hanna thame fisioterapia animal
prefeitura itabuna coronavirus 155 bom petiscos livros do thame

Posts Tagged ‘professora’

Professora é espancada por aluno em Santa Catarina e desabafa: “estou dilacerada”

marciaDa Revista Fórum – A violência, definitivamente, invadiu as salas de aula. No município de Indaial, em Santa Catarina, a professora Marcia Friggi foi brutalmente agredida por um de seus alunos, de apenas 15 anos, nas dependências da escola. Indignada com o fato, ela resolveu desabafar em sua página do Facebook. Marcia resumiu seu sentimento em uma palavra: “Dilacerada”. O depoimento dela foi o seguinte:

“Estou dilacerada. Aconteceu assim: Ele estava com o livro sobre as pernas e eu pedi:

– Coloque seu livro sobre a mesa, por favor.
– Eu coloco o livro onde eu bem quiser.
– As coisas não são assim.
– Ahhh, vai se foder.
– Retire-se por favor.

Ele levantou para sair, mas no caminho jogou o livro na minha cabeça. Não me feriu, mas poderia. Na direção eu contei o que tinha acontecido. Ele retrucou que menti e eu tentei dizer:
– Como, menti? A sala toda viu… Não deu tempo para mais nada.

Ele, um menino forte de 15 anos, começou a me agredir. Foi muito rápido, não tive tempo ou possibilidade de defesa. O último soco me jogou na parede. Estou dilacerada por ter sido agredida fisicamente. Estou dilacerada por saber que não sou a única, talvez não seja a última. Estou dilacera por já ter sofrido agressão verbal, por ver meus colegas sofrerem. Estou dilacerada porque me sinto em desamparo, como estão desamparados todos os professores brasileiros.

Estamos, há anos, sendo colocados em condição de desamparo pelos governos. A sociedade nos desamparou. A vida… Lembrei dos professores do Paraná que foram massacrados pela polícia, não teve como não lembrar. Estou dilacerada pelos meus bons alunos, que são muitos e não merecem nossa ausência. Estou dilacerada, mas eu me recupero e vou dedicar a minha vida para que nenhum professor brasileiro passe por isso nunca mais”.

Major bombeiro é autuado em flagrante pela morte da mulher em escola

O delegado José Bezerra, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), autuou em flagrante, na noite desta sexta-feira (13), o major BM Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, de 45 anos, subcomandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militar, base Iguatemi, por homicídio qualificado, pela morte de Sandra Denise Costa Alfonso, 40, com a qual estava casado há 21 anos.

Acompanhado de prepostos da corregedoria dos Bombeiros e advogados, o major se apresentou, por volta das 18h30, no DHPP, onde entregou a arma que usou para matar a mulher, uma pistola ponto 40, de uso pessoal, com oito cartuchos intactos. Ele assumiu a autoria do crime e alegou como motivação ciúmes, depois de uma discussão conjugal por possível traição.

A mulher tinha sinais de ferimento nas pernas, clavícula e região da cabeça. Só o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para onde a pistola foi encaminhada para perícia, poderá dizer quantos disparos atingiu a vítima.

Durante toda a tarde, o delegado Marcelo Sansão colheu depoimentos de testemunhas, que estavam no local do crime. Todas confirmaram a versão do major de que ele atirou na mulher quando os dois estavam sozinhos numa sala da Escola Municipal Esperança de Viver, onde, além de professora, Sandra Denise era vice-diretora. O crime não ocorreu na presença de alunos. Valdiógenes ficará preso no Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas.

Una: professora acorrentada desmaia e é levada para o hospital

Gilmária tem apoio dos colegas em protesto contra prefeitura

A professora Gilmária Alves Barbosa desmaiou nesta manhã ao completar um dia de protesto contra a redução de sua jornada de trabalho de 20h para 40h semanais. O corte na carga horária foi determinado pela prefeita de Una, Diane Rusciolelli (PSD). A professora foi levada para o Hospital Municipal Frei Silvério, em Una, onde está sob observação.

Gilmária pretendia ficar acorrentada em frente à prefeitura até que fosse recebida em audiência e tivesse suas 20 horas de volta. A educadora alega problemas de saúde decorrentes do exercício da profissão e diz que a “mordida” no seu contracheque foi um duro golpe no orçamento familiar. Colegas de profissão prometem dar sequência à manifestação. Também vão se acorrentar em frente ao centro administrativo. Com informações do site Atitude em Una.

Tô fora, patroa!

AULA PRÁTICA: PROFESSORA PEGA CINCO ANOS DE CADEIA POR ORGIA COM ALUNOS

com essa “fina estampa”, devia ser castigo pros alunos…

Uma ex-professora de Kennedale, no Texas, foi condenada nesta sexta-feira (17) a cinco anos de prisão por manter múltiplos encontros sexuais com cinco estudantes de 18 anos, informou o diário local “Star-Telegram”.

Brittni Colleps, de 28 anos, casada e mãe de três filhos, foi declarada culpada por um júri no condado de Tarrant de 16 acusações por manter uma relação inadequada entre um professor e um aluno.

Os encontros sexuais com estudantes aconteceram na casa da professora durante dois meses em 2011, segundo informou a acusação.

Brittni podia pegar até 20 anos de prisão e ter de arcar com uma multa de US$ 10 mil, mas acabou condenada a uma quarto desta pena antes de poder pedir liberdade condicional. Ela também não precisará pagar nenhuma quantia.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930