WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hanna thame fisioterapia animal

universidade lasalle livros do thame




Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Luciana Yahweh’

Bicentenário da América celebra os 200 anos de Independência do Brasil

Brasília – DF, recebe a exposição o “BICENTENÁRIO DA AMÉRICA”, idealizado e criado por Jaime Vallardo Chávez (Lima-PE), onde reúne mais de 500 artistas do Continente Americano  que celebram com suas artes os 200 anos de Independência de sua nação.

A capital federal será o cenário dessa celebração acolhendo essa Cruzada e Museu Itinerante do Continente.

0 objetivo do  audacioso projeto é reunir artistas de todo continente a fim de pintar uma história nacional com cores,  e trazer alegria em meio ao luto globalizado em consequência da pandemia.

JAIME VALLARDO CHAVÉZ

Durante a pandemia, vendo-se isolado, passou a convidar pela internet, artistas que conheceu em suas viagens por mais de 100 países. surge então o audacioso projeto BICENTENÁRIO DAS AMÉRICAS!

“Todos os países da América celebram sua Independência todos os anos, comemorando sua liberdade. Os Estados Unidos foram a primeira nação do continente a comemorar seus 200 anos, seguido por outras nações das Américas que, desde 2009, comemora seu bicentenário.

É sabido que isso se deve a atos anteriores de emancipação de povos de diferentes regiões do país e principalmente no continente americano.”

Cruzada e Museu Itinerante do Continente Americano

O artista Hondureño Jaime Vallardo Chávez, fundou a primeira edição no Peru, estendendo a Honduras e celebra merecidamente o seu momento de ascensão cultural pela primeira vez no Brasil.

Serão duas exposições simultâneas, uma no ESPAÇO CULTURAL J.FLEURY onde terá o lançamento do Bicentenário em 05/09 (Segunda-feira) estendendo a exposição até o dia 09 de Setembro nos horários das 9;00h ás 17:00 horas e também no Templo da Boa Vontade que cedeu seu o espaço de sua Galeria de Arte.

Coordenadoras Brasileiras da Convocatória Intercultural Artística

Destaco os coordenadores do Bicentenário: Aparecida Felipe (GO) em seu incansável trabalho em prol do bicentenário com as demais Ju Costa,(SC) Mariah Campolina (BSB) e  Brenda Lee (GO)  e Toninho de Souza (BSB) que estão em Brasília na linha de frente. e completando o time: Maria Vieira (SP), Luciane Yahweh (MG) Selma Viechnieski (PR)

Trabalhos de alguns dos Artistas Brasileiros participantes

Tudo Pronto!

Tudo pronto esperando por você a exposição Bicentenário da América, entre 05 e 09 de Setembro de 2022, no Espaço Cultural J.FLEURY e na GALERIA DE ARTE LBV, em Brasília-DF

Como mencionamos acima, a exposição comemorativa da Independência do Brasil, com obras de mais de 500 artistas  de todo Continente Americano.

LOCAL DO LANÇAMENTO

“Um grande encontro de artistas na capital brasileira, marcando 200 anos de independência, frente a Portugal. Os trabalhos mostram a história, origem, trajetória e cultura do país. Venham visitar a exposição!”

                              

ESPAÇO CULTURAL J.FLEURY  –  Bl K, Qd 701, Ed. Embassy Tower – SRTVS

De segunda a sexta, das 8h30 ás 17h30

GALERIA LBV – SGAS 915, lote 74 – Asa Sul

De segunda a domingo das 8h ás 20h

A vivência de Fausto Rodrigues transformada em arte

lu arte 2

 

Fausto Rodrigues/de  Americana,SP. dedica-sea arte em todas as suas variáveis. Tem na arte uma aliada na dificil aventura de viver. Ele traz nas suas obras uma temática focada na história de sua vivência, usando as próprias experiências com o combustível necessário para seus trabalhos que são registros de memórias reais e imaginárias.

lu arte 3 1

Não tem compromisso com o lógico ou previsível. Não se prende a rótulos e escolas. Procura beber de todas as fontes e sua sede do novo o leva a alçar vôos a procura de aquietar a alma

lu arte 6
Suas obras, ora com tintas vivas e vibrantes e ora com Aquarelas suaves e calmantes.

lu arte 4

Ele que somente se dedicou integralmente as artes na fase madura, hoje usa a arte como sua maneira mais natural de expressar sentimento, pensamentos e aspirações.

lu arte 3
O artista procura sempre contar histórias através de suas obras colocando informações e referências que, em algum momento, acabam se comunicando com aqueles que vêm seus trabalhos.

lu arte 5luciane art

Conheçam um pouco mais de seus trabalhos acessando:
www.instagram.faustoarteiro

https://www.facebook.com/ faustophotos

 

 

O cubismo mágico de Mônica Gutmann

Mônica Gutmann

Mônica Gutmann

Realizo um verdadeiro garimpo pelas redes sociais e sempre encontro grandes tesouros artísticos, são talentos espalhados pelo Brasil que só vem a fortalecer o título por mim atribuído a nossa nação como um  “Celeiro da Arte”. Só tenho a agradecer por aqueles que têm apoiado a arte na divulgação desses grandes artistas. Agradeço em especial ao Daniel Thame que cedeu esse espaço para promover a Arte.

Eu sou Luciane Yahweh, artista plástica, curadora e produtora cultural, amante da arte por seus benefícios trazidos a quem faz, admira e benefícios adquiridos no espaço ocupado por ela.

 

Nessa semana apresento a artista plástica Mônica Gutmann de Curitiba, Paraná

  1. Mônica, fale-nos um pouco de você:

 Nasci em 1961, em Carazinho-RS. Meu pai, europeu, e minha mãe, descendente, sempre deram muita importância para educação e sempre tive acesso vasto a todo tipo de informação. Na infância e adolescência estudei piano e ballet. Meus país valorizavam muito a leitura e os trabalhos manuais, assim, também tenho estas habilidades. Quando criança, gostava muito de desenhar, aos 10 anos frequentei, uns meses, um atelier de pintura, mas não foi uma experiência agradável, embora assinei 2 ou 3 obras. Nunca mais fiz aulas de pintura, mas autodidata, a cada 10 anos, ousava realizar algumas obras. Com 12 anos, durante uma feira do livro, comprei um livro de psicologia, que tinha umas 800 páginas, e li. Em 1974 mudei para Ponta Grossa-PR e em 1977 vim para Curitiba estudar e me formei psicóloga.

Trabalhei com clínica, mas por circunstâncias financeiras, me tornei funcionária pública. Inadequada inicialmente, porquê nunca me adaptei as rotinas burocráticas, mas me dei bem trabalhando na área de planejamento e informações, elaborando projetos e acompanhando sua execução. Elaborar projetos me oportunizava sempre estudar novos assuntos e ideias. Nos relatórios, apresentações e outras formas de comunicação, podia dar vazão a criatividade, incluindo a linguagem das imagens. Casei, tive dois filhos incríveis. Me divorciei. Ganhei 3 netos maravilhosos. Com a pandemia, trabalhando home office, morando sozinha, sem nenhum contato físico com outros nos primeiros 3 meses, retomei a pintura. Voltei ao trabalho, de forma híbrida, no segundo semestre de 2020 e em março de 2021 me aposentei. De lá para cá, assumi meu lado artístico.

“BUSCAR-SE”

monica 2

  1. Qual sua maior inspiração ao iniciar um trabalho?

 Sou um pouco como Picasso que dizia: “ outros virão e perguntaram por quê. Eu vi o que poderia ser e perguntei: por que não? “ O comportamento humano sempre foi minha inspiração. Sua complexidade, forma, conteúdo e contexto. Na formação em psicologia somos treinados à observar. Sempre gostei de explorar todos os ângulos, sou contestadora, muito curiosa e sempre pesquisei muito. A partir dos anos 90, com a Internet, isso ganhou novos contornos e com a chegada da Internet no celular tudo ficou, ainda, mais fácil. A partir daí, tudo pode inspirar…

Aqui vemos uma influência do minimalismo em duas obras de Mõnica Gutmann, técnica muito em alta na arquitetura moderna e designer de ambiente, retratando um mínimo de recursos e elementos. A pintura minimalista usa um número limitado de cores e privilegia formas geométricas simples, repetidas simetricamente. Os minimalistas  produzem objetos simples em sinônimo de sofisticação.

:: LEIA MAIS »

As cores e luzes de Magno Ribeiro

 

Magno 4

Magno Ribeiro estudou desenho, anatomia e pintura na Associação Paulista de Belas Artes. Foi Ilustrador em agências de propaganda multinacionais e nacionais durante 14 anos (1968 a 1982), trabalhou usando várias técnicas: Nankin – Aquarela – Pastel – Guache – Bico de Pena – Crayon – Óleo – Acrílica e Digital (Illustrator e Photoshop).
Magno 1

Automóvel Simca Chambord – 60cmx50cm – Acrílica sobre tela. “Pintei porque esse carro foi um ícone da minha juventude. Pinta-lo velhinho foi uma forma de homenagear o veículo.

 

Magno 2

 

Caminhão Ford – 60cmx50cm – Acrílica sobre tela “Pintei porque quando eu era garotinho havia um no meu bairro e eu amava o desenho dele”.

Magno 3

Ayrton Senna- 30cmx40cm – Acrílica sobre tela “Não é necessário eu dizer o quanto nós brasileiros amamos essa pessoa. Aliás, o mundo todo reverencia o talento, o trabalho e o legado que o Senna deixou”.

Magno 4

Bike – 40cmx40cm – Acrílica sobre tela. “Pintei porque amo bicicleta, é uma peça bonita, passa saúde, leveza, liberdade e paz. E ainda é útil para o transporte pessoal”.

Magno 5

Bike – 40cmx60cm – Acrílica sobre tela. “Amo essa cena de corrida. Bicicleta é um instrumento de liberdade e paz,  mas também tem um forte apelo esportivo de disputa saudável”.

Magno 6

Paulinho da Viola – 30cmx40cm – Acrílica sobre tela. “Cantor e compositor incrível! Sou super fã. Sua voz suave e afinada, repertório de altíssimo bom gosto, sua postura no palco…Paulinho é uma jóia brasileira”.

Magno 7

Magno Ribeiro é mais um grande representante da arte brasileira, talentoso em seus traços, harmônico nas escolhas de cores e preciso na luz em seus desenhos.

Querendo conhecer um pouco mais desse talentoso artista, acessem seu instagram no link: http://www.instagram.com/ gnoribeiro

 

Lu linda

Liesel Cerna, raízes andinas, cores vivas, fortes e alegres

 

lisiel capa

Liesel Cerna nasceu em Callao, uma província litorânea do Peru possui o principal porto e aeroporto do país, é o berço de Liesel, onde passou a primeira infância. Posteriormente, mudou-se para o distrito San Martin de Porres, na cidade de Lima. Na escola destacava-se pelas habilidades de desenhar e participou de um concurso de tema livre, no qual obteve o primeiro lugar.

lisiel 1

Atualmente, formada em Desenho Técnico. Trabalhou nas melhores empresas do setor de plástico, no Departamento de Desenho.

lisiel 2

Autodidata, com técnicas de pintura em acrílico, pirogravado e alto relevo em folhas de alumínio.

lisiel 3

Em 2013 mudou-se para a bela cidade de Ilha Solteira no Estado de São Paulo- Brasil. Em 2014 entrou no Curso de Licenciatura em Física, na UNESP, campus de Ilha Solteira – SP. Em 2017 formou-se, destacando-se com o mérito de primeiro lugar da turma. Entretanto, o mundo colorido da Arte de desenhar sempre se fazia presente, mesmo que como um hobby.

lisiel 4
Em 2018 já casada, tornou-se mamãe de Margarita.

lisiel 5

Após o nascimento da filha, precisou de meio ano para carregar energias e preparar-se para o Mestrado. Na metade desse ano iniciou o mestrado, em Ciências dos Materiais, já com um artigo publicado em revista.

lisiel 6

2020 foi um ano de mudanças para ela em todo sentido, motivada em mostrar mais a Arte, que até então esmerava-se em fazer, para presentear.

lisiel 8

Começou a dedicar mais tempo à elaboração de quadros e postagens em redes sociais. Com isso, vários comentários positivos foram feitos e boas críticas, de aprimoramento de técnicas a materiais utilizados, os quais foram e são muito válidos, para uma Artista nata, que tem traços dos verdadeiros valores que importam, como sensibilidade, respeito e gratidão, dentre outros.

E, no delinear da sua trajetória artística é perceptível uma aquisição e um imprimir gradativo da junção do ser humano ímpar mais a artista, que ela é, a qual sempre recebe com alegria e carinho, as opiniões de outros, que como ela demonstram, expressam, por meio da Arte, a riqueza de se olhar para tudo, não vendo somente a aparência, mas sim, a Essência.

lisiel 10

No final deste ano mudou-se para Nova Marabá, no Estado do Pará, acompanhando o esposo, por motivos de Trabalho.

Em seu trabalho as raízes andinas sempre se fazem presentes, nas cores vivas, fortes e alegres, nas obras, resgatando e ao mesmo tempo atualizando, aos olhares mais aguçados ou àqueles, somente contemplativos, facetas dessa riquíssima tradição.

lisiel 11

Algumas formas geométricas podem ser observadas, assim como os detalhes que dão originalidade ao trabalho da artista.

Parabéns a artista por seu trabalho de estilo único, e pelo privilégio de tê-la em nossa carteira de grandes artistas dos pincéis.

luciane





WebtivaHOSTING // webtiva.com.br . Webdesign da Bahia