hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Marina’

CNT/MDA: Lula dispara e pode vencer no 1o. turno

lula (12)

A pesquisa do instituto MDA e encomendada pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), divulgada nesta segunda-feira (20), aponta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em primeiro lugar na disputa presidencial, com 37,3% das intenções de voto.

Em segundo lugar aparece o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 18,8%, seguido por Marina Silva (Rede), com 5,6%, e por Geraldo Alckmin (PSDB), com 4,9%.

Na sequência estão Ciro Gomes (PDT), com 4,1%, Alvaro Dias, do Podemos (2,7%), Guilherme Boulos, do PSOL (0,9%), João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB) com 0,8% cada.

Segundo o levantamento, Cabo Daciolo (Patriota) aparece cm 0,4%, seguido por Vera (PSTU), com 0,3%, por João Goulart Filho (PPL), com 0,1%, e José Maria Eymael (DC) – 0,0.

Brancos e nulos somam 14,3%, e indeciso, 8,8%.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas entre a última terça-feira (14) e este domingo (19), em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Transferência de votos

No cenário sem o ex-presidente Lula, o vice, Fernando Haddad, lidera com 17,3%, seguido por Marina (11,9%), por Ciro (9,6%) e por  Bolsonaro (6,2% ).

Na sequência estão Geraldo Alckmin (3,7%), Boulos (0,8%), Alvaro Dias (0,7%), Meirelles (0,7%), Vera (0,5%), Cabo Daciolo (0,3%), João Amoêdo (0,3%), João Goulart Filho (0,1%), José Maria Eymael (DC) – 0%. Branco/Nulo – 31,3% Indecisos – 16,6%

Ibope: Lula dispara na liderança e poderia vencer já no 1o. turno

lula

A primeira pesquisa presidencial do Ibope do ano, contratada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), confirma: Lula segue disparado na frente, com 33% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro, com 15%, Marina Silva, com 7%, Geraldo Alckmin, com 4%, e Ciro Gomes, com 4%; Lula, no entanto, vem sendo mantido como preso político em Curitiba para não disputar uma eleição que ele venceria com facilidade; todos os demais candidatos somados têm 36%, o que indica claramente a chance de vitória do ex-presidente no primeiro turno.

A pesquisa foi realizada entre 21 e 24 de junho com 2 mil eleitores em 128 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Sem Lula no cenário ofertado aos eleitores, as eleições tornam-se uma fraude: brancos e nulos ganham com os mesmos 33% do ex-presidente.

Veja os cenários da pesquisa estimulada (quando são apresentados os nomes dos candidatos):

Read the rest of this entry »

Vox Populi: Lula amplia vantagem e seria imbatível no 2o. turno

lula(Brasil 247) – Pesquisa do Instituto Vox Populi, realizada entre os dias 11 e 15 de abril, mostra que o ex-presidente Lula, mesmo depois de ter sido preso, mantém a liderança e até ampliou sua vantagem sobre os demais candidatos às eleições de outubro.

Segundo a pesquisa, 41% dos brasileiros consideram que Lula foi condenado sem provas, 44% consideram que a prisão de Lula foi injusta e 58% acham que ele tem o direito de ser candidato novamente à presidência da República, mesmo depois da prisão.

Na pergunta espontânea sobre intenção de votos para presidente da República, Lula marcou 39% (eram 38% na pesquisa Vox de dezembro de 2016).

Nos cenários comparáveis de segundo turno, Lula marca 56% x 12% contra Geraldo Alckmin do PSDB (eram 50% x 14% em dezembro), 54% x 16% contra Marina Silva, da Rede, (eram 52% x 21%) e 54% x 20% contra Joaquim Barbosa, do PSB (eram 52% x 21%).

Segundo o diretor do Vox Populi, Marcos Coimbra, a pesquisa mostra que aumentou o sentimento de que o ex-presidente é vítima de uma injustiça e de que recebe um tratamento desigual por parte do Judiciário”.

A pesquisa constata o aumento da simpatia ao PT e a diminuição da rejeição a Lula. “A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece ter afetado a visão do cidadão comum, de forma a torná-la mais favorável ao ex-presidente”, avalia Coimbra.

Datafolha: mesmo preso, Lula lidera em todos os cenáriosmtgf

lulaPesquisa Datafolha feita na semana passada e divulgada pela Folha neste domingo (15) revela que Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) são os principais beneficiários de uma disputa presidencial sem Lula (PT) no páreo. Eles ganham até 5 pontos percentuais em cenários testados sem o ex-presidente, preso desde a noite de sábado (7) em Curitiba (PR). A mesma pesquisa mostra empate entre Bolsonaro (PSL) e Marina em cenário sem o petista – 17% a 15% em cinco dos cenários e 17% a 16% em um cenário sem PT nem Temer.

Na mesma pesquisa, Lula aparece com 30% a 31% das intenções de voto. Sem ele, Ciro varia de 5% para 9% e Marina chega a 7%. Jair Bolsonaro aparece com 15% das intenções de voto com Lula na disputa. E chega a 17% em cenários sem Lula.

LULA IMBATÍVEL

O levantamento também aponta perda de votos de Lula após a prisão do petista, que chegou a 37% e agora varia de 30% a 31% das intenções de voto. Mesmo preso, ele continua imbatível. É o único que pontua acima dos 30%.

Historicamente, o PT abocanha em torno de um terço do eleitorado. Quando Lula sai do páreo, os substitutos petistas aparecem com 1% (Jaques Wagner) e Fernando Haddad (2%).

Wagner foi governador da Bahia por dois mandatos e ministro no primeiro governo Lula e no segundo governo de Dilma Rousseff. Haddad foi ministro da Educação em governos petistas e prefeito de São Paulo. Sem Lula, outro beneficiado é Álvaro Dias, do Podemos, que sai de 3% e chega a até 5% das intenções de votos. Manuela D´Ávilla sai de 2% e chega a 3%.

LULA BATE TODOS NO 2º TURNO

Se perdeu votos no primeiro turno, Lula mantém-se imbatível no segundo turno, segundo a pesquisa. A vitória mais folgada seria contra o tucano Geraldo Alckmin (48% a 27%). Na sequência, derrotaria Bolsonaro (48% a 31%) e Marina Silva (46% a 32%).

Das candidaturas do espectro lulista, a que melhor figura em cenário de segundo turno sem o ex-presidente é a do pedetista Ciro Gomes. Ele empata com Bolsonaro (35% a 35%) e Alckmin (32% a 32%). Não foi testado cenário Ciro x Marina. Num embate Marina x Bolsonaro, a candidata da Rede bate por 44% a 31%. A vantagem é maior diante de Alckmin (44% a 27%). O tucano empata com Bolsonaro (33% a 32%).

A pesquisa Datafolha foi feita de quarta (11) a sexta (13) e ouviu 4.194 eleitores em 227 municípios.

Datafolha: Lula lidera corrida presidencial

lula mstO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve a liderança nas intenções de voto para a eleição presidencial de 2018 com 30% da preferência do eleitorado, à frente da ex-ministra Marina Silva (Rede) e do deputado Jair Bolsonaro (PSC), que aparecem empatados com 15%, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (26).

Em cenário tendo o prefeito de São Paulo, João Doria, como candidato do PSDB, Lula passou de 31% em abril para os atuais 30%, enquanto Bolsonaro foi de 13% para 15 e Marina saiu de 16 para os mesmos 15%. O tucano aparece em quarto lugar, com 10%, um ponto acima do levantamento anterior.

Lula também alcança os 30% de preferência do eleitorado quando o governador paulista, Geraldo Alckmin, substitui Doria como concorrente do PSDB. Nesse cenário, Bolsonaro fica um ponto à frente de Marina, 16 a 15%, e o tucano aparece com 8 pontos.

Bolsonaro sobe ante os 5% de levantamento realizado em dezembro de 2015, enquanto Marina cai dos 24% que possuía. Em simulações para o 2º turno, Lula vence Alckmin (45 a 32%), Doria (45% a 34%) e Bolsonaro (45% a 32%), mas empata com Marina (40% a 40%), de acordo com o Datafolha. Em uma eventual disputa entre Marina e Bolsonaro, a ex-ministra venceria por 49% a 27%.

Vox Populi: Lula bate todos os adversários

lula

(Do Pragmatismo Político)-Pesquisa do instituto Vox Populi encomendada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e divulgada nesta terça-feira (18) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando todos os cenários para as eleições de 2018. O instituto Vox Populi divulgou nesta terça-feira (18) a sua mais nova pesquisa para as eleições de 2018.

Segundo o levantamento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera em todos os cenários. As últimas pesquisas CNT/MDA e Datafolha também apresentaram Lula na frente da disputa.

A pesquisa apresenta três cenários com distintos candidatos do PSDB: Aécio, Alckmin e João Doria. Ela não capta todos os efeitos da delações da Odebrecht. Confira abaixo os números e os cenários avaliados.

CENÁRIO 1

Lula (PT) — 45%
Jair Bolsonaro (PSC) — 11%
Marina Silva (REDE) — 10%
Aécio Neves (PSDB) — 9%
Ciro Gomes (PDT) — 4%
Brancos e Nulos: 15%
Não sabe: 7%

CENÁRIO 2

Lula (PT) — 45%
Jair Bolsonaro (PSC) — 12%
Marina Silva (REDE) — 11%
Geraldo Alckmin (PSDB) — 6%
Ciro Gomes (PDT) — 4%
Brancos e Nulos: 16%
Não sabe: 7%

CENÁRIO 3

Lula (PT) — 45%
Jair Bolsonaro (PSC) — 11%
Marina Silva (REDE) — 11%
João Doria Jr. (PSDB) — 5%
Ciro Gomes (PDT) — 5%
Brancos e Nulos: 16%
Não sabe: 7%

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, Lula também vence todos os candidatos. Se as eleições fossem hoje, Lula venceria Aécio (PSDB) por 50% a 17% das intenções de voto; Geraldo Alckmin (PSDB) por 51% a 17%; Marina Silva (Rede) por 49% a 19%; e João Doria (PSDB) por 53% a 16%.

O levantamento do Vox Populi foi realizado no período de 6 a 10 de abril. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Vox Populi: Dilma chega a 40%, Marina cai para 24% e Aécio chega a 18%

dimacio

Pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) na liderança com 40% das intenções de voto para a Presidência da República. A candidata pelo PSB, Marina Silva, aparece com 24% das intenções e Aécio Neves (PSDB) com 18%. Na ultima pesquisa Vox Populi, Marina tinha 22% das intenções de voto e Aécio, 17%. Dilma manteve a mesma porcentagem.

Na pesquisa divulgada ontem (29), os candidatos Luciana Genro (PSOL) e Pastor Everaldo (PSC) tiveram 1% das intenções de voto cada um. Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram menos de 1% das intenções. Brancos e nulos somam 6% e 11% não souberam indicar um candidato ou não quiseram responder.

O Vox Populi fez duas simulações de segundo turno. Em disputa entre as candidatas Marina Silva e Dilma Rousseff, Dilma venceria com 46% das intenções contra 39% de Marina. Brancos e nulos somariam 9%, e 6% seriam os indecisos.

Em uma disputa entre Dilma e Áecio, a candidata do PT venceria com 48% das intenções contra 38% do candidato tucano. Os votos brancos ou nulos seriam 9%, e os indecisos 5%.

Foram feitas 2 mil entrevistas em 147 cidades. O levantamento foi no sábado (27) e domingo (28). A margem de erro é 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O número de registro na Justiça Eleitoral é BR-00888/2014. Da Agência Brasil.

Datafolha: Dilma amplia vantagem sobre Marina e também venceria no 2o. turno

dimacioPesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 26, mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de voto, Marina Silva, do PSB, com 27%, e Aécio Neves, do PSDB, com 18%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. A vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno aumentou em relação à pesquisa anterior, divulgada no dia 19, na qual Dilma aparecia com 37% e Marina com 30%. Aécio estava com  com 17% das intenções de voto. No levantamento, os candidatos Pastor Everaldo, do PSC, Luciana Genro, do PSOL, e Eduardo Jorge, do PV, aparecem cada um com 1% das intenções. Os demais candidatos, Zé Maria, do PSTU, Eymael, do PSDC, Levy Fidelix, do PRTB, Mauro Iasi, do PCB, e Rui Costa Pimenta, do PCO, têm, juntos, 1%. Votos nulos ou brancos somam 5% e são 6% os indecisos.

Segundo turno
De acordo com a pesquisa, na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT alcançaria 47%, contra 43% da candidata do PSB, o que configura empate técnico considerada a margem de erro de 2 pontos percentuais. Na semana passada, Marina tinha 46% e Dilma, 44%. Em uma possível disputa entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 50% a 39%. Na semana passada, Dilma tinha 49% e Aécio, 39%. (Com informações da Agência Brasil)

CNT/MDA: Dilma avança, Marina cai

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 8,6 pontos de vantagem sobre Marina Silva no primeiro turno das eleições, revela pesquisa do instituto MDA. A candidata à reeleição pelo PT tem 36% das intenções de voto, contra 27,4% da adversária do PSB. O candidato do PSDB, Aécio Neves, manteve a linha de crescimento, subindo mais 2,9 pontos, com 17,6% das intenções de voto. Luciana Genro (PSol) pontuou 0,7%, Pastor Everaldo (PSC) aparece com 0,4% e os outros candidatos com 0,7%.

A mostra foi divulgada na manhã desta terça-feira 23 em Brasília pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Em uma das simulações de segundo turno, Dilma teria 42% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Marina, que teria 41%, mas diminuindo a distância entre as duas candidatas. Entre Dilma e Aécio, a candidata do PT seria reeleita com 45,5%, e Aécio registaria 36,5%, segundo a pesquisa. No cenário com Marina, ela aparece com 43,1% e Aécio com 32,9%.

Datafolha: Dilma amplia vantagem sobre Marina

eleições brasilPesquisa Datafolha, encomendada pela Folha de São Paulo, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) sete pontos à frente de Marina Silva (PSB): 37% a 30%. É a maior vantagem obtida pela candidata à reeleição. O instituto foi a campo nos na quarta e ontem (dias 17 e 18).

Dilma oscilou de 36% para 37%, enquanto Marina caiu de 33% para 30%, segundo o instituto. Aécio Neves (PSDB) apresentou leve melhora. Saiu de 15% para 17% em relação à pesquisa feita nos dias 8 e 9 de setembro.

Neste cenário, os demais candidatos somam 3% das intenções de voto, sendo 1% para Pastor Everaldo (PSC) e 1% para Eduardo Jorge (PV). O percentual de indecisos atingiu 7% e o de brancos e nulos foi a 6%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa também testou dois cenários para o segundo turno. No embate Marina x Dilma, a candidata do PSB aparece com 46%, enquanto Dilma tem 44%.

A vantagem de Marina, que era de 10 pontos no final de agosto, agora caiu para 2, justamente a margem de erro do levantamento é 2 pontos percentuais, configurando empate técnico.

O confronto de Dilma com Aécio revela a presidente à frente do tucano: 49% a 39%, mas era 48% a 40% no final de agosto e 49% a 38% no período 8 e 9 de setembro. Já em cenário Marina contra Aécio, ela teria 54% a 35%. A diferença já foi maior: 54% a 30%.

REJEIÇÃO
O Datafolha também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma é rejeitada por 33% dos eleitores, Marina por 22% e Aécio por 21%. O percentual negativo de Marina dobrou em pouco mais de um mês. Era 11% no período 14-15 de agosto.

Vox Populi: Dilma amplia vantagem sobre Marina

eleições brasil
A presidente Dilma Rousseff ampliou para nove pontos sua vantagem em relação a Marina Silva, no primeiro turno. É o que mostra pesquisa Vox Populi, divulgada nesta segunda-feira. Ela tem 36%, contra 27% de Marina e 15% de Aécio Neves.
Na simulação de segundo turno, a situação é de empate técnico. Marina Silva tem 42% e Dilma apresenta 41%. Praticamente não houve alteração em relação à pesquisa anterior, quando Dilma tinha 36%, Marina 28% e Aécio 15%.

Debate na Band tem tom civilizado. ´Onda Marina` trava Aécio e Dilma pula a fogueira de ataques

dabate(do Brasil247) Em duas horas e meia de debate entre os candidatos a presidente, encerrado à 01h07, o que se viu pela transmissão da Rede Bandeirantes foi uma boa troca de perguntas e respostas entre os próprios candidatos e diante de jornalistas. A presidente Dilma Rousseff foi o alvo preferencial de todos os adversários, mas a partir de um embate inicial con Aécio Neves, do PSDB, passou a rebater as críticas com números e dados objetivos.

A candidata Marina Silva mostrou segurança e lembrou mais de uma vez sua experiência de 16 anos como senadora e ex-ministra do Meio Ambiente.

Com foco sobre Dilma, Aécio Neves bateu e levou, com o traquejo de quem está acostumado a debater na tribuna do Senado.

Os candidatos de partidis menores – Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Levir Fidélix (PRTB) e Eduardo Jorge (PV) – tiveram boas participações. Não houve troca de ofensas pessoais. O debate ocorreu em bom nível, e talvez tenha sido o melhor das últimas eleições.

Considerações finais dos candidatos a presidente no debate organizado pela Rede Bandeirantes começaram às 00h55.

A primeira a falar, por decisão em sorteio prévio, foi a candidata Marina Silva, do PSB. Ela citou a “situação traumática” que viveu, com a morte do presidenciavel Eduardo Campos e pediu “ajuda” para ser eleita.

A presidente Dilma Rousseff ocupou a cena seguinte, despedindo-se com a lembrança de ter o ex-presidente Lula ao seu lado. Acentou realizações do governo no setor de Educação, como o Pronatec. Frisou que ela “e o vice Temer” sempre acreditamos no Brasil.

O senador Aécio Neves fechou a série atacando ambas as adversários. “!Não ficou claro para mim para qual rumo o Brasil será guiado pelas duas candidatas. E anunciou: “Eleito, vou nomear para o Ministériio da Fazenda o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga”.

Abaixo, narração do debate no Liveblog 247:

Link para assistir ao vivo

 

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30