hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Itacaré’

No meio do caminho tinha uns quebra-molas. 151 quebra-molas para ser mais exato

quebra molas em Valença, cuidado para não perder a conta

A ponte Itacaré-Camamu é uma mão na roda pra quem quer viajar para do litoral Sul da Bahia  Salvador via Ferryboat. É quase metade da quilometragem saindo de Ilhéus, em comparação  com o trecho BR 101-BR 324.

Uma maravilha, mas a produtora rural Cristiana Neves,  que fez o trajeto saindo de Canavieiras, se deu ao trabalho de contar o numero de quebra-molas

E bota número de quebra-molas nisso: entre Canavieiras e Itacaré, passando por Ilhéus são 58 quebra-molas. De Itacaré a Camamu, Alah seja louvado, nenhum quebra-molas, mas entre Camamu e Nazaré das Farinhas são 80 quebra-molas.

Acabou? Ainda não. São mais 13 quebra-molas entre Nazaré e Bom Despacho.

No total, são 151 quebra-molas.

Além da sinalização nem sempre adequada, alguns quebra-molas são tão grandes que não quebram apenas as molas, mas o carro todo.

Os números são impressionantes, mas dada a notória irresponsabilidade de alguns motoristas, os quebra-molas são necessários, ao menos em áreas povoadas, para evitar acidentes e poupar vidas inocentes.

Caixa inaugura agência em Itacaré

O município de Itacaré no litoral Sul da Bahia ganhou a primeira Agência da CAIXA Econômica Federal nesta quinta-feira(31). A inauguração contou com a presença do deputado federal Geraldo Simões(PT), e de outras autoridades como o superintendente regional da CAIXA Marcos Vinicius, do inspetor da SEFAZ José Antônio e do prefeito do município Jarbas Barbosa(PSB).

“A população de Itacaré não precisa mais se deslocar para Ilhéus ou Itabuna para ser atendida na CAIXA. Aqui terá todos os serviços bancários, os programas do governo federal de transferência de renda como o Bolsa Família, e crédito para habitação”, disse Geraldo Simões.

Feliz com a mais nova conquista da cidade, o prefeito Jarbas declarou que a “Agência da CAIXA é um presente para a comunidade de Itacaré, e daqui para frente terá novos projetos através da parceria com o deputado Geraldo Simões”.  Participaram também da solenidade lideranças comunitárias, vereadores, empresários e representantes do sindicato dos bancários.

O superintendente da CAIXA Marcos Vinícius, afirmou que a Agência vai contribuir para o desenvolvimento sócio econômico do município. Vinícius anunciou a inauguração de mais unidades, a exemplo das Agências na cidade de Coaraci, e outra em Itabuna, nos próximos meses.

Jarbas Barbosa é diplomado em Itacaré

Lidice, Jarbas e Wagner

O prefeito eleito de Itacaré Jarbas Barbosa Barros (PSB) será diplomado nesta terça-feira (18) às 13 horas, no Fórum da cidade. Jarbas, que assumirá o cargo pela terceira vez, já tem mantido contatos com o governador Jaques Wagner e secretários estaduais, para realizar um processo de revitalização da cidade e do incremento do turismo, principal fonte de receita de Itacaré.

Acompanhado da senadora Lidice da Matta, o prefeito eleito se encontrou com o Governador Jaques Wagner, onde apresentou reivindicações como, a Requalificação da Orla, Central de Abastecimento, e  do Centro Histórico de Itacaré, incluindo a restauração da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, patrimônio histórico e arquitetônico do Sul da Bahia.

Operação Verão terá duas aeronaves para reforçar policiamento na Bahia

A Operação Verão 2012/2013, lançada hoje de manhã (14) pelo governador Jaques Wagner, no Jardim dos Namorados, vai contar, este ano, com o apoio de duas aeronaves para reforçar as ações de segurança pública em todo o Estado. A operação vai contar com mais de 20 mil policiais e bombeiros militares distribuídos nos logradouros públicos, principais pontos turísticos e rodovias estaduais, ampliando a segurança pública para os baianos e turistas. Segundo o governador Wagner, a operação visa dar um maior reforço na segurança durante o verão, quando a Bahia recebe um maior número de turistas”.

Uma das aeronaves, um avião monomotor turbo hélice, modelo Grand Caravan, tem capacidade para 11 ocupantes e será empregado para transporte de tropa, operações policiais, aeromédicas, de salvamento e de defesa civil. Já o helicóptero, um bimotor médio EC 145, tem capacidade para 11 ocupantes. Os policiais vão atuar em Salvador, Ilhéus, Itacaré, Valença, Morro de São Paulo, Mangue Seco, Conde, Cachoeira, Juazeiro, Praia do Forte, Lençóis, Rio de Contas, Bom Jesus da Lapa, Porto Seguro, Canavieiras, Alcobaça, Vila de Abrantes, dentre outras localidades.

Café com Cacau, parada obrigatória em Itacaré

Marly Brito no Café com Cacau, janela aberta para a natureza

É até possível ir a Roma e não ver o Papa, mas é inadmissível ir a Itacaré (ou a Salvador, via ponte Itacaré-Camamu/ferryboat) e não fazer uma parada no Café com Cacau.

E lá que Marly Brito, que também mantem um quiosque no estrelado Eco Rosort Vilas de São José, produz e comercializa um dos melhores chocolates caseiros do Brasil. Além do chocolate puro, Marly faz chocolates com vários ingredientes (cupuaçu, graviola, coco, maracujá, etc.), incluindo uma amêndoa de cacau torrada com açúcar mascavo caramelizado, com poderes afrodisíacos, verdadeiro manjar dos deuses.

No Café com Cacau é possível encontrar um café com cacau (óbvio ululante) delicioso, além de salgados e almoço, com destaque para a muqueca e a galinha caipira, em porções generosas e preço justo.

Some-se a tudo isso o fato de que Marly Brito é uma daquelas pessoas iluminadas, com quem vale a pena trocar dois dedos de prosa, enquanto se degusta um cafezinho.

Café com Cacau- rodovia Itacaré-Ilhéus, Km. 6. Reservas de almoço e de encomendas de chocolate caseiro pelos fones (73) 3251 1817 e (73) 9918 0358.

Para obrigatória!

Marly e a amendoa de cacau caramelizada: manjar dos deuses ao alcance dos mortais

 

Bahia Pesca entrega Equipamentos de Proteção para marisqueiras de Itacaré e Ilhéus

A Bahia Pesca, empresa vinculada à Seagri, entregou ontem (24) EPIs-Equipamentos de Proteção Individual para marisqueiras na Colônia Z-18 em Itacaré.Também foram beneficiadas trabalhadoras da Apesmar-Associação de Pescadoras e Marisqueiras do São Miguel, bairro de Ilhéus,e da Colônia Z-19 no Pontal,totalizando 76 equipamentos.

O EPI é composto por camisa de manga comprida, calça, boné, bota, ou sapatilha emborrachada, e luva. O conjunto é confeccionado à base de FPU-Fator de Proteção Ultra-violeta,tecido especial que protege a pele e não absorve o calor solar minimizando a incidência de câncer, desidratação, envelhecimento precoce e cortes nas mãos e pés.

A distribuição faz parte do Programa Melhoria  das Condições de Trabalho e Renda das Marisqueiras realizado em parceria com a SPM-Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, representada pelas técnicas Mirella Dias e Saranama Brito. Os EPIs foram criados pela Bahia Pesca em parceria com o Fundacentro, fundação do Ministério do Trabalho para a segurança do trabalhador.

“Analisamos como é realizado o trabalho da mariscagem, o ambiente e o horário em que acontece a captura. A partir daí criamos um conjunto de peças para proteger estas profissionais”, relata o presidente da Bahia Pesca Isaac Albagli. Ele destaca que “o projeto é pioneiro no Brasil e acredita que deve servir como referência para outros estados.”

A marisqueira Cristiane de Jesus Conceição, assoociada à Apesmar, disse é alérgica e por isso usa repelente para se proteger dos mosquitos. “Com o EPI vou economizar dinheiro e proteger minha pele contra os raios do sol. A iniciativa da Bahia Pesca é excelente,”elogiou

Segundo a sub-gerente da Bahia Pesca, Eliana Carla, os equipamentos estão em fase de teste. Técnicos da Bahia Pesca e do Ministério do Trabalho estão ouvindo as marisqueiras para avaliar se é necessário algun aperfeiçoamento para que seja legislado e elas possam ter os EPIs garantidos por lei, assim como em outras profissões. “Em seguida,serão distribuidos EPIs, em maiores quantidades, para marisquieras de vários municípios.”

 200 mil alevinos para quilombolas

A Bahia Pesca distribuiu também 200 mil alevinos de tilápia para cerca de de 300 famílias de dez comunidades  quilombolas de Itacaré,em parceria com a Colônia Z-18 e a prefeitura local.O sub-gerente de piscicultura Flávio Souza,explica que técnicos da Bahia Pesca vão dar assistência aos pequenos piscicultores orientando sobre as aguadas e a alimentação apropriadas.

A vice-presidente da Assoociação Umbauba de Produtos Orgânicos,Otília Maria Nogueira,disse que vai consumir e comercializar os peixes. Já Hildete de Jesus vai criar num sitio e incluir a tilápia no cardápio do restaurante de sua propriedade em Itacaré.

A  distribuição  de alevinos e a entrega  dos kits  para  marisqueiras  fazem  parte  das ações  do Governo  da Bahia  para atender e melhorar a qualidade de vida das famílias na área de influência do Porto Sul.

Bahia Pesca entrega alevinos e equipamentos de proteção

Cerca de 300 famílias de dez comunidades quilombolas de Itacaré (a 241 km de Salvador) terão, a partir desta sexta-feira (24/08), mais uma alternativa de renda e comida na mesa. Elas serão beneficiadas com a distribuição de 200 mil alevinos de tilápia. A Bahia Pesca vai entregar, também em Itacaré, Equipamentos de Proteção Individual para as marisqueiras, às 9h na Colônia Z-18.

Marisqueiras de Ilhéus também serão beneficiadas com as EPIs às 13h na Colônia Z-19, no Pontal, e às 16h na Apesmar-Associação de Pescadoras e Marisqueiras do São Miguel.  As ações integram o programa de fortalecimento e geração de renda para as famílias da área de implantação do Porto Sul.

Bahia Pesca entrega 200 mil alevinos a quilombolas de Itacaré


Cerca de 300 famílias de dez comunidades quilombolas de Itacaré (a 241 km de Salvador) terão, a partir desta sexta-feira (24/08), mais uma alternativa de renda e comida na mesa. Elas serão beneficiadas com a distribuição de 200 mil alevinos de tilápia.

A distribuição dos alevinos acontecerá às 10h na prefeitura do município e será acompanhada por técnicos da Bahia Pesca, que orientarão os pequenos piscicultores familiares sobre as aguadas apropriadas para o crescimento dos peixes e a alimentação adequada a ser fornecida em cada fase da vida da espécie.

“Os cuidados são necessários para que a taxa de sobrevivência dos peixes se mantenha em níveis aceitáveis e os alevinos alcancem um tamanho e peso ideal. O peixamento tem como objetivo aumentar a oferta de pescado nessas regiões e dar uma nova alternativa de renda para as famílias”, explica o subgerente de piscicultura da Bahia Pesca, Flávio Souza.

Equipamentos de Proteção em Ilhéus

A Bahia Pesca vai entregar, também em Itacaré, Equipamentos de Proteção Individual para as marisqueiras, às 9h na Colônia Z-18. Marisqueiras de Ilhéus também serão beneficiadas com as EPIs às 13h na Colônia Z-19, no Pontal, e às 16h na Apesmar-Associação de Pescadoras e Marisqueiras do São Miguel.  As ações integram o programa de fortalecimento e geração de renda para as famílias da área de implantação do Porto Sul.

Itacaré recebe o Circuito Bivolt de Surf e Bodyboard


A Smolder e Backdoor apresentam a segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding 2012, que será realizada dias 21 e 22 de julho, na praia da Tiririca, Itacaré, sul da Bahia. Um dos maiores circuitos do nordeste contará com a presença dos melhores atletas amadores, além de apresentações culturais e musicais. O atual líder do circuito na categoria open é o itacareense Iago Silva, que é bicampeão do circuito. Na Bodyboard open, o ilheense Darlan Tourinho lidera.

O ilheense Ruda Carvalho, top profissional e atleta da marca, estará assistindo a prova. Nomes como os talentosos Dunga Neto, Márcio Farney e Artur Silva complementam o time Smolder de surf. Mais informações para hospedagem, inscrições e reservas pelo telefone 73 3231-6139/8831-4425/9160-6838 ou pelo email redacaoripstar@gmail.com

O Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding tem o patrocínio da Bivolt Energy Drink, Smolder, Backdoor surf shop e Wizard Idiomas.

 

ITACARÉ TEM NOVOS CONDOMINIOS DE ALTO PADRÃO

A Bahia Business Participações vai contar com a consultoria da VAE nos três empreendimentos imobiliários tocados em Itacaré, no sul da Bahia. O Itacaré Bungalows e o Itacaré Villa do Mar são condomínios de alto padrão já entregues. O Itacaré Ville I tem previsão de entrega para 2013, segundo a assessoria da Bahia Business.

A empresa espera ganhar ainda mais solidez com a consultoria da VAE, que possui tradição em diagnóstico de sistema de gestão, planejamento, auditória e treinamento. A carteira da VAE possui clientes como as construtoras Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa. Os negócios também contarão com suporte financeiro do Banco BVA.

Produção do cacau na Bahia encanta chocolateiros internacionais

Marvilleuse! (Maravilhoso!) Esse foi o adjetivo usado pelo pesquisador da Cirad, Philippe Bastide, e pelo criador e organizador do Salon du Chocolat de Paris, François Jeantet, para classificar o cacau produzido na Bahia, depois de dois dias de visitas à Ceplac e a fazendas da região. O sistema de produção e pós-colheita diferenciados, a qualidade das amêndoas, e a sustentabilidade social e ambiental foram enfatizados pelo secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, que na terça-feira, acompanhou a comitiva composta por 34 chocolatiers da França, Espanha, Portugal, Bélgica, Itália, Dinamarca, Japão, Costa do Marfim e São Thomé e Príncipe à Fazenda Santa Cruz, no distrito de Taboquinhas, no município de Itacaré, onde eles conheceram in loco todo o processo produtivo do cacau, com ênfase no beneficiamento.

“Este é um momento importante para Bahia, pois estamos trazendo os mais famosos chocolateiros do mundo, que são formadores de opinião, para conhecer uma fazenda modelo, que produz com tecnologia de ponta”, disse Eduardo Salles, destacando que o objetivo do governo é fazer com que o cacau deixe de ser vendido apenas como commoditie, e passar a vender a amêndoa com valor agregado. Além disso o objetivo da vinda dos produtores de cacau é demonstrar que a Bahia pode ser um fornecedor confiável de cacau, e atrair para o Estado indústrias de chocolate gourmet. “Temos grande mercado consumidor de chocolate, com potencial para crescer”, destacou Salles.

“Já visitei a Bahia, e fiquei encantado com a paixão com que o cacau é produzido. Agora retorno com meus amigos, para que eles conheçam também”, disse François Jeantet, criador da marca Salon du Chocolat, afirmando ainda que “sinto o renascimento do cacau, muito ligado ao meio ambiente”.

Jeantet destacou que “a Bahia reúne todas as condições para produzir chocolates finos, e a vinda de chocolateiros internacionais para investir em fábricas aqui é questão de tempo”. Segundo ele, “temos que andar passo a passo”.

De acordo com Philippe Bastide, que trabalha em conjunto com a Ceplac, “a Bahia é modelo extraordinário de como se produzir cacau”. Ele considera muito importante o fato do Estado, através dos órgãos dos governos federal e estadual, ter encontrado soluções técnicas e genéticas para superar a vassoura-de-bruxa. “O Brasil está se tornando o País mais interessante para produzir cacau”, analisou.

Chocolateira de Paris, Anne Benoit, declarou que “é importante conhecer o processo de produção do cacau brasileiro. A gente percebe os cuidados com que é feita a plantação, colheita e secagem. Além disso, existe a preocupação com a conservação da natureza. Tudo isso é fundamental para a produção de chocolates finos”.

Também de Paris, Chloe Dutra-Roussel, percebeu que “a Bahia possui grandes propriedades rurais onde se produz grande variedade de cacau, o que não é comum em outros países produtores. Superada a crise gerada pela vassoura-de-bruxa, os cacauicultores estão trilhado novos caminhos”.

 

Audiências públicas do Porto Sul em seis cidades reúnem 4.600 pessoas

Obras serão iniciadas após licenciamento ambiental

Barro Preto, no Sul da Bahia, encerrou a série de audiências públicas promovidas pelo Ibama e Governo da Bahia para a apresentação do relatório de impacto ambiental e do projeto do Porto Sul, empreendimento de R$ 3,4 bilhões, que terá um porto público e um terminal privativo operado pela Bahia Mineração. Além da audiência pública realizada em outubro de 2011 em Ilhéus, com a participação de 3.780 pessoas, durante a semana aconteceram audiências também em Uruçuca, Itacaré, Itabuna, Coaraci e Itajuipe.

Ao todo, as audiências públicas nas seis cidades tiveram a participação de 4.600  pessoas, que somando-se a Ilhéus chega-se a um total de 8.400  inscritos. “Esse nível de participação demonstra o envolvimento da comunidade e a transparência com que o Governo da Bahia está conduzindo todo o processo de implantação do Porto Sul, com o máximo respeito à questão ambiental e às pessoas inseridas na área do empreendimento”, afirma Eracy Lafuente, coordenador de infra-estrutura da Casa Civil do Governo da Bahia.

Lafuente destaca ainda que “após a obtenção da licença ambiental, o Governo da Bahia vai agilizar o início das obras, já que esse empreendimento é considerado prioritário dentro da política de criação de novos pólos de desenvolvimento que criará condições para que o Sul da Bahia viva um novo ciclo econômico”.

O presidente da Bamin – Bahia Mineração, José Francisco Viveiros, afirmou que o saldo das audiências públicas é positivo. “O processo de licenciamento passa por estas audiências, que servem para responder as dúvidas sobre o nosso projeto. Fico feliz em deixar a população devidamente esclarecida”, disse, para, em seguida, concluir: “Tenho certeza de que a licença sairá pelas inúmeras manifestações de apoio que recebemos nestas audiências públicas. E que os próximos passos para a obtenção deste processo sejam dados com velocidade maior para que a gente possa começar este investimento ainda este ano”.

O superintendente do Ibama na Bahia, Célio Costa Pinto, fez uma avaliação positiva das audiências. ”A participação popular foi extremamente positiva. Conseguimos chamar a atenção para a importância do licenciamentos ambiental e foram apresentadas sugestões que contribuirão com a nossa equipe técnica na elaboração do relatório final”.

A licença ambiental concedida pelo Ibama antecede a licença de funcionamento, que permitirá o inicio das obras do Porto Sul.

O PORTO SUL

O Porto Sul,  associado a Ferrovia Oeste Leste (Fiol) representa a oportunidade de dotar a Bahia com  uma grande estrutura logística. São projetos que integrarão a Bahia e o Brasil, criando um novo eixo de desenvolvimento sustentável, estimulando o turismo, negócios, empregos e ativos ambientais. Para o interior, e a chance de viabilizar novas políticas públicas para a região Sul do estado.

O complexo logístico Porto Sul-Ferrovia Oeste Leste faz com que a grande área do centro-oeste brasileiro (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Tocantins) diminua sua distância  para um porto de cerca de 300 quilômetros.

Com a operação através do Porto Sul, um porto que permite navios de calado de até 20 metros de profundidade,  que permite atracação de navios de  alta capacidade e desempenho de transporte, os custos de transporte para os produtores serão reduzidos significativamente. Isso ampliara a competitividade do produto baiano no exterior.

No oitavo ano de operação a previsão e de que o porto movimentara 66 milhões de toneladas/ano de soja, milho, algodão, minério, etanol e fertilizantes.

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30