total de 230 mil alevinos de Tilápias serão distribuídos a 10 associações de agricultores familiares pela Prefeitura de Itabuna, secretaria estadual da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri – BA) e Bahia Pesca que firmaram convênio visando a diversificação de cultivos nas propriedades rurais do município. A entrega acontece durante cerimônia às 9 horas desta quinta-feira, dia 10, na sede da União dos Servidores Municipais de Itabuna (Usemi), no São Caetano.

peixes (2)O titular da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Seagrima), Moacir Smith Lima, explica que o projeto de Piscicultura vem sendo executado desde o ano passado, contando com o apoio do prefeito Augusto Castro (PSD), do titular da Seagri BA, João Carlos Oliveira, e da deputada federal Lidice da Mata (PSB-BA). “A iniciativa visa exatamente oferecer fonte de proteína animal, favorecer a atividade e permitir que o excedente seja comercializado”, declarou.

Moacir informa que os alevinos estarão chegando na quarta-feira em caminhões refrigerados para que possam suportar o deslocamento até Itabuna. “Há toda uma preocupação da área técnica para que os filhotes de peixe cheguem em condições saudáveis nas propriedades rurais e agrovilas onde serão criados. Os profissionais envolvidos no projeto passaram por cursos de capacitação em Piscicultura na Estação Experimental do Almada da Universidade Estadual de Santa Cruz ano passado oferecidos pelo Governo do Estado”, adiantou.

Read the rest of this entry »

Bahia se consolida como maior produtora de cacau do Brasil

cacau sul da bahiaA Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau divulgou, agora em janeiro,  dados consolidados sobre o recebimento de amêndoas de todo o Brasil. Seus números mostram que a Bahia, em 2021, bateu um recorde histórico, com entrega de 140.928 toneladas de amêndoas de cacau, um aumento de 39,72% em relação ao ano anterior, quando o estado produziu 100.864 toneladas, quantidade que já o situava, com folga, como o maior produtor de cacau do Brasil. Os números de 2021 consolidam a liderança e ainda representam o melhor resultado da Bahia desde 2017.

“Somos os maiores produtores de cacau do Brasil, e isso é motivo a ser muito comemorado. Ainda mais nesse momento em que estamos reorganizando toda a cadeia produtiva do fruto na Bahia, agregando valor ao produto e incentivando a criação de fábricas de chocolate no estado. Na região do Sul da Bahia já existem mais de 100 marcas de chocolate de origem e o que estamos vivendo é um novo e poderoso ciclo do cacau em nosso estado”, comentou o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (SEAGRI), João Carlos Oliveira.

Os números da AIPC mostram que a Bahia entregou, em 2021, 71,30% do total de amêndoas recebidas pelas indústrias produtoras. O estado segundo colocado, o Pará, entregou, em 2021, 25,21% do total da amêndoa processada, apresentando uma produção total de 49.821 toneladas. Enquanto de 2020 para 2021 a produção baiana de cacau cresceu 39,72%, a do Pará decresceu 24,67% (foram 66.133 toneladas em 2020).

Read the rest of this entry »

A Região do Cacau e do Chocolate

Secretário de Agricultura João Carlos Oliveira destaca investimentos para verticalizar a produção  

 

joão e daniel (2)

Consolidar a liderança da produção de cacau no Brasil, investir em novas tecnologias que aumentem a produtividade e a qualidade das amêndoas e incentivar a verticalização com a fabricação de chocolates de origem com alto agregado. Essas são as principais propostas da Secretaria de Agricultura da Bahia-Seagri, para a região cacaueira.

 

Durante o Chocolat Festival em Ilhéus, o secretário de Agricultura, João Carlos Oliveira, concedeu entrevista a Daniel Thame, da TV Cacau e site Cacau&Chocolate.

 

Veja a entrevista  em

www.cacauechocolate.com.br

Bahia tem crescimento de 41% na safra de cacau e lidera produção no Brasil

cacau 500 1

A safra baiana de cacau bateu recordes em 2021. Dados da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), apresentados na Câmara Setorial do Cacau dão conta que de janeiro a outubro de 2021 a Bahia teve uma produção de 118 mil toneladas, uma alta de 41% frente ao ano passado, representando 70,74% da entrega nacional de cacau neste ano.

 

João Carlos Oliveira

João Carlos Oliveira

Enquanto isso, o Pará teve uma retração de 33%, entregando às indústrias 43.156 toneladas, no mesmo período.
“Estes dados mostram a força das nossas lavouras de cacau e as ações implementadas pelas secretarias da Agricultura e Desenvolvimento Rural no sentido de potencializar esta importante cadeia produtiva”, disse  o secretário  estadual da Agricultura, João Carlos Oliveira.
O secretário ressaltou que “a cacauicultura baiana está mesmo em uma boa fase, inclusive, tendo suas amêndoas premiadas, como ocorreu durante a III Edição do Concurso Nacional do Cacau, que ocorreu em Ilhéus”. Na ocasião, ele entregou o prêmio à primeira colocada da categoria varietal, Cláudia Calmon de Sá, da Fazenda Cantagalo, Sul da Bahia. Em segundo lugar, ficou a Vale do Juliana Fruticultura, também localizada no Sul da Bahia.

Campanha Outubro Rosa no Campo chega a Itabuna

out ros camp (1)
As ações da Secretaria da Agricultura pelo Outubro Rosa no Campo chegaram à Itabuna. Hoje (25) e amanhã (26) as atividades acontecem junto a uma turma de 47 mulheres, vindas de diversas associações da região, como Morumbi, Roca do Povo, Manoel Chinês, Ribeirão Seco, Grafam, Serrado e Jacarici.

out ros camp (2)Elas participam de uma programação que conta com apresentações, discussões e atividades diversas, voltadas ao universo da mulher. O Outubro Rosa no Campo tem parcerias com a Secretaria de Política para Mulheres (SPM), a Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA) e as prefeituras dos municípios participantes.

Hoje, a defensora pública Juliana Florinda falou dos direitos da mulher e a respeito do papel da Defensoria para salvaguardá-los. As participantes ainda tiveram um momento de relaxamento, com dinâmica sobre o poder da respiração no processo de cura, tendo à frente a servidora da SEAGRI, Jandiara Mawusi. Pela tarde, a engenheira de pesca da SEAGRI, Onilli Sitonio, ficou encarregada da apresentação “Capacitação em empreendedorismo feminino”.

A programação prossegue amanhã quando, ao final dos trabalhos, serão distribuídos certificados às concluintes.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2022
D S T Q Q S S
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31