WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

agosto 2022
D S T Q Q S S
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘programa Mais Estudo’

SEC realiza Dia D para seleção de monitores do programa Mais Estudo nas escolas estaduais

monitoria 2A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, nesta quarta-feira (25), nas escolas da rede estadual de ensino, o Dia D para a seleção de monitores do programa Mais Estudo. A iniciativa conta com mobilizações de estudantes nas salas de aula, nas redes sociais das escolas e nos grupos de WhatsApp, com o intuito de informar sobre o funcionamento do programa e selecionar os candidatos interessados a partir da listagem de estudantes aptos e pré-selecionados pela SEC, baseada em suas notas. A seleção será realizada até a próxima sexta-feira (27).

O programa, ofertado pelo governo do Estado, por meio da SEC, oferece uma bolsa de R$ 100, por mês, durante os seis meses de vigência do programa, para os estudantes monitores. São 52 mil vagas disponíveis para os alunos que queiram atuar na monitoria em Língua Portuguesa, Matemática e Iniciação Científica, no turno oposto aos quais estão matriculados. Para este ano, foram destinados recursos próprios do Estado da ordem de R$ 31,2 milhões para o Mais Estudo.

:: LEIA MAIS »

Edital lançado pelo Governo do Estado oferta 52 mil vagas de monitoria do Programa Mais Estudo

Mais Estudo - Foto Camila Souza_GOVBALançado no dia 11 de maio, o novo edital do programa Mais Estudo oferece 52 mil vagas para alunos da rede estadual que possam dar monitoria aos colegas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Iniciação Científica. A iniciativa do Governo do Estado, executada através da Secretaria de Educação (SEC), oferta uma bolsa mensal no valor de R$ 100 para os estudantes monitores, durante os seis meses de vigência do edital, totalizando em um investimento de mais de R$ 31 milhões. O objetivo é estimular a participação estudantil no processo educacional, além de contribuir para o exercício solidário e práticas inovadoras de aprendizagem.

Manoel Calazans

Manoel Calazans

As escolas que tenham interesse de participar do programa devem atualizar os dados de cadastro no Sistema de Gestão do Mais Estudo, pelo link. No período de 16 a 27 de maio de 2022, as unidades escolares são responsáveis por realizar o processo de seleção. Para participar, os estudantes só precisam estar regularmente matriculados na rede estadual, possuir cadastro de Pessoal Física (CPF) regularizado e ter tido média igual ou superior a 8,0, no ano anterior, na matéria que deseja lecionar.

De acordo com Manoel Calazans, superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, o processo de ensinar ajuda os alunos a assimilar os conteúdos. “O programa Mais Estudo permite uma aprendizagem horizontal, que não se processa apenas através do professor e dos livros para o estudante, mas entre os próprios estudantes. Já se sabe que essa aprendizagem é muito efetiva e afetiva também, porque diz respeito a estar com o outro colega, que fala a mesma linguagem e que, muitas vezes, é seu vizinho. O monitor é o estudante que consegue articular, fazer revisão e auxiliar o colega que tem dificuldade em aprender”, relata.

:: LEIA MAIS »

Estudantes podem se inscrever para atuar como monitores no Programa Mais Estudo

mais estA inscrição para os estudantes interessados em participar do programa Mais Estudo iniciou, nesta segunda-feira (16), nas escolas da rede estadual de ensino. São 52 mil vagas no Estado para os alunos que queiram atuar como monitores em Língua Portuguesa, Matemática e Iniciação Científica. Cada monitor selecionado é contemplado com uma bolsa de R$100 por mês, durante os seis meses da vigência do programa, para atuação no turno oposto ao qual está matriculado. Para a realização do Mais Estudo foram destinados recursos próprios do Estado da ordem de R$ 31,2 milhões.

A seleção nas escolas será realizada até o dia 27 de maio e, para estarem aptos a participar do programa, os estudantes precisam seguir alguns critérios: estarem matriculados no ano de 2022; possuírem Cadastro de Pessoa Física (CPF); e terem obtido aproveitamento no componente curricular para o qual pleiteiam a monitoria, com média igual ou superior a oito, no ano anterior.

:: LEIA MAIS »

Últimos dias de inscrição para a monitoria do Programa Mais Estudo

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, até sexta-feira (10), a nova seleção para os estudantes que tiverem interesse em participar como monitores de Matemática, Língua Portuguesa e Educação Científica do programa Mais Estudo. O preenchimento das vagas deverá ser feito pelo gestor escolar ou coordenador pedagógico, no Sistema de Gestão do Mais Estudo, através do endereço educacaobahia.com.br, por meio de login e senha pessoal.  Como incentivo à ação de monitoria, os estudantes recebem uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100 por mês.

Mais E

Serão incluídos, na seleção, os estudantes com resultado nas unidades  letivas I e II do continuum 2020/2021 para o remanejamento entre os componentes e/ou preenchimento das vagas nas unidades escolares, seguindo os critérios já estabelecidos no Edital nº 02/2021. O início da monitoria para os novos monitores será no dia 13 de setembro.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito, falou sobre a iniciativa de uma nova seleção. “Diante das aulas semipresenciais e após finalizada a terceira unidade letiva, a SEC possibilitará que estudantes ainda não contemplados e com interesse em ingressar no programa Mais Estudo possam ter uma nova oportunidade”.

Instituído pela Lei Estadual nº 14.306/2021 e regulamentado pelo Decreto n° 20.258/2021, o Mais Estudo tem o objetivo de apoiar as aprendizagens dos estudantes, por meio de atividades de reforço escolar com alunos monitores nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, além da inserção de ações voltadas à Educação Científica para estudantes do 8° e 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª série do Ensino Médio da rede estadual de ensino. Em 2021, estão sendo ofertadas 52 mil vagas no Programa.

 

Estudantes da rede estadual têm nova oportunidade de ingressar no Programa Mais Estudo

mais EA Secretaria da Educação do Estado (SEC) está realizando  nova seleção para os estudantes que tiverem interesse em participar como monitores de Matemática e Língua Portuguesa do programa Mais Estudo. O preenchimento das vagas deverá ser feito pelo gestor escolar ou coordenador pedagógico, no Sistema de Gestão do Mais Estudo, através do endereço www.educacaobahia.com.br, por meio de login e senha pessoal, até o dia 10 de setembro.

 

Serão incluídos, na seleção, os estudantes com resultado nas unidades letivas I e II do continuum 2020/2021 para o remanejamento entre os componentes e/ou preenchimento das vagas nas unidades escolares, seguindo os critérios já estabelecidos no Edital nº 02/2021. Como incentivo à ação de monitoria, os estudantes recebem uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100, por mês. O início da monitoria para os novos monitores será no dia 13 de setembro.

A superintende de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito, falou sobre a iniciativa de uma nova seleção. “Diante das aulas semipresenciais e após finalizada a terceira unidade letiva, a SEC possibilitará que estudantes ainda não contemplados e com interesse em ingressar no programa Mais Estudo possam ter uma nova oportunidade”.

:: LEIA MAIS »

Estudantes relatam planejamento da monitoria pelo Mais Estudo

sec mais estudo

Os estudantes selecionados para participar do Programa Mais Estudo relataram as suas perspectivas e como planejaram a monitoria do ano letivo 2020/2021, que já foi iniciado. Como monitores de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica, eles contribuem para a aprendizagem dos colegas. Nesta edição, atuam dois monitores por turma, que recebem uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao programa. As atividades de monitoria ocorrem no turno em que o aluno não esteja em atividade escolar. Ao todo, foram ofertadas 52 mil vagas em todo o Estado, considerando critérios como bom desempenho escolar.

A estudante Raissa Amorim, 19, 3º ano, do Colégio Estadual Vera Lux, em Salvador, que atua pela terceira vez como monitora de Língua Portuguesa, contou como foi seu primeiro dia de monitoria do ano letivo, realizada na terça-feira (13). “Tivemos uma quantidade relevante de alunos e a maioria conseguiu acessar o Google Meet. Além de receberem monitoria por meio dessa plataforma, usamos o WhatsApp para tirar dúvidas que surgem antes ou depois dos dias de monitoria. Tive o prazer de ser monitora desde a primeira edição, em 2019. Além de poder ajudar meus colegas, também aprendo com eles. Ensinando a gente também aprende e cresce tanto como estudante, quanto como pessoa”, disse.

:: LEIA MAIS »

Estudantes monitores do Mais Estudo receberão bolsa mensal de R$ 100 e inscrições seguem até domingo

mestA Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, até o próximo domingo (4), as inscrições para 52 mil vagas do Programa Mais Estudo. Os estudantes irão contribuir para a aprendizagem dos colegas em Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica. São duas vagas de monitores por turma para todas as unidades escolares da rede estadual. Serão selecionados os estudantes com bom desempenho escolar, conforme critérios estabelecidos pela SEC, que receberão uma bolsa mensal de R$ 100,00, durante o período de vinculação ao Programa. Para saber se está habilitado para participar da monitoria, o estudante deve entrar em contato, por telefone, com a equipe gestora ou coordenação pedagógica da sua unidade escolar.

 

De acordo com a SEC, serão selecionados os estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, em todas as ofertas e modalidades, desde que estejam regularmente matriculados na unidade escolar em que irá realizar a monitoria, tendo obtido aproveitamento com média final igual ou maior a oito (8,0), no ano letivo ou no trimestre anterior àquele em que será iniciada a seleção no Componente Curricular no qual pleiteia a monitoria.

:: LEIA MAIS »

Estudantes vivem expectativa da monitoria pelo programa Mais Estudo

Estudante NoemiCom o início do ano letivo 2020/21, cujas aulas estão acontecendo de forma 100% remota, os estudantes já estão na expectativa da sua atuação como monitores do programa Mais Estudo e contribuição no aprendizado dos colegas. O processo de seleção dos monitores, iniciado nas escolas no dia 15, segue até esta sexta-feira (26). Os estudantes selecionados irão dar monitorias de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica da Educação Básica. São oferecidas duas vagas de monitores por turma em todas as unidades escolares da rede estadual, que receberão uma bolsa individual de R$ 100, durante o período de vinculação ao programa. AO todo serão 52 mil monitores.

 

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, falou dos avanços do programa. “Estamos na terceira edição do Mais Estudo, que já aconteceu no presencial, em 2019, e no remoto, em 2020, com 10 mil vagas em cada ano. Agora, o programa é lei e o desafio é do tamanho da Bahia: multiplicamos cinco vezes o número de vagas, porque este ano serão 52 mil; triplicamos o tempo da monitoria, de três para nove meses, e quase duplicamos o orçamento de R$ 4,5 milhões para mais de R$ 45 milhões, por ano. É um grande projeto, mas estamos com muitas novidades e confiantes de que os monitores e monitoras terão um papel muito importante na mobilização dos seus colegas e no apoio à construção das aprendizagens”.

 

A estudante Noemi Santos, 14, 1º ano, que atuou como monitora de Matemática, em 2020, no Colégio Estadual Pinto de Aguiar, em Salvador, falou da experiência de participar do programa. “Estou com uma grande expectativa em ser monitoria do programa novamente. Foi uma experiência muito legal em poder auxiliar meus colegas na Matemática e acredito que ajudou a nós, estudantes, na nossa rotina de estudos, nos incentivando a estudar mais”, disse, empolgada.

:: LEIA MAIS »

Começa processo de seleção para estudantes monitores do programa Mais Estudo

pmais eJuntamente com o início do ensino remoto na rede estadual de ensino, nesta segunda-feira (15), a Secretaria da Educação do Estado inicia o processo de seleção dos estudantes para o programa Mais Estudo. Os estudantes selecionados irão dar monitorias de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica da Educação Básica, contribuindo para a aprendizagem dos colegas durante o ano letivo 2020/21. Serão oferecidas duas vagas de monitores por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao programa.

 

A seleção ocorrerá até 26 de março. O estudante não precisará ir na escola. Serão selecionados os estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª série do Ensino Médio e da Educação Profissional que estejam regularmente matriculados na unidade escolar em que irá realizar a monitoria, tendo obtido aproveitamento com média final igual ou maior a oito (8,0), no ano letivo ou no trimestre anterior àquele em que será iniciada a seleção no Componente Curricular no qual pleiteia a monitoria.

:: LEIA MAIS »

Estado abre seleção para 52 mil monitores do programa Mais Estudo

maiss e 2No momento em que antecede o início do ensino remoto na rede estadual de ensino, marcado para o dia 15 de março, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) divulgou, no Diário Oficial desta terça-feira (2), a portaria que estabelece critérios e orientações para a implementação do Programa Mais Estudo e o edital que trata do processo de seleção dos estudantes. As monitorias serão de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica da Educação Básica. Serão oferecidas duas vagas de monitores por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao programa.

 

“O Mais Estudo se soma às políticas para a juventude já desenvolvidas pelo governo do Estado e sua ampliação integra o conjunto de ações pensadas para o ano letivo 2020/2021. O programa começou de forma piloto, em 2019, com a oferta de 10 mil vagas. Agora, já é uma política pública de Estado e vai ofertar 52 mil vagas de monitoria. Isso só ressalta o compromisso do governador Rui Costa com a Educação”, afirmou o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues.

:: LEIA MAIS »

Secretaria da Educação do Estado promove live sobre o Programa Mais Estudo

pro mais EA Secretaria da Educação do Estado (SEC) promove, neste sexta-feira (19), às 14h30, uma live sobre o Programa Mais Estudo. A atividade será transmitida pelo canal do Youtube (Educação Bahia1), com o objetivo de passar informações sobre o programa que foi transformado em política pública de Estado, mediante Decreto de Lei nº 14.306, de 12 de fevereiro de 2021. Com o decreto, a rede estadual de ensino terá 52 mil estudantes monitores para contribuir com a aprendizagem dos colegas, principalmente, em Língua Portuguesa e Matemática.

 

A live terá a participação do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues; da superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito; da deputada estadual Olívia Santana, relatora do projeto de lei, que foi aprovado, por unanimidade, pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA); e dos estudantes Hugo Souza e Noemi Santos, que irão contar um pouco sobre a experiência deles como monitores.

:: LEIA MAIS »

ALBA aprova por unanimidade projeto de lei que institui o Programa Mais Estudo na rede estadual de ensino

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou, por unanimidade, nesta quinta-feira (11), o projeto de Lei nº 24.087 do Governo do Estado, que institui o Programa Mais Estudo no âmbito das escolas da rede estadual de ensino. O projeto de lei teve a relatoria da deputada Olívia Santana (PC do B). O Mais Estudo tem o objetivo de estimular a participação dos estudantes em ações de auxílio e reforço de aprendizagem, especialmente nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a aprovação. “O Mais Estudo é uma das políticas para a juventude desenvolvidas pelo governo do Estado. Esta aprovação é animadora, ainda mais neste contexto de preparação pedagógica para a volta às aulas quando for possível, pois teremos 52 mil estudantes monitores em todas as escolas estaduais da Bahia”, afirmou.

Como parte do Mais Estudo, cada turma terá dois monitores, que serão selecionados dentre os estudantes do Ensino Médio, da Educação Profissional e do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, a partir das notas obtidas no ano anterior ou no trimestre anterior ao da etapa de seleção. As atividades de monitoria ocorrerão no turno em que o estudante não estiver em atividade escolar.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia