hanna thame fisioterapia animal
emasa coronavirus 155 livros do thame

Posts Tagged ‘jaques wagner’

“Não há democracia com a manutenção do racismo, da intolerância e do preconceito”, afirma Jaques Wagner

Wagner e LulaPresente na atividade de Lula com movimentos negros e entidades religiosas na sede do Ilê Aiyê, nesta quinta-feira, 26, o senador Jaques Wagner falou sobre a necessidade de ações efetivas para combater o preconceito no Brasil. “Quero falar da minha alegria de estar mais uma vez na Senzala do Barro Preto, símbolo da cultura, da luta e resistência negro, e dizer que não adianta falar do fim do preconceito se não houver ações concretas que coloquem na centralidade da nossa agenda a luta do povo negro”.

Wagner destacou, na ocasião, o esforço de Lula, em seus oito anos como presidente da república, para estabelecer boas relações com os países africanos. “Nunca o Brasil teve uma relação tão consolidada com os africanos e com o continente africano como no período em que Lula foi presidente do país”.

Read the rest of this entry »

Lideranças sulbaianas dialogam com o Senador Jacques Wagner sobre o desenvolvimento regional

wagner (3)

Aconteceu hoje (17)  pela plataforma virtual uma reunião entre o Senador Wagner, o Vereador  de Pau Brasil Nego Elder, Joelson  Ferreira  do Assentamento Terra Vista em Arataca e Eliomar (Xixa). As lideranças dialogaram sobre o desenvolvimento regional, demonstrando ao senador a necessidade de uma força política para que se possa fortalecer ainda mais a discussão do cacau, na perspectiva da sustentabilidade, discussão sobre ATER, sobre o manejo do cacau e da cabruca.

wagner (1)
“Sou oriundo das classes sociais, estamos defendendo que a nossa pauta seja incluída em planos de governo e se torne política de Estado, não ações compensatórias, queremos fazer parte do orçamento do nosso Estado da Bahia e da União”, disse Joelson, Segundo ele, “é  imensurável a riqueza material, cultural e histórica dos nossos territórios, o povo no orçamento não é problema, muito pelo contrário”. O debate com o senador    Jacques Wagner foi  no sentido de buscar ampliar as conquistas, corrigir e avançar na agroecologia, e recuperar 400 mil hectares de cacau com manejo agroflorestal.

wagner (2)
O vereador Nego Elder declarou como positiva a reunião, segundo o edil a maior política pública é a geração do trabalho, emprego e renda nessa região que é eminentemente agrícola, são as políticas para o desenvolvimento rural, disse o vereador que está em seu segundo mandato e tem atuação forte no campo e entre movimentos sociais.

“Nós vamos disputar ideias, e não idade”, afirma Jaques Wagner

WagnerO senador e pré-candidato do PT ao governo da Bahia, Jaques Wagner, afirmou, nesta segunda-feira, 16, durante a entrega da ampliação do Hospital do Oeste, em Barreiras, que o presidente nacional do DEM, ACM Neto, está confundindo “idade com modernidade”, após as declarações do ex-prefeito de Salvador.

“As pessoas podem ter pouca idade e ter uma cabeça velha e podem ter mais idade e ter uma cabeça moderna. Se é passado, pega o passado que ele participou, pelo menos do grupo dele, 16 anos dele e 16 do nosso, e o resto o pessoal responde. É joguinho de palavras que ele fica fazendo. Eu tenho 70 anos e tenho muito orgulho e muita disposição para trabalhar. Eu acho que modernidade é o se que carrega na cabeça e é o que interessa ao povo baiano”, afirmou.

Wagner aproveitou a ocasião para falar sobre a união do grupo político na Bahia – PT PP, PSD, PSB, PCdoB, Podemos e Avante, dentre outros. “Eu acho que esse grupo de partidos diferentes, como eu digo ‘os azuis com o vermelho”, se reuniu para produzir a paz que a Bahia precisa para andar para frente, para mudar a cara da Bahia, com um jeito mais respeitoso. Veja o partido de Otto, de Leão, o quanto cresceram. O grupo é forte porque prospera. Vamos disputar ideias, e não idade”, destacou.

Cláudio Magalhães cobra apoio para demarcação Tupinambá durante reunião com Jacques Wagner

cm jwNa manhã da última segunda-feira (21), durante reunião virtual promovida pelo Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba) entre lideranças indígenas e o senador Jacques Wagner, o vereador Cláudio Magalhães (PCdoB) de Ilhéus, aproveitou para cobrar o apoio na demarcação das terras do povo Tupinambá de Olivença.

Cláudio lembrou que os indígenas que vivem há séculos em Olivença e ocupam tradicionalmente seu território precisam ter esse direto reconhecido legalmente. “Já passou e muito disso acontecer. A gente precisa que a garantia do nosso direto constitucional seja cumprida. Nessa luta precisamos de apoio, como o do senado Jaques Wagner, para que possamos trilhar um caminho e alcançar nosso objetivo, nosso direto legal”, disse.

Read the rest of this entry »

Em live, Jaques Wagner reafirma seu apoio ao movimento indígena da Bahia

wagner 1O Movimento dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia – MUPOIBA, realizou uma live, hoje (21), com o senador Jaques Wagner (PT), e lideranças indígenas de todo o estado.  Na oportunidade foi discutido com o senador o Plano Estadual de Política Indigenista, previsto em PPA 2021/2023, a criação da Superintendência de Política para os Povos Indígenas no estado, o apoio da bancada do PT pela demarcação das terras indígenas da Bahia, a ampliação do aporte de recurso para serem investidos na infraestrutura de produção nas comunidades indígenas, além da alteração urgente da Lei 12046 de 04 de janeiro de 2011 que cria a categoria de professor indígena para garantir a melhoria salarial dos professores indígenas, e a realização novo concurso público para professores indígenas.

Sobre o comando do coordenador geral do Mupoiba, Agnaldo Pataxó, a live contou com as participações das lideranças indígenas do estado, o cacique Babau da Serra do Pandeiro, Cacique Miguel Tumbalalá, cacique Adenilton Cacique Aruan Pataxó de Santa Cruz Cabrália, Cacique Lucas de Pau-Barsil, cacique Ivanilton Kaimbé, Cacique Adenilton Tuxá, da educadora Patrícia Krin Si Atikum, do Jornalista Walney Magno Tupinambá, e dos vereadores Cláudio Magalhães Tupinambá, e Flávio Kaimbé, além de Jerry Matalawê da coordenação indígena da SJCDH.

Read the rest of this entry »

“Lula vai buscar um nome empresarial para vice”, diz Jaques Wagner

wagnert

O senador Jaques Wagner, um dos melhores amigos do ex-presidente Lula, aponta o caminho que será percorrido pelo líder petista na busca de um vice, em entrevista concedida a Andrea Jubé, no Valor Econômico. “Pra mim sempre será poderoso o binômio operário-empresário que houve em 2002. Já em 2018 eu propus o nome do Josué, mas as coisas aconteceram de outra forma, e hoje ele está trabalhando para ser presidente da Fiesp [Federação das Indústrias de São Paulo]. O Lula inevitavelmente vai buscar uma pessoa que seja complementar: como ele representa o social, vai buscar alguém que represente o empresarial”, diz ele.

“Lula já é de centro, ele é de centro-esquerda. É uma injustiça querer contrapor um cara como o Lula ao atual presidente, um contrassenso. Lula foi um conciliador. Quando foi que o Lula propôs a fissura da sociedade brasileira?”, questiona. Wagner também afirma que Bolsonaro tende a ser derrotado por seu radicalismo.

Prefeitos da Amurc participam de reunião com a UPB e senadores da Bahia

marcone amurcO presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral participou de uma reunião virtual, nesta segunda-feira, 17, com os prefeitos da Bahia e os senadores Jaques Wagner, Otto Alencar e Ângelo Coronel.

Na pauta, dois problemas que os municípios estão enfrentando: a dívida previdenciária que se encontra em um montante impagável para os municípios e o índice de pessoal, no qual os municípios estão tendo que equilibrar a queda da arrecadação e o aumento das despesas com pessoal, principalmente no combate a Covid-19.

Os Senadores fizeram as suas colocações, ouviram as demandas dos prefeitos e se colocaram à disposição para a defesa dos municípios no Senado Federal. “Uma iniciativa muito importante da UPB. A Amurc, juntamente com os prefeitos participaram de forma ativa e tenho certeza que os nossos Senadores irão nos representar para resolver esses problemas que os municípios estão vivendo”, destacou Marcone.

 

PT lança revista digital e foca recuperação dos direitos políticos de Lula

lula e wagnerO diretório estadual do PT da Bahia lança a revista digital ‘Pauta13’ com foco na recuperação dos direitos políticos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Pensada como uma nova iniciativa de diálogo com a sociedade baiana, a revista traz em suas páginas informações para entender o cenário político enfrentado pela esquerda no país, marcado pela recuperação dos direitos políticos de Lula e pelo acirramento da luta contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), e a organização da luta política da esquerda no estado baiano.

Responsável pela iniciativa, o secretário de Comunicação do PT da Bahia, Adolpho Loyola, garante que se trata de um novo instrumento de diálogo e formação para a militância. “O partido lança esta revista para que a militância fique mais informada e ajude também com a formação dos nossos militantes no interior do estado. Este é o nosso intuito com esta revista”, afirma Loyola. Ele ressalta que a revista deve se tornar um repositório do pensamento petista e da esquerda baiana.

Read the rest of this entry »

“Grande dia” diz Wagner sobre decisão do STF

wagner insta

A  decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulando todos os atos da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Lula foi comemorada por um dos seus mais fiéis seguidores, o senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT-BA). Por meio do Twitter, Wagner disse que a decisão do STF é “justiça reposta”.

Jaques Wagner - Foto Manu Dias_GOVBA– Extrema felicidade em ver a justiça ser reposta ao presidente @LulaOficial! Semana que vem completo 70 anos. Considero este um grande presente antecipado – escreveu Wagner em sua conta no Twitter.

Numa segunda postagem, Wagner retuita postagem da liderança do PT no Senado e escreve: “Grande dia!”.

Nelson Leal defende manutenção dos empregos da Petrobras na Bahia

Pet 02

“Participo deste ato público em defesa da Petrobras e contra a desativação das atividades da empresa na Bahia, primeiro na condição de baiano e, depois, como presidente da Assembleia Legislativa. Já estamos em uma situação muito difícil, com a quebra de nossas principais empresas de engenharia – Odebrecht, OAS e UTC. Caso aconteça mesmo o fechamento das unidades da Petrobras na Bahia será um desastre completo. Em Salvador, então, será de calamidade”, alertou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Nelson Leal, ao participar, hoje (23.09), de ato suprapartidário em defesa da Petrobras na Bahia, promovido pelo Sindipetro.

Pet 05

Ao lado do senador Jaques Wagner e dos deputados federais Lídice da Mata, Joseíldo Ramos, Nelson Pelegrino e Valmir Assunção, Leal relembrou que a Petrobras nasceu na Bahia. “O desmonte da Petrobras – que nasceu na Bahia e onde foi descoberto o primeiro campo de petróleo do Brasil – pode ser um desastre sem precedentes para a economia do Estado. Doze municípios baianos serão afetados diretamente pelos estragos, que podem comprometer a extinção de cerca de 20 mil postos de trabalho diretos e indiretos, além de afetar diretamente o Polo de Camaçari. É um desastre de proporções incalculáveis”, adverte o chefe do Legislativo estadual.

Read the rest of this entry »

Jaques Wagner a Moro: ´foi medida sensacionalista divulgar conversas grampeadas de Dilma?´

wagner(Brasil247) – O senador Jaques Wagner (PT-BA) questionou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, se ele não achou “sensacionalista” a divulgação dos grampos da então presidente Dilma Rousseff com o ex-presidente Lula no Jornal Nacional, da TV Globo, pela Lava Jato em abril de 2016. A indagação foi feita nesta quarta-feira 19 durante audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado, onde Moro depõe.

“O ministro insiste em desualificar o site e chamá-lo de sensacionalista. O site já ganhou o ‘Oscar do jornalismo’ com a revelação dos ‘wiki leaks’. O combate à corrupção é pré-requisito para qualquer pessoa na vida pública. A melhor forma é responder o que está sendo revelado. Foi uma medida sensacionalista divulgar conversas grampeadas de Dilma? Colocar no pelourinho a dignidade de pessoas que deveria ser mantido em sigilo? Como no caso da Escola Base, por exemplo, que não tem nada a ver com Vossa Excelência”, disse Wagner.

“Pensa em se afastar do cargo para não prejudicar as investigações se ela for para a Polícia Federal?”, indagou ainda.

Antes disso, Moro por diversas vezes se referiu ao site The Intercept, responsável pela divulgação das conversas vazadas entre o ex-juiz e a força-tarefa da Lava Jato, como “sensacionalista”.

“O impacto inicipal decorrente do sensacionalismo da divulgação dessas notícias geraram uma repercussão indevida e o tempo está colocando as coisas no seu devido lugar. Há divulgação sensacionalista e isso coloca em questionamento quais as motivações”, respondeu Moro.

Jaques Wagner voltou a cobrar: “o senhor ainda não respondeu se foi sensacionalista a divulgação dos áudios de Dilma”. “O senhor acha de bom tom deixar o cargo para as investigações?”, repetiu o senador.

Jaques Wagner pede que Ciro Gomes declare apoio contundente a Haddad

wagnerO coordenador da campanha de Fernando Haddad (PT), Jaques Wagner, conversou com Cid Gomes (PDT), ex-governador do Ceará. Na conversa, o petista pediu que o candidato derrotado do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, tenha uma posição “mais contundente” de apoio a Haddad nesta etapa final da campanha.

“Na verdade, ele [Ciro Gomes] já declarou [apoio]. O que a gente queria era algo mais contundente”, disse Jaques Wagner. “A gente quer que ele converse com o eleitor dele e diga, olhe, tudo bem, estou arretado com o PT, mas isso tudo fica menor diante da responsabilidade do momento.”

A conversa foi ontem (22). No diálogo, Jaques Wagner destacou a trajetória política de Ciro e o peso que o ex-governador ganhou com a eleição. O pedetista foi o terceiro mais votado no primeiro turno e recebeu mais de 13 milhões de votos.

Para Jaques Wagner, o apoio “mais contundente” de Ciro Gomes é fundamental a cinco dias do segundo turno. Segundo ele, há uma parcela do eleitorado de Ciro Gomes que ainda não está com Haddad e que poderia mudar de posição com a reiteração do apoio.

Em entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura, Haddad disse que esperava um aceno de Ciro Gomes. (Agencia Brasil)

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930