hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘José Nazal’

Ilhéus presta homenagem ao empresário Helenilson Chaves

hc e neto 1Falecido em outubro do ano passado, o Helenilson Chaves acaba de ganhar homenagem em Ilhéus. Uma das ruas do Bairro Jardim Atlântico, na zona sul da cidade, levará o nome do empresário. A Rua E foi denominada Rua Helenilson Chaves.

A lei modificando o nome da rua foi publicada no Diário Oficial agora em julho. Responsável pelo acompanhamento e organização do estudo que definiu CEPs, nomes de ruas e limites de Ilhéus, o vice-prefeito José Nazal foi o autor da homenagem a Helenilson. Ele também explica que o CEP da rua permanecerá o mesmo, mudando apenas o nome.

Ruas com denominação alfanuméricas ganharam nomes de personalidades
A rua que leva o nome de Helenilson não foi escolhida de forma aleatória. “Era justamente a rua onde o empresário possuía uma casa de veraneio”, disse Nazal.

hc e neto 2Com a lei sancionada pelo prefeito Mário Alexandre (Marão), Ilhéus deixou de ter ruas com denominação alfanumérica.

Dentre os homenageados no Bairro Jardim Atlântico, além de Helenilson, estão o jornalista Armando Oliveira, o músico Saul Barbosa, o escritor Euclides Neto e Raimundo Kruschewsky Ribeiro.

LIDEROU O GRUPO CHAVES

Homenageado em Ilhéus, Helenilson Chaves foi um dos maiores nomes do empresariado da Bahia. Comandou o Grupo Chaves, tocando negócios em áreas como agropecuária, comércio, indústria e comunicação.

Em Itabuna, fundou a TV Santa Cruz, afiliada Rede Globo, e construiu o Shopping Jequitibá, que neste segundo semestre inaugura mais de 20 operações com novas lojas, serviços médicos e de academia e um cinema com tecnologia de ponta (Cinemark).

O investimento do Grupo Chaves nesta segunda expansão do Jequitibá é superior a R$ 25 milhões, valor que não inclui os investimentos das empresas. Hoje o grupo empresarial é tocado pelo diretor-presidente Manoel Chaves Neto, filho de Helenilson.

45 anos da ponte que integra e da ponte para o conhecimento

PHOTO-2019-04-22-22-12-00

Há 45 anos, ocorreram as inaugurações da ponte sobre o Rio Itacanoeira (antigo Fundão) e da Fundação que daria origem à Universidade de Santa Cruz.  Dois marcos na história do Sul da Bahia. O vice-prefeito de Ilhéus José Nazal, também fotógrafo historiador, esteve presenta nas duas inaugurações. “Rendo minhas homenagens a todos os que se empenharam e possibilitaram ternos hoje na região um excelente centro acadêmico, de modo especial a Soane Nazaré de Andrade, José Haroldo Castro Vieira e Manoel Fontes Nabuco”, afirma Nazal.

Há 45 anos, ocorreram as inaugurações da ponte sobre o Rio Itacanoeira (antigo Fundão) e da Fundação que daria origem à Universidade Estadual de  Santa Cruz.
Dois marcos na história do Sul da Bahia. O vice-prefeito de Ilhéus José Nazal, também fotógrafo historiador, esteve presenta nas duas inaugurações.
“Rendo minhas homenagens a todos os que se empenharam e possibilitaram ternos hoje na região um excelente centro acadêmico, de modo especial a Soane Nazaré de Andrade, José Haroldo Castro Vieira e Manoel Fontes Nabuco”, afirma Nazal.

Cabos de sustentação da ponte estaiada em Ilhéus serão instalados em março

rc ponte (2)

A Comissão de Acompanhamento da Obra (CAO) da nova ponte Ilhéus-Pontal reuniu-se  para avaliar o avanço físico da construção, prazo de conclusão, Licença Ambiental e andamento dos processos a cargos da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra/SIT). Na ocasião, representantes do governo baiano informaram que todas as atividades de desapropriação no entorno da ponte, já foram concluídas pelo Governo do Estado, e término da obra para agosto de 2019.

Feunião comissão de Andamento da Ponte.foto Clodoaldo Ribeiro-3Os integrantes discutiram ainda sobre os avanços do sistema viário sul e norte, o projeto de urbanização do remanescente, o uso adequado do espaço, a renovação da licença ambiental e as condicionantes que ainda restam ser cumpridas. Segundo a construtora OAS, a obra está com toda parte de acesso e estrutura concluídas, e prevê para o próximo mês (março), o lançamento da primeira etapa dos estais, que são os cabos que sustentam o vão central da ponte.

O vice-prefeito de Ilhéus e membro da comissão, José Nazal Soub salientou a importância da comissão no acompanhamento das etapas. Na sua opinião, os encontros primam pela apresentação de relatórios e cumprimento de cronogramas. “A cada dois meses nos reunimos para acompanhar o andamento da construção. No encontro passado, fizemos uma visita “in loco” na obra, e iremos fazer outras, até finalizar o projeto. Isso é de extrema importância, sobretudo pelo envolvimento da sociedade civil”.

Read the rest of this entry »

Foto José Nazal

Pedra de Itapitanga, um dos 'ilhéus' que ajudaram a escolha do topônimo da nossa Capitania de São Jorge dos Ilhéus, no meio do oceano com seu exótico coqueiro, elemento antrópico da ilha

Pedra de Itapitanga, um dos ‘ilhéus’ que ajudaram a escolha do topônimo da  Capitania de São Jorge dos Ilhéus, no meio do oceano com seu exótico coqueiro, elemento antrópico da ilha

Foto José Nazal

Prédio do SENAI, no bairro do Salobrinho, em Ilhéus, mais novo equipamento de educação que integra a "Estrada do Conhecimento", onde já estão a UESC,CEPLAC, IFBa e está sendo construída a reitoria da UFSB.

Prédio do SENAI, no bairro do Salobrinho, em Ilhéus, mais novo equipamento de educação que integra a “Estrada do Conhecimento”, onde já estão a UESC,CEPLAC, IFBa e está sendo construída a reitoria da UFSB.

Foto José Nazal

delta (1)

O nosso ´pequeno Delta`,  em Ilhéus, formado pelos rios Santana, Cachoeira e Itacanoeira, com o esplendor dos manguezais

O nosso ´pequeno Delta`, em Ilhéus, formado pelos rios Santana, Cachoeira e Itacanoeira, com o esplendor dos manguezais

Foto: José Nazal

ios (1)

Da série ´como era minha cidade´: Transformações que aconteceram nas últimas cinco décadas, mudando completamente a beleza natural. Como será nas próximas? Quem viver verá!

Da série ´como era minha cidade´: Transformações que aconteceram nas últimas cinco décadas, mudando completamente a beleza natural. Como será nas próximas? Quem viver verá!

Foto: José Nazal

Rio Almada no vale costeiro em sua 'chegança' no Oceano Atlântico, na cidade de Ilhéus, chamado nos primórdios da Colônia de Rio do Itahype.

Rio Almada no vale costeiro em sua ‘chegança’ no Oceano Atlântico, na cidade de Ilhéus, chamado nos primórdios da Colônia de Rio do Itahype.

Foto José Nazal

Barra do Rio Sargi, limite entre os  municípios de Ilhéus e Uruçuca. Uma das mais lindas praias do Nordeste Brasileiro.

Barra do Rio Sargi, limite entre os municípios de Ilhéus e Uruçuca. Uma das mais lindas praias do Nordeste Brasileiro.

Foto José Nazal

Foz do Rio Tijuípe, limitando os municípios de Uruçuca (margem direita) e Itacaré (margem esquerda). Um dos rio mais limpos e conservados do litoral sul da Bahia,  integra a Bacia do Rio de Contas (ou Rio das Contas como observam alguns)

Foz do Rio Tijuípe, limitando os municípios de Uruçuca (margem direita) e Itacaré (margem esquerda). Um dos rio mais limpos e conservados do litoral sul da Bahia, integra a Bacia do Rio de Contas (ou Rio das Contas como observam alguns)

Foto José Nazal

Morro de São Paulo, em Cairu. Aqui aportaram os primeiros colonos que chegaram para povoar a “Capitania de São Jorge dos Ilhéos”. Não tendo encontrado água potável em abundância, deslocaram-se mais para o Sul, onde encontraram uma pequena baia, protegida por dois enormes morros, hoje conhecidos pelos nomes de Pernambuco e São Sebastião, onde começou a ser edificada “Vila dos Ilhéos”.

Morro de São Paulo, em Cairu. Aqui aportaram os primeiros colonos que chegaram para povoar a “Capitania de São Jorge dos Ilhéos”. Não tendo encontrado água potável em abundância, deslocaram-se mais para o Sul, onde encontraram uma pequena baia, protegida por dois enormes morros, hoje conhecidos pelos nomes de Pernambuco e São Sebastião, onde começou a ser edificada “Vila dos Ilhéos”.

Foto: José Nazal

Vila de Sambaituba, às margens do Rio Almada, em Ilhéus, atual sede do Distrito de Sambaituba, criado pela lei que atualizou os limites distritais e suas sedes.

Vila de Sambaituba, às margens do Rio Almada, em Ilhéus, atual sede do Distrito de Sambaituba, criado pela lei que atualizou os limites distritais e suas sedes.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930