hanna thame fisioterapia animal
prefeitura ilheus livros do thame

Posts Tagged ‘Programa Universidade para Todos (ProUni)’

Prouni divulga resultado com listas de aprovados

O resultado do Programa Universidade para Todos (Prouni) será divulgado nesta quarta-feira (14), no site. Os candidatos pré-aprovados devem comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão.

O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Podem concorrer brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e não tenham zerado a prova de redação.

Inscrições para o ProUni começam dia 31

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) serão abertas nesta terça-feira (31). Segundo o Ministério da Educação (MEC), serão oferecidas 214.110 bolsas no primeiro semestre deste ano. Os interessados devem participar da seleção pelo site do programa até 23h59 (horário de Brasília) de 3 de fevereiro. O resultado da primeira chamada será divulgado em 6 de fevereiro; e o da segunda, em 20 de fevereiro. As informações estão disponíveis no edital publicado nesta quinta-feira (26) no Diário Oficial da União (DOU).

O ProUni garante bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de graduação e de cursos sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. As instituições que aderem ao programa recebem isenção de tributos.

Para participar do processo seletivo, o candidato deve obedecer aos requisitos do programa no que diz respeito a renda familiar. No caso de bolsas integrais, o inscrito deve comprovar que a renda familiar bruta mensal per capita não excede o valor de um salário-mínimo e meio. Já nas bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal per capita não deve ser maior que três salários-mínimos.

Poderão se inscrever, apenas, candidatos que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 e que tenha cursado o ensino médio completo em escola pública ou como bolsista em instituição privada; seja pessoa com deficiência ou professor da rede pública. De 2005 ao segundo semestre de 2016, mais de 1,9 milhão de estudantes foram beneficiados pelo programa, sendo 70% com bolsas integrais.

Começam as inscrições para o ProUni

prouni(da Agência Brasil)- Os candidatos a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni), que abre inscrições hoje (9), podem consultar a lista de cursos e instituiçõesque participam do programa na internet e devem ficar atentos ao prazo, que nesta edição foi reduzido de cinco para três dias e vai até quarta-feira (11). A inscrição é feita no site do programa.

Para o próximo semestre, serão oferecidas 115.101 bolsas em cursos de graduação de instituições privadas.  Dessas, 73.601 são integrais e 41.500, parciais.

Podem concorrer às bolsas do ProUni os estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. Os cursos com maior número de bolsas são administração (13.168), direito (7.887), pedagogia (7.725) e ciências contábeis (6.865).

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser até três salários mínimos por pessoa.

O candidato deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado nota zero na redação. Quem se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para concorrer a vagas em instituições públicas, também pode se candidatar ao ProUni.

Veja abaixo o cronograma do ProUni:

Inscrições: de 9 a 11 de junho
Resultado da 1ª chamada: 15 de junho
Comprovação de informações: de 16 a 24 de junho
Resultado da 2ª chamada: 4 de julho
Comprovação de informações: de 4 a 11 de julho
Adesão à lista de espera: 21 e 22 de julho
Comprovação de informações dos candidatos em lista de espera: 29 e 30 de julho.

MEC abre inscrições para o ProUni

As inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni) começam na próxima segunda (13) no site do programa. O prazo se encerra no dia 17. A primeira chamada dos estudantes pré-selecionados será divulgada no dia 20 de janeiro e a segunda chamada, no dia 3 de fevereiro.

O Prouni é destinado a alunos que querem concorrer a bolsas de estudo, integrais ou parciais, em instituições particulares de ensino superior. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Pode participar da seleção, o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado zero na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada. Informações da Agência Brasil.

ProUni tem mais um milhão de inscritos

O Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou 1,019 milhão de estudantes inscritos até as 23h de ontem. As inscrições foram encerradas às 23h59 e o balanço com o número total de inscritos será apresentado na tarde de hoje (22) pelo Ministério da Educação.

A primeira lista com o nome dos candidatos selecionados será divulgada nesta quinta-feira (24) e a segunda no dia 8 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das etapas poderá entrar na lista de espera nos dias 24 e 25 de fevereiro.

O ProUni concede bolsa de estudo integral e parcial em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Neste primeiro semestre, são oferecidas 162.329 bolsas, sendo 108.686 integrais e 53.643 parciais (cobertura de 50% da mensalidade).

Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa até um salário mínimo e meio (R$ 1.017). Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser até três salários mínimos (R$ 2.034) por pessoa.

O estudante que conseguir a bolsa parcial (50% da mensalidade) pode custear a outra parte por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) sem a necessidade de apresentar fiador. Para isso, é preciso que a instituição onde o aluno pretende se matricular tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo.(da Agência Brasil)

DILMA SANCIONA LEI QUE TROCA DÍVIDAS DE FACULDADES POR VAGAS NO PROUNI

A elite torce o nariz, mas o ensino superior é para todos

A presidente Dilma Rosuseff sancionou a medida provisória que permitirá às instituições de ensino superior (IES) particulares converterem até 90% das dívidas tributárias federais em bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (ProUni). As regras, publicadas no Diário Oficial da União, instituem o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies), com o objetivo de “assegurar condições para a continuidade das atividades de entidades mantenedoras” para que não haja diminuição do número de matrículas e sejam recuperados os créditos tributários da União.

Serão beneficiadas unidades educacionais que até 31 de maio apresentavam dívida tributária vencida que alcançasse pelo menos R$ 1.500 por aluno matriculado. Segundo o texto, a moratória das dívidas será concedida por um período de 12 meses para “viabilizar a superação de situação transitória de crise econômico-financeira da mantenedora da IES, a fim de permitir a manutenção de suas atividades”. Para participar do programa, as instituições de ensino terão que apresentar um plano de recuperação tributária e comprovar periodicamente sua capacidade de autofinanciamento e melhoria da gestão. Também é pré-requisito que a IES mantenha bons indicadores de qualidade do ensino nas avaliações aplicadas pelo Ministério da Educação (MEC).

STF NÃO ACATA PEDIDO DO DEM E MANTÉM PROUNI

Para o DEM, isso é uma ofensa...

Por 7 a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou improcedente nesta quinta-feira, 4, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o Programa Universidade para Todos (ProUni). A ação foi proposta pelo Democratas (DEM), Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenem) e a Federação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social (Fenafisp).

Criado pelo governo federal, o Prouni garante bolsas para que alunos de baixa renda possam cursar o ensino superior em faculdades particulares. Em seu voto, o ministro Ayres Britto rechaçou os argumentos dos autores da ação contra o ProUni. Com ele, votaram os ministros Rosa Weber, Luiz Fux, Antônio Dias Toffoli, Cezar Peluso, Gilmar Mendes e Celso de Mello concordando em manter as regras da forma como estão.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031