hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘leilão’

Aeroporto de Ilhéus vai à leilão em julho

Pista do aeroporto Jorge Amado - José Nazal

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, será colocado em leilão no dia 31 de julho deste ano. O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (20). O terminal passará a ser administrado pela empresa ganhadora da concorrência pública que, após assumir o aeroporto, deverá requalificar a infraestrutura, ampliar, administrar, operar e explorar comercialmente suas áreas e serviços.

De acordo com o aviso, a empresa que vencer o processo licitatório deverá investir entre R$12 e R$15 milhões na requalificação do equipamento. Os interessados em participar da licitação para a concessão do aeroporto de Ilhéus devem comparecer às 14h do dia 31 de julho, na sala de reunião da Agerba, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Paralela.

Read the rest of this entry »

Ebal é arrematada por R$15 milhões em leilão

A Comissão Especial constituída para conduzir o processo de alienação societária da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) escolheu uma proposta no valor de R$15 milhões para aquisição da empresa.  O leilão foi realizado na manhã desta quarta-feira (11) na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), no Centro Administrativo da Bahia, e teve uma única proposta, dada pela NGV Empreendimentos e Participações. Este foi o terceiro leilão realizado, sendo que os dois primeiros não atraíram participantes.

De acordo com o presidente da Comissão e chefe de gabinete da SDE, Luiz Gonzaga, a vencedora arremata a participação acionária da Ebal e os fundos de comércio relativos às 49 lojas da Cesta do Povo, além do direito de exploração da marca Cesta do Povo e o Programa Credicesta. Gonzaga lembrou que o resultado precisará ser homologado, o que acontecerá nos próximos dias. Uma das condições é a manutenção significativa de postos de trabalho.

A NGV Empreendimentos e Participações tem sede em São Paulo e é liderada pelo investidor espanhol Ignacio Morales, que se associou a um dos mais experientes empresários do varejo baiano, Joel Feldaman, a quem caberia administrar as lojas da antiga rede.  Investindo no país há 15 anos, Morales elogia o ambiente de negócios criado na Bahia. “Estamos muito interessados no impacto social que pode ter esta atividade e na capacidade de revitalizar uma boa marca”.

Esculturas de cães pintadas por artistas vão a leilão

caes

Esculturas de cães e gatos produzidas em fibra de vidro e customizadas por artistas e celebridades para o projeto “dog.art”, criado pelo Sciacco Studio, vão a leilão às 20h30 desta quarta-feira (06), no Instituto Gustavo Rosa (zona oeste de São Paulo).

 
Por lances de no mínimo R$ 1800,00 será possível levar para casa um pet colorido criado pela modelo e apresentadora Ana Hickmann, o Dálmata do humorista Rafael Cortez e o gato dourado de Carol Celico, entre outros dos mais de 80 cães e gatos das mais diferentes cores, texturas e ilustrações.
São ao todo cinco modelos de estátuas de cachorros: Dachshund, Golden, Pitbull, Vira-lata Bulldog Francês e o gato, que é convidado especial nessa edição. A quantia de 60% da renda será revertida para as ONGS Ampara Animal, Amor Horizontal e Pipa Social.

 
Entre os convidados para decorar os pets também estão Anitta, Carolina Dieckmann, Debora Nascimento, Felipe Solari, Gabriela Pugliesi, Giovanna Ewbank, Isabella Fiorentino, José Loreto, Marco Luque, Nathalia Dill e Rodrigo Faro.

Promessa de leilão em 2017 é alento para setor eólico

A promessa de que haverá um leilão de reserva, ainda este ano, foi comemorada, porém vista com cautela, pela diretora de Apoio à Empreendimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Laís Maciel, que participa do 6º Encontro de Negócios da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), em São Paulo. O anúncio foi feito pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia (MME), Eduardo Azevedo.

“O leilão é fundamental para a manutenção da indústria eólica, em especial a baiana, que se consolidou como o principal polo nacional na fabricação de componentes”, afirma Laís. No setor, as opiniões ainda são comedidas: aguarda-se que a promessa vire realidade.

O leilão futuro pode vir acompanhado de uma novidade: prevê a contratação de três produtos, com entrega em três, quatro e cinco anos. “Essa medida assegura que as fábricas tenham demanda constante e possam fazer uma programação da sua produção”, explica a diretora.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, se ocorrerem, os leilões aliviarão o mercado eólico. Segundo ele, a não realização de leilão coloca em risco a manutenção da indústria eólica no Brasil todo. “Nossa meta agora é assegurar nossa capacidade de escoamento para que possamos participar do leilão com projetos de energia também. Vamos continuar fazendo gestões junto ao MME e à ONS [Operador Nacional do Sistema Elétrico] para assegurar margens de escoamento, assim novos parques poderão ser instalados e continuaremos a interiorizar o investimento no estado”, comenta.

PIADA PRA BOI DORMIR

respeitem meus direitos

O caipira tinha um boizinho que era um exímio reprodutor. Bastava encostar uma vaquinha que ele “crau”.

Fazendeiros da vizinhança, que utilizavam o boi para emprenhar suas vaquinhas, acharam que o caipira estava ganhando muito dinheiro e concluíram que era mais negócio se cotizar e comprar o animal.

O caipira podia ser caipira, mas não era bobo e pediu uma grana alta pelo seu garanhão.

Os fazendeiros foram se queixar ao prefeito, que de olho nas próximas eleições resolveu comprar o boi e incorporá-lo ao patrimônio público.

Claro que aquilo era motivo para foguetório, discursos e show com uma indefectível banda de (argh!) axé music (?).

Os fogos espocaram, os discursos louvaram o prefeito benfeitor, o prefeito louvou sua benfeitoria e a banda tocou seus sucessos, aquelas músicas (?) geniais que rimam mãozinha com bundinha, joelhinho com peitinho e por aí vai…

Quando chegou a hora do ´gran finale´ botaram uma vaquinha jeitosinha ao lado do boi e ele… nada!

Espanto geral. Trouxeram outra vaca, bem gostosona, e o boi… nada de novo!

A oposição já pensava em pedir uma CPI do Não Valeu o Boi, quando um fazendeiro apareceu com uma vaca holandesa, cheirando a leite moça. Agora vai, disseram todos.

Não foi!

O caipira, com medo de que o negócio fosse desfeito, encostou no boi e falou, com todo jeito:

– O que é isso? Você não podia ver nem uma mula manca que já estava traçando e agora fica recusando essas vacas que nem eu dispensaria…

E o boi, na maior displicência:

-Então vai você. Eu agora sou funcionário público…

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031