hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘restauração’

CHOR apoia restauração da Igreja Matriz de São Jorge em Ilhéus

matriz sjPassando por um processo de restauração, a Igreja Matriz de São Jorge precisa agora angariar fundos para reconstrução do telhado. Para ajudar na restauração de um dos mais importantes monumentos históricos e arquitetônicos de Ilhéus, a marca Chor, de chocolates de origem, comandada pelos empresários Luana e Marco Lessa, inicia campanha: quem comprar um tablete do Chocolate São Jorge dos Ilhéus (44% ao leite, 85g) da ChOr – na loja (Centro), no Carrinho (aeroporto) ou nas missas que acontecem as quintas-feiras na Catedral de São Sebastião, destinará R$ 5,00 para a restauração da igreja.

A promoção da Chor vai até o dia 23 de abril, data em que é comemorado o Dia de São Jorge, no calendário da igreja católica.

A Igreja Matriz de São Jorge foi construída no período das Capitanias Hereditárias em homenagem ao Santo Padroeiro da cidade, São Jorge, e apresenta arquitetura colonial e primitiva. A imagem do São Jorge da igreja é diferente do São Jorge das religiões de matriz africana. A edificação abriga ainda o Museu de Arte Sacra, fundado em 1970, que possui um acervo com valiosas imagens barrocas, alfaias, objetos para cultos e documentos sacros, além de peças com valor histórico, antigas e raras.

Governo entrega restauração da Fortaleza de Morro de São Paulo

cairu 2

Belíssimo e concorrido destino turístico do estado, Morro de São Paulo, na Ilha de Tinharé, em Cairu, faz parte da história do país. Descoberto em 1531, foi palco da Segunda Guerra Mundial, onde nazistas naufragaram navios. Neste sábado (20), o governador Rui Costa participou da solenidade de entrega da restauração da Fortaleza de Morro de São Paulo, construída em 1630 para proteger o povoado das invasões na barra falsa da Baía de Todos os Santos. Importante atrativo local, o monumento é procurado, inclusive, por quem quer apreciar o pôr-do-sol. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1938, a obra teve investimento total de R$ 14,4 milhões.

cairu 3

“Esse patrimônio soma-se a toda uma história e está vinculado, assim como outros equipamentos na Bahia, à independência do país. É importante que a gente destaque esses equipamentos, que, ao longo da existência e da consolidação do Brasil como nação, serviram como nossa defesa. E foi isso que fizemos aqui na Fortaleza de Morro de São Paulo. E ainda vamos elaborar um plano de uso e gestão, para que ele seja auto-sustentável, como acontece em outros lugares do mundo”, revelou Rui.

A restauração começou com a recuperação estrutural da muralha. Na etapa seguinte, abrangeu o Portaló, o Corpo da Guarda, o Forte da Ponta e o caminho ao longo da muralha. O conjunto de baterias e fortes possui 2.335 m2. O local abriga agora uma exposição permanente, anfiteatro e área para eventos.

Cidadão cairuense

cairu 1

Na ocasião, o governador recebeu também o título de Cidadão de Cairu. “Os vereadores da cidade decidiram, por unanimidade, conceder esse título ao governador, pela excelente gestão que vem fazendo à frente do Governo do Estado, por ter revolucionado a saúde na Bahia, e por todas as ações que contribuem para o desenvolvimento econômico e social da população baiana, além das entregas de obras importantes aqui no município e região”, afirmou o presidente da Câmara de Vereadores de Cairu, Abdon Ché.

Ilhéus restaura escultura da ‘Sereia’ para a festa de Iemanjá

iemanja 2Visando os preparativos para os festejos do 2 de fevereiro, dia de Iemanjá, A Secretaria de Turismo de Ilhéus (Setur) providenciou  retirada da escultura, instalada na Praia do Marciano, no Malhado, para a restauração da obra. A escultura dourada da Sereia é uma obra do artista plástico ilheense, Goca Moreno. O local passou a ser utilizado durante uma das mais expressivas manifestações populares da cidade, que acontece a cada dia 2 de fevereiro, por ocasião das homenagens à “rainha do mar”.

O secretário de Turismo, Roberto Lobão, explica que ie a opção pela recuperação da escultura, que estava danificada e sem um dos braços, atende a um apelo de representantes da comunidade. “Para realizar a restauração da obra e garantir a reinstalação antes do Dia de Iemanjá, fez-se necessária a retirada da mesma do local”, ratificou o secretário.

iemanja 1A Setur, que também organiza o evento, entregou a escultura para o autor, visando o restauro cuidadoso da obra. Além disso, a secretaria vem concentrando esforços, junto à Secretaria de Serviços Urbanos, para realizar a limpeza da Praia do Malhado, que será um dos palcos das comemorações da festa de Iemanjá, em Ilhéus, uma manifestação popular que costuma atrair milhares de moradores e visitantes.

Autor e obra – Goca Moreno vive em Ilhéus, tem 55 anos e foi auxiliar de Mário Cravo Júnior e também participou da equipe de Tati Moreno e do pintor Fernando Coelho. Artista plástico e escultor premiado nacionalmente executou a escultura “Sereia”, em Ilhéus, em 1999, quando começou a trabalhar com aço inox.

Campanha comunitária restaura igreja de 293 anos em Itacaré

igreja-1A Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, em Itacaré, construída em 1723 e tombada desde 2010 como Patrimônio da Bahia, já está pronta para o Natal, quando ocorrerá missa para toda a comunidade. Isso, graças ao esforço da campanha ‘A Fé Restaurada’ de moradores locais. “Só da comunidade local conseguimos reunir R$ 200 mil para restauro interno da igreja”, comemora o pároco, Padre Ednaldo Cardoso. Segundo ele, as obras duraram 11 meses, começando em janeiro e terminando no último domingo (11) quando o templo foi entregue à população. “Realizamos caminhada nas ruas da cidade, a partir das 17:30h, tivemos celebração eucarística e sagração do altar a São Miguel”, relata o padre. Itacaré fica  na foz do Rio de Contas, que nasce entre as cidades de Piatã e Abaíra, na Chapada Diamantina, e deságua no Oceano Atlântico.

igreja-2O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), participou com fiscalização e orientação técnica. “Em monumentos tombados é fundamental a fiscalização técnica para dispor de orientação especializada evitando possíveis danos aos bens artísticos, móveis e integrados, e ao estilo arquitetônico original”, afirma o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira.

Ele explica que apesar do atual templo ser do século XVIII, existiu capela no local desde o século XVI. “A capela que deu origem à igreja foi fundada no século XVI pelo padre jesuíta Luís Grã, contemporâneo de José de Anchieta. Mas apenas em 1723, foi construída a versão atual, tombada via IPAC com o decreto nº12.530/10”, completa.

IPAC encontra cerâmica jesuíta na igreja de Itacaré

ita 2Restauradores do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), que fiscalizam obras na Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, em Itacaré, no Sul da Bahia, encontraram uma cerâmica do período dos jesuítas com mais de três séculos, localizada embaixo do piso comum, no altar da igreja. A capela que deu origem à igreja foi fundada no século XVI pelo padre jesuíta Luís Grã, contemporâneo de José de Anchieta. Mas apenas em 1723, foi construída a versão atual do templo religioso, que foi tombado via IPAC em 2010 como Patrimônio Cultural da Bahia, sob o decreto 12.530/10.

ita 3A revitalização da igreja conta com o incentivo financeiro dos turistas, comerciantes e moradores da região e do projeto ‘A Fé Restaurada’, que coleta doações de fiéis. A iniciativa tem apoio da prefeitura local e da Paróquia de Ilhéus. Em parceria, os restauradores e arquitetos da coordenação de Elementos Artísticos (Cores) do IPAC fazem a vistoria e orientação técnica da obra. Os reparos da matriz, que possui um altar-mor e outros dois altares menores, começaram com a retirada das camadas da tinta verde que cobriam o altar central da igreja e descobriram detalhes folheados a ouro.

“Foram montados ateliês para realizarmos emassamento, nivelamento, reintegração de partes faltantes e recomposição de perdas da estrutura do altar-mor, incluindo o forro do teto da capela, além do restauro dos outros dois altares secundários”, diz a coordenadora da Cores/IPAC, Kathia Berbert. “Também está sendo recolado o mármore de Carrara original que tinha sido retirado e guardado na sacristia”, completa a especialista. Os restauradores localizaram ainda vários trabalhos artísticos, pinturas e a cor original do altar, em tom amarelo.

ita 1A restauração da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo faz parte de um sistema de parcerias criado pelo IPAC/SecultBA que geralmente envolve organizações não-governamentais, comunidades locais, prefeituras municipais, paróquias de igrejas e até governos estrangeiros. No caso de Itacaré o IPAC participa com técnicos e itens especializados. Em outras o instituto disponibiliza operários e ferramentas, enquanto os parceiros conseguem recursos para compra de materiais.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930