livros do thame

Posts Tagged ‘morte’

Nem a morte de Domingos Montagner escapa do ódio doentio contra Lula.

Marcos Sacramento, no Diario do Centro do Mundo

 dia-1

Existe algo de doentio no ódio contra Lula e o Partido dos Trabalhadores. Só alguém tomado por uma patologia muito severa para insinuar o envolvimento petista no afogamento de Domingos Montagner, como no post do Facebook que viralizou poucas horas após a confirmação da morte do ator.

“Pessoal, todos sabemos que a Camila Pitanga é uma militante do PT, inclusive filiada ao mesmo. Considerando os últimos fatos ocorridos em relação ao Lula … teria a atriz assassinado Domingos Montagner, o empurrando para a água para ser levado pela correnteza? Com a morte do protagonista da novela das oito, as denúncias contra Lula seriam abafadas na mídia pois sabemos como os atores da Globo são queridos pela população. (…) Deve-se investigar bastante esse caso, muito suspeito … Camila Pitanga também já declarou ser adepta do ateísmo, ou seja, não teria remorso para cometer crimes do tipo”.

dia-2

Os “fatos ocorridos” são as denúncias de Lula e da ex-primeira dama Marisa Letícia pela Lava Jato. Em nome do antipetismo, o post congrega paranoia, ignorância, fundamentalismo religioso e ausência total de empatia com os atores envolvidos no acidente.

Este não foi o único comentário absurdo. Um usuário do Twitter livrou a Camila Pitanga do envolvimento na morte do artista, mas acrescentou uma crise conjugal ao seu devaneio conspiratório. “Primeiro a Globo separa o William e a Fátima pra abafar o golpe agora some com o Domingos pra abafar a prisão do Lula”, delirou.

dia-3

Houve quem aproveitasse o choro pelo Domingos para atacar Lula e Dilma. “Podia ter morrido o Lula, a Dilma… Que fizeram mal para tanta gente, mas não, morreu o Montagner. Triste isso”.

Manifestações como essas são comuns nas redes sociais e nas latrinas que são os sistemas de comentários dos portais de notícias. Do terremoto que atingiu a Itália no mês passado à extinção do rinoceronte-negro do oeste, tudo pode ser usado como escada para atacar Lula, Dilma e o PT.

O maior indício de que a doença é perigosa são os surtos de ódio registrados fora da esfera virtual, como as agressões direcionadas a pessoas vestidas de vermelho ocorridas na época dos protestos contra a votação do impeachment de Dilma na Câmara.

Nem mesmo crianças e bebês de colo escaparam das ofensas proferidas pelos “cidadãos de bem”. A irracionalidade chegou ao ponto em que uma médica teve o despudor de se recusar a atender uma criança por ela ser filha de petista.

O que explica tanto rancor? Para o economista e ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, há um “ódio coletivo dos ricos” contra um partido. Leonardo Boff tem opinião semelhante. Para ele, o ódio é “contra o povo pobre que foi tirado do inferno da pobreza e da fome”.

Faz sentido, mas não explica por que assalariados beneficiados pelos avanços promovidos pelos anos de governo de Lula e Dilma tenham abraçado este discurso elitista.

Os vetores dessa doença, contudo, são bem conhecidos: Globo News e seu time de comentaristas, Jornal Nacional, Veja, Diogo Mainardi, Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes e demais sicários da mídia corporativa.Como os mosquitos Aedes aegypti, eles invadem os lares e infectam os incautos com o vírus do ódio seletivo.

Cenas de desespero: a novela da vida real

Video gravado às margens do Rio São Francisco mostra desespero da atriz Camila Pitanga por não conseguir salvar Domingos Montagner.

Domingos Montagner morre aos 54 anos

dom-1

Ultimas fotos do ator, com moradores e policiais (reproducao Facebook)

Ultimas fotos do ator, com moradores e policiais (reproducao Facebook)

O Corpo de Bombeiros de Sergipe  confirmou a morte de Domingos Montagner. Reginaldo Dória, comandante que operava buscas no local informou ao EXTRA que o corpo do ator foi encontrado sem vida. Ele estava preso às pedras, em Canindé de São Francisco, na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe, após afogamento no Rio São Francisco.

Depois de gravar cenas da reta final da novela “Velho Chico”, o ator aproveitou a folga junto com a colega de elenco Camila Pitanga, seu par romântico, para dar um mergulho no rio. A correnteza levou o artista, que desapareceu nas águas por volta das 14h30. Segundo informações do coronel Fábio Fonseca Rolemberg, Camila se desesperou, gritando pelo nome do amigo.

— Ele estava tomando banho de rio com a atriz Camila Pitanga quando a correnteza o levou — disse o militar. A equipe ficou em estado de choque e todas as gravações foram canceladas na hora

De acordo com os bombeiros, o corpo de Domingos Montagner estava a 18 metros de profundidade e a 320 metros do local onde o ator foi visto pela última vez. Ele estava preso entre duas pedras. O corpo foi retirado da água e será levado para o IML.

O ator, de 54 anos, deixa a mulher, a atriz e produtora Luciana Lima, e três filhos: Leo, 11 anos, Antônio, 7, e Dante, 4. (Globo.com)

Testemunhas dizem que estudante caiu de balaustrada após sair de boate gay

Moradores das imediações onde o estudante Leonardo Moura foi encontrado, na manhã do dia 9 de julho, afirmam que viram o jovem caindo da balaustrada da praia do Alto da Sereia, na Avenida Oceânica.  As declarações coincidem com as informações passadas à central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para os socorristas que foram ao local.

queda          Na manhã desta sexta-feira (15), uma equipe da 1ª DH/Atlântico, juntamente com o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e um dos socorristas do SAMU, que prestou os primeiros atendimentos ao estudante, estiveram no local para fazer a perícia. Enquanto levantavam informações buscando vestígios do ocorrido, o grupo foi abordado por moradores do local, que afirmaram ter visto Leonardo caindo da balaustrada.

As testemunhas foram encaminhadas a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e ouvidas pela delegada Mariana Ouais, titular da 1ª DH/ Atlântico, responsável pelo caso. “Uma das testemunhas contou que viu Leonardo andando na calçada, cambaleando, sozinho, e, instantes depois, já estava caído de bruços na areia da praia, bem onde fica uma vala de esgoto”, narra a delegada.
leoEnquanto os peritos do DPT, que estavam no local, mediam a altura entre a balaustrada e o chão, calculada em 4,7 metros, testemunhas informavam também que uma viatura da polícia militar passou no local instantes depois do acidente e os policiais foram chamados para auxiliar no socorro. Eles ficaram com Leonardo até o SAMU chegar. De acordo com a delegada Maria Ouais, os PMs já estão sendo identificados e serão chamados para depor no DHPP sobre o caso. Também estão sendo aguardadas imagens do local e os prontuários do Samu, do HGE e laudos do DPT.

SOCORRISTAS

Os socorristas também foram ouvidos nesta manhã pela delegada e relataram que foram chamados para atender um caso de queda, próximo ao Sukiaki, por volta das 6h10. Segundo o técnico Márcio Santiago, que foi o primeiro a chegar ao local, de motocicleta, Leonardo estava sentado na praia, na companhia dos policiais militares.

“Ele estava lúcido. Perguntei nome, idade, endereço e ele respondeu tudo”, conta Santiago, que depois de verificar os sinais vitais, passou a seguir o protocolo de trauma. A vítima foi imobilizada e levada, para a unidade móvel, na prancha rígida, contando com a ajuda dos policiais militares. Márcio disse que chegou a perguntar o que havia acontecido a Leonardo, mas ele disse se lembrar apenas que estava caminhando na calçada.

Santiago disse ainda, que não viu nenhum hematoma correspondente a uma agressão no corpo de Leonardo: “Se ele tinha escoriações, eram tão discretas, que não vimos. Ele não queria ser levado para o hospital, pedia para ir para casa”, explicou o socorrista.

Morre Luiza Helena Bairros, símbolo de luta pela igualdade

a barrios cópiaA ex-ministra-chefe da Secretaria de Políticas Públicas da Igualdade Racial do Brasil,  Luiza Helena Bairros, que também foi secretária estadual  da  Promoção da Igualdade Social da Bahia,  faleceu esta manhã em Porto Alegre vitima de câncer no pulmão contra o qual lutava há meses.

Natural de Porto Alegre, ela era graduada em Administração Pública e de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul além de possuir títulos de Mestre em Ciências Sociais (UFBA) e de Doutora em Sociologia (Universidade de Michigan – USA). Morava em Salvador desde 1979, onde atuou em diversos movimentos sociais, com destaque para o Movimento Negro Unificado – MNU.  Trabalhou em programas das Nações Unidas – ONU contra o racismo em 2001 e em 2005. Foi titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Social da Bahia e Ministra-chefe da Secretaria de Políticas Públicas da Igualdade Racial do Brasil, de 2011 a 2014.

Ela trabalhava e militava politicamente nas áreas de raça e gênero. O sepultamento será em Porto Alegre.

Em sua página no Facebook, o governador Rui Costa lamentou a morte de Luiza Bairros:

“Negra, mulher e militante! Luiza Helena Bairros nos deixou na manhã de hoje. Sua morte é uma grande perda para o Brasil. Ex-secretária de Promoção da Igualdade Social da Bahia e ex-ministra-chefe da Secretaria de Políticas Públicas da Igualdade Racial do País, Luiza, em toda sua trajetória, prestou importantes contribuições ao povo brasileiro, lutando sempre pela igualdade racial e o combate a violência contra as mulheres. Fomos colegas de governo, e pude acompanhar de perto os progressos conquistados em prol das mulheres baianas. Que as bandeiras defendidas por Luiza Helena sigam presentes em nossa luta, porque ainda há trabalho a fazer para acabar com a discriminação e com a violência. Deixo meus votos de pesar à família e aos amigos.”

 

Imagens podem auxiliar as investigações sobre morte de estudante no Rio Vermelho

 

        leo A delegada Mariana Ouais, titular da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), já solicitou imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos no trecho percorrido pelo estudante Leonardo Moura, depois de deixar uma boate, no bairro do Rio Vermelho, até a Praia da Paciência, onde foi encontrado ferido, na manhã de sábado (9).

         As imagens coletadas poderão auxiliar nas investigações, já que Leonardo foi encontrado há cerca de 800 metros do local onde deixou um amigo, num ponto de ônibus, no Rio Vermelho, por volta de 5h30, depois de saírem de uma festa numa boate. O celular dele também não foi localizado e a polícia não descarta nenhuma linha de investigação.

         Um pescador encontrou a vítima caída na praia e acionou uma ambulância do SAMU, que o socorreu para o Hospital Geral do Estado (HGE). Familiares do jovem, ouvidos, na manhã desta segunda-feira (11), pela delegada, informaram que Leonardo foi atendido por uma médica que solicitou tomografias, mas ele recusou o atendimento, sendo liberado após assinar um termo de responsabilidade.

         Do lado de fora, um vigilante abordou Leonardo, que estava deitado num dos bancos da unidade e questionou se ele desejava que chamasse um parente para levá-lo para casa, o que foi feito. Ainda segundo parentes, já em casa, Leonardo sentiu-se mal, por volta de 15 horas, retornando ao HGE, onde foi transferido, logo que chegou, para o Centro Cirúrgico. Ele morreu por volta das 6 horas, desta segunda-feira (11).

         Uma equipe do DHPP foi deslocada para o HGE, onde apuraram que, nos momentos em que estava lúcida, a vítima disse não se recordar de ter sofrido agressões. Em casa, ele também não descreveu o que tinha ocorrido, segundo familiares. A delegada também já encaminhou um ofício ao HGE e ao SAMU, solicitando as informações referentes aos atendimentos prestados à Leonardo, as quais também poderão ajudar a esclarecer o crime.

`Seu` Gentil agora é uma estrela vermelha no céu

gentilFaleceu aos 91 anos, Gentil Antonio dos Santos, o `seu` Gentil, como era conhecido. Ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e fundador do PT em Potiraguá, ele  tem uma história de luta em defesa da justiça social, uma trajetória de coerência que marcou toda sua existência.

Nos últimos anos, `seu` Gentil vinha enfrentando problemas de saúde e havia se mudado para Bom Jesus do Tocantins, no Pará, onde residem seus familiares.

 A morte de seu Gentil foi recebida com tristeza em Potiraguá e o prefeito Luiz Soares decretou luto oficial de três dias

Em outubro de 2012, publiquei esse texto no blog, que é a síntise de um ser humano que agora é estrela numa outra dimensão:

´SEU` GENTIL VIVEU PARA CONTAR

Há cerca de 30 anos, era mais fácil encontrar um extraterrestre do que um petista em Potiraguá, cidadezinha nas bordas da Região Cacaueira do Sul da Bahia.

Pois foi lá que encontrei Gentil Antonio dos Santos, então presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e fundador do PT. Autêntica “estrela solitária”, numa época de domínio absoluto de ACM.

Juntos, organizamos um memorável comício pelas “diretas já”, em que havia mais gente no coreto improvisado como palanque do que no chão da praça. O prefeito da época mandou cortar a energia elétrica e fizemos a manifestação sob a luz de velas e isqueiros.

“Um dia o PT vai ganhar a eleição em Potiraguá”,  dizia ´seu´ Gentil,  mais com esperança do que com certeza.

E foram tantas as eleições perdidas em Potiraguá. ´Seu`Gentil festejou as vitórias de Lula, de Dilma, de Wagner, mas faltava ver o partido de seu coração vencer na cidade do seu coração.

Não falta mais. No dia 7 de outubro, por 24 votos de diferença (porque não 13?), Luiz Soares se tornou o primeiro prefeito eleito em Potiraguá.

´Seu` Gentil, aos 86 anos, doente, conta que temeu morrer antes de ver esse momento tão sonhado.

Viveu. E queira Alah que viva muito mais tempo.

Porque pessoas como ´seu´ Gentil são forjadas nesse material raro chamado Dignidade.

Itabuna: morre o colunista Charles Henri

charlesO jornalista e colunista social Charles Henri faleceu às 8h35min desta sexta-feira (17), no Hospital de Base de Itabuna, informou o repórter Fábio Sousa, no Panorama 640 (Rádio Difusora). Nascido Carlos Henrique do Espírito Santo, o também apresentador de televisão tornou-se famoso como Charles Henri.

O jornalista morre aos 78 anos, após sofrer um AVC hemorrágico, na última segunda (14). Ele chegou a ser submetido a cirurgia, um dia após o derrame, mas seu quadro era muito grave.

Charles foi um dos precursores do colunismo social no sul da Bahia, editou revista de entretenimento, manteve coluna por muito tempo no Jornal Agora e, por muito tempo, apresentou o Somos nós, na TV Santa Cruz.

O jornalista também chegou a presidir o Itabuna, numa fase crítica do clube azulino, na década de 70. “Foi um dos melhores presidentes do Itabuna”, cita Fábio Sousa, plantonista do Base e repórter e narrador esportivo da RD.

À época, havia um grupo de diretores querendo a extinção do Azulino. Charles resistiu, assumiu o comando do clube e formou um dos melhores plantéis de futebol da história do IEC. A recuperação histórica feita pelo repórter baseia-se, observa, em diálogos com outra fera do rádio grapiúna, Orlando Cardoso. (do Pimenta)

Morre Edson Cruz, primeiro funcionário do A Região

edsonFuncionário mais antigo do Jornal A Região, Edson Cruz faleceu no final da tarde desta terça (24). Edson estava na sede do semanário, quando começou a sentir fortes dores e foi levado para o Hospital de Base. Ele recebeu os primeiros atendimentos, mas não resistiu às complicações pulmonares.

Edson trabalhava n´A Região desde a fundação do jornal, em abril de 1987. “Foi um dos primeiros funcionários e trabalhava lá desde o primeiro número”, afirma Célia Leal, amiga e colega de trabalho de Edson por vários anos.

A morte do símbolo do semanário deixou sem voz um de seus amigos e colegas de trabalho. Editor do jornal, Ailton Silva se preparava para a caminhada diária, quando recebeu a ligação com a notícia triste.

Marcel Leal, diretor d´A Região, assim se expressou, aqui no Pimenta:

– Todo mundo que trabalhou ou conheceu Edson foi, de uma forma ou de outra, tocado por ele, em especial a equipe de A Região. Fui privilegiado ao “herdar” Edson de meu pai [Manoel Leal, morto em 1998] quando assumi o jornal, com o qual ele sempre se preocupou, ao qual sempre se dedicou. (do Pimenta)

Major bombeiro é autuado em flagrante pela morte da mulher em escola

O delegado José Bezerra, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), autuou em flagrante, na noite desta sexta-feira (13), o major BM Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, de 45 anos, subcomandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militar, base Iguatemi, por homicídio qualificado, pela morte de Sandra Denise Costa Alfonso, 40, com a qual estava casado há 21 anos.

Acompanhado de prepostos da corregedoria dos Bombeiros e advogados, o major se apresentou, por volta das 18h30, no DHPP, onde entregou a arma que usou para matar a mulher, uma pistola ponto 40, de uso pessoal, com oito cartuchos intactos. Ele assumiu a autoria do crime e alegou como motivação ciúmes, depois de uma discussão conjugal por possível traição.

A mulher tinha sinais de ferimento nas pernas, clavícula e região da cabeça. Só o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para onde a pistola foi encaminhada para perícia, poderá dizer quantos disparos atingiu a vítima.

Durante toda a tarde, o delegado Marcelo Sansão colheu depoimentos de testemunhas, que estavam no local do crime. Todas confirmaram a versão do major de que ele atirou na mulher quando os dois estavam sozinhos numa sala da Escola Municipal Esperança de Viver, onde, além de professora, Sandra Denise era vice-diretora. O crime não ocorreu na presença de alunos. Valdiógenes ficará preso no Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas.

Morre o advogado Renan Moreira

dr  renan

O advogado itabunense Renan Moreira faleceu na manhã deste domingo em Salvador, onde estava internado.

Renan Moreira foi provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna,e era considerado um dos mais respeitados advogados do Sul da Bahia.

O velório será hoje a partir das 23 horas na Catedral de São José e o sepultamento amanhã as 12;30 horas no Cemitério do Campo Santo, em Itabuna.

 

Ilhéus: polícia fará reconstituição da morte de Tainá Verena

taina

A Polícia Civil de Ilhéus solicitou a reconstituição da morte da estudante Tainá Verena, de 16 anos, que teria caído de um carro em movimento, em Ilhéus, na madrugada do último dia 16 de janeiro.

A solicitação da reconstituição foi feita ao Departamento de Polícia Técnica (DPT), pela delegada Andréa Oliveira. A morte da adolescente é cercada de mistérios. O namorado da vítima afirmou, em depoimento à polícia, que a adolescente teria tentado se sentar na janela do carro, mas após ele ter se negado a permitir, ela teria aberto a porta do veículo e se jogado com ele ainda em movimento.

A versão é contestada pela família da vítima e repleta de contradições, onde no corpo da vítima não existiam sinais de impacto provenientes da situação apresentada pelo namorado. Os familiares argumentaram que, apesar de aparentemente ter caído carro, a adolescente tinha apenas um corte na cabeça, sem arranhões pelo corpo.

O caso já está sendo acompanhado pelo Ministério Público da Bahia.

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2016
D S T Q Q S S
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930