hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘redução’

Policiais receberão R$ 40 milhões por redução de mortes no semestre

pms

Cerca de R$ 40 milhões serão pagos para policiais militares, civis e técnicos que conseguiram reduzir, em pelo menos 6%, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), na Bahia, no primeiro semestre de 2019, numa comparação com o mesmo período do ano passado. A iniciativa do Governo do Estado faz parte do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), ação desenvolvida pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), que busca incentivar e reconhecer os esforços no combate à criminalidade.

No total, serão 25,3 mil servidores contemplados, entre eles 19.590 militares, 4.355 civis, 841 técnicos e 563 que atuam em superintendências da SSP. Criado em 2013, o PDP já pagou R$ 172 milhões a 132,5 mil servidores.

“Buscamos sempre valorizar o nosso servidor com novos equipamentos, ampliação das equipes através de concursos, modernização do trabalho com incremento de novas tecnologias, entre outras medidas. O PDP é mais uma ferramenta que reconhece o esforço de todos”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Eunápolis tem redução de 46% nos delitos contra a vida

Homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte apresentaram queda de 46% nos primeiros quatro meses de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado, na cidade de Eunápolis. Em números absolutos foram 14 casos a menos. No quesito feminicídio, o município continua sem registro. De acordo com o tenente-coronel Sandro Lopes, comandante da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Eunapólis), representantes das forças de segurança estaduais, do Judiciário, do Ministério Público que atuam na cidade mantêm uma discussão constante, na busca pela ampliação do trabalho e, por consequência, reduzir os delitos.

35626068545_f92fd62fa6_b (1)

“Fizemos um grande São João e estamos preparados para promover o maior e mais seguro Pedrão dos últimos 13 anos”, garantiu o oficial, lembrando que o município é conhecido por fazer a maior festa de São Pedro da região. O titular da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorrpin/Eunápolis), delegado Moisés Nunes Damasceno, por sua vez, revelou que ações qualificadas tiraram de circulação os principais envolvidos em crimes contra a vida, culminando com o decréscimo nestes tipos de delito. “Identificamos e prendemos inúmeros homicidas. Só no ano passado foram cerca de 50 prisões na região”, enfatizou.

Bahia e e mais quatro estados nordestinos reduzem mortes violentas

mauricio barbosaCinco estados nordestinos, entre eles a Bahia, iniciou o ano de 2019 com redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídio, latrocínio e lesão corporal dolosa seguida de morte, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública. No território baiano, janeiro de 2019 terminou com diminuição de 21,7% crimes contra a vida – na comparação com o mesmo período do ano passado. Rio Grande do Norte (-38,5%), Paraíba (-40%), Sergipe (-30,4%) e Alagoas (-32,7%) completam a lista.

Na capital baiana, a queda foi de 23%. Em números absolutos foram 107 casos, no ano de 2018, contra 82 registrados este ano. A Região Metropolitana de Salvador (RMS), por sua vez, teve recuo de 15,5%, com 49 crimes em 2019, enquanto no ano passado ocorreram 58. Por último, a macrorregião que engloba o interior do estado contabilizou decréscimo de 22,2%. Em números totais 388 mortes aconteceram em 2018 e neste ano a polícia investiga 302. No geral a Bahia teve 433 casos em 2019, contra 553 do mesmo período do ano anterior.

“Conseguimos um grande resultado no ano passado com uma redução histórica de 11,5%, menor número dos últimos seis anos. Continuaremos, este ano, perseguindo a meta de 6% determinada pelo programa Pacto Pela Vida (PPV)”, disse o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, ressaltando também o bom desempenho no Nordeste. “Estaremos mais unidos em 2019, ajudando quando for preciso e também solicitando apoio nas grandes operações contra quadrilhas interestaduais”, completou.

Cresce número de assaltanteS de bancos presos e redução dos roubos se aproxima de 30%

bancosCresceu o número de assaltantes de bancos presos, na Bahia, e a redução deste tipo de roubo se aproxima de 30%. Entre janeiro e setembro deste ano foram capturados 102 criminosos, enquanto em 2017 tinham sido 69.  Além dos presos, 26 assaltantes morreram em confronto, resultando nas desarticulações de 14 quadrilhas. O caso mais recente aconteceu, na cidade Pernambucana de Salgueiro, quando a Cipe Caatinga e a Polícia Federal interceptaram 11 integrantes de uma organização criminosa. O grupo tinha roubado bancos e carros-forte na Bahia e em Pernambuco. Na ação, seis assaltantes morreram e cinco acabaram alcançados.

 
“É um trabalho de inteligência e repressão muito integrado. Pelo terceiro ano consecutivo estamos com diminuição nesta modalidade criminosa”, lembrou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Acrescentou que neste ano foram contabilizados 51 ocorrências, contra 72, no mesmo período de 2017.

Read the rest of this entry »

Setembro supera agosto e fecha com menor número de mortes violentas desde 2012

policiaSetembro superou agosto e terminou com o menor número de mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte) desde 2012. No último mês foram 392 ocorrências contabilizadas e a redução, no ano, subiu de 8,6% para 9,1% em todo o estado. Ações do Grupamento Aéreo (Graer) ampliaram o patrulhamento ostensivo em regiões mapeadas.

Antes de setembro, os 399 casos em agosto correspondiam aos menores números computados em um mês, nos últimos seis anos. No acumulado do ano, entre janeiro e setembro, as mortes violentas, em Salvador, diminuíram 16,4%, na RMS caíram 15,3% e no interior regrediram 5,4%.

Em números absolutos, na Bahia, foram preservadas 430 vidas. No total, a polícia contabilizou 4.316 casos este ano, contra 4.746 em 2017.

Bahia completa 2 meses sem explosões a banco e redução sobe de 26 para 31%

bopeA Bahia completou, na segunda-feira (17), dois meses sem explosões a banco e a redução dos roubos subiu de 26 para 31%. Último caso aconteceu, no dia 17 de julho, na cidade de Serra Dourada. Nenhum valor foi levado e cinco criminosos morreram em confronto com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Cipe Cerrado.

Entre janeiro e 17 de setembro deste ano 48 casos foram contabilizados, enquanto, no ano de 2017, aconteceram 70 ocorrências. São 22 casos a menos e queda de 31,4%. A última explosão foi, na cidade de Serra Dourada, região Oeste da Bahia, no dia 17 de julho. Cinco criminoso explodiram duas agências, mas não conseguiram roubar valores. O grupo entrou em confronto com Bope e Cipe Cerrado e acabou não resistindo.

Entre os criminosos estava Alex de Jesus Hora, o ‘Argentino’, líder de uma quadrilha que atuava com tráfico de drogas, homicídios e roubos a banco. O bom índice foi garantido também pelas ações repressivas. Nos últimos 30 dias, quatro tentativas, nas cidades de Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Santa Luz e Ipacaetá foram frustradas. (foto: Alberto Maraux)

Ações repressivas e de inteligência garantem redução de 26,2% dos roubos a banco na Bahia

bancosAções repressivas e de inteligência das polícias Militar e Civil garantiram redução de 26,2% dos roubos a banco, na Bahia, de janeiro a agosto de 2018, comparando com mesmo período de 2017. Nos últimos 11 dias duas tentativas de roubo e uma de furto foram evitadas, nas cidades de Paulo Afonso, Pedro Alexandre e Santa Luz.

 
Foram 98 criminosos especializados em ataques a instituições financeiras retirados de circulação este ano. Destes, 80 presos e 18 mortos em confrontos. Em agosto a polícia registrou apenas dois casos, na Bahia. No acumulado do ano são 45 ocorrências (tentadas e consumadas), contra 61 contabilizadas em 2017. Em números absolutos, 16 agências foram preservadas de ataques.

 

 

“Trabalhamos com patrulhamentos preventivo, em períodos e horários específicos e sigilosos, e repressivo”, explicou o comandante de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro. Lembrou ainda que a última ação com explosivos ocorreu em Serra Dourada, no dia 17 de julho. “A quadrilha não conseguiu levar o dinheiro e os cinco integrantes morreram em confronto com o Bope e a Cipe Cerrado”, contou.

 

 

O diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), delegado Marcelo Sansão, destacou o trabalho investigativo resultando em 10 quadrilhas desmontadas e 42 armas apreendidas.
“Estamos no terceiro ano consecutivo de queda nos roubos e a pegada continua firme. Recentemente apresentamos uma dupla que participou de uma explosão em Alagoinhas. Mesmo não tendo levado o dinheiro seguimos o rastro do bando e efetuamos as prisões”, concluiu.

Caixa reduz juros do crédito imobiliário

Nesta sexta-feira (24), a CAIXA anunciou a redução de até 0,5 p.p. das taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram de 9% a.a para 8,75% a.a, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 10% a.a para 9,5% a.a, para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI). Além da redução de juros, a CAIXA também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. O limite de cota de financiamento de imóveis usados sobe de 70% para 80%. Todas as mudanças começam a valer a partir desta sexta-feira (24).

De acordo com o presidente da CAIXA, Nelson Antônio de Souza, a nova redução das taxas de juros facilita o acesso à casa própria e contribui para a retomada de investimentos no setor da Construção Civil. “Cabe à CAIXA como principal agente financeiro da habitação continuar oferecendo as melhores taxas e condições para os nossos clientes, além de colaborar com a retomada de investimentos do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas”, afirma.

Caixa reduz juros para micro e pequenas empresas

A Caixa anunciou, hoje (24), a redução de juros de capital de giro para micro e pequenas empresas. Os clientes já podem contratar com taxas a partir de 0,95% ao mês.

Segundo a instituição bancária, a redução média das taxas ficou em 19%. O banco também anunciou aumento do crédito, com disponibilidade de R$ 25 bilhões para este ano.

Mortes violentas fecham quadrimestre com redução de 14,2% na Bahia

2 (2)As mortes violentas (homicídio, latrocínio e lesão dolosa) fecharam o primeiro quadrimestre de 2018 com redução de 14,2%, na Bahia. Os dados foram debatidos, na tarde desta quarta-feira (2), durante a reunião de avaliação promovida semanalmente pela Secretaria da Segurança Pública com as cúpulas das polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros Militar.

Nos quatro primeiros meses deste ano foram contabilizados 1.993 casos, contra 2.322, no mesmo período de 2017. Em números absolutos são 329 pessoas a menos mortas em todo o estado. “O que explica esses bons números é a palavra trabalho. Todos os integrantes das forças de segurança se empenham diariamente para alcançarem as suas respectivas metas”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

ssp 1O panorama em Salvador, Região Metropolitana e interior é também de decréscimo. Na capital o índice foi menor em 17,1%, com 392 registros em 2018, enquanto no ano anterior computados 473. Já na RMS a redução foi de 29,6%, tendo este ano contabilizadas 219 ocorrências, contra 311 em 2017. Nos municípios do interior a queda ficou em 10,1%, com 1.382 casos em 2018, contra 1.538, no ano anterior.

“Continuamos com 70% das mortes ligadas diretamente ao tráfico de drogas, sejam pelos casos de dívidas de usuários ou disputas entre quadrilhas. Na semana passada apresentamos o belo trabalho que resultou nas prisões de traficantes baianos em São Paulo e Sergipe. Continuaremos fechando cada vez mais o cerco”, avisou Barbosa.

 

Itabuna registra queda de 20% nos registros de roubos

Com a prisão de Emerson Conceição da Silva, de 22 anos, preso no fim de semana, na cidade de Itabuna, com uma motocicleta roubada, a equipe da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), daquela cidade, já capturou seis ladrões, em apenas uma semana. De acordo com o delegado Miguel Cicerelli, titular da unidade, apenas em 2018, 66 inquéritos já foram remetidos à Justiça, apontando a autoria dos crimes.

De acordo com Cicerelli, em 2017, a unidade especializada registrou 634 roubos até o dia dez de abril. Já em 2018, foram relatadas 503 ocorrências, representando uma queda de 131 registros no total. “Vamos continuar trabalhando para diminuir os índices de criminalidade na região e contamos com o apoio da população que pode denunciar sem a necessidade de identificar-se”, salientou o delegado.

Emerson foi preso com uma motocicleta XRE 300, de placa PJS-3490. Ele é suspeito de praticar assaltos em Itabuna. Autuado em flagrante por receptação pelo delegado Miguel Cicerelli, ele ficará custodiado na carceragem da DRFR/Itabuna à disposição da Justiça. Emerson já responde por tráfico de drogas e também é investigado por homicídio.

Em 2017, preço da cesta básica cai em Ilhéus e Itabuna

cestaA cesta básica passou a custar R$313.25 no mês de dezembro em Ilhéus, uma redução de 3,69% em relação ao mês anterior. Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, sete apresentaram redução no preço: banana (14,15%), tomate (12,31%), café (4,92%), pão (4,35%), feijão (2,31%), arroz (1,14%), e leite (0,29%). Em contrapartida, o preço do óleo de soja (6,82%), farinha de mandioca (3,17%), açúcar (1,34%), carne (0,92%) e a manteiga (0,04%) tiveram aumento de preço em dezembro. Durante o ano de 2017, janeiro a dezembro, a cesta básica em Ilhéus teve uma redução de 8,34%

Já em Itabuna, a cesta básica passou a custar R$303,80, uma redução de 2,34% em relação ao mês anterior. Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, nove apresentaram redução no preço: banana da prata (10,39%), feijão (7,26%), café (4,80%), tomate (3%), manteiga (2,50%), leite (2,40%), arroz (1,99%), farinha de mandioca (1,02%) e pão (0,27%). Em contrapartida, o preço dos seguintes itens apresentaram aumento: açúcar (1,81%), óleo de soja (0,83%) e carne (0,28%).  No ano de 2017a cesta básica em Itabuna reduziu 4,36%.

Fonte: Projeto de extensão Acompanhamento de Custo da Cesta Básica – ACCB/UESC.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930