Posts Tagged ‘morte’

Chorão: polícia confirma uso de cocaína e surto do cantor, que destruiu apartamento

O momento de fragilidade do cantor Chorão, líder do Charlie Brown Jr, que estaria em depressão causa da recente separação, foi um dos motivos para o uso abusivo de cocaína nos últimos dias, segundo o investigador Alexandre Avilez, especialista do Denarc (Departamento de Investigações Sobre Narcóticos), que esteve no apartamento do músico.

—Encontramos cocaína no apartamento, que foi confirmada com um teste rápido na hora. Os vestígios foram levados para o IML e a polícia espera um laudo final.

O investigador, que foi recebido pela Diretoria Executiva Nacional de Relações Institucionais da Record nesta manhã, revela que todos os cômodos estavam remexidos, inclusive o ar-condicionado da parede tinha sido arrancado e estava no chão e uma bicama foi arrastada até o corredor dos quartos. Também havia bebida alcoólica no local.

— Ele arrancou e quebrou as coisas em um momento de surto. Na agitação, o coração acelera e vai a 180 batimentos fácil, o que pode ter ocasionado a parada cardiorrespiratória. A droga por si só já eleva os batimentos, com a movimentação dele só facilitou ainda mais uma parada. Provavelmente, ele teve um momento de desfalecimento durante o uso da droga e voltou a usar. O corpo não aguentou. (do R7)

Chorão: polícia descarta assassinato e amigos falam em depressão após separação da mulher

O delegado Itagiba Franco afirmou em entrevista nesta quarta-feira (6) que o cantor Alexandre Magno Abrão, 42, conhecido como Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., não parece ter sido assassinado. “Não vou descartar nada, mas aparentemente não se trata de homicídio. Mas vamos apurar”, disse Franco, do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa). O caso será investigado pela delegacia especializada.

Ainda de acordo com o delegado, a equipe da banda tentava localizar Chorão, sem sucesso, desde as 12h de ontem. Na madrugada desta quarta, um segurança e o motorista do cantor foram até seu apartamento, em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, onde encontraram o corpo.

Franco ainda afirmou que, segundo relato de pessoas próximas ao vocalista, Chorão passava por um período de desgaste e depressão devido à separação da mulher. A Polícia Civil foi ao local para realizar o trabalho de perícia. O corpo foi encontrado sem marcas aparentes. (do Uol)

Morte de Chorão ainda é mistério. Musico não tinha sinais de agressão

O vocalista da banda Charlie Brown Jr, Chorão, foi encontrado em seu apartamento em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, no final da madrugada desta quarta-feira (6). O cantor morava em Santos (SP), mas costumava ficar nesse prédio na zona oeste quando vinha a São Paulo.

Policiais militares da 1ª Companhia do 23º Batalhão foram acionados para o local por volta das 5h, mas equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) já estavam no endereço e haviam constatado a morte do cantor.

Segundo a polícia, Chorão não tinha sinais de agressão pelo corpo. Policiais civis do 14º Distrito Policial (Pinheiros) também confirmaram a morte do cantor, mas ainda não sabiam a causa do óbito. Alexandre Magno Abrão, nome de batismo de Chorão, iria completar 43 anos no dia 9 de abril. Ele era cofundador da banda santista, formada em 1992.

Chuvas em Itabuna: funcionário de hospital morre soterrado

Um homem identificado apenas como “Val”, funcionário de vários hospitais de Itabuna, morreu soterrado durante a chuva forte nesta sexta-feira (8), no bairro Pedro Jerônimo. Na mesma situação, várias famílias perderam tudo com a invasão da água.

A chuva caiu durante toda a sexta-feira em Itabuna, deixando o centro e vários bairros  alagados. A noite diversas casas foram invadidas pela água, deixando móveis destruídos.

Os bairros mais atingidos  foram  Sarinha, Vila Anália, Bananeira, São Lourenço e São Pedro.

O Corpo de Bombeiros está nas ruas desde cedo atendendo os casos mais graves

A previsão do tempo  para este final de semana é de sol com chuvas esparsas no Sul da Bahia.

 

(Não) Salve Jorge:motorista sofre infarto e morre após ser humilhado por atriz da Rede Globo

Zezé teve chilique e motorista acabou morrendo

Uma história, no mínimo, digna de ficção e difícil de acreditar, mas foi real e aconteceu  nos bastidores da novela “Salve Jorge”. A atriz Zezé Polessa, que vive a personagem Berna na trama de Glória Perez, foi levada por um motorista idoso que presta serviço para a TV Globo. Nelson Lopes, 62 anos, que trabalhava para uma empresa terceirizada, errou o caminho e, em vez de ir para a Barra da Tijuca, foi parar no Recreio dos Bandeirantes. Indignada, a atriz o encheu de desaforos e demonstrou toda a sua insatisfação com o erro. Ao chegar no Projac, Zezé continuou a gritar e dizer que não aceitaria mais ser conduzida por tal motorista.

Logo depois da situação, o motorista começou a passar mal, com dores no peito e falta de ar, e foi levado a um hospital. Na chegada, um médico perguntou ao idoso se ele havia passado por alguma situação de estresse. O motorista disse que estava preocupado em perder o posto de trabalho e repetia que não poderia ficar desempregado. A situação se agravou e a equipe médica percebeu que ele sofrera um infarto. No fim do dia, não havia mais o que ser feito e ele morreu. A atriz admitiu ter sido ríspida com o motorista.  As informações são da coluna de Léo Dias, do jornal O Dia.

Tragédia em Angola: dez pessoas morrem durante culto de igreja evangélica

superlotação de estádio provocou tragédia

Dez pessoas morreram esmagadas e 120 ficaram feridas ao tentar entrar em um estádio superlotado de Luanda, capital de Angola, para uma vigília organizada pela Igreja Universal do Reino de Deus, informou na terça-feira a agência de notícias oficial do governo local.

Segundo a agência Angop, um porta-voz do serviço de emergências disse que as vítimas, incluindo quatro crianças, foram esmagadas contra os portões do estádio Cidadela Desportiva, onde a igreja organizou uma vigília na segunda à noite.

Ferner Batalha, bispo-adjunto da Universal em Angola, reconheceu que a vigília foi superlotada. “Nossa expectativa era de 70 mil pessoas, mas passou muito desse número”, disse ele, segundo a Angop.

Paraquedas não abre e ´Papai Noel´ morre no Chile

´caraca´. era melhor descer de trenó…

Um homem vestido de Papai Noel morreu nesta terça-feira (25) em um salto de paraquedas, após falha do equipamento utilizado, em La Serena, no Chile. De acordo com informações da polícia, as cordas do paraquedas se emaranharam na última fase de seu salto.

Especialista em paraquedismo, o comandante Eduardo Varela Ramos, de 34 anos, participava de uma festa natalina dedicada aos filhos dos voluntários do Corpo de Bombeiros. As causas da falha no equipamento são investigadas.

Empresário de Ilhéus morre em navio de turismo

Um empresário do ramo atacadista e distribuidor de mercadorias de Ilhéus, no sul baiano, morreu na madrugada desta quinta-feira (6) dentro de um navio da MSC. A embarcação, que está ancorada no litoral de São Paulo, é a maior em circulação no país durante esta temporada de viagens de cruzeiros. Teobaldo Ferreira da Cruz (foto) teria sofrido uma queda de um andar superior dentro do navio, caiu em um andar inferior, e não resistiu.

Na hora do acidente, o MSC Fantasia navegava entre Santos, no litoral paulista, e Ilha Grande, no Rio de Janeiro. Em nota, a companhia informou que o passageiro foi declarado morto pelo médico da embarcação no local do ocorrido, mas as causas exatas ainda não foram identificadas. Após o acidente, o navio ficou ancorado, mas já foi liberado pelas autoridades. “Ele estava no navio com o genro e o gerente em uma viagem de negócios.

O corpo ainda está em São Paulo e não há previsão de trazer para cá. O genro dele está abalado, mas resolvendo todos os procedimentos”, informou o irmão da vítima, Guttemberg Ferreira. O empresário ilheense deixa mulher e dois filhos adultos. A MSC informou em nota que colabora com as investigações e se solidariza à família e amigos do hóspede. (do Bahia Noticias)

Adeus, Camarada Oscar

Oscar Niemeyer, principal nome da arquitetura no Brasil morreu, aos 104 anos, no Rio. O arquiteto carioca, que completaria 105 anos em 15 de dezembro, deu entrada no hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio, em 2 de novembro, a princípio para tratar de uma desidratação, em sua terceira internação no ano. Mais tarde, porém, Niemeyer apresentou hemorragia digestiva e houve piora em sua função renal. Na terça-feira (4), uma infecção respiratória levou a uma piora no estado clínico de Niemeyer.

Em outubro, ele havia ficado duas semanas no hospital também por causa de uma desidratação. Em maio, o teve pneumonia e chegou a ficar internado na UTI. Recebeu alta depois de 16 dias. Em abril de 2011, foi submetido a cirurgias para a retirada da vesícula e de um tumor no intestino. Na ocasião, ele ficou internado por 12 dias por causa de uma infecção urinária.

Oscar Niemeyer era um dos últimos comunistas legítimos do universo político brasileiro.

A carta de Gabriele Santos Barbosa, 14 anos, menina grapiuna

Daniel Thame


 
“Meu nome é Gabriele Santos Barbosa, eu tenho 14 anos, morei na Espanha, falo dois idiomas e poderia estar vivendo na Europa,  com a minha mãe.

 Lá é muito bonito, as pessoas se tratam com respeito, mas eu preferi morar em Itabuna, pra ficar perto da minha avó e dos meus parentes.

 Meu bairro é muito carente, mas é nele que vivem meus amigos. Minha escola é pública e nem se compara com a que eu estudava na Espanha.

 As salas de aula são apertadas, tem alunos demais, o material didático é precário e sinto que os professores estão desmotivados. Não tenho condições de estudar em escola particular. Meu avô foi vereador em Itabuna, secretário de Esportes, mas ao contrário de um monte de políticos que a gente vê por ai, continua pobre.

 Eu tenho orgulho dele. É honesto, isso eu sei que ele é.

 Tenho um tio-avô que trabalha na televisão. Ele faz um programa policial, o Alerta Total, que todo mundo assiste. Meu tio é muito engraçado, magro, narigudo,  desengonçado, mas as pessoas gostam dele. Eu também gosto, mas vejo pouco o programa.

 Tenho pavor de violência. Na minha escola, que fica num bairro carente, a gente sente essa violência de perto. No meio de tanta gente boa, que quer estudar e crescer na vida, tem gente que já se envolve com drogas, com assaltos. Que fala cada palavrão que a gente morre de vergonha.

 Tem uma menina, era até minha amiga, novinha como eu, que namora um cara envolvido com o crime, um  tal de Rodrigo. Imagina que outro dia ela veio me dizer que eu estava dando em cima do namorado dela, que eu mal conheço.

 A única coisa que eu consegui responder foi algo do tipo ´fique com esse traste para você´, essas coisas que a gente diz meio sem pensar. Não quis ofender a minha amiga, ela que viva a vida dela. Mas eu acho que ela se chateou, ficou de cara amarrada e deixou de falar comigo.

 Isso passa, também sou adolescente e sei como é. Amanhã ela esquece essa briga boba.

 Todas as pessoas gostam de mim aqui na escola e no bairro. Os professores me adoram e dizem que sou uma garota de muito futuro. Sabe que eu ainda não parei pra pensar no futuro? Só sei que terei que lutar muito pra  vencer na vida, não sou de família rica, mas deixa eu viver minha adolescência, minha juventude.

 Gosto de musica, de ir ao shopping e à praia com meus amigos. Adoro ficar no Facebook, onde tenho um monte de gente pra trocar idéias. Tem uns fotos minhas lá. Falam que sou linda. Quem não gosta que achem você bonita? Mas não me acho tão bonita assim.

 Gosto de Itabuna, gosto das pessoas daqui, amo minha família e meus amigos. Gosto de viver.

 Nem sei por que estou escrevendo tudo isso. Parece até que minha professora de português pediu uma redação e eu danei a escrever.

 Agora a pouco eu sai da escola e estava indo pra casa, mas uma amiga da menina que eu discuti por causa do namorado disse que ela estava me  chamando. Era pra acabar com essa briga e fazer as pazes.

 Ainda bem. Acho que a amizade está acima de tudo. Estou indo lá agora, dar um abraço nela…

 Rodrigo?

 (um tiro)

 Não Rodrigo, não,

 (mais um tiro)

 Não, Rodrigo, nããão…

 (cinco tiros)”

 ——–

Uma menina de 14 anos está morta. E essa é a carta que ela poderia ter escrito e não escreveu,  porque as páginas do  livro de sua vida foram manchadas de sangue. O sangue de uma violência brutal, irracional e sem limites.

A carta que Gabriele Santos Barbosa, de 14 anos, assassinada após uma discussão banal com uma colega de classe numa escola pública em Itabuna, não escreveu é um libelo contra a bestialidade coletiva que transforma a vida em algo absolutamente sem valor.

Um hino à vida, num cenário de morte.

Vitória paga sepultamento de Alex Alves. Corpo do ex-jogador será cremado em Salvador

Alex Alves, no auge da fama. O futebol acabou, o dinheiro se foi e ele foi vencido pela doença

O Esporte Clube Vitória divulgou uma nota de pesar nesta quarta-feira pela morte do ex-atacante Alex Alves, de 37 anos, formado nas categorias de base do time baiano. O clube assumiu a responsabilidade pelo sepultamento, que será na quinta-feira, em Salvador. Segundo comunicado divulgado pelo Hospital Amaral Carvalho, onde ele estava internado, o corpo do ex-jogador será cremado, de acordo com a sua vontade, e o velório será no cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Brotas, na capital baiana.

“O presidente autorizou o assistente do departamento de futebol, o ex-zagueiro Flávio Tanajura, a entrar em contato com os familiares de Alex, pois o clube se responsabilizará pelo sepultamento”, informou a nota oficial do Vitória. “Flávio Tanajura está em contato permanente com os ex-jogadores João Marcelo e Paulo Isidoro, que providenciam o traslado do corpo”, completou.

O ex-jogador morreu nesta quarta no hospital Amaral Carvalho, em Jaú, no interior paulista, onde ele estava internado há alguns meses para tratar uma leucemia.

Alex Alves chegou ao Vitória com 12 anos e fez parte do time vice-campeão brasileiro de 1993, tendo se destacado ao lado de outros nomes como o goleiro Dida, o volante Vampeta e o meia Paulo Isidoro. (do UOL)

Pobre e doente, ex-jogador baiano Alex Alves morre em São Paulo

Alex brilhou no futebol, mas morreu dependendo dos amigos para tratar de leucemia

Morreu, na manhã desta quarta-feira, o ex-atacante Alex Alves, de 37 anos, que passou com sucesso por equipes como Vitória, Palmeiras e Cruzeiro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital Amaral Carvalho, de Jaú, onde ele estava internado há alguns meses para tratar uma leucemia. Alex Alves deixa uma filha, fruto do relacionamento dele com a empresária Nádia França.

O hospital não confirmou se a doença na medula foi a causa da morte do jogador, que estava acompanhado da irmã e havia proibido a instituição, os familiares e os amigos mais próximos de divulgarem seu estado de saúde. Com dificuldades financeiras desde o fim de sua carreira como jogador, ele teria recorrido à ajuda de amigos para conseguir pagar o tratamento no hospital, um dos maiores centros de oncologia do país.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930