hanna thame fisioterapia animal
livros do thame

Posts Tagged ‘Instituto Cabruca’

Pesquisadores de São Paulo conhecem jequitibá mais alto do Brasil no Sul da Bahia

jequitibá 1

Pesquisadores do Museu da Casa Brasileira/SP, e do  Instituto de Botânica/SP, acompanhados de técnicos da  Codeter e Ceplac, conheceram o Jequitibá mais alto do Brasil classificado no concurso de  jequitibás, realizado em 2013 pelo Instituto Cabruca. A árvore, da espécie Jequitibá Rosa, que  mede 56 metros de altura e 7,6 metrosm de circunferência.  está localizada na Fazenda Boa Lembrança, em Ubatã, no Sul da Bahia, de espólio de Sandoval Alcântara.

jequitibá 2

Ricardo Cardim do Museu da Casa Brasileira, Luciano Zandona do Instituto de Botânica e os fotógrafos e cinegrafistas Cassio Vasconcelos e Alex Vicitin estão elaborando trabalho técnico/cientifico com a realização de estudos, com pesquisas,  documentação e fotografias, para a edição de um livro destacando espécies arbóreas da Mata Atlântica. O foco é histórico botânico e a importância das plantas na composicão ambiental.

jequitibá 3

Segundo Cardim, “não foram identificadas em áreas de Mata Atlântica no Brasil,  árvores com porte e altura maior que o Jequitibá em Ubatã”. “As árvores da Mata Atlântica no Sul da Bahia são um referencial para todo o Brasil e servem como exemplo de como o cacau contribui para a conservação ambiental”, afirma o técnico da Ceplac, José Mendes

 

Agricultores familiares conhecem produção de chocolate

cac 1Agricultores familiares do Sul da Bahia participaram de um curso ministrado pela coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Cabruca, Adriana Reis, que abordou   os aspectos do cacau fino e de commodities , a qualidade, mercado, o processo da colheita e o armazenamento. A agricultura familiar vem se consolidando como modelo de produção no cacau cabruca, a alternativa viável para alcançar nichos de mercado que exigem respeito pelo meio ambiente, responsabilidade social  e qualidade do cacau para produção de chocolate,

cac 2O curso, realizado na fábrica modelo de chocolate da Ceplac,  abrangeu o processamento do cacau até a produção e comercialização do chocolate.  De acordo com Sândalo Barreto, engenheiro agrônomo da Bahiater, que participou do curso, “a Bahiater tem papel fundamental nesse processo de desenvolvimento territorial, e o curso permitiu socializar o aprendizado e multiplicar as técnicas de produção de chocolate com os agricultores familiares”.

Escola Chocolate da Floresta lança calendário de Cursos de Extensão

chocoA Escola Chocolate da Floresta, vinculada ao Instituto Cabruca, lançou o calendário anual de cursos presenciais que terão início no próximo 25 de abril. Localizada na Avenida Dois de Julho, 379, no centro da cidade, a escola está oferecendo três modalidades de cursos e um roteiro de experiência gastronômica, intitulado “do Cacau ao Chocolate”, que contam com a participação da pesquisadora Adriana Reis.

Os cursos de extensão têm carga horária de 20 horas, 40 e de 80 horas, e abordarão temas como A Cadeia do Cacau e Chocolate no Brasil, Preparo do Cacau Fino, Fabricação do Chocolate a partir de Amêndoas e Introdução à Confeitaria.  Com 20 horas, o curso Faça seu Chocolate aborda as oportunidades de mercado para chocolates de origem e a elaboração de chocolate a partir de amêndoas, incluindo torra, descasca, pré-moagem, moagem, refino, conchagem, temperagem, enformagem, solidificação e embalagem.

O curso Da Árvore à Barra, de 40 horas, além de abordar a elaboração de chocolate e a cadeia do cacau ao chocolate, irá capacitar o aluno em produção de cacau fino, com aulas práticas na Fazenda Leolinda, do renomado produtor João Tavares, premiado por duas vezes no Salon du Chocolat em Paris.

Já o curso Chocolate da Floresta, com duração de 80 horas, é destinado às pessoas que desejam conhecer todo o sistema de produção de cacau, preparo do cacau fino, elaboração de chocolate em pequena escala e introdução à confeitaria, também com aulas práticas do cacauicultor João Tavares, em sua fazenda Leolinda, e com a chef Miriam Pinkowski, entre outros chocolatiers famosos.

No segmento específico do turismo, o curso Turismo Gastronômico do Cacau ao Chocolate terá foco na gastronomia do cacau ao chocolate, envolvendo a visitação ao laboratório da Escola Chocolate da Floresta, visita a fazendas, degustação de frutos de cacau, polpa, nibs, geleias, sucos, chás, chocolate cru e tradicional, oriundos de diversas variedades genéticas. Com duração de 12 horas, sendo apenas quatro horas aula por dia.

Instituto Cabruca inaugura em Ilhéus a primeira Escola de Chocolate da Bahia

chocolate 2O Instituto Cabruca realizará nesta sexta-feira, em Ilhéus, a inauguração da Escola Chocolate da Floresta, primeira escola de chocolate da Bahia, com o objetivo de estimular a criação de talentos e competências, valorizar a sustentabilidade, qualidade, inovação e a origem do cacau e chocolate no Brasil. A solenidade ocorrerá às 19 horas, na sede do Cabruca, localizada na Avenida Dois de Julho, 379, no centro da cidade.

Ao longo de sua atuação, o Instituto percebeu a necessidade de uma maior agregação de valor ao cacau enquanto alimento, seus sabores, cultura, história e a importância do mesmo na elaboração de um chocolate com qualidade, identidade, sustentabilidade e origem. O diretor da instituição, Durval Libânio, explica que “juntamente com todos os valores intrínsecos aos seus aspectos sensoriais, aromáticos, culinário, gastronômico e de conservação dos biomas Mata Atlântica e Amazônia, culminam com a ideia do chocolate como um produto das nossas florestas e culturalmente ligado aos nossos ancestrais pré-colombianos, seus primeiros consumidores.”

Read the rest of this entry »

Convênio cria curso de pós-graduação em Chocolataria Gourmet na Faculdade de Ilhéus

choco gourmetA Faculdade de Ilhéus e o Instituto Cabruca assinaram convênio de cooperação técnica para implantação do curso de pós-graduação em Chocolataria Gourmet. O ato aconteceu durante o III Seminário Floresta de Chocolate, que aconteceu no Centro de Convenções em Ilhéus, promovido pelo Sebrae, Instituto Arapiaú e Instituto Cabruca, no dia 31 de julho.

Para o diretor geral da Faculdade, professor Almir Milanesi, “a parceria com o Instituto Cabruca para instalar a pós-graduação em Chocolataria Gourmet na Faculdade de Ilhéus vai contribuir muito com a produção e industrialização do cacau. Por isso, estamos nos aliando ao Instituto Cabruca, que detém excelente conhecimento nessa área, com a finalidade de desenvolvermos essa pós-graduação”.

chocolate para jornaisO presidente do Instituto Cabruca, Durval Libânio, declarou que a pós-graduação em Chocolataria é o primeiro passo de um processo que irá culminar com a transformação do Sul da Bahia em um destino turístico associado à produção de chocolates finos, como Bayonne, na França, e Hershey Town, nos EUA. “Com a vantagem de estarmos numa região produtora de cacau e com diversos outros atrativos,” complementou.

Milanesi considera um grande desafio a implantação da pós-graduação em Chocolataria Gourmet. Mas enfatiza que o fato desse curso acontecer em Ilhéus, maior município produtor de cacau da Bahia, representa uma identidade com o produto, em virtude da tradição na cacauicultura. Ele informa que as inscrições do curso podem ocorrer no mês de outubro e a previsão de início das aulas é para fevereiro de 2016.

Nutrição – O tema Chocolate foi introduzido nas disciplinas Tecnologia de Alimentos e Vigilância Sanitária, do curso de graduação em Nutrição da Faculdade de Ilhéus, há cerca de três semestres, em virtude da expansão da atividade de Chocolataria na região, o que representa mais um próspero campo de atuação para os nutricionistas.

“A ciência da Nutrição, através dos seus conhecimentos quanto ao aspecto nutricional (substâncias funcionais do chocolate) e de produção e controle de qualidade do produto, é ferramenta essencial para o sucesso dos empreendimentos no setor”, observou a coordenadora do curso, professora Juliana Argolo.

 

Instituto Cabruca promove IIIº Seminário Floresta de Chocolate

chocolate para jornaisO Instituto Cabruca promove no próximo dia 31, o IIIº Seminário Floresta de Chocolate, que acontece no Centro de Convenções de Ilhéus, com apoio do Instituto Arapyaú e do Sebrae.

O Seminário terá temática toda dedicada ao chocolate de origem regional, com pesquisadores, produtores, empresários e autoridades ligadas ao tema.

Serão apresentados estudos científicos sobre a qualidade do cacau para chocolates gourmet, feita por pesquisadores da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Outra atividade será a Oficina de Tecnologia e Inovação, que reunirá universidades, centros de educação federal, instituições de pesquisa e ONGs para debater soluções para os entraves da cadeia de produção do chocolate.

A programação continua com a apresentação de trabalhos que vem sendo realizados por diversas instituições com foco na consolidação da chocolataria gourmet de origem regional.

Entre elas está a criação do curso de Pós-graduação em Chocolataria Gourmet pela Faculdade de Ilhéus em parceria com o Instituto Cabruca, o segundo curso do Brasil nesta modalidade.

Faculdade de Ilhéus e Cabruca querem implantar pós-graduação em Gestão de Negócios em Chocolataria Gourmet

cabrucaO presidente do Instituto Cabruca, Durval Libânio Netto Mello, esteve reunido com o diretor da Faculdade de Ilhéus, Almir Milanesi, com o objetivo de definir uma parceria entre as instituições visando à implantação de um curso de pós-graduação em Gestão de Negócios em Chocolataria Gourmet. Participaram também da reunião a diretora Acadêmica, Sandra Milanesi, a coordenadora do curso de Nutrição, Juliana Argolo, o secretário executivo do Cabruca, Gerson Marques, e o engenheiro de Alimentos, Biano Alves de Melo Neto, pesquisador do Instituto Federal Baiano.

Durval Libânio, que também é professor universitário e já presidiu a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Cacau, e participou do Salão do Chocolate de Paris, fez um breve histórico sobre o chocolate produzido na Europa e sobre as variedades de cacau, a exemplo do crioulo, o forasteiro (cultivado em nossa região e considerado ideal para maior percentual no chocolate) e o trinitário. Conforme declarou, “o grande mercado do chocolate é aqui e o chocolate que estamos produzindo é da melhor qualidade. É a oportunidade de mostrar o que sabemos fazer e refletir o quanto fomos iludidos com o chocolate ao leite, com baixo teor de cacau, produzido por marcas famosas do mercado internacional”.

Com relação à implantação do curso, Libânio afirma que “a nossa logística, com aeroporto e voos até São Paulo, se constitui numa facilidade de acesso, e a fazenda de cacau é um grande atrativo para atrair visitantes de outras regiões, pontos que favorecem a instalação de cursos em nossa cidade.”. Para o secretário executivo do Cabruca, Gerson Marques, “temos o produto, que é o cacau, e por isso nos cabe desenvolver uma escola de chocolataria”.

A Faculdade de Ilhéus foi escolhida para a implantação da pós-graduação em Gestão de Negócios de Chocolataria Gourmet em função do bom conceito que os seus cursos desfrutam na região, além da infraestrutura de laboratórios que possui, com equipamentos de última geração, e de oferecer o curso de Nutrição.

O presidente do Instituto Cabruca acrescenta que “somos o terceiro maior produtor de cacau, temos produção e temos mercado consumidor”. Segundo ele, o Instituto Cabruca está estruturando a sede localizada na Avenida Dois de Julho, no centro histórico de Ilhéus, para vender serviços, inclusive com cursos de curta duração sobre chocolate. “Nosso laboratório está preparado para ensinar a fazer chocolate em casa”, garantiu Durval Libânio.

Semana Santa terá Aleluia Ilhéus Festival com Padre Fabio de Melo e Roupa Nova

Feito para família, com os sabores da terra do cacau, o Aleluia Ilhéus Festival veio incrementar um qualificado calendário turístico da cidade. As tradições da semana santa estarão presentes, como o chocolate e o pescado, aquecendo a economia e estimulando o turismo local.  Entre as atrações estão o Padre Fabio de Melo e a Banda Roupa Nova.

O festival acontece de 28 a 31 de março e é organizado pela ATIL (Associação de turismo de Ilhéus), Prefeitura Municipal de Ilhéus, (Associação de turismo de Ilhéus  e SEBRAE, num grande investimento coletivo, “Esse evento revela um potencial diversificado sem que o município precise bancar as despesas para realização, pois as parcerias garantem o necessário para a infraestrutura e as atrações, cabendo a prefeitura e ao governo serviços, como limpeza, fiscalização, segurança e espaço público”, assegura Alcides Kruschewsky, secretário municipal de turismo.

Read the rest of this entry »

Daniel Thame
Daniel Thame, jornalista no Sul da Bahia, com experiência em radio, tevê, jornal, assessoria de imprensa e marketing político danielthame@gmail.com

Busca por data
novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930