hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Juventus’

Brasileirão ou Brasileirinho?

Daniel Thame

 daniel thame FlicaComeça neste final de semana o Campeonato Brasileiro de 2017, que os exagerados chamam de Brasileirão e os mais exagerados ainda chamam de maior campeonato de clube do mundo.

A menos que os campeonatos da Inglaterra, Espanha, Alemanha e até da Itália sejam disputados em outro mundo e a Champions League em outra galáxia, a megalomania é digna de certos juízes que mourejam na nessa republiqueta bananeira.

O Campeonato Brasileiro (não chega a ser um brasileirinho, façamos a concessão) pode ser um dos mais equilibrados do planeta, mas isso não tem nada a ver com o poderia técnico dos clubes que o disputam.

Ao contrário, o equilíbrio se dá justamente porque temos até bons times como o Palmeiras, o Flamengo, o Santos, o Atlético Mineiro; times equilibrados como Cruzeiro, Corinthians, Fluminense, Grêmio e Atlético Paranaense;  mas não temos nenhum super time, desses que despontam como favoritos.

Nenhum time em que o torcedor saiba a escalação de cor.

Nenhum fora de série, a menos que se entenda Guerrero, Lucas Limas, Robinho, Fred, Diego, Guerra, Cueva como foras de série.

O desempenho dos times  brasileiros na Libertadores, em que a classificação de quase todos para próxima fase virá mais pela mediocridade dos adversários que pela qualidade demonstrada até aqui, é um sinalizados de quantas anda (ou não anda) o futebol brasileiro. O “poderoso”  Palmeiras andou perdendo até para times marca bufa da Bolívia e o Gremio para times igualmente marca bufa do Chile.

Na Sulamericana, o Fluminense suou sangue para passar pelo Liverpool, não o inglês, mas o genérico uruguaio, o Cruzeiro caiu diante de um timeco paraguaio e pior ainda fez o outrora glorioso São Paulo, eliminado em pleno Morumbi pelo Defensa y Justicia (quem?), time molambento que estava fazendo sua primeira partida internacional fora da Argentina.

O fato é que nossos times só conseguem contar com veteranos que já não tem mercado na Europa ou na China, uruguaios, argentinos, paraguaios, chilenos, peruanos e venezuelanos por quem europeus e chineses não se interessam e promessas que não passam disso, promessas.

Esse bolodório todo significa que o Campeonato Brasileiro será um retumbante fiasco?

Não necessariamente.

O tal equilíbrio entre os times, lampejos de craque de alguns jogadores acima citados e a paixão do torcedor pelo seu time (seja ele formado por gênios da bola ou notórios pernas de pau) pode garantir um campeonato que ainda que não seja um primor de técnica, nem por isso será menos emocionantes, numa luta ferrenha pelo título na parte de cima e contra o rebaixamento na parte de baixo da tabela.

-0-0

É gol- Real Madri e Juventus farão a final da Champions League.  Justo, justíssimo. Um ataque avassalador contra uma defesa quase intransponível. Cristiano Ronaldo x Buffon. Imperdível.

É pênalti- O juiz vibrou mesmo com o gol do Flamengo na decisão do Carioca? Tempos estranhos, tempos estranhos no mundo da bola. Só da bola?

Quem vai dormir com a Orelhuda?

Daniel Thame

 

daniel thame FlicaA mais importante competição de clubes do planeta, a Champions League, chega à reta final com quatro times na briga pela desejada ´Orelhuda`.

Real Madrid, Atlético de Madrid, Juventus e Mônaco vão lutar pelo título.

Dois times da Espanha, um da Itália, um da França. Nenhum da Inglaterra ou da Alemanha, que ficaram pelo meio do caminho.

As quartas de final que definiram os quatro semifinalistas deixaram gigantes pelo meio do caminho e trouxeram surpresas na batalha da semifinal.

O Barcelona, por exemplo, parecia redivivo depois daqueles heroicos 6×1 sobre o PSG (heroísmo que incluiu um juiz gatuno, é bom que se diga). Só parecia. Diante de uma Juventus excepcionalmente bem na defesa e com um candidato a cracaço de bola, o argentino Dybala, o Barça de Messi, Suarez e  Neymar naufragou com um 0x3 em Turim e um melancólico 0x0 em Barcelona, num jogo onde apenas Neymar parecia querer alguma coisa com a bola, já que o M e o S do trio MSN estavam com a cabeça e os pés na lua. A Juve está vivíssima!

O Real Madri, de Cristiano Ronaldo (cada vez mais letal), Bale, Sérgio Ramos,  Casemiro e Cia passou pelo poderoso Bayern de Munique em dois jogos eletrizantes, decidido na prorrogação, um dos gols de Cristiano Ronaldo num impedimento que até cego marcaria, não tivessem os juízes uma compulsão freudiana em ajudar os espanhóis. O Bayern, de novo, ficou pelo meio do caminho e o Real já nem sabe onde pode colocar outra taça, tantas que já conquistou.

orelhudaSurpresa, mas nem tanto, foi o Mônaco ter eliminado o tradicional Borussia Dortmund, com vitórias na Alemanha e na França. O time francês tem um ataque poderoso, com o renascido Falcao Garcia e outro candidato a cracaço, Mbappé. A dupla vem triturando defesas e embora seja o menos tradicional dos quatro semifinalistas, o Mônaco, que também está a caminho do título francês, não pode ser descartado na briga pelo título.

Na disputa menos badalada, o Atlético de Madrid acabou com o conto de fadas do Leicester inglês. 1×0 na Espanha e 1×1 na Inglaterra, na menos empolgante das disputas. Comandado por Diego Simeone, o Atlético é o mais argentino dos times europeus. Fechado na defesa, mortal dos contra ataques, jogando sempre por uma bola. Não é por acaso que vem sempre chegando perto do título. Resta saber se finalmente chegará à praia…

Favorito?

Nenhum. Por ora, a Orelhuda namora os quatro embora só vá se casar com um.

Quem será o felizardo?

-0-0-0-

E pênalti- Corinthians e São Paulo, eliminados da Copa do Brasil, fazem a melancólica semifinal do Paulistinha. O popular abraço e enforcado, onde o prêmio de consolação vale tanto quanto uma nota de três reais.

 

É gol- A queda do Barça foi um baque no sonho de Neymar em ser escolhido o melhor do mundo pela FIFA. E é com correr, porque Dybala e Mbappé esão chegando. E Messi, definitivamente, está saindo.

Para anular trio Messi, Neymar e Suarez, FIFA coloca Felipão no comando do Barcelona

trio

(do Blog Sensacionalista)- Reviravolta no mundo do futebol. Depois de receber o bilhete azul do Grêmio , o pentacampeão mundial e heptagoleado alemão Luis Felipe Scolari já prepara as malas para embarcar para Barcelona. Seguindo uma resolução da Fifa, Scolari deverá assumir o time grená e azul para dar mais emoção às partidas protagonizadas pelo ataque “tridente” de Lionel Messi, Neymar e Suarez.

Felipão encarou seu novo destino com naturalidade. “Depois que eu rebaixei o Palmeiras me colocaram na seleção brasileira, então nada mais natural que depois de afundar o Grêmio me colocassem num time como o Barça”, disse Felipão. “Eu quero ver quem vai me chamar de burro agora. Quem? Já estou vendo com meus assessores e vou tirar esse menino aí que fica tendo enjoo, essas coisa (sic) de potro argentino, vamos por logo do Fred que é macho mesmo e o Julio César, quero ver falarem de apagão de novo. Pode vir a Juventus, pode vir a rua Javari inteira!”

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930