hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Porto Sul’

Em Una, Rui autoriza pavimentação de estrada, entrega viaturas e conhece obra de montadora chinesa

una 1A população de Una, no Sul da Bahia, comemorou nesta sexta-feira (26) o anúncio da pavimentação da rodovia que dá acesso à Vila de Comandatuba. O trecho de três quilômetros entre a BA-001 e a localidade, de onde partem os barcos para a Ilha de Comandatuba, principal ponto turístico da cidade, receberá investimentos de R$ 3 milhões. O lançamento da licitação foi autorizado nesta manhã pelo governador Rui Costa, durante visita ao município. Segundo o governador, a obra será iniciada imediatamente após a licitação e vai aumentar e melhorar as condições do turismo na região.

Ainda no município, Rui entregou quatro de viaturas da Polícia Militar, destinadas aos municípios de Una, Buerarema, Jussari e Mascote, e inaugurou o novo pavilhão da Escola Municipal Davi Soares Pinheiro, com três salas de aula. O governador também conheceu o canteiro de obras da montadora de motos do grupo chinês Yasuna Motors, que está em construção na cidade e terá capacidade para produzir 3,5 mil motos/mês. Essa será a primeira unidade da empresa no país, que escolheu Una para se instalar devido a sua proximidade com os projetos da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol) e do Porto Sul, em Ilhéus.

una 2Durante a visita, o governador parabenizou os empresários da Yasuna e destacou a expectativa em relação ao projeto chinês, que produzirá, inicialmente, motocicletas de 50 cilindradas que farão até 60 quilômetros por litro de combustível, e, num segundo momento, motos que farão 100 quilômetros por cada litro. “Isso é extraordinário porque cria a possibilidade de mobilidade para as pessoas a um baixo custo. Aqui, empregos serão gerados direta e indiretamente. Além disso, a partir desta unidade, vamos ter desdobramentos em conhecimento tecnológico e também em pesquisa e desenvolvimento de outros produtos. Ou seja, Una se insere, não somente na geração de empregos, mas também na formação de oportunidade para os jovens e na formação de conhecimento para a Bahia e para a região sul do estado”, ressaltou Rui. (Fotos: Pedro Moraes/GOVBA)

Governo recebe autorização para lançar edital de concessão dos aeroportos de Teixeira de Freitas e Caravelas

airport 2Região com grande potencial turístico, o extremo sul da Bahia ganhou um novo motivo para atrair visitantes. Os aeroportos dos municípios de Caravelas e Teixeira de Freitas serão licitados em breve para a gestão de um operador único, ampliando o potencial de serviços. A autorização para o Governo da Bahia lançar o edital de concessão foi dada pelo Governo Federal na tarde desta terça-feira (31), no Ministério dos Transportes, em encontro entre o governador Rui Costa, o ministro Maurício Quintella, os secretários estaduais Bruno Dauster (Casa Civil) e Marcus Cavalcanti (Infraestrutura), entre outras autoridades.

airport 1De acordo com o governador, essa autorização é importante para o fortalecimento da aviação regional, além de gerar mais emprego e melhoria de renda na região. “Com isso, vamos levar novos negócios, mais desenvolvimento e mais turismo para o extremo sul do nosso estado”, assinalou Rui.

O edital de concessão será lançado no próximo semestre e vai permitir que o aeroporto de Teixeira de Freitas, que já recebe voos comerciais, opere de maneira mais estruturada e que o equipamento de Caravelas fique apto a receber voos comerciais.

Já o edital de licitação para a concessão do aeroporto de Comandatuba, no sul do estado, foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (31), no mesmo dia em que foi realizada uma audiência pública, na sede da Secretaria de Infraestrutura, para discutir a concessão do aeroporto de Barreiras.

Read the rest of this entry »

Chineses visitam a Bahia e se reúnem com Governo e Bamin para viabilizar Porto Sul e Fiol

porto sul (2)“Este é um passo decisivo e absolutamente necessário para o desenvolvimento futuro desses projetos”. Desta maneira o secretário da Casa Civil do Estado da Bahia, Bruno Dauster, avaliou os encontros realizados em mais uma etapa da agenda de negociação que visa a construção e operação do Porto Sul e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

Representantes do Governo do Estado, da Bahia Mineração (Bamin) e técnicos chineses alinharam, na manhã desta quinta-feira (12), no Hotel Sotero, em Salvador, informações coletadas entre os dias 9 e 12 de maio, durante visita dos estrangeiros à mina da Bamin e aos sítios onde serão construídos os empreendimentos.

Construtora Chinesa Realiza Visita Técnica para Inicio vdas Obras do Porto Sul e FiolNa foto: Bruno Dauster, Secretário da Casa CivilFopto: Elói Corrêa/GOVBA

A visita é um desdobramento do protocolo de intenções assinado em Pequim, na China, entre a empresa China Railway Engineering Group n.10 (Crec 10) e o Governo da Bahia, no início de março deste ano. A construtora chinesa dará continuidade aos estudos dos projetos para confirmar a participação no negócio.

A expectativa do Governo é que o complexo Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste promovam o crescimento econômico em toda a região, gerando emprego e renda. Ainda de acordo com Bruno Dauster, o Governo está comprometido em formar parceria com a iniciativa privada para atingir este resultado.

“Este conjunto de obras será o mais importante investimento em infraestrutura de integração econômica feita na Bahia nas últimas décadas. Vai facilitar a chegada de insumos com preços reduzidos, e possibilitar o escoamento da produção em condições melhores e mais rápidas”, destaca Dauster.

 

 

Rui Costa visita obras de barragem e destaca investimentos no Sul da Bahia

barragem rui 1O governador Rui Costa visitou as obras da Barragem do Rio Colônia, em Itapé, no Sul da Bahia, que vai permitir a ampliação do abastecimento de água em Itabuna, município que enfrenta uma grave crise hídrica, por conta da  longa estiagem que afeta a região. O valor total da obra é de 120 milhões, com recursos do Governo Federal e o Governo do Estado, e a primeira etapa, já em execução, terá investimentos de R$ 36 milhões  e inclui o desvio de cerca de 30 quilômetros da rodovia BA 120 que liga os municípios de Itapé e Itajú do Colônia, permitindo que  a barragem inicie o acumulo de água para abastecer a população. “Determinamos à Secretaria de Recursos Hídricos que garanta execução de todas as etapas da obra durante um prazo de dezoito meses”, disse o governador.

barragem rui 2 Rui destacou ainda que  “temos o compromisso com a retomada do desenvolvimento da Sul da Bahia estamos executando várias ações, dentro de uma estratégia  articulada de desenvolvimento, através de projetos que estão  tornando realidade, como o Gasoduto da Bahiagás, já concuído e que vai contribuir para a atração de novas empresas, o Hospital Regional da Costa do Cacau, que terá o prazo de conclusão da obra antecipado, o inicio das obras da ponte Ilhéus-Pontal ainda neste semestre, e a nova licitação para a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna”.

 O governador citou também a atração de investidores chineses para a construção do novo aeroporto de Ilhéus, que já tem localização e projetos definidos, a conclusão do trecho entre Caitité e Ilhéus da Ferrovia Oeste Leste e a implantação do Porto Sul. “Durante a visita a China, firmamos o compromisso com empresas para investirem nesses dois importantes projetos que vão gerar emprego em renda em vários municípios da região e estamos trabalhando para iniciar as obras do Porto Sul este ano”, ressaltou.

 “Não tenho dúvidas em afirmar que o maior volume de investimentos realizados pelo Governo no interior do Estado é no Sul da Bahia, equivalente ao que estamos realizando na Região Metropolitana de Salvador”, disse Rui.

ENRC chega a acordo com Zamin

A Eurasian Natural Resources Corporation (ENRC) e a Zamin/Ardila fecharam acordo judicial referente à aquisição da mineradora Bahia Mineração-Bamin, no sudoeste da Bahia. O resultado do acordo é confidencial e conclui o caso na Alta Corte de Londres e em outras jurisdições. A reivindicação da Zamin contra a ENRC está relacionada ao pagamento no valor de aproximadamente US$ 300 milhões.

A Eurasian Resources Group (ERG), um dos principais produtores de recursos naturais que incorporou os ativos da ENRC, considera esta resolução muito positiva, pois proporciona um alívio importante para os fluxos de caixa da ERG em um momento de baixa das commodities.

A Bamin é uma das construtoras do Porto Sul, em Ilhéus

Rui volta da China com acordos para acelerar obras na Bahia

china 1

Importantes obras de infraestrutura, equipamentos e mobilidade urbana para a Bahia ganharão, nos próximos meses, um novo impulso como resultado da missão internacional liderada pelo governador Rui Costa em sua viagem à China. Ele desembarcou no Aeroporto Internacional de Salvador às 16h20 desta segunda-feira (14).

Na bagagem, Rui traz diversos acordos firmados com empresários asiáticos que vão garantir, nos próximos meses, o aprofundamento dos estudos técnicos e negociações que possibilitarão o andamento de obras importantes de infraestrutura no estado, a exemplo do Complexo Porto Sul e a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), além do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que ligará o Subúrbio Ferroviário ao Comércio, e o novo Centro de Convenções da Bahia.

Um dos resultados mais promissores da viagem do governador à China foi o acordo assinado com uma das maiores construtoras chinesas – a China Railway Engineering Group (Crec) – e o Fundo Chinês para Investimento na América Latina (Clai-Fund) para construir e operar o Porto Sul e a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), em associação com o governo baiano e a Bahia Mineração (Bamin), que explora o minério de ferro em Caetité, na Bahia.

Porto Sul e Fiol 

china 2O Complexo Porto Sul será construído em Aritaguá, em Ilhéus, e já tem as licenças prévia e de implantação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama. Com o início das obras, que o governador Rui Costa espera retomar agora com os chineses, o Porto Sul se transformará em um dos principais exportadores de minério de ferro, grãos, biocombustíveis e fertilizantes, transportados pela Fiol.

“Os chineses possuem a tecnologia mais avançada e experiência de sobra para fazer essas obras avançarem na velocidade que a Bahia precisa. Nossos projetos entusiasmaram os dirigentes da Crec e Clai-Fund, e isso permitiu estabelecermos um acordo histórico, que vai viabilizar os investimentos e destravar de uma vez por todas essas obras importantes para a Bahia”, comemorou Rui.

Obra do governo federal, a Fiol, que vai ligar Ilhéus, na Bahia, à Figueirópolis, no estado do Tocantins, formará um corredor de transporte, abrindo uma nova alternativa logística para os portos no Nordeste brasileiro. Com a atual crise econômica, as obras foram desaceleradas pelo governo federal. Mas o acordo com o grupo chinês prevê a inclusão de quatro trechos da Fiol no solo baiano, entre Ilhéus e Caetité, que estão em fase final de construção e serão concluídos.

Para viabilizar o investimento chinês na ferrovia, o governo federal iniciou os estudos para a venda antecipada da capacidade operacional da ferrovia. Assim, os recursos obtidos serão usados na conclusão da obra e a empresa garante o direito de transportar suas cargas por determinado período de tempo.

O Clai-Fund atuará como principal investidor e captador de novos parceiros para o projeto, principalmente grandes siderúrgicas chinesas. A participação no complexo logístico baiano será a maior operação do Fundo na América Latina. Já a Crec é uma das maiores construtoras de ferrovias do mundo, responsável, dentre outras, pela construção da Transiberiana, a linha férrea que liga os extremos da Rússia e tem mais de nove mil quilômetros de extensão.

Centro de Convenções 

Dentre as oportunidades de negócios que apresentou aos investidores chineses, a exemplo das fontes alternativas de energia – eólica e solar –, Rui destacou o novo projeto do Centro de Convenções da Bahia. “Salvador é uma cidade de forte apelo turístico e estamos buscando parceiros para viabilizar, a construção desse novo empreendimento”, que deve ser localizado na região do Comércio.

Rui apresentou a proposta de projeto arquitetônico do equipamento e destacou que a proximidade do empreendimento com o Centro Histórico de Salvador e a localização em frente ao mar ampliam as possibilidades de retorno para as empresas interessadas em se associar ao projeto.

VLT 

No último dia da missão comercial na China, na sexta-feira passada (11), Rui Costa também garantiu a evolução das conversas sobre o investimento chinês no sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), interligando o Subúrbio Ferroviário ao bairro do Comércio, que substituirá os atuais trens que operam até o bairro da Calçada, em Salvador.

Foi assinado memorando com uma das maiores empresas chinesas na área de infraestrutura e logística, a China Tiesiju Civil Engineering (CTCE). O principal executivo da companhia, Chuanlin Wang, se comprometeu a enviar uma delegação à Bahia já em abril, para viabilizar a implantação do VLT de Salvador. Além do VLT, os técnicos da CTCE, empresa que já construiu mais de 13 mil quilômetros de ferrovia, aprofundarão os estudos sobre projetos de água e saneamento para Salvador.

A licitação do VLT sai ainda este ano e a expectativa, na avaliação de Rui Costa, é que a CTCE possa executar o projeto na capital baiana no mesmo ritmo que realiza obras na China e em outros países onde possui investimentos. “A tecnologia da empresa impressionou nossa comitiva e faremos todos os esforços para garantir a parceria”, afirmou Rui.

O executivo da CTCE, Chuanlin Wang, também demonstrou interesse em investir no projeto da Ponte Salvador-Itaparica e na Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). Para o executivo, a segurança proporcionada pela modalidade de Parceria Público-Privada (PPP), apresentado pela Bahia em diversos outros empreendimentos, é interessante para novos investimentos da empresa.

“Nós temos grande interesse em iniciar nossos investimentos no Brasil e sentimos segurança na modelagem proposta pelo governador. Vamos buscar essas duas primeiras ações (VLT e água e saneamento) como teste para investir em projetos maiores na sequência, já com a experiência aprovada”, disse Wang.

Outro interesse dos chineses na Bahia é a criação de jumentos no semiárido baiano para exportação. O consumo chinês de carne de jegue anual é da ordem de 4 milhões de animais. (fotos: Diego Mascarenhas/GOVBA)

Rui destaca interesse de chineses no Porto Sul e Fiol

Rui assina acordo e grupo chinês vai investir na construção e operação do Porto Sul e Fiol

china porto 1

O Fundo Chinês para Investimento na América Latina (Clai-Fund) e a China Railway Engineering Group n.10 (Crec), uma das maiores construtoras chinesas, vão investir, construir e operar o Porto Sul e a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), em associação ao Governo do Estado e a Bahia Mineração (Bamin). Os acordos, que marcam o início de um período de negociação que vai determinar os detalhes da operação, foram assinados em Pequim, pelo governador Rui Costa, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, e os representantes das empresas asiáticas.

“Os Chineses possuem a tecnologia mais avançada e experiência de sobra para fazer essas obras avançarem na velocidade que a Bahia precisa. Nossos projetos entusiasmaram os dirigentes da Crec e Clai-Fund, e isso permitiu estabelecermos aqui um acordo histórico, que vai viabilizar os investimentos e destravar de uma vez por todas essas obras importantes para a Bahia”, afirmou Rui.

china porto 2O Clai-Fund é uma organização que se concentra em investimentos industriais de empresas em cooperação entre a China e a América Latina. Ele atuará como principal investidor e captador de novos parceiros para o projeto, principalmente grandes siderúrgicas chinesas. A participação no complexo logístico baiano será a maior operação do Fundo na América Latina.

Já a Crec n.10 é uma das maiores construtoras de ferrovias do mundo, responsável, por exemplo, pela construção da Transiberiana, a linha férrea que liga os extremos da Rússia e tem mais de nove mil quilômetros de extensão. De acordo com o gerente geral da área Internacional da empresa, Shen Zhou, os projetos serão tratados como prioridade. “A Bahia criou as condições para que nós tomássemos essa decisão, e agora vamos buscar conjuntamente a solução para que nossa participação efetiva aconteça o mais rápido possível”.

Porto Sul

china porto 3 O Complexo Porto Sul será construído na Ponta da Tulha, em Ilhéus, já tem as licenças prévia e de implantação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama. O Governo do Estado espera que a associação com os chineses devolva ao empreendimento a capacidade de gerar emprego, renda e crescimento econômico em toda a região. “Uma boa parceria tem que ser interessante para todos os envolvidos. Não me resta dúvida de que esse acordo vai fortalecer ainda mais a relação do Brasil com a China e garantir mais desenvolvimento para nosso estado”, comemora o governador Rui Costa.

A estimativa é de um investimento de R$ 2,6 bilhões, sendo R$ 2,2 bilhões para as obras e R$ 400 milhões em equipamentos. Além do Porto Sul, o acordo inclui quatro trechos da Ferrovia de Integração Oeste Leste, entre Ilhéus e Caetité, que estão em fase final de construção e serão concluídos. Para viabilizar o investimento Chinês na ferrovia, o governo federal já iniciou os estudos para que seja feita a venda antecipada da capacidade operacional da ferrovia, com os recursos obtidos sendo usados na conclusão da obra e a empresa garantindo o direito a transportar suas cargas por determinado período de tempo.

“Apesar do baixo preço das commodities no mercado internacional, conseguimos atrair grandes investidores para nossos projetos e para a exploração do minério de ferro naquela região. Além da mina da Bamin, em Caetité, temos acordos encaminhados com as mineradoras Santa Fé, em Brumado, e a Hombridge, em Minas Gerais”, explica o coordenador de Acompanhamento de Políticas de Infraestrutura da Casa Civil do Estado, Eracy Lafuente.

Segundo ele, quando estiver em plena operação, o complexo poderá movimentar 55 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, além de outras cargas, como grãos e fertilizantes, e se as negociações avançarem como se espera até o fim do ano as obras seriam iniciadas.

Futuramente, os chineses pretendem viabilizar a ferrovia Bioceânica, construída a partir da Fiol e formando uma linha de trem entre os oceanos Atlântico e Pacífico. Ela sairia de Ilhéus, passaria pelos estados do Mato Grosso, Rondônia e Acre, até chegar ao Peru, onde encontraria novamente o mar.

Rui vai à China destravar obras estruturantes para a Bahia

 

Governador Rui Costa, faz o último programa Digaí Governador de 2015, jundo com Edmundo Filho.Foto Mateus Pereira/GOVBA

A viagem da comitiva do Governo do Estado à China é destaque do programa Digaí, Governador! desta semana. Liderada pelo governador Rui Costa, a equipe viaja em busca de parcerias para concretizar os mais importantes projetos em áreas como infraestrutura e mobilidade na Bahia. De acordo com Rui, a  o Porto Sul, a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio de Salvador estão incluídos nas negociações.

“Nós vamos apresentar projetos estruturantes, investimentos na área de infraestrutura logística, na área de energias renováveis, na área de abastecimento e tratamento de água, porque eles também têm empresas que fazem investimentos nessa área. Vamos apresentar as possibilidades de investimentos na Bahia. Nós estamos otimistas, inclusive está no planejamento assinar protocolos de entendimento, [que] já [são] passos adiante para que essas empresas venham produzir aqui”, afirma o governador.

A comitiva inicia a viagem na próxima sexta-feira (4) e retorna ao Brasil no dia 14. “Eu estou indo acompanhado de empresários baianos, de mineradores instalados na Bahia, para que eles possam ajudar a demonstrar todo o potencial empresarial de nosso estado. E, portanto, quem sabe firmar parcerias de empresas chinesas com empresários baianos e empresários nacionais”, acrescenta Rui.

Bridgestone

Outro assunto lembrado no Digaí, Governador! é a ampliação dos investimentos na Bahia da Bridgestone, uma das maiores fabricantes de pneus do mundo. A empresa planeja incrementar a produção na unidade de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e construir um Centro de Distribuição.

“A Bridgestone vai investir R$ 260 milhões, gerando 270 novos postos de trabalho. Isso é importantíssimo porque em um momento de crise como esse que o País passa, anunciar investimentos e novos empregos é algo para ser comemorado. A Bahia se afirma na produção de pneus e para nós é importantíssimo esse anúncio. Eu espero continuar trabalhando para, junto com a iniciativa privada, poder anunciar novos investimentos e novos empregos em nosso estado. É tudo que precisamos – gerar empregos para os pais e as mães de família”, diz Rui.

Encostas e estradas

Ainda no Digaí, o governador anuncia que fará a entrega de uma encosta no bairro de Cajazeiras, em Salvador, quando retornar da China. Para encerrar, ele informa que estará em Brasília nesta terça-feira (1º) em reunião com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. O encontro será importante para a realização de obras nas estradas baianas.

“Nós vamos conversar sobre os empréstimos que a Bahia tem, precisando apenas de autorização do governo federal, ou seja, não são empréstimos do governo federal. Nós temos dois empréstimos em andamento: um no Banco Mundial, de US$ 200 milhões, o que equivale a mais ou menos R$ 800 milhões. E o segundo empréstimo de € 200 milhões. A nossa ideia é liberar esses recursos para que nós possamos licitar as estradas na Bahia e continuar o trabalho, seja de manutenção, seja de expansão de novas rodovias”.

Rui cumpre agenda em Salvador e Simões Filho antes de viagem internacional em busca de mais investimentos para a Bahia

 

Diga aí Governador

O governador Rui Costa inicia a próxima semana com a entrega de duas encostas localizadas na Rua João Melo Santos e na Travessa Renato Russo, bairro de Pau da Lima, em Salvador, na segunda-feira (29), às 9h. Antes da viagem à China, na sexta (4), em busca de novos investimentos para a Bahia, Rui entrega novos equipamentos ao Corpo de Bombeiros, em Simões Filho, na quarta (2).

As encostas fazem parte do Grupo 1 que compreendem 18 localidades do Programa Obras de Contenção de Encostas em Setores de Risco Alto e Muito Alto em Salvador. Com investimento de R$ 1,8 milhão, as duas encostas fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2.

Na quarta-feira (2), às 9h30, Rui Costa segue para o município de Simões Filho para entrega de equipamentos na sede do 10º Grupamento de Bombeiros militares. Foram investidos R$ 7,4 milhões na aquisição de 50 veículos para serviços de fiscalização e administrativos, 141 Microcomputadores, 6.564 Materiais operacionais de consumo para Combate a incêndio e Salvamento, 142 materiais operacionais permanentes, 510 mobiliários para os novos Departamentos e Novos Uniformes.

Viagem à China

O governador Rui Costa viaja para a China no dia (4) de março com o objetivo de destravar obras estruturantes no estado, com a Ferrovia de Integração Oeste-Leste – FIOL, o Porto Sul, a ponte Salvador-Itaparica, e o VLT de Salvador. Ele também pretende garantir a atração de novos investimentos no setor de energia renovável. Rui retorna à Bahia no dia 14 e visitará, durante o período em que estará na China, às cidades de Pequim e Nanjing, onde se reunirá com representantes de diversas empresas, que já iniciaram as negociações com o Governo do Estado. Integram a comitiva oficial do Governo na “Missão Ásia” os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e do Desenvolvimento Econômico (SDE), Jorge Hereda.

Decreto renova utilidade pública de área do Porto Sul

ilustração porto sul

O governador Rui Costa (PT) publicou ontem (25) decreto que renovou por mais cinco anos a utilidade pública para fins de desapropriação de 18 milhões de metros quadrados no litoral norte de Ilhéus, área onde o governo da Bahia pretende construir o Porto Sul.

O documento impede que o espaço seja utilizado para qualquer outro fim que não seja o processo de instalação do porto. Também informa que a secretaria estadual de infraestrutura deverá promover “os atos administrativos e judiciais” necessários para efetivar a desapropriação do terreno.

 

 

Em Brasília, Rui finaliza negociações para atrair investidores chineses

 

rui china 1Com viagem já agendada para China no dia 4 de março, o governador Rui Costa finaliza as conversas para potencializar as negociações com investidores chineses. Ele esteve nesta terça-feira (16) na Embaixada da China, em Brasília, e, por cerca de duas horas, conversou com a ministra conselheira, Xia Xiaoling.

Na lista de projetos com sinalização já positiva de empresas asiáticas estão o Porto Sul, a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol), a Ponte Salvador – Itaparica e o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) de Salvador, todos apresentados à ministra conselheira. Nos próximos dias, o Governo do Estado enviará a Pequim projetos executivos e orçamentários dos projetos, dando mais condições de os investidores avaliarem cada um deles.

rui china 2 A dinâmica de empresas que já procuraram o governo baiano manifestando interesse concreto foi explicada pela ministra Xia ao governador. As agendas serão com as estatais CRBC, CREC e CRCC, todas com atuação na área de mobilidade e logística. “Estamos convencidos da concretização de parcerias. São projetos de forte impacto social e determinantes para o crescimento da economia baiana”, disse Rui Costa.

A ministra destacou que a China está disposta a ajudar outros países a fortalecer a sua infraestrutura. “Isso condiciona o crescimento do país”, afirmou Xia. Outras reuniões também estão agendadas; a comitiva se reunirá ainda com empresas de energias renováveis e da área de produção de medicamentos.

O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, e o superintendente de Promoção do Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, que vão integrar a comitiva que irá para a China, além do representante do governo baiano na capital federal, Jonas Paulo, participaram da agenda em Brasília. (Fotos: Camila Peres/GOVBA)

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
janeiro 2018
D S T Q Q S S
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031