hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘investimentos’

Empresa de transporte investirá R$ 13 milhões em Ilhéus

logA empresa Dzset Transporte e Logística assinou protocolo de intenções com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), nesta quarta-feira (17), para implantar empreendimento voltado à armazenagem e distribuição logística de mercadorias no município de Ilhéus, no sul da Bahia. A previsão é que sejam investidos R$ 13 milhões e criados cerca de 100 empregos diretos.

“A logística é estratégica e importantíssima para o desenvolvimento da cadeia produtiva de qualquer negócio e exerce um forte impacto na economia do Estado. Atrair uma empresa desse ramo para o sul da Bahia é apostar na interiorização de investimentos e no alto potencial da região”, afirmou o vice-governador e secretário da SDE, João Leão.

Sócia da empresa, Mariana Oliveira Rocha explicou que a implantação da nova unidade traz uma grande perspectiva de crescimento para a Dzset, que já atua no estado no ramo de transporte de pessoas e passará a trabalhar com armazenagem e distribuição logística de mercadorias.

“O protocolo assinado hoje traz perspectiva de crescimento no negócio e amplia a possibilidade de número de vagas de emprego. Será mais um passo para conquistarmos uma fatia importante de mercado no estado da Bahia”, afirmou Mariana.

Bahia está entre os três estados que mais investem em educação superior

uesc

O Governo do Estado já investiu R$ 34 milhões no pagamento de bolsas a estudantes das quatro universidades estaduais da Bahia. O repasse aos alunos da graduação foi feito por meio do programa Mais Futuro – lançado pelo governador Rui Costa em 2017 – que visa garantir a permanência de alunos de baixa renda nessas instituições até a conclusão do curso. Ações como essa colocam a Bahia em terceiro lugar no ranking de estados que mais investem em educação superior no país.

Apresentados pelo governador Rui Costa aos reitores da UNEB, UESC, UESB e UEFS, em reunião nesta segunda-feira (8), os números mostram que a Bahia está na contramão do resto do país. O Estado não só garantiu promoções a professores universitários nos últimos anos como, pela primeira vez na história, está pagando bolsas de estudo para alunos carentes das universidades estaduais.

Em reunião com reitores, Rui libera R$ 36 milhões para investimento em universidades estaduais

Foto_Fernando Vivas_GOVBA (1)

O governador Rui Costa determinou a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimento nas quatro universidades estaduais baianas. O anúncio foi feito durante reunião nesta segunda-feira (8), em Salvador, com os reitores Evandro do Nascimento Silva (Uefs), Adélia Maria Pinheiro (Uesc), Luiz Otávio Magalhães (Uesb) e José Bites de Carvalho (Uneb).

Foto_Fernando Vivas_GOVBA (2)No encontro, realizado na Governadoria, o governador também apresentou levantamento feito pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) que mostra um aumento de 19,35%, nos últimos quatro anos, na folha de pagamento dos servidores dessas instituições. O Estado está no limite da capacidade financeira para remuneração de pessoal e não pode desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Na reunião com os reitores, Rui ainda anunciou que publicará projeto de lei redistribuindo 68 vagas do quadro do magistério da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), gerando a possibilidade para a promoção de até 151 professores. As promoções vão gerar um impacto para os cofres públicos de R$ 2,7 milhões neste ano e R$ 3,6 milhões em 2020. Entre as 151 promoções, um total de 68 professores poderá ser promovido para o cargo de professor adjunto, outros 63 podem promovidos para o cargo de professor titular e 20 para ocupar o cargo de professor pleno.

Investimentos da Bahia somam R$ 10,3 bilhões de 2015 a 2018

metro 2Entre 2015 e 2018, o governo baiano investiu R$ 10,3 bilhões em obras e ações diretamente voltadas para a população em todo o estado, a exemplo de estradas, barragens, hospitais, melhorias na mobilidade urbana como as novas avenidas e o metrô de Salvador, novas encostas da capital e avanços na segurança pública. Estado mais rico do país, São Paulo chegou a R$ 31,9 bilhões, mas investiu proporcionalmente menos, já que o orçamento paulista é cinco vezes maior que o baiano.

 
Os dados foram extraídos do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi), publicado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). A manutenção da capacidade de investimento, ressalta o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, reflete o equilíbrio fiscal assegurado pelo governo baiano ao longo de todo o período 2015-2018, apesar da persistência dos efeitos da crise econômica e da redução proporcional nas transferências da União.

 

 

 

De acordo com o secretário, o equilíbrio é resultado de dois fatores principais: a melhoria contínua da arrecadação de impostos estaduais e o controle dos gastos públicos. “A Bahia tem apresentado, sob a liderança do governador Rui Costa, um modelo de gestão eficaz que preserva o equilíbrio fiscal, mantendo as contas em dia num cenário em que muitas administrações estaduais passaram a atrasar ou parcelar o pagamento dos salários dos servidores, a ter dificuldades para saldar outros compromissos e a ver prejudicada a prestação de serviços públicos”, afirma.

 

Read the rest of this entry »

Planserv investiu mais de R$ 1,5 bilhão na saúde dos servidores em 2018

planservConsultas eletivas, atendimentos de emergência, exames e internações representaram mais de R$ 1,5 bilhão em investimentos na saúde dos cerca de 524 mil beneficiários do Planserv, entre titulares, dependentes e agregados, no ano de 2018. O valor representa um crescimento percentual de 25% da despesa em relação a 2015, quando o gasto alcançou cerca de R$ 1,2 bilhão.

Quase 18 mil beneficiários ingressaram na carteira do Planserv no último ano. A crescente ampliação do número de beneficiários comprova a atratividade do plano, que concentra em sua carteira um grande quantitativo de idosos. A carteira conta hoje com 141.437 idosos ativos (59 anos ou mais), entre os quais 152 com ou mais de 100 anos de idade.

O acolhimento de beneficiaries idosos é um importante diferencial do Planserv, um plano solidário, cuja contribuição tem como base a faixa de remuneração e não a faixa etária, como ocorre com planos comerciais.

Read the rest of this entry »

Em Serrolândia, Rui entrega estádio requalificado e anuncia novos investimentos

Foto Alberto Coutinho_GOVBA (6)

O município de Serrolândia, no centro norte da Bahia, recebeu a visita do governador Rui Costa, na manhã desta segunda-feira (11), quando foi realizada a entrega oficial do novo gramado do estádio Waldetrudes Carneiro de Magalhães. Rui também participou da inauguração da creche municipal Anita Menezes dos Santos.

Foto Alberto Coutinho_GOVBA (2)“Além da entrega de hoje, anunciei novas obras para a cidade, como a reforma do Colégio Estadual de Serrolândia e a ampliação, com lançamento de licitação ainda este ano, da estação de tratamento de água. Também estamos estudando a possibilidade de construir uma nova estrutura, mais moderna, para abrigar o colégio estadual”, declarou o governador.

A obra do estádio foi executada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), vinculada à Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), e teve investimento de mais de R$ 732 mil para implantação de gramado sintético em uma área de seis mil metros quadrados. Com tempo médio de durabilidade de dez anos, o gramado sintético tem entre seus benefícios o baixo custo de manutenção, além de ser ambientalmente sustentável, já que não há utilização de água para irrigação.

Read the rest of this entry »

Belgas conhecem oportunidades de investimentos na Bahia

As oportunidades para investimentos na Bahia foram apresentadas ao embaixador da Bélgica no Brasil, Patrick Herman, em visita de cortesia à Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE), na tarde desta terça-feira (06). “Há muitas áreas de interesse comum”, disse ele à secretária Luiza Maia, que representou o governador Rui Costa.

A intenção é fortalecer a parceria entre o estado e o país europeu, que hoje inclui a exploração de diamantes no município de Nordestina, operada pela Lípari, além da fabricação de bebidas pela Ambev, que em 2004 se fundiu à belga Interbrew. Também participou da reunião o cônsul honorário da Bélgica na Bahia Stephane Pérée.

belgas
A secretária explicou ao embaixador as particularidades da economia e do ambiente de negócios na Bahia. “Enquanto ocorreu uma retração na maioria dos estados brasileiros, as contas da Bahia permaneceram equilibradas, o que possibilitou que atravessássemos a crise sem grandes percalços”, disse. Segundo Herman, previsibilidade, segurança jurídica e tributária são essenciais para atrair a atenção dos empresários de seu país. Ficou acertado que em breve será agendada a vinda de uma missão empresarial belga à Bahia para conhecer de perto as potencialidades. Há várias atividades desenvolvidas que podem interessar os investidores da Bélgica como produção de energias renováveis e de equipamentos para esse setor, concessões de portos e aeroportos, hotelaria, chocolate, mineração e petroquímica. Segundo o embaixador, Antuérpia, uma das maiores cidades belgas, é um dos maiores polos desse segmento no mundo.

Bahia investe R$ 9,2 bi desde 2015 e só fica atrás de SP e RJ com Olimpíada

Mesmo com a crise econômica, a Bahia manteve o equilíbrio fiscal e somou R$ 9,2 bilhões em investimentos entre janeiro de 2015 e agosto de 2018, ficando logo atrás do Rio de Janeiro, que contou com ampla ajuda federal para sediar as Olimpíadas de 2016 e totalizou R$ 10,5 bilhões, com metade deste valor tendo sido aplicado nos preparativos do evento, de acordo com levantamentos divulgados na imprensa. Rio e Bahia foram superados apenas por São Paulo, o estado mais rico do país, que investiu R$ 27,1 bilhões. O ranking de investimentos entre os estados brasileiros foi apurado com base no Siconfi (Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro), publicado pela STN – Secretaria do Tesouro Nacional.

DIvulgação

Como proporção dos respectivos orçamentos, a Bahia investiu mais que os outros dois líderes do ranking, observou o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, nesta terça-feira (23) na Assembleia Legislativa, ao apresentar o balanço durante audiência pública sobre as contas do governo. A crise, por outro lado, levou o Estado a ultrapassar o limite prudencial de gastos com pessoal, fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em 46,17% da Receita Corrente Líquida. No segundo quadrimestre de 2018, as despesas do Executivo na área corresponderam a 47,46%. O governo baiano, no entanto, permanece abaixo do limite máximo estabelecido pela LRF, que é de 48,6%.

 

Read the rest of this entry »

Chineses investem R$ 400 milhões na construção de usinas na Bahia

Foto Manu Dias_GOVBA

A notícia que o grupo chinês Jiangsu Communication Clean Energy Technology (CCETC) pode investir cerca de R$ 400 milhões para construir duas termoelétricas na Bahia – Camaçari Muricy II e Pecém Energia, de 143 megawatts (MW) cada -, agitou o mercado. Os dois projetos, que já têm protocolo assinado com o Governo do Estado, vão garantir a estabilidade do sistema industrial baiano e gerar empregos.

Além disso, as instalações das duas termoelétricas no Polo Industrial de Camaçari darão maior segurança ao sistema regional e nacional de energia. Isto porque as energias térmicas e hidráulicas são consideradas energias firmes que podem ser acionadas ou não, na medida da necessidade do sistema.

De acordo com o superintendente de Atração e Desenvolvimento de Negócios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, a implantação das termelétricas aumenta a possibilidade da expansão da geração de energias renováveis que são consideradas intermitentes, ou seja, que dependem do sol e do vento para gerar energia solar e eólica. Ainda segundo Paulo, em uma eventualidade de redução de energia dessas duas fontes, é possível acionar a energia térmica que dá robustez ao sistema.

Read the rest of this entry »

Investimentos na Bahia crescem 70% nos quatro primeiros meses do ano

eolicaNo período entre janeiro e abril de 2018, foram implantados 44 empreendimentos na Bahia, 32 a mais que o mesmo período do ano passado, o que representa um crescimento de 70% nos investimentos. No acumulado de 2018, foram investidos mais de R$ 3,2 bilhões, com a geração de 3.665 empregos, enquanto que no primeiro quadrimestre de 2017 foram investidos R$ 45,3 milhões e criados 1.770 empregos. Todos os empreendimentos têm protocolo de intenção firmado com o Governo do Estado.

“Os números confirmam o compromisso da Secretaria de Desenvolvimento Econômico com a atração de investimentos e o acompanhamento dos empreendimentos em todas as suas etapas, inclusive após sua consolidação. Vamos continuar trabalhando muito para criar mais emprego e desenvolvimento econômico para nosso estado”, afirmou a secretária da pasta, Luiza Maia.

Read the rest of this entry »

Bahia fecha primeiro trimestre com R$ 2,9 bi em investimentos

lia lineNos três primeiros meses de 2018, 41 empreendimentos, com protocolo de intenção firmado com o Governo do Estado, foram implantados. São 33 a mais que o mesmo período de 2017. Foram investidos R$ 2,9 bilhões com a geração de 2.755 novos empregos. O segmento de Eletricidade e Gás foi responsável por 65,5% dos investimentos com a entrada em operação de 18 parques eólicos e solares, na região do semiárido baiano.

Além da energia renovável, o segmento de Calçados também entrou o ano com boas notícias. Foi inaugurada a fábrica da Lia Line no município de Camacã. Para esta nova unidade no distrito industrial foram investidos R$ 5,8 milhões e já são mais de 300 funcionários trabalhando na empresa, com a perspectiva de dobrar o efetivo até o final de 2019.

“Apesar da grave crise econômica e política que se arrasta desde 2016, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tem se esforçado para atrair novos empreendimentos e consolidar os já existentes. A atuação mais presente junto ao empresários, sindicatos e federações visa minimizar e anteceder os impactos da crise”, afirma o secretário da pasta, Paulo Guimarães.

Read the rest of this entry »

Gastos do Estado nas áreas sociais com recursos próprios crescem R$ 1,02 bilhão

Mesmo com a persistência dos efeitos da crise econômica, o Governo do Estado aumentou em R$ 1,02 bilhão, no ano de 2017, as despesas próprias com as áreas sociais: saúde, educação e segurança. O incremento levou a Bahia a cumprir com folga os limites previstos pela Constituição Federal, para os gastos com educação, e pela Lei Complementar nº 141/2012, que dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados anualmente na área de saúde.

Em saúde, para o mínimo previsto na lei de 12%, o governo baiano chegou a 13,35% em 2017, indo além dos 12,49% do ano anterior. Em educação, o governo alcançou 26,76%, também registrando participação maior que a de 2016 e ultrapassando em quase dois pontos percentuais o patamar mínimo de 25%. Embora não haja prescrição constitucional estabelecendo um patamar para gastos com segurança, a participação desta área nas despesas com recursos próprios também aumentou de 18,39% em 2016 para 18,95% no ano passado.

Na área de saúde, houve o maior incremento proporcional, de R$ 3,15 bilhões em 2016 para R$ 3,48 bilhões em 2017, um avanço de 10,4%. Os gastos com educação foram ampliados de R$ 6,57 bilhões para R$ 6,97 bilhões, e em segurança, de R$ 4,64 bilhões para 4,93 bilhões. Essas despesas incluem todos os recursos aplicados em cada área, incluindo investimentos, pessoal e custeio da máquina pública.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930