hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘Paixão de Cristo’

Paixão de Cristo no Aleluia Ilhéus Festival

paixaoUm dos pontos altos da programação do Aleluia Ilhéus Festival ocorre na sexta-feira, dia 25, quando o público vai poder assistir nas escadarias da catedral de São Sebastião e na Praça Dom Eduardo à encenação da Paixão de Cristo. O espetáculo será apresentado pelo grupo Jovens em Cristo, de Itabuna, a partir das 18h, e contará com cerca de 80 pessoas, entre atores e figurantes.

A direção da peça é de Márcio Oliveira e Reginaldo Lemos e a encenação tem tempo estimado de 1 hora e 50 minutos. O grupo já se apresentou em várias cidades da região e promete emocionar o público. Já nesta quarta-feira, 23, acontece a procissão do Fogaréu, que integra a programação religiosa promovida pela Catedral Diocesana para o período da Semana Santa deste ano.

A procissão tem início marcado para às 19h, com saída da frente da Tenda do Teatro Popular, na Avenida Soares Lopes, em direção à Catedral de São Sebastião. De acordo com o responsável pela Paróquia de São Jorge e Catedral de São, Padre Aldemiro Sena, o evento simboliza a perseguição a Jesus Cristo.

“A Procissão do Fogaréu já ocorria na Espanha e em Portugal há muitos séculos, e representava a penitência dos farricocos, pessoas que queriam se reconciliar com Deus. Eles usavam vestimentas que cobriam todo o corpo e capuzes em forma de cone e pontiagudos, para não serem reconhecidos pelos demais. No Brasil, o ritual começou por Goiás e hoje é reproduzido em várias partes do país”, explicou Pe. Miro. O trajeto será iluminado pelas luzes das tochas, carregadas pelos fiéis, que farão uma parada em frente a Igreja São Jorge, antes de seguir em caminhada até a Catedral de São Sebastião.

Ainda como parte da programação da Semana Santa, nesta quinta-feira, dia 24, acontece ao meio-dia a Adoração ao Santíssimo na Catedral de São Sebastião e às 19h, Missa da Ceia do Senhor e a cerimônia de Lava pés, em seguida. Na sexta, os fiéis participam da celebração de Adoração ao Santíssimo e de confissões, a partir das 8 horas e da Celebração da Paixão, às 16 horas, também na Catedral de São Sebastião.

No sábado de Aleluia, dia 26, a programação religiosa segue com a benção do Fogo, na Praça Pedro Matos (espaço em frente ao Teatro Municipal), às 19 horas e início da Vigília Pascal, às 19:30h, na Catedral de São Sebastião. O domingo da Ressureição, dia 27, será marcado por missa de Páscoa das Famílias, às 8h; Missa de Páscoa das Crianças, às 17h e Missa de Páscoa da Juventude, às 19h.

´Paixão de Cristo´ emociona em Itabuna

 

paixão 1

 

“Muita emoção, sensibilidade religiosa, riqueza de detalhes, uma didática teatral simples e eficiente, um texto maravilhoso, atores perfeitos, uma produção de primeiríssima qualidade”. Foi com essas palavras que a professora Maria Teresa Gomes Carvalho caracterizou o evento realizado pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), neste domingo (20), no Estádio Luiz Viana Filho, em Itabuna.

A encenação da Paixão de Cristo, espetáculo teatral com direção de Marquinhos Nô e texto de Équio Reis, contou com a participação de mais 100 atores, 10 técnicos de áudio, 5 técnicos de luz, 30 técnicos de som, 04 programadores de informática, 35 metros de palco, um guincho e 13 profissionais de efeitos especiais.  O espetáculo  teve duração de cerca de duas horas

paixão 2 O presidente da FICC, professor Roberto José da Silva, ao abrir o espetáculo, disse que a Paixão de Cristo foi possibilitada por uma gama de esforço e união de várias pessoas, empresas, todas entusiastas do teatro. “Três palcos foram montados no estádio, investiu-se pesado em figurinos, adereços e maquiagem. Estamos falando aí de investimentos diretos feitos pela FICC e o resultado não poderia ser outro que não fosse o de um espetáculo grandioso, ao nível do que o povo de Itabuna merece”, disse o presidente.

Ao final da apresentação, o público, bastante emocionado, aplaudiu de pé. O diretor Marquinhos Nô ficou muito feliz com a receptividade e disse que os aplausos são o resultado natural de um trabalho feito em equipe, com muito esforço.

 

Nem a Paixão de Cristo escapa da greve da PM

perdoai-lhes, Pai...

perdoai-lhes, Pai…

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania anunciou agora a pouco o adiamento do espetáculo A Paixão de Cristo, que seria apresentado nesta sexta-feira no Estádio Luiz Viana Filho.

O adiamento foi provocado pela greve da PM na Bahia e a consequente redução do horário de funcionamento do transporte coletivo em Itabuna.

Médicos cubanos recebidos com festa na terra da Paixão de Cristo

A carência de médicos em Brejo da Madre de Deus (a 200 km do Recife) transformou em evento neste final de semana a chegada do casal de médicos cubanos Teresa Rosales, 47, e Alberto Vicente, 43. A população da cidade promoveu uma festa para receber os profissionais.

O município de 45 mil habitantes ganha atenção internacional durante a Semana Santa por causa da encenação da Paixão de Cristo na cidade-teatro de Nova Jerusalém. Porém, no restante do ano, tem rotina pacata de cidade do interior.

“Tem muito médico que nem olha para a gente. Nossa saúde precisa de profissionais que deem valor ao ser humano. Não importa de onde seja, desde que seja bom profissional”, disse a dona de casa Maria Eunice Ferreira, 51.

“[A comunidade pode esperar de nós] o melhor. Vamos trabalhar muito, tratando de melhorar a saúde deles. Sempre vai ser assim”, disse Teresa.

Abaixo, notícia da Agência Brasil sobre a lentidão dos Conselhos Regionais de Medicina concederem registros profissionais aos médicos estrangeiros que já passaram nos exames do Ministério da Saúde

FICC DIZ QUE PAIXÃO DE CRISTO CUSTOU R$ 35 MIL

O diretor financeiro da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Robson Sá, disse que não passa de boato a história de que a encenação da Paixão de Cristo custou R$ 250 mil aos cofres do município.

Segundo ele, o evento, realizado na Sexta-Feira Santa, teve despesas em torno de R$ 35 mil. “Temos todas as notas fiscais aqui na FICC para comprovaros gastos com a Paixão de Cristo e qualquer cidadão que tiver interesse em examinar os documentos pode ficar à vontade para nos procurar”, afirmou Robson Sá.

O diretor alegou que a despesa com os cachês de atores, por exemplo, foi de R$ 12 mil, e não houve gasto com o figurino utilizado, em função de uma parceria com a Igreja Maria Goretti. Outros custos da encenação foram para o som, iluminação, palcos e fogos. “Temos cada nota fiscal aqui, essa história de superfaturamento é para diminuir a importância do evento”, declarou o diretor.

NÃO PERDOAI-LHES PAI, ELES SABEM O QUE FAZEM

 

Ô, Pilatos, providencia mais um monte de cruzes aí, porque não são só dois ladrões...

Notícias vindas do Santo Sepulcro indicam que uma prefeitura de importante cidade do Sul da Bahia teria gasto R$ 250 mil na encenação da Paixão de Cristo durante a Semana Santa.

Em que pese a beleza do espetáculo, a quantia é por demais exagerada.

A se confirmar tamanha despesa, seria o caso de perorar que além dos dois ladrões que aparecem ao lado de Jesus na crucificação, havia um monte de larápios agindo nas sombras, com objetivos nada cristãos e embolsando bem mais que 30 moedas.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930