hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘juiz’

O juiz escala o time…

Ufa, ainda bem que no Brasil isso não aconteceria nunca!

O juiz que sequestrou um jornalista

FELIPE PENA, no Extra

“Tenho Pena dele” é o nome da página no facebook que minha mulher fez pra mim.

No começo, não achei a ideia boa. Argumentei que não ficaria bem perante a minha comunidade, mas acabei cedendo às pressões do amor midiático da Karlinha, esposa amada e zelosa.

Como sabem, sou juiz da Liga de Futebol de Várzea do meu bairro. Quando me visto de preto, todos me respeitam a abaixam a cabeça. Apito com força e conhecimento. Sou formado pela Soccer Judge Association, em Harvard, capital intelectual do esporte.

No campo, minhas decisões são rápidas. Não hesito em distribuir cartões vermelhos. Já mandei muita gente pro chuveiro mais cedo. Em alguns casos, deixo o jogador trancado no vestiário por meses até que ele entregue o técnico que o instruiu a entrar de carrinho no adversário. Aí expulso o técnico, o massagista e até o porteiro do clube. Sou o justiceiro da liga.

Os torcedores me amam. Quer dizer, a quase totalidade me ama. Os de amarelo amam um pouco mais. Tiram até selfies comigo quando vou a restaurantes, shows e homenagens. Mas, no ano passado, tivemos um pequeno problema de comunicação e minha dileta consorte pediu vênia para fazer a tal página no livro dos rostos.

“Será um desagravo a você” – dizia, com uma admiração karnal, ultrapassando a metafísica e querendo me defender de um episódio controverso.

Ela se referia ao fato de eu ter divulgado gravações de conversas com os jogadores durante uma partida. Na época, vazei tudo para a imprensa, mesmo sabendo que era ilegal. O importante era garantir a transparência do jogo através do grampo no meu apito. Mas o pessoal da federação não gostou e puxou a minha orelha. Quer saber? Obrei pra eles.

O problema mesmo é que ficaram irritadinhos porque chamei o capitão do time adversário pra uma conversa coercitiva com meus lindos e poderosos bandeirinhas. Nada demais, só uma vasculhada nas gavetas e duas ou três invasões de domicílio pra causar um AVC nos familiares.

E ainda fui obrigado a adiar a conversa porque um jornalista cretino vazou a operação. Quem ele pensa que é? Só quem vaza informação nesse jogo sou eu, meu querido. “Vai se arrepender” – pensei, e aguardei um ano pra dar o troco. Um ano de paciência, mas a hora do sujeito finalmente chegou.

Hoje, meti uma coercitiva nele. O meliante do microfone foi arrancado de casa pelos meus bandeirinhas musculosos (comandados por um hipster todo trabalhado no fascismo) e conduzido para a sede da federação dos juízes. E ainda levei computadores, celular, tablet e aquela parafernália eletrônica do blog. Se ele conseguir sair do cativeiro, vai ficar um bom tempo sem trabalhar.

Os colegas do cara nem reclamaram. São todos meus amigos e vivem das informações que vazo pra eles. Se não fosse por mim, não teriam notícias. Acha que alguém é louco de me peitar nesse bairro?

O futebol é meu esporte.

Sou o dono da bola e faço as regras aqui na várzea.

Os poucos que não se enquadram enfrentam a fúria de Karla, minha esposa, minha protetora e minha blogueira.

Entrem na página que ela fez pra mim no facebook.

Hoje, deixei um vídeo pra vocês. Amanhã, mostrarei as algemas do cativeiro e as fotos do sequestrado para aumentar o número de views.

Eu sei, eu sei: quando um juiz se preocupa com a popularidade, não faz justiça, faz política.

Mas quem se importa?

Isso é apenas futebol.

De bairro.

E de várzea.

Tenho pena de mim.

  • Felipe Pena é jornalista, escritor e psicanalista. Doutor em literatura pela PUC-Rio, com pós-doutorado pela Sorbonne III, foi visiting scholar da NYU e comentarista da GloboNews. É autor de 15 livros, entre eles o ensaio “No jornalismo não há fibrose”, finalista do prêmio Jabuti.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/contra-a-corrente/o-juiz-que-sequestrou-um-jornalista-21095473.html#ixzz4c9BjZFiu

Vidente prevê que próximo avião de juiz cairá e é preso

vidente

 

(do Blog Sensacionalista) O vidente Jucelino da Luz fez hoje provavelmente a sua última premonição. Ele disse que o próximo avião que o juiz da Tam tomasse iria cair. Jucelino acabou sendo preso. Agora, ele finalmente fez uma previsão infalível: disse que não ficará na cadeia nem dois dias, já que no Brasil ninguém fica preso mesmo.(do b

Jucelino ficou famoso após prever que um avião cairia em São Paulo, mas o fato não se consumou. Para aliviar seu fiasco, Jucelino fez algumas previsões mais infalíveis. Disse que o Botafogo ia cair, que a inflação ia subir e que o dólar iria disparar. O vidente também afirmou que teremos enchentes no verão e que as autoridades dirão que o nível de chuva foi o maior dos últimos 15 anos.

 

Após brochar, juiz dá voz de prisão a dono de motel

juiz(do Blog Sensacionalista)- Um juiz, que não teve a vara revelada, passou por uma situação constrangedora em um motel da grande São Paulo. Após falhar com sua parceira, o juiz se aborreceu e deu voz de prisão ao dono do motel.

 

O juiz acusou o estabelecimento de não oferecer condições adequadas para sua performance e mandou prender o dono. Irritado com o assédio da imprensa: perguntado se isso já teria lhe acontecido antes, o juiz disse que não e todos começaram a rir. Ele deu voz de prisão a todos os jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas presentes.

´Voça Çelenssa`

amem

ITABUNA FAZ VITÓRIA HISTÓRICA, MAS JUIZ AJUDA E BAHIA VENCE

                                                    ATENÇÃO: É PRA FICAR DE OLHO NO JUIZ (foto Pimenta)

O Itabuna esteve a um passo de conseguir uma vitória histórica diante do Bahia, mas foi prejudicado pela arbitragem e acabou sofrendo sua quarta derrota em seis jogos.

 O Bahia abriu 2×0 e passeava no estádio Luiz Viana Filho, quando o técnico Ferreira mexeu no time, que incendiou o jogo e virou para 3×2, com dois gols de Wesley r um de Wagner.

 Aí, entrou em campo a “mão de gato” do arbitro Gleidson Santos Oliveira, que não deu um pênalti claríssimo de Juca e em seguida validou um gol irregular de Souza. Se o 3×3 já era injusto, aos 51 minutos do segundo tempo o juiz ainda marcou um pênalti duvidoso para o Bahia. Souza cobrou e virou para 4×3.

 Um caso de polícia no Estádio Luiz Viana Filho.

De que adianta os times do Interior investirem, montarem bons elencos se a juizada sempre apita a favor de Bahia e Vitória?

 

DICIFRA-ME OU TE DEVORO

O juiz substituto da Vara Crime  de Camacan, Fábio Veiga, mandou soltar os 18  acusados de roubo, corrupção e formação de quadrilha, presos durante a Operação Esfinge, desencadeada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

 

Entre os presos, um delegado, um major da PM e um empresário.

 

Sua Excelença alega que a operação foi um “espetáculo cinematográfico”   que constrangeu os envolvidos, mas  com poucos resultados práticos.

 

Então ta: ladrãozinho pé de chinelo pode prender, bater, expor nos programas popularescos e nas páginas policiais dos jornais.

 

Mas, quando o sujeito é otoridade, vira espetáculo cinematográfico.

 

Eta filme que estamos  cansados de ver nesta longa jornada da vida…

 

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031