hanna thame fisioterapia animal
bahiagas livros do thame

Posts Tagged ‘Naomar Almeida’

Crônicas de um golpe na UFSB (1)

Naomar Almeida Filho

 naomarNo fim do mês de setembro de 2017, pedi exoneração do cargo de Reitor pro-tempore da Universidade Federal do Sul da Bahia. Escrevi uma Carta Aberta à Comunidade, explicando os motivos para esse ato.

Denunciei que o fazia para superar um golpe político interno, resultante de boicotes, sabotagem, intrigas e manobras insidiosas, em suma: uma conspiração engendrada por membros da nossa própria equipe de gestão. Expus com clareza que o golpe se manifestava na forma de uma convocação ilegal e ilegítima de eleições para a Reitoria. Ilegal porque desrespeitava normas institucionais vigentes para escolha de dirigentes, ilegítimo porque estava sendo conduzido por uma parte interessada em assumir o poder, com cartas marcadas e acordos prévios.

O golpe não era contra mim, mas sim contra o Projeto da UFSB. Afastar-me da Reitoria dessa maneira não seria apenas um movimento de exclusão pessoal, mas implicava a remoção de um dirigente representativo de um dado modelo de universidade, comprometido com um ideário afirmativo de territorialidade, compromisso político e integração social.

A repercussão da Carta Aberta foi extraordinária. Minha página do Facebook registrou nessa semana quase 135 mil alcances e mais de 700 compartilhamentos. A caixa de mensagens no meu e-mail ficou lotada. Amigos e amigas, colegas, companheiros de militância, importantes lideranças do meio acadêmico e científico nacional e internacional, pessoas que admiro, outras pessoas que não conheço pessoalmente, me enviaram mensagens de apoio, solidariedade e encorajamento. Essa resposta geral representa para mim grande incentivo, mas também significa uma oportunidade para repensar posições coletivas, refletir sobre a união necessária para superar as ameaças e retrocessos desse contexto político adverso.

Neste conjunto de anotações, apresentadas no formato de crônicas, pretendo detalhar pontos daquela carta, a partir de registros, documentos e notas quase-etnográficas. Trata-se de movimentos preparatórios para um texto analítico desse processo que tenho a intenção de elaborar no futuro, com o devido e esperado distanciamento dos acontecimentos. Devo expor momentos cruciais, recorrendo ao testemunho de colaboradores e companheiros. Muitos desses momentos foram públicos, tendo sido gravados, registrados em atas e documentos oficiais, porém alguns fazem parte da memória coletiva e infelizmente não sofreram registro sistemático. Outros episódios terão ocorrido em situação de maior privacidade, com a presença dos sujeitos mais de perto envolvidos na questão. Em todos esses pontos, buscarei parcimônia no relato e tentarei ao máximo exercer uma atitude analítico-crítica, aberta ao contraditório dos implicados.

Espero que essas anotações sejam úteis para informar aos/às interessados/as, particularmente aqueles que chegaram mais recentemente na instituição, sobre acontecimentos fundantes da história da UFSB. Realmente, a maioria dos docentes e servidores técnico-administrativos não estavam entre nós nos anos iniciais; mais de dois terços dos nossos estudantes ingressaram na UFSB depois de 2015.

As crônicas do golpe não seguirão uma ordem cronológica, até porque indícios, nexos, motivações, objetivos e registros de processos complexos, muitas vezes paralelos, ambíguos e contraditórios não podem ser entendidos por meio de aproximação linear, indicadora de um simplismo analítico a ser evitado. Pelo contrário, tentarei elaborá-las tomando como referência processos críticos e momentos de ruptura, numa perspectiva mais argumentativa que narrativa. Evidentemente limitado pelo meu ponto de vista, espero poder esclarecer eventuais dúvidas, explicar contextos e motivos de algumas decisões, além de compartilhar análises e interpretações, visando à compreensão de fatos, eventos e processos.

Eis a lista de crônicas que me proponho a compartilhar com leitoras/es desta página (algumas alterações poderão ser feitas na ordem e conteúdo dessa lista):
1 – Confiança
2 – Compromisso
3 – Concepção
4 – Apoio
5 – Construção
6 – Bloqueio
7 – Crise
8 – Território
9 – Boicote
10 – Diálogo
11 – Sabotagem
12 – Corrupção
13 – Conspiração
14 – Cisão
15 – Recuperação
16 – Traição
17 – Golpe
18 – Luta
19 – Esperança

As crônicas que serão doravante postadas se configuram como atos de resistência, críticos, firmes e leais, às vezes doloridos e decepcionados, mas sempre esperançosos. Em diferentes momentos, incluirei comentários e reflexões pessoais sobre elementos pontuais desse traiçoeiro processo político, infelizmente demarcador de uma triste conjuntura. Além de buscar contribuir para uma história institucional, ao escrever essas notas manifesto um sentimento de responsabilidade, preocupado com o futuro de nosso projeto político-pedagógico na possibilidade, espero que remota, de que os rumos da instituição passem a ser ditados por dirigentes pouco comprometidos com uma perspectiva de referência social radical para a universidade brasileira.

 

Nota Oficial- UFSB

Na última reunião extraordinária do Conselho Universitário – CONSUNI, da Universidade Federal do Sul da Bahia-UFSB,   ocorrida em 29 de setembro de 2017, fomos informados sobre o pedido de exoneração do Reitor da nossa universidade. Diante desse fato, na condição de vice-reitora no exercício do cargo de reitora, comunico a todos e todas que as atividades permanecem normalmente na instituição. Todas as decisões tomadas pelo Conselho Universitário serão devidamente encaminhadas e aquelas que ainda não foram deliberadas serão objeto de discussão nas próximas reuniões. Entre as ações urgentes destacam-se;

1) Encaminhamento do processo de colação de grau dos formandos 2017.2

2) Encaminhamento do processo de migração para o segundo ciclo

3) Encaminhamento do cronograma de escolha de dirigentes cuja resolução foi aprovada no último dia 18 de setembro, processo esse iniciado em 2016.

É importante salientar que todos os esses encaminhamentos tem como base o princípio da legalidade e legitimidade, o primeiro seguindo o que tem sido feito até aqui, onde o CONSUNI, como instância deliberativa máxima da instituição, tem legislado sobre todas as questões acadêmicas e administrativas, através de resoluções que tem regulado uma série de ações da instituição a exemplo da criação de cursos de primeiro, segundo e terceiro ciclo, estabelecimento de Políticas de Ações Afirmativas, Políticas de Sustentabilidade, só para citar algumas. O segundo a partir da constituição de um Conselho onde a ampla maioria dos seus membros foram eleitos por seus pares, seguindo a legislação vigente, passando pelo crivo da comunidade. Continuaremos a trabalhar com a inclusão através da ampliação e aprimoramento dos Colégios Universitários, da política de cotas, que deve ser ampliada e aprimorada. Por fim continuamos a seguir o caminho da universidade inclusiva e inovadora sem mudanças significativas que não passem por uma ampla discussão com a comunidade.

 

Itabuna, 02 de Outubro de 2017

Joana Angélica Guimarães da Luz
Vice-Reitora no exercício do cargo de Reitora

Reitor da UFSB define parceiras com Fiocruz, Profsaúde e Academia Brasileira de Ciências

ufsb fiocruz 2O Reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia- UFSB, Naomar de Almeida Filho, teve uma audiência com  Nísia Trindade, presidente da Fiocruz;. Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências; e  Luiz Augusto Facchini, Diretor do ProfSaúde. Na pauta com a Fiocruz e o ProfSaúde, estava a proposta de abertura de um Doutorado Interinstitucional em Saúde Coletiva, com área de concentração em Educação em Saúde, sediado na UFSB e com núcleos na Fiocruz, UFPel, UERJ, UnB, UNESP, UFMA e em outras instituições.

Já com a Academia Brasileira de Ciências, foi discutido o apoio da ABC ao Projeto Paulo Freire, mediante a organização de Oficinas de Formação para docentes das redes de ensino e estudantes das licenciaturas interdisciplinares da UFSB. Foi proposto realizar uma reunião do Reitor Naomar e da Profa. Fabiana Lima, assessora da Reitoria para implantação dos CIE, com a diretoria da ABC para detalhar a proposta.

Hoje, foi realizada a primeira reunião das parceiras potenciais na Escola Nacional de Saúde Pública. Um Grupo de Trabalho, coordenado pelo Prof. Antonio Cardoso, Dacano do IHAC/CJA, deve iniciar imediatamente as atividades de montagem do projeto.

Naomar também participou da  Oficina de Formação do Profsaúde.

Dirigentes da Ceplac e de universidades debatem a implantação de internet veloz no Sul da Bahia

net veloz

O secretário Josias Gomes, titular da Secretaria de Relações Institucionais (Serin) do Governo do Estado, recebeu em audiência os dirigentes da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Juvenal Maynart Cunha, – diretor-geral -, e Jackson Eduardo de Queiróz Moreira, assessor da área administrativa.

Também participaram da reunião, o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar Monteiro de Almeida Filho, o ex-secretário da Educação, Osvaldo Barreto, o pró-reitor de extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Alessandro Fernandes de Santana, e o professor da instituição, Gesil Sampaio Amarante Segundo.

Segundo Juvenal Maynart Cunha, o objetivo da reunião foi debater a implantação pelo Estado, através da  Secretaria de Ciência e Tecnologia, da plataforma digital Gigasul, uma internet de alta velocidade, e da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) do governo federal.

“Essa rede veloz de internet beneficiará instituições de ensino e de pesquisa localizadas nos municípios de Ilhéus, Itabuna, e Uruçuca, a exemplo da Ceplac, UESC, UFSB, IFs Bahia e Baiano, Hospital Regional de Ilhéus, e as prefeituras da região” destaca o dirigente da Ceplac.

UFSB promove Seminário sobre Vivências e Estágios na Realidade do SUS

A Universidade Federal do Sul da Bahia- UFSB promoveu o Seminário VER-SUS (Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde), em Porto Seguro. Estudantes e professores da universidade passaram o dia com profissionais da Secretaria de Saúde do município debatendo os próximos passos para uma cooperação entre ensino universitário e o serviço público de saúde.

ufsb Com mais de 250 participantes presentes, Naomar de Almeida Filho, reitor da UFSB, abriu o seminário falando da necessidade de encarar a “de-formação clínica” que hoje acontece em grande parte das universidades brasileiras no ensino da área de saúde. Em sua palestra, ele expôs dados mostrando as dificuldades de formação universitária em saúde para o SUS. “As ideias, valores e princípios dos que chegam à universidade são muito diferentes dos daqueles que se formam”, criticou ele. Também presente na abertura, a secretária de Saúde de Porto Seguro, Edna Alves, disse: “No momento em que eles veem não só a parte científica, mas também o cotidiano desse serviço, não tenho dúvida de que nós teremos profissionais muito mais bem formados”.

 Uma das mesas redondas do evento foi organizada pelo médico Leonardo Guedes, que é supervisor do programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde, em Porto Seguro. Ele e outros seis médicos do programa – dois deles argentinos – deram seus depoimentos sobre o trabalho em saúde da família no município. Em diversos momentos, o evento também abordou os desafios atuais para o SUS, em um cenário de restrição de orçamento, com o ajuste fiscal, e possível ascensão da visão tradicional de saúde pública, mais centrada no tratamento médico e menos na saúde coletiva. 

Candidatura da UFSB para Grupo Coimbra é aprovada em Assembleia na Itália

A Universidade Federal do Sul da Bahia apresentou sua candidatura para se tornar membro do Grupo Coimbra de Dirigentes de Universidades Brasileiras (GCUB), neste momento, o mais representativo foro de universidades brasileiras, com quase 80 instituições federais, estaduais, confessionais e comunitárias. Com a finalidade específica de fomentar a cooperação internacional, a entidade coordena a oferta de mais de mil bolsas anuais em 30 países de 4 continentes. 

 Na assembleia geral que ocorreu em Parma, na Itália, a candidatura da UFSB foi aprovada por unanimidade. Agora, a Universidade faz parte do GCUB, que foi formalmente constituído como associação de dirigentes universitários em 27 de novembro de 2008, durante solenidade acadêmica no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Coimbra.

 Dentre seus objetivos, encontram-se: incentivar e organizar atividades de cooperação no âmbito do ensino graduado e pós-graduado; promover estruturas de cooperação nas áreas da ciência, tecnologia e inovação; promover a internacionalização das Universidades; estimular e facilitar a mobilidade de professores, de estudantes e de servidores técnicos-administrativos das Universidades cujos Reitores forem associados bem como de seus parceiros institucionais; entre outros.

UFSB participa de Assembleia e Seminário Internacional “Universidades para um Mundo sem Fronteiras”

naomarO Reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida Filho, estará entre os dias 24 a 28 de outubro na cidade de Parma, na Itália, para participar da Assembleia Geral do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras. Além disso, o evento compreende uma série de encontros com universidades brasileiras e italianas a fim de estreitar laços e trocar experiências acerca dos mais diversos temas, como inclusão social, cooperação, acordos bilaterais e inovação, por exemplo.

Com o tema central “Universidade para um mundo sem fronteiras”, o VIII Seminário Internacional contemplará Plenárias, Mesas Redondas e Palestras. Nesse período, serão discutidos os mais variados assuntos, como Desenvolvimento de Pesquisas de alto impacto na África, Américas, Ásia e Europa; Internacionalização Criativa em Cenários de Crise; Instituições de Ensino Superior e Relações com os BRICS; e  A Interface entre Cooperativas e o Mundo Acadêmico.

Em paralelo, no dia 25 (terça) acontece o “I Encontro de Reitores Brasil-Itália: empreendedorismo, inovação, desenvolvimento e inclusão social”,  momento no qual estarão presentes a Presidente da Associação de Reitores de Universidades Italianas (CRUI); o Presidente do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras; a Ministra da Educação, Universidade e Pesquisa da República Italiana; o Prefeito de Parma; o Presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES); e diversas outras autoridades nacionais e internacionais.

Na sexta-feira (28), o evento se encerrará com um momento voltado para a discussão sobre a Universidade de Parma e seus Projetos de cooperação com Universidades brasileiras (duplos diplomas, Programa Overworld, mobilidade de estudantes e professores) e assinatura de acordos entre o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras e Instituições de Ensino Superior

José Pacheco encanta o público da UFSB ao apresentar sua trajetória e projetos na educação

usfb-1
A visita do educador portugues José Pacheco à Universidade Federal do Sul da Bahia foi considerado  um momento marcante para a história da Instituição que pode conhecer de perto a trajetória e o projeto desse grande educador português. O reitor Naomar Almeida iniciou a Aula Inaugural com uma breve fala pontuando a presença de Juvenal Maynart, grande parceiro da universidade, e de Paulo Gabriel Nacif, docente e atual Assessor da Reitoria para Projetos Estratégicos na área de Inclusão Social da UFSB.

Daniel Puig, Pró-reitor de Gestão Acadêmica, apresentou o convidado José Pacheco que já iniciou questionando se alguém queria fazer alguma pergunta. A docente Ângela, professora da área de linguagens da UFSB, pediu para o Educador falar um pouco sobre a Escola da Ponte. A partir dessa proposta, ele começou a sua explanação.

O professor disse sempre ouvia que ele dava aulas muito boas, mas, percebeu que alguns alunos seus reprovavam.  A partir disso, começou a se questionar que, se dava aula tão bem, por que alguns alunos não aprendiam? Dessa forma, ele notou dois pontos importantes: 1)Algumas pessoas possuíam dificuldades para compreender o que ele passava; 2) Havia grandes problemas Socioeconômicos/Socioculturais em suas turmas.

ufsb-2A partir dessa constatação, passou a dar aula de uma maneira diferenciada. Começou a trabalhar a partir da pergunta. Mesmo assim, percebeu que muitas pessoas ainda não aprendiam. Então, ele e mais alguns professores resolveram procurar uma maneira em que todos conseguissem aprender. Pacheco e seus colegas concluíram, assim, que não há dificuldades de aprendizagem, há dificuldades de “ensinagem” e disse: “Todos aprendem da mesma maneira? Não”. Nesse momento, a Escola da Ponte se iniciava e partia de três pilares: autonomia, responsabilidade e solidariedade.

Um momento comovente, foi quando o estudante Fábio, aluno da UFSB, contou uma rápida história sobre um menino que tinha vários problemas familiares e, um dia, chegou e pediu ao professor um abraço, que se emocionou com a situação. Ao final, Fábio falou que a história era verídica e que Pacheco quem a vivenciara, e questionou ao professor: “Existe falta de afeto na educação brasileira?” e Pacheco afirmou “O ser humano não é só cognição: é afeto, emoção, ética, estética, espiritualidade… é tudo!”, concluindo que o afeto é uma das chaves para uma boa educação.

O professor falou ainda sobre a exclusão de crianças com dificuldade de aprendizagem, cognitivas ou intelectuais e obstáculos em relação às mudanças. O Educador pontuou que o Brasil possui inúmeros pontos positivos em relação à educação, aos professores, teóricos e projetos e que não é valorizado pela própria população. E disse que um segredo para o grande sucesso dos seus projetos foi o trabalho em equipe.

Projeto Âncora

Pacheco exibiu um vídeo, sobre o projeto “Âncora”, do qual faz parte, que propicia uma prática educacional acolhedora e participativa. A escola não possui série, aula ou turma. A organização se dá através Núcleos de Aprendizagem e o critério de transição entre os Núcleos é o nível de autonomia conquistado no processo. O projeto pode ser contemplado através da página http://www.projetoancora.org.br/

UFSB inaugura Centro de Formação em Ciências e Tecnologias Agroflorestais

ufsb 1A inauguração do Centro de Formação em Ciências e Tecnologias Agroflorestais (CFCTAf) da UFSB mostrou o resultado da união de esforços, em mais de um sentido. O evento,  na sede da CEPLAC, em Itabuna, reuniu autoridades, representantes de instituições ligadas ao setor cacauicultor e servidores das duas instituições. O Centro de Formação vai preparar profissionais para a atuação no cenário regional de produção agrícola e agroflorestal e desenvolver projetos de pesquisa e de extensão.

A união de forças foi evocada na série de discursos nas menções ao trabalho para a concessão das áreas para as futuras instalações definitivas da UFSB nos territórios de Ilhéus e Itabuna, ao conjunto de especialidades dos pesquisadores e docentes que passam a trabalhar no CFCTAf. O desejo de cooperação também esteve presente nas falas dos produtores rurais e pesquisadores da Ceplac presentes ao evento, e foi evidenciado na exposição dos planos de contribuição da universidade para o desenvolvimento regional.

Read the rest of this entry »

Cônsul da Argentina na Bahia debate cooperação com a UFSB

argA Universidade Federal do Sul da Bahia recebeu a visita do consul da Argentina na Bahia, Mariano Vergara,  no gabinete da Reitoria, no campus Jorge Amado, em Itabuna. A reunião tratou das primeiras conversas sobre o estabelecimento de cooperação entre a instituição e instituições argentinas de ensino superior para a mobilidade acadêmica de estudantes de licenciatura e professores da rede pública de Educação Básica.

O cônsul e a presidente da Oscip Lisa, Lícia Lemos, foram recebidos pelo assessor de Relações Internacionais (ARI), José Newton de Seixas Pereira Filho, pelo pró-reitor de Administração e Planejamento, Francisco Mesquita, pelo diretor-geral do Gabinete da Reitoria, Fernando Luiz Trindade Rêgo, e pelo reitor Naomar Monteiro de Almeida Filho, via vebconferência. A reunião contou ainda com a participação do professor Martin Domecq, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências do Campus Jorge Amado, e apoio da analista de assuntos educacionais Rosângela Cidreira, da ARI.

Durante a conversa, o projeto institucional e o recente histórico da UFSB foram apresentados aos visitantes. Em seguida, o tema foi o projeto Paulo Freire, um projeto-piloto de mobilidade acadêmica internacional que conta com recursos financeiros da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura. Para viabilizar esse projeto em desenvolvimento, a UFSB têm feito contatos com instituições estrangeiras, focalizando neste primeiro momento universidades da Argentina, do Uruguai, de Portugal e da Espanha. A cooperação formalizada entre as instituições deve permitir que estudantes da licenciatura e professores da rede de Educação Básica tenham acesso a períodos de estudos e cursos de curta duração para troca de experiências relacionadas à formação de professores.

O reitor da UFSB destacou que as diferenças entre o Brasil, Argentina e Uruguai na questão da Educação Básica vão enriquecer os contatos e a construção de soluções e de experiências salutares para a preparação e atualização de professores. Naomar comentou ainda que a expectativa é firmar as parcerias de maneira objetiva para que a fase da mobilidade acadêmica inicie com qualidade o quanto antes. Uma vez que o projeto Paulo Freire consolide os primeiros resultados, a expectativa é que essa experiência internacional resulte na expansão das parcerias para mais instituições no Brasil e nos países ibero-americanos. O cônsul Mariano Vergara colocou-se à disposição para apoiar no estabelecimento de parcerias.

Reitor da UFSB apresenta Complexo Integrado de Porto Seguro

O Complexo Integrado de Porto Seguro recebeu a visita do reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia-  UFSB, Naomar Almeida, e de seus convidados: Paulo Barone, Secretário de Educação Superior; Sibá Machado, Deputado Federal; Luiz Roberto Curi, Membro do Conselho Nacional de Educação; e Cláudia Oliveira, Prefeita de Porto Seguro. A visita teve como objetivo a apresentação do Complexo Integrado de Porto Seguro.

Os Complexos Integrados (CIEs) são Centros que reúnem ensino superior, formação docente e cogestão de escolas de ensino médio e ensino noturno, mediante forte ligação das práticas pedagógicas neles realizadas com a formação de professores na UFSB, em suas Licenciaturas Interdisciplinares. Dessa forma, a gestão administrativa permanece sob responsabilidade da Secretaria de Educação. Já Gestão das práticas pedagógicas, passa a ser compartilhada e assessorada pela UFSB. A proposta foi elaborada pelos docentes Álamo Pimentel, Daniel Puig, Denise Coutinho e colaboradores da UFSB.

ufsb portoNaomar Almeida iniciou a apresentação explicando que a ideia dos CIEs surgiu após solicitação dos diretores dos Colégios Universitários (CUNIs) em que a UFSB atua. O objetivo era que Universidade fosse capaz de ir além do âmbito da Educação Superior e conseguisse influenciar positivamente também na Educação Básica desses estudantes. O Reitor salientou que a proposta foi construída com as comunidades das escolas de forma participativa e democrática.

O diretor do Complexo, Caetano  Sacramento, relembrou o passado da Escola: falta de estrutura, organização e alunos e professores desanimados. Ele afirma que a vinda da UFSB para dentro da sua escola foi um sonho, principalmente para todos aqueles que não tinham perspectiva de estudar em uma Universidade Federal.

Pais, alunos e professores do Colégio fizeram depoimentos emocionantes. A mãe de um aluno, admitiu que sentia medo em deixar o filho estudar no antigo colégio e que com a mudança, ela é mais uma entusiasta do projeto considerado de sucesso.

Os Complexos Integrados já foram implantados em Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju. A previsão é de que haja a sua expansão em breve para os demais locais em que a UFSB já está instalada.

Governo cria Complexos Integrados de Educação no Sul e Extremo Sul do Estado

amelia amado CuneO Governo do Estado cria três Complexos Integrados de Educação (CIE) nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju, em cooperação com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Os complexos ofertam educação básica e ensino superior no mesmo espaço, beneficiando diretamente, três mil estudantes. O Decreto 16.718, publicado nesta quinta-feira (12/05), é resultado do programa Educar para Transformar em parceria com instituições de ensino superior.

“Os complexos abrigam, no turno diurno, ações de Educação em Tempo Integral e, no turno noturno, ofertam a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Ensino Médio Regular voltado a jovens e trabalhadores. A gestão dos Complexos é compartilhada. A UFSB é responsável pela gestão pedagógica dos três complexos e pela assessoria da gestão administrativa, que é de competência da Secretaria da Educação”, explica o secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto.

Os Complexos Integrados de Educação abrigam também o ensino superior, com foco na formação de professores, por meio das Licenciaturas Interdisciplinares ofertadas pelos Colégios Universitários (Cunis), da UFSB. Com esta ação, estudantes do ensino médio de escolas públicas da região têm 85% das vagas direcionadas para os cursos de graduação nos Colégios Universitários localizados em escolas da rede estadual.

O Reitor da UFSB, Naomar Almeida Filho ressalta a importância desses complexos para o desenvolvimento das regiões em que são instalados. “Os alunos, sem sair de onde moram, podem entrar na universidade cumprindo atividades do primeiro ciclo em licenciaturas interdisciplinares, cujo campo de prática é a escola de ensino médio. É uma fórmula que permite a formação do professor no local em que ele reside e isso aumenta a probabilidade dele se tornar um docente da região”, afirma.

Os colégios estaduais Dona Amélia Amado (Itabuna), Pedro Álvares Cabral (Porto Seguro) e os colégios Inácio Tósta Filho e Polivalente (Itamaraju), estão sendo oficialmente transformados em Complexos Integrados de Educação, por meio de Portaria, que deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado de sábado (14/05).

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930