hanna thame fisioterapia animal
prefeitura ilheus livros do thame

Posts Tagged ‘Ministério da Educação’

MEC autoriza curso de Medicina em Itabuna

A Faculdade Santo Agostinho (Fasa), que oferecerá 85 vagas no curso de Medicina em Itabuna, obteve o credenciamento do Ministério da Educação (MEC). A Portaria foi divulgada na edição do Diário Oficial da União.

O credenciamento tem validade por 3 anos. O campus da Fasa funcionará na Avenida J.S. Pinheiro, bairro Nova Itabuna, próximo ao trevo das rodovias 101 e 415. O curso foi criado no âmbito do programa federal Mais Médicos, em 2015.

Com o credenciamento, a Faculdade Santo Agostinho poderá realizar o primeiro vestibular.

MEC: UESC é a melhor entre as universidades estaduais e a segunda na Bahia

DCIM100MEDIADJI_0065.JPGA Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) é a primeira, entre as universidades estaduais avaliadas pelo Ministério da Educação. O MEC, através do Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgou, os Indicadores de Qualidade da Educação Superior do ano de 2016. Na Bahia, onze universidades foram avaliadas de acordo com Índice Geral de Cursos (IGC), e a Universidade Federal da Bahia (Ufba) alcançou nota mais alta, com 3,6627.

Em segundo lugar e a primeira entre as estaduais baianas  vem a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) com 3,2309, seguida da Universidade Federal do Oeste Baiano (Ufob), com 3,0714. Seis instituições, ao todo, todas de ensino público, atingiram a faixa 4 do indicador – desempenho considerado bom.

As cinco restantes ficaram na faixa 3 do indicador. A Universidade Salvador (Unifacs) foi a instituição privada mais bem colocada com nota de 2,6529. A outra instituição particular da lista, a UCSal, ficou em último lugar entre todas as universidades avaliadas no estado, com 2,2324.

O IGC é calculado com base na média de três conceitos no último triênio: Conceito Preliminar de Curso (CPC), Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) dos cursos das instituições avaliadas e o dos conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) dos cursos de mestrado e doutorado.

Qualidade

A avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia a qualidade dos cursos de bacharelado e graduação tecnológica, leva em conta quatro critérios: os professores (corpo docente); o desempenho dos formandos no Enade; o que a graduação agregou ao aluno e, por fim, a opinião dos alunos sobre o curso. As notas variam entre 1 e 5.

Este ano, as graduações avaliadas foram de Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Zootecnia. Além delas, também foram analisadas a situação das graduações tecnológicas de Agronegócio, Estética e Cosmética, Gestão Hospitalar e Gestão Ambiental.

Na Bahia, apenas dois cursos dos 221 avaliados atingiram a nota máxima (5) no CPC de 2016. Isso corresponde a 0,9% do total, menos da metade da média nacional. Em todo o país, só 1,9% dos cursos de graduação alcançaram nota 5.

As notas máximas na Bahia foram para cursos da mesma instituição, em Feira de Santana, a Uefs. Tanto a graduação em Nutrição quanto o bacharelado em Educação Física são da Faculdade Nobre (FAN).

Na UESC foram avaliados os cursos de Medicina Veterinária com (4), Medicina (4), Agronomia( 4), Biomedicina (4) e Enfermagem (3)

 

Confira o ranking das instituições de Ensino Superior:

Read the rest of this entry »

Programas de pós da graduação da Uesc melhoram na avaliação do MEC

Adélia Pinheiro

Adélia Pinheiro

Quatro programas de Pós-graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz-Uesc mantiveram ou aumentaram seus conceitos, atingindo 5 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, entre 2013 e 2016.

Trata-se dos programas de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Ecologia, Conservação da Biodiversidade, Zoologia e Genética e Biologia. A avaliação é feira periodicamente, com a participação da comunidade acadêmica, por meio de consultores.

Esta avaliação, além de ser fundamental à manutenção do funcionamento dos programas, é um indicador de qualidade, embasando as políticas governamentais e institucionais para o crescimento qualitativo e quantitativo dos cursos.

Os cursos de pós-graduação da Uesc obtiveram avanços nesta primeira etapa da avaliação, como os de Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Ecologia e Conservação da Biodiversidade e Zoologia, que saíram do conceito 4 para 5.

Outros cursos mantiveram o mesmo patamar, como o de Genética e Biologia Molecular, nível de mestrado e doutorado, que possui conceito 5. Um dos diferenciais foi a reserva de um período para análise exclusiva dos mestrados profissionais.

O Mestrado Profissional em Formação de Professores da Educação Básica foi avaliado com conceito 4 e os demais mantiveram suas avaliações. A professora Adélia Pinheiro, reitora da Uesc, diz que “o Programa de Genética nos dá sinais que pode chegar ao conceito 6 nas próximas avaliações”.

“Temos o Programa de Ecologia alcançando o conceito 5 e que esperamos na próxima avaliação 6 e ainda Zoologia alcançando 5. O bom resultado não ocorre ao acaso. É o resultado do esforço e do comprometimento dos professores, técnicos e estudantes”.

Brasil: um em cada dez universitários estuda Direito

devogdos

O Ministério da Educação divulgou no início do mês o Censo da Educação Superior de 2015, que mostra que um em cada dez universitários do Brasil está assistindo a uma aula de Direito nos bancos da faculdade. São 853.211 estudantes distribuídos em 1172 cursos, o que faz do Direito a opção de ensino superior mais popular do país.

No ano passado, exatos 105.324 novos bacharéis foram despejados no mercado. Todo o grupo classificado pelo Ministério da Educação de “Engenharia, produção e construção”, que inclui Arquitetura e as mais diversas engenharias, formou praticamente o mesmo número de pessoas. Medicina gradua apenas 17.123 estudantes enquanto jornalismo, com um mercado em eterna crise, forma 7.399 profissionais.

Não é exagero dizer que o Brasil é o país dos bacharéis – e dos advogados também. A Ordem dos Advogados do Brasil já registra 995.905 advogados em seus quadros. Isto significa que a cada mil habitantes, cinco são advogados.

Embora no último exame da ordem, no estado de São Paulo, apenas 5.064 dos 28.165 candidatos inscritos tenham sido aprovados, o número de advogados não para de crescer.

Advogados no mundo

O Brasil é o terceiro país do mundo com mais advogados em números absolutos. Perde apenas para Estados Unidos, com 1,3 milhão, e Índia, que possui 2 milhões de operadores do Direito – muito embora a ordem dos advogados local estime que 30% não atue na área ou, pior, ostente um diploma falso na parede. (do site Jota.Info/Noticias Jurídicas)

MEC divulga primeira lista de aprovados no Prouni

O Ministério da Educação divulgou nesta segunda (25) a primeira chamada de pré-selecionados para o Programa Universidade para Todos (Prouni). Os candidatos podem conferir os resultados no site http://siteprouni.mec.gov.br/, na central de atendimento (0800-616161) e nas instituições de ensino que integram o programa.

Nesta edição, foram ofertadas 203.602 bolsas de estudo em universidades particulares, segundo o MEC – uma queda de 4% em relação ao ano passado, quando houve 213.113 bolsas no sistema. Já o número de cursos com bolsas disponíveis subiu de 30.549 para 30.931.

O candidato que foi convocado deve comprovar, até o dia 1º de fevereiro, as informações apresentadas no momento da inscrição. Cabe ao estudante verificar no site da universidade em que foi aprovado quais os horários e o local para a conferência dos dados. A perda do prazo ou a não-comprovação de informações acarretam a reprovação do candidato.

Se não houver abertura de turma no curso/turno em que o estudante foi selecionado, ele será reprovado e poderá tentar concorrer à chamada seguinte. Ou seja: só haverá bolsa para os cursos nos quais haja número suficiente de matriculados para a formação de uma classe inicial.

Algumas faculdades, além de exigirem a apresentação de documentos, também submetem os estudantes a um processo seletivo próprio, que não pode ser mais rigoroso do que o vestibular regular. Instituições de ensino que organizarem essa seleção extra não têm o direito de cobrar taxas. Elas  devem explicar formalmente aos candidatos todos os detalhes do processo em até 24 horas a partir da divulgação da primeira chamada.

Read the rest of this entry »

7,7 milhões de estudantes iniciam as provas do Enem

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam a ser aplicadas hoje (24) em todo o país. Neste primeiro dia, os 7,7 milhões de inscritos terão 4h30 para resolver as 90 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

O professor de química Paulo Santos sugere que os candidatos fiquem atentos ao tempo dedicado às questões. “A estratégia tem de estar voltada para ganhar tempo. No primeiro dia, ele vai ter 90 questões e tem quatro horas e meia para isso. Uma média de três minutos por questão”, lembra o professor.

Os candidatos precisam ficar atentos ao horário de fechamento dos portões. Nos dois dias, o candidato poderá entrar no local de prova a partir das 12h (horário oficial de Brasília). Os portões serão fechados às 13h (horário de Brasília) e as provas começam a ser aplicadas meia hora depois.

MEC abre inscrições para o Sisutec

O Ministério da Educação abriu as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica. O candidato tem até sexta-feira para se inscrever pelo site www.pronatec2015.com.

Pode se inscrever pelo Sisutec quem fez a prova do Enem no ano passado e não zerou a redação. Os selecionados vão fazer um dos cursos oferecidos por instituições de ensino técnico ou superior.

Na inscrição, o candidato deve escolher até duas opções de curso. A prioridade das vagas é para alunos de escolas públicas e estudantes que receberam bolsas integrais na rede particular.

De acordo com o cronograma do MEC, a primeira chamada será divulgada no dia 7 de julho. A segunda sai no dia 14 do mesmo mês. O início das aulas está previsto para agosto.

MEC divulga resultado do Enem dia 12

O Ministério da Educação, vai divulgar ente os dias 12 e 13 o resultado das provas do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio. As provas foram realizadas em novembro e tiveram participação de mais de 6 milhões de alunos.

Já a inscrição no Sisu, Sistema de Seleção Unificada, será aberta entre os dias 19 e 23. O Sisu é um processo seletivo que usa as notas do Enem para o acesso dos estudantes a universidades federais e institutos tecnológicos.

Só pode participar do processo quem fez o exame nacional em 2014 e obteve nota acima de 0 na redação. O MEC informou que, diferente das outras vezes, quando houve duas chamadas, neste ano só haverá uma.

Prazo para as inscrições no Enem termina hoje

O Ministério da Educação divulgou, há pouco, que mais de 7,7 milhões de estudantes já se inscreveram para a edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo acaba às 23h59min desta sexta (23).

O exame é importante para acesso aos cursos de graduação de universidades públicas (Uesc e UFSB, no sul da Bahia) e cursos técnicos profissionalizantes, além de bolsas integrais ou parciais em faculdades privadas e de estudos em instituições de nível superior fora do país.

As provas do Enem deste ano estão previstas para os dias 8 e 9 de novembro e serão aplicadas em 1,6 mil cidades, dentre elas Itabuna e Ilhéus, no sul da Bahia.

Alunos que estão concluindo o Ensino Médio neste ano em escolas públicas estão isentos do pagamento da taxa de inscrição de R$ 35,00, o que também vale para quem tem renda familiar de até um salário mínimo e meio.

A taxa deve ser paga até dia 28 em qualquer agência do Banco do Brasil. O boleto é disponibilizado quando é concluída a inscrição.

MEC: piso salarial dos professores é de R$ 1.697,00

O Ministério da Educação divulgou o novo piso salarial do magistério. Com aumento de 8,32%, o salário inicial da carreira será R$ 1.697,00, ante os R$ 1.567,00 em vigor, para jornada de 40 horas semanais e vale para todo o País. O governo informa que o valor é definido pelo valor investido por aluno entre dezembro de 2012 e igual período de 2013 (R$ 1.867,15 ante R$ 2.022,51 no mês passado).

O valor foi criticado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que esperava reajuste de, no mínimo, 15%, conforme dados já consolidados, até novembro passado, do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb).

Na mão contrária, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) informa que, hoje, mais de mil municípios comprometem em mais de 100% o Fundeb para pagamento dos professores. Em nota na semana passada, a entidade informou que o reajuste “liquida a educação básica”. O reajuste significa acréscimo de R$ 4,151 bilhões na folha de pagamento, segundo cálculos da CNM.

 

Sai a primeira chamada do ProUni

O Ministério da Educação publicou hoje (20) a primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni). O resultado pode ser consultado no endereço siteprouni.mec.gov.br.

O programa federal oferece, neste primeiro semestre, 131.636 bolsas integrais e 59.989 parciais em quase 26 mil cursos em todo o país oferecidos em faculdades privadas. Somente no eixo Ilhéus-Itabuna, são 657 bolsas, 90% delas integrais.

As vagas são disputadas por 1.259.285 candidatos.

Os aprovados em primeira chamada têm de hoje (20) até até a próxima sexta (24) para entregar documentos e comprovar informações na instituição para a qual foi aprovado. Quem não entregar dentro do prazo, perde a vaga.

A segunda chamada está prevista para 3 de fevereiro. Outra oportunidade será a lista de espera para os não aprovados. Para isso, devem manifestar interesse, por meio do site do Prouni, nos dias 13 e 14 de fevereiro.

 

Itabuna é pré-selecionada pelo MEC para curso de Medicina

itabuna aerea  2

O  MEC (Ministério da Educação) publicou nesta terça-feira (3) a lista com 42 municípios pré-selecionados para receberem cursos privados de medicina. A informação está no Diário Oficial da União de hoje.

Da Bahia, foram selecionadas as cidades de Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e  Juazeiro.

A Santa Casa de Misericórdia é candidata a abrigar o curso de Medicina, caso Itabuna será inserida na seleção final do MEC.

Para serem selecionados,  as cidades precisavam ter 70 mil habitantes ou mais, não ser capital e não ter um curso de medicina. Na segunda fase de seleção, os municípios receberão visita in loco para verificar a infraestrutura de saúde.

Segundo as regras instituídas pelo MEC neste ano, a cidade precisa ter, entre outras coisas, ao menos cinco leitos do SUS para cada aluno, um mínimo de dezessete equipes de atenção básica e três programas de residência médica.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031